Curso hydros-v-4

4.015 visualizações

Publicada em

0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.015
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
574
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso hydros-v-4

  1. 1. Curso Básico AltoQi Hydros V4 2 Todo o esforço foi feito na elaboração destes programas. Neste esforço incluem-se o desenvolvimento, pesquisa e testes das teorias e resultados para garantir as suas efetividades. No entanto, os autores, a AltoQi e os distribuidores não assumem garantias de nenhuma espécie, expressas ou implícitas, pela utilização dos resultados destes programas ou do material escrito contido nesta apostila. A responsabilidade e o risco quanto aos resultados e desempenho dos programas são assumidos pelo usuário, o qual deverá testar toda a informação antes da sua efetiva utilização. A AltoQi reserva o direito de mudar os produtos sem prévio aviso. Todos os direitos autorais e de reprodução total ou parcial desta apostila estão reservados para AltoQi Tecnologia em Informática Ltda. Florianópolis, abril de 2007
  2. 2. Curso Básico AltoQi Hydros V4 3 Apresentação Esta apostila é uma ferramenta para auxiliar o usuário no aprendizado ao programa AltoQi Hydros V4, desenvolvido em ambiente Windows. Cabe lembrar que esta apostila aborda projetos exemplos de forma puramente didática, atendo-se principalmente às características de uso do sistema, sem se preocupar com certos pontos reais do projeto. Não se trata, aqui, de um roteiro acerca de como se projetar convenientemente uma instalação, mas sim de como utilizar as ferramentas fornecidas pelos programas. Apesar da complexidade e dos conhecimentos necessários ao projeto hidráulico sanitário, o AltoQi Hydros V4 é um software muito simples de ser utilizado. O nosso objetivo é que você possa, após este curso, projetar de forma mais eficiente e rápida utilizando o Hydros. Ao final do curso, você terá certeza de que isso é possível! Para obter informações adicionais, pode-se consultar a documentação eletrônica do programa, acessando o botão na barra de ferramentas principal.
  3. 3. Curso Básico AltoQi Hydros V4 4 Índice APRESENTAÇÃO.........................................................................................................................................3 ÍNDICE .........................................................................................................................................................4 AULA 1 – LANÇANDO O PROJETO ............................................................................................................7 1 COMO FUNCIONA ESSE CURSO?..................................................................................................................7 1.1 Utilizando o recurso “Alt+Tab”...................................................................................................... 7 1.2 Criando Pastas para os arquivos do curso ................................................................................... 7 1.3 Efetuando download dos arquivos de arquitetura ........................................................................ 7 1.4 Alterando a resolução do monitor.................................................................................................. 8 2 ABRINDO O PROGRAMA............................................................................................................................... 8 2.1 Versão Demonstrativa .................................................................................................................... 8 2.2 Versão Normal................................................................................................................................ 9 3 LANÇANDO UM PROJETO NOVO ...................................................................................................................9 4 ESTRUTURA DE ARQUIVOS DE PROJETO ......................................................................................................11 4.1 A janela Projeto............................................................................................................................. 11 4.2 Configurações do Hydros ............................................................................................................ 12 4.3 Gerenciamento dos arquivos do projeto ..................................................................................... 13 5 O AMBIENTE CROQUI ............................................................................................................................... 13 5.1 Como executar comandos no Hydros......................................................................................... 15 5.2 Ajuda para os comandos............................................................................................................. 15 6 INICIANDO O TRABALHO ............................................................................................................................16 6.1 A linha de comando ..................................................................................................................... 16 6.2 Comandos de visualização.......................................................................................................... 16 6.3 Dicas fundamentais...................................................................................................................... 17 7 SISTEMA DE COORDENADAS UTILIZADO NO HYDROS.....................................................................................17 7.1 Escala do desenho....................................................................................................................... 17 7.2 Coordenadas absolutas............................................................................................................... 17 7.3 Coordenadas relativas ................................................................................................................. 18 AULA 2 – FERRAMENTAS DE CAPTURA ..................................................................................................20 1 PRECISÃO DE DESENHOS.............................................................................................................................20 2 CAPTURA DE PONTOS .................................................................................................................................20 2.1 Ponto notável ....................................................................................................................... 20 2.2 Intersecção ........................................................................................................................... 21 2.3 Ponto no elemento (ponto qualquer) .................................................................................... 22 2.4 Perpendicular ........................................................................................................................ 23 3 ORTOGONAL ......................................................................................................................................24 4 FERRAMENTAS DE CAPTURA ........................................................................................................................26 4.1 Captura Ponto Relativo .......................................................................................................... 26 4.2 Captura Ponto Médio .......................................................................................................... 28 4.3 Captura Quadrante ............................................................................................................... 29 4.4 Captura Ponto Deslocado .................................................................................................... 30 AULA 3 – PREPARAÇÃO DAS ARQUITETURAS........................................................................................31 1 FORMAS DE LANÇAMENTO DA TUBULAÇÃO HIDRÁULICA E SANITÁRIA ...............................................................31
  4. 4. Curso Básico AltoQi Hydros V4 5 2 IMPORTANDO O ARQUIVO EM FORMATO DWG PARA O HYDROS .......................................................................31 2.1 Importando o arquivo DWG ........................................................................................................... 31 2.2 Apagando os elementos que não interessam ao projeto............................................................. 32 2.3 Convertendo para a Escala Correta .............................................................................................. 34 2.4 Confirmando as medidas do desenho .......................................................................................... 35 2.5 Posicionando a Origem do Desenho............................................................................................. 35 2.6 Alterar as propriedades dos elementos para um único nível........................................................ 36 3 IMPORTANDO AS ARQUITETURAS DO SUPERIOR E DA COBERTURA ....................................................................38 3.1 Inserir arquitetura do pavimento Superior...................................................................................... 38 3.2 Inserir arquitetura da Cobertura ..................................................................................................... 40 AULA 4 – LANÇAMENTO DAS COLUNAS E REDE DE ALIMENTAÇÃO ...................................................42 1 LANÇAMENTO DAS COLUNAS .......................................................................................................................42 1.1 Lançando a Coluna de Alimentação............................................................................................ 43 1.2 Lançando as Colunas de Água Fria 1 e 2 ..................................................................................... 44 1.3 Lançando a Coluna de Esgoto e a Coluna de Ventilação ............................................................ 45 1.4 Lançando as Colunas de Água Pluvial.......................................................................................... 46 2 LANÇAMENTO DA REDE DE ALIMENTAÇÃO .....................................................................................................47 2.1 Lançamento do Hidrômetro e da Alimentação Predial. ................................................................ 48 2.2 Detalhe Isométrico da Alimentação Predial................................................................................... 50 2.3 Verificação dos Diâmetros da Alimentação Predial ...................................................................... 51 2.4 Definição das Peças Pendentes da Rede de Alimentação........................................................... 52 AULA 5 – LANÇAMENTO DA REDE DE ÁGUA FRIA .................................................................................53 1 LANÇAMENTO DA TUBULAÇÃO .....................................................................................................................53 1.1 Traçando as linhas de apoio.......................................................................................................... 53 1.2 Lançando a tubulação que abastecerá os lavatórios e os chuveiros........................................... 54 1.3 Lançando a tubulação que abastecerá os vasos sanitários......................................................... 56 AULA 6 – FINALIZANDO O DETALHE ISOMÉTRICO H1...........................................................................59 1 COMPLETANDO O DETALHE DE ÁGUA FRIA .....................................................................................................59 1.1 Inserindo as peças de utilização.................................................................................................... 59 1.2 Verificando fluxo e dimensionando a tubulação............................................................................ 60 1.3 Lançamento dos registros ............................................................................................................. 