O clamor do_getsemani

239 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
239
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O clamor do_getsemani

  1. 1. Quero agradecer“Clicar” – para avançarOCLAMORDOClicar Slides
  2. 2. Aquelas coisasque eu nunca pedi,Esse lugar sempre fora um lugarpacato... tranqüilo... todas as manhãseram despertadas com o cântico dapassarada... a relva florescendo aonascer do sol, cada flor pareciaagradecer por mais um dia, enquantoos primeiros raios de sol penetravamlentamente entre as árvores... a suamonotonia só era quebrada quandouma pessoa muito especial vinha fazersuas orações ali, sempre a tardinha,e,exatamente tudo começou com umadessas orações.
  3. 3. Mas que estão ao meu redor,Naquele dia eu percebi que ele estavamuito triste... Mas era uma tristezaprofunda mesmo! eu me lembro bem ahora  que ele chegou, se ajoelhou ecomeçou a orar, mas era uma oraçãodiferente das demais que eu tinhaouvido antes, era um verdadeiroclamor; de repente eu o vi chorandobastante e de seus olhos  saíamprofundas lágrimas e seu suortransformou-se em  sangue, quecaíam  copiosamente sobre o chão,e...
  4. 4. Tudo indicava que as veias de suasglândulas sudoríparas se comprimiramtanto, que chegaram ao ponto de seromperem e o sangue misturou-se aoseu suor, o qual era expelido do seucorpo. Acredito que nesta hora DeusPai sofria com o seu sofrimento,também os anjos... Os arcanjos... Osquerubins... Acho que até no céuhouve silêncio total, tamanho osofrimento daquele justo!
  5. 5. Aromas, sons e coresDaí eu não suportei tanta pressãosobre mim e caiu de repente naquelelugar uma nuvem de tristeza muitopesada, eu não sei explicar o que erarealmente!            Foi quando de repente euouvi um grito bem alto e muito forteassim: Pai passa de mim este cálice,todavia não se faça a minha vontade,mas a tua vontade!
  6. 6. Eu percebi que toda natureza naquelahora parou... O vento parou... Tudoficou quieto... Nenhuma folha dasárvores se movia, os pássaros nãoderam nenhum pio... pareciamtestemunhar aquela angústia... Foi umhorror! Meu Deus parece  que euestava adivinhando o que iriaacontecer... A maior tragédia naquelelugar, a morte de um justo, que sófizera o bem em toda sua vida...!
  7. 7. E eu tentava gritar , mas não podia,então pensei: meu Deus, não épossível o que eu estou vendo! Porfavor  faça alguma coisa, esse justonão merece isto... Então eu choreimuito, comecei a agonizar e a clamargrandemente, convoquei toda anatureza em volta para intercederjunto comigo, foi quando de repente euvi um anjo chegando, ele estavatodo vestido a caráter, e ele foi diretoconsolar aquele  homem justo...  Eudescobri naquela hora que aquelehomem que orava ali era Jesus!
  8. 8. O aroma das coresEnquanto isso eu contemplava tudocom muita emoção... Aquele anjoconsolava-o sem parar... Depois ele selevantou resoluto, porém eu percebique ele estava mais tranqüilo e o seurosto manchado de sangue transmitiauma paz serena e prosseguiu andandoem direção à saída do jardim, daí eunão consigo ainda hoje entender comosurgiu uma multidão de pessoas, todasarmadas até os dentes, indo ao seuencontro... e um daqueles chegou elhe deu um beijo... 
  9. 9. Daí eu fiquei mais confuso ainda...Então pensei comigo mesmo, deve serum amigo dele! Achei estranho aquelegesto porém pensei ser amigos, não épossível que venham atacá-lo aqui!
  10. 10. O monte, a árvore e euDe repente aquela multidão o arrastoue o levaram para fora e começaram abater em Jesus e o levaram paracrucificar. Eu nunca conseguiesquecer aquela cena terrível e estouclamando até hoje, porém tenhocerteza que ele foi fiel até a morte emseu firme propósito:A salvação da humanidade!
  11. 11. O perfume da noiteEm fim foi glorificado e recebidocommuita honra pelo PAI, pelosanjos,os arcanjos e os Querubinsno céu dos céus!GLÓRIA DEUS!!!
  12. 12. O perfume da noiteEU SOU O GETSÊMANI…E ESSE É O MEU CLAMOR!!!Formatação: Martha FeitosaTexto: Martha FeitosaMúsica: Serenade Issac SternImagens: Internet

×