61 1.4 Definição das peças pendentes .................................................................................................... 63 1.5 Desenhando as cotas isométricas................................................................................................. 63 1.6 Inserindo a lista de materiais e as legendas ................................................................................. 65 AULA 7 – LANÇAMENTO DA REDE SANITÁRIA........................................................................................67 1 CRIANDO O DETALHE SANITÁRIO ................................................................................................................67 2 LANÇANDO A TUBULAÇÃO .........................................................................................................................68 2.1 Lançando os aparelhos sanitários............................................................................................... 69 2.2 Dimensionando a tubulação........................................................................................................ 71 2.3 Lançamento da caixa de passagem e peças pendentes........................................................... 72 2.4 Otimizando as indicações, inserindo a lista de materiais e as legendas ................................... 74 AULA 8 – LANÇAMENTO DA TUBULAÇÃO NO PAVIMENTO SUPERIOR ................................................76 1 ESPELHANDO O BANHEIRO FEMININO .........................................................................................................76 2 COPIANDO PARA O PAVIMENTO SUPERIOR ...................................................................................................77 3 INGRESSANDO NO SEGUNDO PAVIMENTO....................................................................................................78 4 CORRIGINDO A TUBULAÇÃO DO DETALHE S1 DO SEGUNDO PAVIMENTO..........................................................79 5 MODIFICANDO A POSIÇÃO DO REGISTRO NO PAVIMENTO SUPERIOR................................................................81 5.1 Conectando a coluna de alimentação e água fria 1 e 2 com o pavimento inferior.................... 82 6 CORTE 84 AULA 9 – LANÇAMENTO E DIMENSIONANDO A TUBULAÇÃO PLUVIAL................................................86 1 LANÇANDO A TUBULAÇÃO DE ESGOTO PENDENTE NO PAVIMENTO TÉRREO......................................................86 1.1 Dimensionando a tubulação de esgoto e visualizando as caixas de passagem....................... 86 2 LANÇANDO A TUBULAÇÃO PLUVIAL .............................................................................................................87
  5. 5. Curso Básico AltoQi Hydros V4 6 2.1 Inserindo as caixas de inspeção da rede pluvial......................................................................... 88 2.2 Cópia do croqui para a cobertura................................................................................................ 89 2.3 Configurando e definindo a área para dimensionamento da tubulação pluvial......................... 90 2.4 Dimensionando a tubulação pluvial............................................................................................. 92 2.5 Definindo as peças pendentes da tubulação pluvial no pavimento térreo................................. 93 AULA 10 – LANÇAMENTO DA TUBULAÇÃO REFERENTE AO RESERVATÓRIO DA COBERTURA.........95 1 LANÇANDO TUBOS DE ÁGUA FRIA E DE ALIMENTAÇÃO DA CAIXA D’ÁGUA..........................................................95 1.1 Ligando no reservatório as colunas que abastecem os lavatórios e os chuveiros.................... 96 1.2 Ligando no reservatório as colunas que abastecem os vasos sanitários.................................. 96 1.3 Ligando no reservatório a rede de alimentação.......................................................................... 97 1.4 Verificando e invertendo o sentido do fluxo................................................................................. 98 1.5 Inserindo os registros................................................................................................................. 100 1.6 Inserindo as tomadas d’água .................................................................................................... 103 1.7 Definindo as peças pendentes .................................................................................................. 104 1.8 Desenhando a caixa d’água ...................................................................................................... 104 AULA 11 – VERIFICANDO AS PRESSÕES...............................................................................................106 1 VERIFICANDO AS PRESSÕES NO PAVIMENTO SUPERIOR ............................................................................... 106 1.1 Memória de cálculo.................................................................................................................... 107 2 EFETUANDO ALTERAÇÃO NA PRESSÃO ...................................................................................................... 108 2.1 Alterando os diâmetros .............................................................................................................. 108 2.2 Elevando a caixa de água.......................................................................................................... 109 AULA 12 – GERANDO DESENHOS COMPLEMENTARES......................................................................112 1 ESQUEMA VERTICAL ............................................................................................................................... 112 1.1 Esquema vertical de água.......................................................................................................... 112 1.2 Esquema vertical de esgoto....................................................................................................... 112 2 ESQUEMA ISOMÉTRICO DE ÁGUA.............................................................................................................. 112 3 VISUALIZAÇÃO TRIDIMENSIONAL ............................................................................................................... 113 4 VERIFICAÇÃO GERAL DO PROJETO............................................................................................................ 114 4.1 Lista de materiais ....................................................................................................................... 115 5 GERANDO AS PRANCHAS ........................................................................................................................ 115 AULA 13 – TÓPICOS ESPECIAIS.............................................................................................................118 1 BOMBA HIDRÁULICA ............................................................................................................................... 118 1.1 Alteração e lançamento da tubulação de alimentação............................................................. 118 1.2 Inserindo a bomba hidráulica..................................................................................................... 120 1.3 Dimensionando e inserindo as peças na tubulação de alimentação....................................... 122 1.4 Corrigindo a tubulação de alimentação nos demais detalhes.................................................. 124 1.5 Dimensionando a bomba hidráulica.......................................................................................... 125 2 UNIDADE DE TRATAMENTO ...................................................................................................................... 125 3 ALTERANDO OS DIÂMETROS INTERNOS ..................................................................................................... 127 4 FERRAMENTA DEFINIR ESQUADRO ........................................................................................................... 128 5 RESUMO DA SEQÜÊNCIA DE LANÇAMENTO ................................................................................................ 129
  6. 6. Curso Básico AltoQi Hydros V4 7 Aula 1 – Lançando o Projeto 1 Como funciona esse curso? Algumas considerações que dizem respeito ao andamento do nosso curso são muito importantes. A primeira delas é sobre o uso do recurso “Alt+Tab”. Através deste recurso poderemos alternar as janelas entre o ambiente de ensino e o programa Hydros. 1.1 Utilizando o recurso “Alt+Tab” Através deste recurso poderemos alternar as janelas entre o ambiente de ensino e o programa Hydros. Você vai poder assistir à aula e utilizar o Hydros simultaneamente. Segure pressionada a tecla “Alt” e aperte a tecla “Tab”. Pressionar repetidas vezes a tecla “Tab”. Percebe-se que o programa selecionado varia. Você irá alternar a seleção entre o Hydros e o ambiente de ensino no navegador de internet que estiver utilizando para assistir o curso. 1.2 Criando Pastas para os arquivos do curso Também serão utilizados muitos arquivos neste curso. Para facilitar nossa organização, vamos criar uma pasta aonde iremos colocá-los quando fizermos seu download ou na necessidade de salvá-los, se for o caso. Acesse a estrutura de pastas do seu computador através do “Windows Explorer”, ou clicando no ícone “Meu Computador”. Selecione a opção: Arquivo – Novo – Pasta. Digite, no campo que se abre, o referido nome da pasta: Curso Hydros V4. Acesse essa pasta com um duplo clique sobre seu nome. Crie uma nova pasta, dentro desta, chamada: Arquivos de apoio. O procedimento é o mesmo: Arquivo – Novo – Pasta. E o nome a ser preenchido: Arquivos de apoio. 1.3 Efetuando download dos arquivos de arquitetura Neste curso vamos realizar os projetos hidráulicos e sanitários de uma edificação de três pavimentos. Os arquivos de arquitetura deste nosso projeto estão em formato “dwg”. Vamos fazer seu download neste momento, para utilizá-los em um momento oportuno. Clicar nos links que aparecem na tela. Estes arquivos estão presentes também no ambiente da biblioteca. Pode ser que o conteúdo seja bloqueado pelo navegador: Neste caso, você deve: Clicar na barra de aviso que surgiu. Selecionar a opção “Fazer o download de arquivo”. O arquivo será atualizado e a aula voltará ao início. Você deve agora voltar ao ponto onde estávamos. Clicando novamente sobre o link. Responder “Salvar” para a pergunta: Deseja salvar ou abrir este arquivo?
  7. 7. Curso Básico AltoQi Hydros V4 8 Selecione a pasta que acabamos de criar, seguindo o caminho: Meus documentos - Curso Hydros V4 - Arquivos de apoio. Clique no botão “Salvar” 1.4 Alterando a resolução do monitor Finalmente, temos a última e importante alteração que se faz necessária. É da resolução do monitor, que deve ser de no mínimo 1024 X 768 pixels. Clique com o botão direito do mouse na área de trabalho. Selecione a opção propriedades. Escolha a aba: configurações. Na opção “Resolução da tela”, utilize a escala para selecionar a opção 1024 x 768 – se você prefere utilizar uma resolução maior, não precisa alterá-la. Clique em “Aplicar” e, logo em seguida, no botão “OK”. Alguns ajustes de tamanho de tela podem ser necessários, e devem ser efetuados através dos botões do próprio monitor. 2 Abrindo o programa Este curso do Hydros V4 pode ser feito utilizando a versão demonstrativa ou a versão normal do programa. Para os clientes que adquiriram o módulo Gás, sem o módulo Hidráulico e Sanitário, é necessário o uso da versão demonstrativa do software Hydros V4 para o acompanhamento deste curso, já que através dela você pode utilizar as redes abordadas neste curso. 2.1 Versão Demonstrativa Utilizando a versão demonstrativa, você deve seguir os passos que serão apresentados: 1) Duplo clique sobre o ícone do Hydros V4 Demonstrativo na área de trabalho. 2) A primeira janela aberta é chamada “Sobre”, a qual indica informações sobre o programa, como: versão, módulos disponíveis, etc. Nela, basta clicar em OK Versão Demonstrativa 3) No diálogo, pode-se optar por “criar um novo projeto”, clicando em seguida no botão OK.
  8. 8. Curso Básico AltoQi Hydros V4 9 Iniciando um novo projeto 2.2 Versão Normal Utilizando a versão normal, você deve seguir os passos que serão apresentados: 1) Execute o programa Hydros V4 através de um duplo clique sobre o ícone do Hydros V4 na área de trabalho. 2) No menu projeto, execute o comando “Novo”. Opcionalmente, clique no botão . 3 Lançando um projeto novo Objetivo: Criar o projeto que será utilizado durante o curso e todos os outros projetos que você irá fazer. Será desenvolvido o projeto hidro-sanitário de uma edificação de três pavimentos, sendo um pavimento térreo, um pavimento superior e um pavimento cobertura. Entre os pavimentos, há uma altura de 2,80m. Esquema do projeto exemplo Desta forma, vamos agora criar os pavimentos desta edificação preenchendo o diálogo “Projeto novo” com os seguintes dados:
  9. 9. Curso Básico AltoQi Hydros V4 10 Diálogo de lançamento dos pavimentos Digita-se para o primeiro pavimento o nome “Térreo” e a altura de 280cm. Pressione uma vez o botão Insere acima. Clique no campo “pavimento” que encontra-se em branco. Digita-se para o segundo pavimento o nome “Superior”. O número de repetições é “1” e a altura de 280cm. Clique com o mouse dentro do campo “Superior”. Pressione novamente o botão Insere acima e digite o nome “Cobertura” para o último pavimento. Informe repetição igual a 1 e a altura de 10cm. Verifique se o nível acumulado do edifício é 560cm. Se estiver correto, clique no botão OK.
  10. 10. Curso Básico AltoQi Hydros V4 11 Não deu certo: Verifique novamente os dados digitados (principalmente as alturas e repetições) e também o valor do campo Nível inferior. Caso você tenha inserido algum dos pavimentos fora da ordem ou mesmo um pavimento a mais, utilize o botão “excluir” sobre os pavimentos que estiverem errados. Tome o cuidado de clicar sobre o pavimento que está mais acima dos demais antes de clicar novamente no botão “insere acima”. Se mesmo assim não estiver certo, clique no botão cancelar localizado no canto inferior do diálogo “Projeto novo” e repita a explicação deste passo. 4 Estrutura de arquivos de projeto Para o ideal acompanhamento deste capítulo, é necessário que todas as tarefas anteriores tenham sido concluídas com êxito. Caso você não tenha conseguido cumprir corretamente as etapas anteriores, abra o arquivo “Etapa 01 - Criação do projeto.prh” e prossiga a partir desse ponto. 4.1 A janela Projeto A janela Projeto é a janela principal do programa, através da qual é possível navegar entre os diversos pavimentos e ambientes do HYDROS. A janela tem uma apresentação de forma hierárquica, podendo ser contraída ou expandida selecionando as opções [ - ] ou [ + ].
  11. 11. Curso Básico AltoQi Hydros V4 12 Janela de projeto Fechei acidentalmente a janela: Caso você tenha fechado acidentalmente a janela abra novamente o arquivo “Etapa 01 - Criação do projeto.prh” que você fez o download há pouco e prossiga a partir desse ponto. 4.2 Configurações do Hydros As configurações no Hydros são organizadas conforme seu contexto e aplicação. Assim, a distribuição dessas configurações é feita em três grupos principais: Configurações de desenho Configurações de projeto Configurações do sistema Este último grupo contém uma configuração homônima, chamada configuração-sistema, que pretende definir o sistema de unidades e as pastas padrão utilizados no Hydros. Configurações do sistema A pasta padrão refere-se ao caminho do disco rígido que o programa irá utilizar como default no momento de abrir ou gravar um arquivo. Assim, para facilitar o trabalho durante o curso, será definida nessa configuração a pasta Meus documentosCurso Hydros V4Arquivos de apoio. Há ainda nesta janela a opção de: “Usar aceleração por hardware”, que está relacionada com a visão 3D do projeto. Quando a placa de vídeo possui memória suficiente para
  12. 12. Curso Básico AltoQi Hydros V4 13 armazenamento e processamento, ele deve ser ativado. No entanto, em caso contrário, o programa poderá cair por falta de suporte da placa. Neste curso iremos trabalhar com esta opção desativada. 4.3 Gerenciamento dos arquivos do projeto Ao contrário do que era feito em programas mais antigos de instalações hidráulicas, o Hydros guarda em um único arquivo de extensão “PRH” os arquivos do projeto e, neste arquivo, ficam armazenadas todas as informações relacionadas à planta, detalhes e dimensionamento da rede hidráulica. Ao ser gravado e ao ser aberto, o arquivo “PRH” gera automaticamente cópias de segurança com a extensão ”BAK” e “SAV”, no mesmo endereço do disco onde foi definido o arquivo “PRH”. Simulação da criação dos arquivos Bak e Sav na elaboração de um projeto. Durante o desenvolvimento do projeto, entretanto, são utilizados outros arquivos (“DWG”, “DXF”, “CAD”, etc...) além dos arquivos de desenho gerados pelo programa, que constituem o próprio projeto (“PRC”, “CAD”, “DXF”) e que também são armazenados em um local a ser definido no momento da gravação. Para facilitar o acesso a esses arquivos, é possível definir atalhos na janela projeto que permitem abri-los diretamente a partir de seu local de origem no disco rígido, criando, assim, o que se pode chamar de “atalho”, “link” ou, simplesmente, “associação o arquivo ao projeto”. 5 O ambiente Croqui Objetivo: Mostrar o funcionamento do ambiente croqui e as formas de instruções de comandos. O Croqui é o ambiente gráfico que contém os comandos básicos de CAD e também os comandos de lançamento dos elementos arquitetônico e hidro-sanitários. É nele que é efetuado todo o lançamento de uma tubulação e no qual o usuário passa grande parte do tempo total gasto na elaboração de um projeto. O Croqui possui basicamente três áreas bem definidas: os Menus, que agrupam todos os comandos do HYDROS; as Barras de Ferramentas, que contém botões de atalho para alguns dos comandos dos Menus; a Área de desenho, que é um espaço de desenho em ambiente CAD, onde se faz a entrada gráfica dos dados para o programa.
  13. 13. Curso Básico AltoQi Hydros V4 14 Janela de CAD A área de CAD, ou área de trabalho, é configurável pelo usuário, que pode definir a aparência e algumas opções de usos de recursos. Para estudar essas opções, alterne as janelas com o Alt + tab e, no menu Configurações, escolha a opção “CAD”. Configurações de CAD Neste diálogo, é possível definir um conjunto de configurações que representam a preferência do usuário no que diz respeito à visualização e manipulação da área de trabalho. São elas: Fonte Padrão: é a fonte a ser utilizada em todo o projeto, definida como nos padrões usuais do windows. Cursor: podem ser definidos os tamanhos da mira e das linhas guia do cursor. O tamanho da mira define o tamanho da área de CAD que o programa pode capturar numa determinada seleção. Recomenda-se que o tamanho da mira fique entre 8 e 16 pixels, sendo 12 pixels o tamanho usual. Já o tamanho da linha corresponde à fração do centro da mira em relação ao centro da tela. Trata-se de uma preferência de cada usuário. Captura: A configuração de captura permite definir para cada tipo de captura se vai haver destaque e qual será a cor e tamanho do marcador. Nesse curso não há necessidade de alterações nos valores default.
  14. 14. Curso Básico AltoQi Hydros V4 15 Cor do fundo: a cor do fundo do croqui é personalizada pelo usuário de acordo com suas preferências. Recomendamos que neste curso seja mantida a cor preto para facilitar a visualização dos arquivos do curso. 5.1 Como executar comandos no Hydros Os comandos disponíveis no HYDROS podem ser executados de cinco maneiras: Menus principais – Localizados na parte superior da janela do aplicativo, variando de acordo com a janela corrente. Botões de atalho – Dispostos segundo a organização das barras de ferramentas. Pressionando-se o botão, o comando correspondente é ativado. Teclas de atalho - Podemos definir para cada comando do HYDROS uma combinação de teclas de atalho conforme nos parecer mais conveniente. Para definí-las devemos acessar o menu Configurações-Teclas de atalho Configurações de teclas de atalho Menus de contexto - Para acessar o menu de contexto de um item, devemos selecioná-lo utilizando o botão direito do mouse, clicando sobre o elemento que se deseja manipular. Cada tipo de elemento possui um menu contendo opções específicas. Mnemônicos – são seqüências de letras que caracterizam um determinado comando e que podem ser digitadas na linha de comando. Exemplo: o comando <LINHA> possui o mnemônico [LIN]. 5.2 Ajuda para os comandos É possível obter um acesso rápido à explicação dos comandos, através do uso da tecla <F1> nos menus ou junto com as janelas do programa. Também é possível obter informações adicionais, consultando a documentação eletrônica do programa, através do botão na barra de ferramentas principal. Você também poderá abrir a janela de ajuda para qualquer diálogo aberto pelo programa.
  15. 15. Curso Básico AltoQi Hydros V4 16 6 Iniciando o trabalho Objetivos: Caracterizar a linha de comando e definir sua importância; Apresentar os comandos de visualização para facilitar a manipulação dos recursos gráficos. 6.1 A linha de comando A linha de comando A linha de comando é a interface de comunicação entre o software e o usuário. É através dela que o programa solicita ao usuário as informações necessárias para a conclusão do comando. Também na linha de comando podem ser digitados mnemônicos para acesso rápido aos comandos. Uma vez executado um comando, o programa descreve sua execução com a seguinte sintaxe: O que estiver à esquerda do hífen corresponde ao comando propriamente dito; O que estiver à direita do hífen são os dados necessários para a conclusão do comando, ou seja, são dados que o programa requer que sejam informados pelo usuário. Caso haja algum valor entre parênteses, corresponde às ferramentas de captura, que serão estudadas a seguir. Importante ! O trabalho utilizando o Hydros necessita que o usuário acompanhe permanentemente a linha de comando para a execução de qualquer comando. Procure acostumar-se a trabalhar olhando todo o tempo para a linha de comando. Isso vai evitar que você cometa erros durante a execução do comando, o que reduz sua produtividade no uso do programa. 6.2 Comandos de visualização Como o ambiente de lançamento da estrutura é gráfico, precisamos fazer uso de ferramentas de visualização que nos auxiliam a trabalhar com maior precisão e segurança, sobre os elementos de desenho. Os comandos de visualização são “transparentes”, isto é, podem ser acessados durante a execução de outros comandos, sem interrompê-los. Comandos de visualização As ferramentas de visualização mais utilizadas são: zoom; zoom anterior; atualizar; enquadrar; afastar; deslocamentos unidirecionais (Pan). Os comandos de visualização são “transparentes”, isto é, podem ser acessados durante a execução de outros comandos, sem interrompê-los.
  16. 16. Curso Básico AltoQi Hydros V4 17 O entendimento da linha de comando pode ser exercitado construindo alguns retângulos, como os indicados na figura a seguir: Retângulos desenhados para exercitar a utilização da linha de comando. 6.3 Dicas fundamentais Importante ! Não fique com o botão do mouse apertado. Sempre clique e solte imediatamente; Quando, por acaso, acontecer algum problema durante a execução de um comando, use a tecla “ESC” e depois F7 para atualizar a tela. Somente use o botão desfazer quando não desejar mais um determinado comando já executado com sucesso. 7 Sistema de coordenadas utilizado no Hydros 7.1 Escala do desenho No caso do Hydros, a indicação da escala que se está trabalhando com o desenho fica ao lado da linha de comando. Pode ser necessário alterar esta escala de trabalho para as redes hidráulicas que serão lançadas, o que pode ser feito através do comando Manipular-Alterar escala. Em geral, trabalha-se na escala 1/50. Esta será a escala da planta baixa gerada a posteriori. A escala definida não tem influência durante a construção do desenho. O valor da escala influencia somente no momento da impressão e na hora de exportar e importar desenhos de arquivos dwg/dxf. Importante ! As unidades de desenho no Hydros são em centímetros. 7.2 Coordenadas absolutas A coordenada absoluta da janela de CAD representa a distância de um determinado ponto em relação à origem do sistema e define a posição de cada elemento. Pode ser associada diretamente ao plano cartesiano padrão ou a um plano de coordenadas polares.
  17. 17. Curso Básico AltoQi Hydros V4 18 Sistema de coordenadas absolutas Materialização da origem do sistema de coordenadas. Ativar o comando construir-linha. Digita-se o primeiro ponto da reta como sendo a origem, ou seja, digita-se o ponto: 0,0. Visualizar o início da reta “Visualizar-Enquadrar (ALT+F7)” ou “Deslocamentos direcionais (CRTL+setas)”. Digitar coordenadas 50,200 e pressionar “Enter”. Não deu certo: Qual foi seu problema? Não consegui fazer o primeiro ponto: Talvez você tenha esquecido de efetivar o comando “linha” ou estava com outro comando ativo. Pressione a tecla “Esc” três vezes e atualize a tela com o comando F7. Não consegui visualizar o ponto inicial da reta: Provavelmente seu problema é com os comandos de zoom. Deixe o mouse de lado, na posição que estiver. Pressione a tecla CTRL no teclado e mantendo-a apertada pressione as setas direcionais. Você vai perceber um deslocamento de posição da tela. Siga a reta, até o ponto onde está a origem, você vai encontrá-la! Se isso não funcionou, pressione três a cinco vezes o botão F2 para afastar o desenho e veja, através do movimento do mouse onde está a origem indicada pela variação dos valores das coordenadas. Não consegui fazer o segundo ponto: O segundo ponto é feito apenas digitando 50,200 na linha de comando. Porém você pode ter digitado “ponto” ao invés de “vírgula”. Então, se você desenhou uma linha errada apague-a clicando com o botão direito do mouse sobre ela e selecionando o comando apagar. Se não existe nenhuma linha, pressione a tecla “Esc” três vezes e atualize a tela com o comando F7 e tente fazer novamente a linha. 7.3 Coordenadas relativas As coordenadas relativas são um estado no qual se cria um sistema temporário de eixos cartesianos, somente durante a execução de um comando. São constituídas a partir da definição de um ponto de referência, possível através da introdução da função @ antes das coordenadas. Estas coordenadas podem ser polares ou cartesianas.
  18. 18. Curso Básico AltoQi Hydros V4 19 Sistema de coordenadas relativas Como exemplo de aplicação para as coordenadas relativas será de construído um quadrado de lado igual a 200cm, distante da origem em 300cm, a partir de quatro segmentos de reta, utilizando as coordenadas relativas cartesianas e polares. Ativar o comando construir-linha. Definir o primeiro ponto através da coordenada global 300,0. Definir o segundo ponto por coordenadas relativas cartesianas, informando @0,200. Definir o terceiro ponto da mesma forma, com as coordenadas relativas @200,0. Definir o quarto vértice a partir da coordena relativa polar @200<270. Fechar o retângulo com a coordenada @200<180. Não deu certo Você teve algum destes problemas? Alguma reta não saiu horizontal ou vertical? Pode ser que, em algum dos passos listados não tenha sido digitado o @ antes da coordenada. Pressione o botão “Desfazer” tantas vezes quanto for necessário para desfazer até a reta que não está na horizontal ou vertical. Execute novamente o comando “linha” Clique sobre a última extremidade que você construiu. Repita os demais passos que estão faltando. Encerrei o comando sem querer: Você deve ter pressionado o comando “Enter” ou o botão direito do mouse além do necessário. Execute novamente o comando “linha”; Clique sobre a última extremidade que você construiu; Repita os demais passos que estão faltando; Se você não conseguir, apague essas linhas e reinicie esse tópico.
  19. 19. Curso Básico AltoQi Hydros V4 20 Aula 2 – Ferramentas de captura 1 Precisão de desenhos Objetivos: Capacitar plenamente o usuário no entendimento das funções de captura, diferenciando as capturas de ponto das ferramentas de captura. Uma das características do sistema CAD é a possibilidade de construção de elementos com bastante precisão, devido ao fato de que os elementos são construídos com base em coordenadas cartesianas e não em precisão visual. O Hydros possui um conjunto de funções de captura, formado por sete botões divididos em dois grupos: captura de pontos e ferramentas de captura. Diferenças entre as capturas de pontos e ferramentas de captura 1. Para iniciar o trabalho: Execute o Hydros V4 na área de trabalho; Abra o arquivo “Etapa 01 - Criação do projeto.prh” que você fez o download para a pasta padrão Meus documentosCurso Hydros V4Arquivos de apoio; Selecione o croqui do pavimento “Térreo” e dê dois cliques de mouse sobre ele. 2 Captura de Pontos Os comandos de captura de pontos selecionam pontos pertencentes ao elemento selecionado. Sua característica é de que sempre um dos quatro comandos estará acionado. As quatro capturas de ponto podem ser: ponto notável, ponto no elemento, intersecção e perpendicular. 2.1 Ponto notável É o tipo de captura que seleciona as extremidades e o ponto intermediário de um elemento. O funcionamento desta captura segue os seguintes preceitos: O programa verifica quais os elementos contidos na região da “mira” quando ocorre a seleção; Com base nos elementos contidos na mira, é adotado o ponto notável mais próximo da posição da “mira”. Nesse caso, o ponto é destacado através de um pequeno retângulo sobre o ponto capturado; Caso nenhum elemento esteja na região do cursor, o próprio ponto é utilizado. Nesse caso, nenhum elemento será destacado.
  20. 20. Curso Básico AltoQi Hydros V4 21 Captura ponto notável Importante ! Ao tentar capturar um ponto notável evite clicar exatamente sobre o ponto no qual vai ser efetuada a captura. Posicione o mouse um pouco antes ou depois e veja a marca da captura do ponto notável. Este procedimento impede uma série de erros sistemáticos. 1. Desenhar a primeira linha Habilitar captura “Ponto Notável”; Executar o comando “Construir- Linha”; Construir uma reta inclinada. 2. Desenhar primeiramente um triângulo qualquer Tecle “Enter” para iniciar novamente o comando “Linha”; Clique na extremidade superior da linha quando aparecer a marca da captura; Defina o segundo ponto numa posição à direita e abaixo do primeiro ponto; Clique próximo à extremidade da primeira linha criada, quando aparecer a marca da captura. 3. Determinar uma mediana deste triângulo Tecle “Enter” para iniciar novamente o comando “Linha”; Capturar um vértice inferior do triângulo e ligá-lo ao ponto médio da reta oposta; Pressione “Enter” para encerrar o comando. Exemplo de aplicação da captura ponto notável 2.2 Intersecção O tipo de captura intersecção é o mais completo de todos, englobando o funcionamento da captura notável com algumas alterações. O funcionamento da captura é o seguinte: O programa verifica quais os elementos contidos na região da “mira” quando ocorre a seleção;
  21. 21. Curso Básico AltoQi Hydros V4 22 Com base nos elementos selecionados, é verificado se existe alguma intersecção entre elementos na região do cursor. Caso exista, a intersecção tem preferência de seleção sobre os pontos notáveis, e é destacada com uma cruz; Caso não haja nenhuma intersecção na região do cursor, o programa escolhe o ponto notável mais próximo da mira, destacado com um pequeno retângulo; Caso nenhum elemento esteja na região do cursor, o próprio ponto é utilizado. Neste caso, nenhum elemento será destacado. Captura intersecção Importante ! Ao tentar capturar um ponto notável com a captura intersecção evite clicar exatamente sobre o ponto no qual vai ser efetuada a captura. Posicione o mouse um pouco antes ou depois e veja a marca da captura no ponto notável ou na intersecção. 1. Construindo outra Mediana Certifique-se de que a ferramenta de captura “Intersecção” está ativada; Execute o comando “Construir-Linha” e clique sobre a extremidade de um dos vértices do triângulo; Posicione a mira sobre a face oposta ao vértice inicial e clique sobre seu ponto médio. 2. Construindo o Baricentro Tecle “Enter” para ativar novamente o comando “linha”; Posicione a mira sobre a interseção e, no momento que a captura estiver acesa, clique sobre esse ponto e inicie a reta; Clique sobre o vértice extremo, indicado pela captura de extremidade; Tecle “Enter” para encerrar o comando e “F7” para atualizar o desenho. Exemplo de aplicação da captura intersecção 2.3 Ponto no elemento (ponto qualquer) O tipo de captura “no elemento” (ou “mais próximo") é bastante diferente dos demais e usado apenas em situações muito específicas, pois captura um ponto qualquer no elemento, que não será nenhuma das suas extremidades. Dessa forma, o ponto resultante dependerá da posição do cursor, tornando seu uso basicamente visual.
  22. 22. Curso Básico AltoQi Hydros V4 23 O funcionamento da captura é o seguinte: Após selecionado o elemento, o programa verifica todos os elementos contidos na região da “mira”; Com base nos elementos selecionados, é destacado o elemento mais próximo da posição do cursor. A projeção do ponto do cursor no elemento definirá o ponto resultante, que será o ponto da linha mais próximo ao centro da mira (perpendicular), que é destacado com um círculo. Captura ponto no elemento A captura ponto no elemento tem uso bastante restrito e, por suas características é bastante perigosa. Sempre que você precisar dela, lembre-se de desligá-la logo após seu uso trocando-a por outra captura. 1. Construindo uma linha em posição qualquer no elemento Utilizando a mesma figura que vem sendo construída, ativar a captura “ponto no elemento”; Executar o comando “Construir-Linha”; Como primeiro ponto, escolher um ponto qualquer no Croqui, fora da figura; Segundo ponto da reta será um ponto qualquer no lado do triângulo. Exemplo de aplicação da captura ponto no elemento 2.4 Perpendicular Este tipo de captura se aplica quando se deseja construir um elemento perpendicular a outro existente. A seqüência que pode ser adotada é a seguinte: Ativar a captura perpendicular; Clicar sobre um ponto qualquer da linha destino. O programa verificará todos os elementos contidos na região da “mira”; O ponto resultante será a projeção (perpendicular) do ponto inicial sobre a linha encontrada; Caso nenhum elemento esteja na região do cursor, o próprio ponto é utilizado. Para a definição do ponto inicial de linhas e similares, ou para a inserção de elementos pontuais, a captura perpendicular comporta-se como se fosse a captura ponto notável.
  23. 23. Curso Básico AltoQi Hydros V4 24 Captura perpendicular Ao tentar construir uma linha perpendicular a outra existente, evite clicar sobre o ponto no qual é formado o ângulo reto. Clique em qualquer outro ponto da linha e veja a linha “correndo” até o ponto no qual é formado o ângulo reto. 1. Construindo uma linha perpendicular à outra: Ativar captura “perpendicular”; Executar o comando “Construir-Linha”; Clicar num ponto fora da figura; Clicar sobre a linha com quem se formará o ângulo reto; Teclar “Enter” e “F7”. Exemplo de aplicação da captura perpendicular 3 Ortogonal Este comando não executa uma função, mas define um comportamento na construção dos elementos no CAD. Barra de ferramentas de CAD O modo ortogonal pode ser executado via teclado, através da função [F8]. As capturas de pontos sempre prevalecem sobre o modo Ortogonal, ou seja, cada vez que o programa identificar uma captura de pontos vai obedecê-la, mesmo que desobedeça ao modo Ortogonal. Importante ! Não se pode confundir a captura perpendicular, que forma um elemento em ângulo reto com outro selecionado, e o modo Ortogonal que constrói elementos nas direções horizontal, vertical e em ângulos de 45 graus.
  24. 24. Curso Básico AltoQi Hydros V4 25 1. Uso do modo ortogonal Afastar a figura, clicando em Visualizar-Afastar, ou apenas o atalho “F2”; Ativar o comando Construir-Indicador; Definir o primeiro ponto do indicador abaixo e à esquerda da figura; Pressionar a tecla “F8”, para acionar o comando Ortogonal; Definir o segundo ponto da linha um pouco à direita do primeiro ponto. 2. Direcionar o terceiro ponto para o baricentro Clicar próximo à intersecção do baricentro; Pressione a tecla “Enter” e, em seguida, “F7” para atualizar o desenho. 3. Concluindo o texto indicativo: Ativar o comando texto na barra de ferramentas “Construir”; Digitar o texto: “Baricentro”; Clicar OK e clicar sobre a linha horizontal do indicador; Pressionar a tecla “F7” para atualizar o desenho. Exemplo de aplicação do modo ortogonal
  25. 25. Curso Básico AltoQi Hydros V4 26 Não deu certo Você teve algum desses problemas? Não consegui construir o indicador: Se você não conseguiu fazer essa etapa é provável que não tenha executado o comando “indicador” corretamente. Nesse caso, pressione duas vezes a tecla “ESC” e uma vez a tecla “F7”. Caso você tenha construído alguma linha errada no lugar do indicador apague-a com o comando “manipular-apagar”. Agora clique novamente no botão “repetir explicação” e tente novamente. Não consegui continuar o indicador: Se você não conseguiu continuar com o indicador ou executou uma operação errada, pressione duas vezes a tecla “ESC” e clique uma vez no botão “Desfazer” ou vá no menu “Manipular” e clique em “Desfazer”. Agora clique novamente no botão “repetir explicação” e tente novamente. Não consegui construir o texto: Se você não conseguiu construir o texto, pressione duas vezes a tecla “ESC” para desfazer o comando e repita o comando. Para isso , clique novamente no botão “repetir explicação” e tente novamente. 4 Ferramentas de Captura As ferramentas de captura são comandos auxiliares para seleção de pontos a partir de um ou dois pontos de referência em elementos já construídos. As ferramentas de captura são usadas associadas à captura de pontos, devendo ser ativadas somente no momento de sua utilização. As ferramentas de captura podem ser: ponto relativo, ponto médio e quadrante. 4.1 Captura Ponto Relativo A ferramenta “ponto relativo” é geral e serve para construção de elementos que tenham uma distância qualquer a partir do seu ponto de referência. Fundamentalmente, para definirmos um ponto relativo devemos informar um ponto de referência e o deslocamento a partir deste. Captura ponto relativo
  26. 26. Curso Básico AltoQi Hydros V4 27 1. Criar o retângulo de referência Executar o comando “Construir-Retângulo”; Na linha de comando, digite a coordenada 500,0 e tecle “Enter”; Informe o segundo ponto do retângulo com a coordenada 700,200 e tecle “Enter”. 2. Definir o primeiro ponto do retângulo interno: Execute o comando “Construir-Linha”; Ative a ferramenta “ponto relativo” na barra de ferramentas; Clicar próximo do vértice inferior esquerdo do retângulo já construído; Digite na linha de comando o deslocamento de (30,30) e tecle “Enter”. 3. Finalizando a primeira linha: Posicione o cursor sobre o vértice superior esquerdo do retângulo e clique sobre esse ponto; Informe na linha de comando um deslocamento de (30, -30); Tecle “Enter” e depois “F7”. 4. Construindo mais duas linhas: Posicione o cursor sobre o vértice superior direito do retângulo externo e clique sobre esse ponto; Informe na linha de comando um deslocamento de (-30, -30) e tecle “Enter”; Posicione o cursor sobre o vértice inferior direito do retângulo externo e clique sobre esse ponto; Informe na linha de comando um deslocamento de (-30, 30) e tecle “Enter” e depois “F7”. 5. Construindo a última linha: Desligue a ferramenta “ponto relativo”; Clique diretamente na extremidade da linha interna; Tecle “Enter” duas vezes para encerrar o comando e “F7” para atualizar a tela. Exemplo de aplicação da ferramenta Ponto Relativo
  27. 27. Curso Básico AltoQi Hydros V4 28 Não deu certo Você teve algum destes problemas? Não consegui construir o retângulo de referência: Se você não conseguiu construir esse retângulo, pressione a tecla “ESC” duas vezes e clique no botão “repetir explicação” para ver novamente como fazer. Não consegui fazer o primeiro ponto: Se você construiu o retângulo, mas não conseguiu fazer o primeiro ponto, pressione a tecla “ESC” duas vezes. Certifique-se de que você está com a captura “intersecção” e a ferramenta “ponto relativo” ligadas. Agora clique no botão “repetir explicação” para ver novamente como fazer. A linha ficou torta: Se a linha que você criou ficou torta utilize uma vez o comando “Desfazer” (através do atalho ou do menu “manipular”) para poder construir novamente a linha. Agora clique no botão “repetir explicação” para ver novamente como fazer. 4.2 Captura Ponto Médio Este tipo de captura é adequado quando se quer selecionar o ponto médio a partir de dois pontos de referência. Admita-se que seja preciso construir um retângulo intermediário aos outros dois já construídos, como mostra a figura abaixo: Exemplo de aplicação da ferramenta de captura ponto médio 1. Construir um retângulo interno aos existentes: Executar o comando “Construir – Linha”; Ativar a captura “ponto médio”; Definir o primeiro e o segundo ponto de referência; O programa retornará com o ponto médio entre os pontos de referência; Os pontos seguintes são determinados da mesma forma; Ao final da última linha, tecle “Enter” e “F7” para atualizar a tela.
  28. 28. Curso Básico AltoQi Hydros V4 29 Não deu certo Não consegui iniciar o novo retângulo: Se você não conseguiu iniciar esse novo retângulo, pressione a tecla “ESC” duas vezes e clique no botão “repetir explicação” para ver novamente como fazer. A barra de espaço passa a funcionar como botão <Enter>, para confirmação de etapas e para repetir o último comando. 4.3 Captura Quadrante A ferramenta Quadrante fundamenta-se na ferramenta Ponto Relativo, porém sua aplicação acontece quando tem-se várias situações com deslocamentos constantes em valor absoluto, variando somente os sinais. Captura quadrante e convenção de sinais Para exemplificar o uso da ferramenta quadrante, será construído um retângulo com 110 cm de lado, interno 15cm aos demais retângulos. Exemplo de aplicação da captura quadrante 1. Ferramenta Quadrante: Execute o comando “Construir – Linha”; Ative a ferramenta Quadrante; Defina o valor do deslocamento padrão, em valor absoluto, como sendo (15,15); Tecle “Enter”.
  29. 29. Curso Básico AltoQi Hydros V4 30 Não deu certo Não consegui definir o deslocamento padrão: Se você não conseguiu definir o deslocamento padrão, pressione a tecla “ESC” duas vezes e clique no botão “repetir explicação” para ver novamente como fazer. 2. Lançando o primeiro ponto: Selecione o ponto de referência no vértice inferior esquerdo do retângulo interno; Informar a direção do deslocamento, clicando em qualquer ponto no 1º quadrante de desenho selecionado, procurando regiões nas quais não haja interferências de outros elementos. 3. Nos próximos casos, bastam dois passos: Selecionar o ponto de referência; Informar a direção do deslocamento. Caso se deseje alterar o valor do deslocamento ao longo do uso da ferramenta, deve-se desativar a ferramenta Quadrante e depois ativá-la novamente. 4.4 Captura Ponto Deslocado Esta ferramenta de captura está presente apenas no ambiente de CAD isométrico e destina-se a capturar pontos no plano horizontal XY e posicionar os elementos hidro-sanitários em uma altura Z definida na ferramenta. O procedimento de utilização desta ferramenta será apresentado mais adiante, no momento em que iniciarmos o lançamento da tubulação dentro do detalhe isométrico.
  30. 30. Curso Básico AltoQi Hydros V4 31 Aula 3 – Preparação das Arquiteturas 1 Formas de Lançamento da Tubulação Hidráulica e Sanitária Existem duas formas de lançamento dos elementos hidráulicos e sanitários: Através de coordenadas: As tubulações são lançadas através de suas coordenadas em “cm”, calculadas previamente de acordo com o projeto arquitetônico. Através da planta digitalizada: Importando a arquitetura digitalizada em formato DWG ou DXF. 2 Importando o arquivo em formato DWG para o Hydros Usualmente, os projetos arquitetônicos digitalizados são produzidos no AutoCAD, cujos arquivos são gravados em formato “DWG”. Nosso objetivo é importar para o Hydros essas arquiteturas digitalizadas originais, que foram entregues para servir de referência ao projeto hidráulico e sanitário. O arquivo de arquitetura, entretanto, precisa ser totalmente modificado para ser utilizado no projeto, uma vez que possui elementos de desenho desnecessários ao projeto hidráulico e sanitário, está em uma escala qualquer e a uma distância desconhecida da origem. Essa atividade em que o arquivo deve ser preparado para ser utilizado no lançamento da tubulação tem as seguintes etapas: Importar o arquivo DWG; Apagar os elementos que não interessam ao projeto hidráulico e sanitário; Converter para escala correta; Confirmar todas as medidas; Posicionar origem; Alterar as propriedades dos elementos para um único nível. 2.1 Importando o arquivo DWG 1. Abrir a etapa 01 – Criação do projeto.prh Abra o arquivo “Etapa01 - Criação do projeto.prh” na pasta meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio; Acesse a “janela projeto” e abra o “croqui” do pavimento “Térreo”. 2. Importar o arquivo DWG Executar o comando “Ferramentas-Ler DWG/DXF” ; Selecionar o arquivo “ARQUITETURA DO PAV.TERREO.dwg” dentro da pasta “meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio”; Clique sobre ele e pressione o botão “Abrir”; Deve-se ativar a opção “Inserir em novos níveis” e pode-se desativar a opção “converter a escala logo após a leitura”;
  31. 31. Curso Básico AltoQi Hydros V4 32 Clique no botão “Ok”. Diálogo de abertura de arquivos DWG/DXF Converter logo após a leitura: com esta opção, o programa ativa o comando “Converter para a escala” logo após a abertura do arquivo. Inserir em novos níveis: com esta opção, o programa colocará os elementos contidos no DWG/DXF nos mesmos níveis onde estavam inseridos. Inserir todos no nível: com esta opção, define-se um nível onde serão agrupados todos os elementos do DWG/DXF, independentemente da distribuição original. 2.2 Apagando os elementos que não interessam ao projeto Arquitetura do pavimento térreo 1. Desligando os níveis que nos interessam Para acessar as configurações dos níveis de desenho deve-se clicar sobre o botão , e seguir os seguintes passos: Selecionar o nível “Parede”; Clicar no botão “Propriedades”; Desligar os itens “visível” e “ativo”; Clicar em “OK” duas vezes.
  32. 32. Curso Básico AltoQi Hydros V4 33 Configurações níveis de desenho 2. Apagando os elementos referentes à mobília Execute o comando “Manipular-Apagar”; Pressione uma vez a tecla “F2” para afastar o desenho; Selecione todos os elementos abrindo uma janela da esquerda para a direita; Se você encontrou 312 elementos, pressione “Enter”. 3. Ligando novamente os elementos que interessam Voltar às configurações de níveis de desenho, ligar novamente as opções “ativo” e “visível” para o nível “Parede”. Não deu certo Você teve algum desses problemas? Não consegui desligar a arquitetura: Caso você não tenha conseguido desligar a arquitetura, é provável que você não tenha desligado o nível. Certifique-se de que quando você tentou desligar os níveis os dois campos ficaram sem nenhuma marcação. Clique novamente no botão “repetir explicação e tente novamente”. Você não encontrou 312 elementos? Se você encontrou mais do que 312 elementos é provável que não tenha desligado os níveis de arquitetura como havíamos planejado. Neste caso, verifique no desenho se a arquitetura foi realmente removida ficando somente os móveis, caso não tenha sido removida refaça o
  33. 33. Curso Básico AltoQi Hydros V4 34 procedimento de para desligar o nível “Parede” e volte a selecionar os elementos referentes aos móveis. Se você encontrou menos do que os 312 elementos previstos, não deve ter aberto uma janela que envolvesse todos os elementos. Pressione uma vez o botão “F2” e abra uma janela que selecione todos os elementos. Para facilitar seu trabalho, reveja esse procedimento clicando novamente no botão “repetir explicação”. 2.3 Convertendo para a Escala Correta Quando importamos o desenho de arquitetura para o Hydros, normalmente não sabemos a escala verdadeira em que o desenho foi gerado. Isso acontece porque geralmente nos softwares de CAD, como o AutoCad, os desenhos são predefinidos em escala 1:1 ou 1:10, e só na hora de imprimir alteram-se as escalas. No nosso caso, a escala de desenho já é a de impressão. No Hydros, foi criada a ferramenta “Converter para Escala” com a qual se pode facilmente fazer esta conversão, sem precisar calcular o fator de escala. Definição da escala de trabalho 1. Convertendo para a escala correta Execute o comando “Ferramentas-Converter para Escala”; Escolher pontos inicial e final da parede do chuveiro do banheiro; Informar o valor de 414cm quando a linha de comando solicitar a “Distância” e tecle “Enter”; Enquadre o desenho através do comando “Alt + F7”. Parede de referência para conversão da escala Importante ! Tudo o que é feito no lançamento da tubulação no Hydros precisa estar sempre correto. Para isso, deve-se conferir cuidadosamente cada etapa do lançamento e, somente depois de conferido, passar para uma nova etapa, evitando que sejam levados erros acumulados, que além de serem mais difíceis de corrigir, são mais difíceis de encontrar. 2. Constatação em nossa arquitetura Acesse o comando “Ferramentas-Medir”; Clique nos mesmos pontos que definem a parede para converter a escala;
  34. 34. Curso Básico AltoQi Hydros V4 35 Confirmar a precisão da distância selecionada. Sugere-se também que sempre sejam tomados como referência elementos de comprimento médio para serem usados na conversão da escala. Não deu certo Você teve algum desses problemas? Selecionei os pontos incorretos: Caso você tenha cometido algum engano no momento da seleção dos pontos ou quando definiu a distância, pressione duas vezes a tecla “ESC” e repita o procedimento de conversão da escala. Não há necessidade de desfazer o comando, já que uma nova conversão de escala corrige qualquer problema anterior. A distância encontrada não está correta: Caso a distância que você tenha encontrado não seja correta, pressione duas vezes a tecla “ESC” e repita o procedimento de conversão da escala. Não há necessidade de desfazer o comando, já que uma nova conversão de escala corrige qualquer problema anterior. 2.4 Confirmando as medidas do desenho O objetivo de importar uma planta de arquitetura em formato DWG/DXF é poder lançar todo o projeto sobre esta arquitetura. Por isso, devemos conferir todas as medidas de arquitetura para confirmar se esta realmente serve como referência. Caso seja possível, este trabalho deve ser feito ainda no próprio AutoCAD, evitando em alguns casos, o retrabalho de corrigir o desenho e depois efetuar os procedimentos de importação e preparação do DXF. 1. Confirmando as medidas do desenho Acesse o comando “Ferramentas-Medir” repetidas vezes; Verificar, trecho a trecho, a medida encontrada com a já prevista. 2.5 Posicionando a Origem do Desenho Um ponto importante no lançamento da tubulação, baseada na arquitetura digitalizada, é o correto posicionamento dos desenhos de arquitetura exatamente um sobre o outro.
  35. 35. Curso Básico AltoQi Hydros V4 36 Para que isto se verifique, pode-se posicionar a origem de cada uma das plantas arquitetônicas em uma mesma referência, no sistema de coordenadas global do croqui, de modo que pontos comuns aos pavimentos fiquem alinhados. 1. Posicionando a origem Acesse o comando “Ferramentas-Posicionar origem”; Mantenha a tecla “CTRL” pressionada e clique uma vez na seta direcional do teclado para baixo e uma vez na tecla para a esquerda; Selecionar como ponto de referência a extremidade da parede que fica no canto inferior esquerdo da obra; Execute o comando “Visualizar-Enquadrar”. 2. Conferindo as coordenadas Execute um duplo clique sobre a linha horizontal onde foi posicionada a origem e verifique a sua coordenada; Caso o valor da coordenada do segundo ponto não seja (0,0), deve-se repetir o comando “Posicionar origem”. 2.6 Alterar as propriedades dos elementos para um único nível Uma vez que todas as arquiteturas do projeto devem ser inseridas no pavimento croqui, é mais fácil manipulá-las se as respectivas arquiteturas estiverem em níveis separados. No nosso exemplo, trabalharemos com três arquivos de arquitetura diferentes para o “Térreo”, “Superior” e “Cobertura”. Cada uma delas deve estar em um nível separado. Assim, deve-se alterar as propriedades dos elementos de desenho para novos níveis que identifiquem os pavimentos do projeto. Nosso primeiro trabalho é, portanto, criar esses níveis. Estrutura de pavimentos do projeto 1. Criando o nível da arquitetura do Térreo Clique no botão níveis de desenho ; Selecione a opção “Visualizar-Todos”; Clicar no botão “Novo”;
  36. 36. Curso Básico AltoQi Hydros V4 37 No campo “Nome”, preencha com o texto “Arq. Térreo”; Determine para ele a cor amarela; Clique no botão “OK”. Propriedades do nível 2. Criando o nível da arquitetura do Superior e Cobertura Clique no botão “Novo”; No campo “Nome”, preencha com o texto “Arq. Superior”; Determine para ele a cor branca; Clique no botão “OK”; Clique novamente no botão “Novo”; No campo “nome”, preencha com o texto “Arq. Cobertura”; Determine para ele a cor magenta; Clique no botão “OK”. 3. Selecionando os elementos Pressione as teclas “Alt + F7” para enquadrar o desenho e, em seguida, a tecla “F2” para afastá-lo; Selecionar todos os elementos do desenho. Certifique-se de ter encontrado 739 elementos. 4. Alterando as propriedades para o nível do Térreo Execute o comando “Manipular-Propriedades”; Altere o nível de todos os elementos para o recém criado “Arq. Térreo”; Desative todas as demais opções, inclusive a opção referente à altura dos textos; Clique no botão “Aplicar” e, em seguida no botão “Fechar”; Pressione o botão “ESC”.
  37. 37. Curso Básico AltoQi Hydros V4 38 Não deu certo Você teve algum desses problemas? Defini um dado errado: Caso você tenha definido qualquer dos dados do novo nível com um valor errado, como a cor ou mesmo o nome, selecione o nível em questão na configuração “níveis de desenho” e clique no botão “propriedades”. Agora faça a correção necessária e clique no botão “ok” Não encontrei 739 elementos: Se você encontrou menos do que os 739 elementos previstos, não deve ter aberto uma janela que envolvesse todos os elementos. Pressione uma vez o botão “F2” e abra uma janela que selecione todos os elementos. Para facilitar seu trabalho, reveja esse procedimento clicando novamente no botão “repetir explicação”. 3 Importando as arquiteturas do Superior e da Cobertura 3.1 Inserir arquitetura do pavimento Superior Estamos trabalhando com o croqui do pavimento Térreo. No entanto, é importante inserir as arquiteturas de todos os pavimentos neste mesmo croqui, o que permite avaliar, ligando e desligando níveis: O correto posicionamento das arquiteturas em relação à origem; Posições das colunas nos diversos pavimentos durante seu lançamento. 1. Desligar os níveis das outras arquiteturas existentes Acesse o botão da configuração “Níveis de desenho”; Selecione todos os níveis ativos (nesse caso somente o nível “Arq. Térreo”); Clique no botão “Propriedades”; Clique sobre os itens “visível” e “ativo” deixando as duas opções desligadas; Clique no botão “Ok” uma vez para sair do diálogo de propriedades do nível e outra vez para fechar a configuração “níveis de desenho”. 2. Importar a arquitetura original Selecione na pasta “Meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio” o arquivo “ARQ, DO PAV. SUPERIOR.DWG”; Clicar no comando “Abrir”; Deixe ativa a opção “Inserir em novos níveis”; Desative o item “Converter logo após a leitura”; Clique em “Ok”. 3. Converter a escala do desenho Execute o comando “Ferramentas – Converter para escala”; Clique no primeiro ponto e, em seguida, no segundo ponto no vértice oposto da parede;
  38. 38. Curso Básico AltoQi Hydros V4 39 Informe a distância “414” e tecle “Enter”; Tecle “Alt + F7”. 4. Conferindo a nova escala do desenho Execute o comando “Ferramentas – Medir”; Clique nos mesmos pontos que utilizamos para a conversão da escala; Compare a distância encontrada com o valor “414” que é a distância correta. 5. Posicionar a origem do desenho Execute o comando “Ferramentas – Posicionar origem”; Pressione uma vez a tecla “F2” para afastar o desenho e uma vez a tecla “F5” para definir uma janela de zoom próximo ao canto esquerdo do edifício; Clique sobre a extremidade da linha externa; Responda “Não” ao diálogo com a pergunta: “Existem elementos em níveis inativos no desenho. Deseja posicionar também estes elementos? ”; Ao desaparecer o desenho tecle “Alt + F7”. 6. Verificar o posicionamento da origem do desenho Pressione uma vez a tecla “F2” para afastar o desenho e uma vez a tecla “F5” para definir uma janela de zoom próximo ao canto esquerdo do edifício. Dê um duplo clique sobre a linha horizontal e verifique as coordenadas do primeiro ponto. Se algum dos valores estiver diferente de zero, repita o comando “Posicionar a origem” até que fique Ok. 7. Alterando as propriedades para o nível Superior Pressione uma vez a tecla “F2” para afastar o desenho e uma vez a tecla “F5” para definir uma janela de zoom próximo ao canto esquerdo do edifício; Selecionar todos os elementos do desenho com uma janela da esquerda para a direita. Certifique-se de ter encontrado 736 elementos; Abra a combo box referente ao nível do pavimento e altere o nível de todos os elementos para o recém criado “Arq. Superior”; Atenção: Desative todas as demais opções, inclusive aquelas referentes à altura dos textos. Clique no botão “Aplicar” e, em seguida no botão “Fechar”; Pressione o botão “ESC” para sair da seleção dos elementos. Você vai perceber que todos os elementos de arquitetura passaram a ter a cor branca, conforme a cor do nível selecionado.
  39. 39. Curso Básico AltoQi Hydros V4 40 Não deu certo Você teve algum desses problemas? Não consegui desligar a arquitetura: Caso você não tenha conseguido desligar a arquitetura do pavimento térreo, é provável que você não tenha desligado os níveis. Certifique-se de que quando você tentou desligar os níveis os dois campos ficaram sem nenhuma marcação. Inseri a arquitetura do pavimento errado: Caso você tenha inserido a arquitetura do pavimento errado ou mesmo ligado outra opção de inserção que não a correta, tecle “ESC” duas vezes e uma vez o comando “Desfazer”. Converti a escala de forma incorreta: Caso você tenha cometido algum engano no momento da seleção dos pontos ou quando definiu a distância, pressione duas vezes a tecla “ESC” e repita o procedimento de conversão da escala. Não há necessidade de desfazer o comando, já que uma nova conversão de escala corrige qualquer problema anterior. Não encontrei 736 elementos: Se você encontrou menos do que os 736 elementos previstos, não deve ter aberto uma janela que envolvesse todos os elementos. Pressione uma vez o botão “F2” e abra uma janela que selecione todos os elementos. Para facilitar seu trabalho, reveja esse procedimento clicando novamente no botão “repetir explicação” 3.2 Inserir arquitetura da Cobertura O procedimento de preparação das arquiteturas para o pavimento Cobertura é o mesmo que fizemos agora para o pavimento Superior. Na arquitetura da cobertura será utilizada como referência para converter à escala, a parede inferior da arquitetura que tem como medida 1625cm. É altamente recomendável que você tente fazer sozinho esse procedimento como forma de fixação dos conceitos. 1. Manipulando as arquiteturas Clique sobre o botão das “Configurações de Níveis”; Selecione os três níveis existentes, arrastando o mouse desde o primeiro até o último nível; Clique sobre o botão “Propriedades” e ligue as opções “visível” e “ativo” para todos os níveis; Clique no botão “OK” duas vezes e veja a área de CAD; Repare que as três arquiteturas se superpuseram corretamente.
  40. 40. Curso Básico AltoQi Hydros V4 41 Não deu certo As arquiteturas não ficaram superpostas? Caso o lançamento de suas arquiteturas não tenha ficado corretamente superposto, você pode ter cometido algum dos seguintes equívocos: 1. Pode ter esquecido de desligar os níveis no momento correto. 2. Pode ter definido a escala do desenho de modo incorreto. 3. Pode ter definido a origem no ponto errado. 4. Ou respondeu “sim” quando o programa lhe perguntou sobre os níveis ocultos, quando a resposta correta é “não”. Apesar disso, nosso trabalho não vai ficar prejudicado porque temos esse arquivo corretamente gravado na etapa 02. Se você achar conveniente, refaça essa aula para firmar esses conceitos.
  41. 41. Curso Básico AltoQi Hydros V4 42 AULA 4 – Lançamento das colunas e rede de alimentação 1 Lançamento das Colunas Objetivos: Lançar as colunas hidráulicas e sanitárias com apoio das ferramentas de captura. O primeiro passo em um projeto hidro-sanitário é, usualmente, definir a posição das colunas verticais necessárias na tubulação da edificação. Estas colunas são tubos que atravessam pavimentos, ligando um ao outro. Definição das colunas: Água fria; Alimentação; Esgoto; Ventilação; Pluvial. Posição das colunas Importante ! O valor inicial da ordenada que será apresentado é 280. Este valor nem sempre corresponde com o nível do pavimento. Antes de lançar as colunas hidráulicas sempre verifique a ordenada. O valor da mesma deve ser o pé direito (distância de piso a piso). As colunas da rede sanitária sempre são lançadas na elevação zero, e as colunas hidráulicas são lançadas na elevação correspondente da ordenada. Cada rede possui um nível com uma cor diferente, isso ajuda a evitar engano durante o lançamento. O valor da ordenada pode ser visualizado na barra de ferramentas “Comando”, ao lado direito da escala de referência da área de CAD.
  42. 42. Curso Básico AltoQi Hydros V4 43 Ordenada corrente 1.1 Lançando a Coluna de Alimentação Para dar continuidade ao lançamento do projeto, caso você ainda não esteja com o arquivo do curso aberto, abra o arquivo Etapa 02 – Arquiteturas.prh” na pasta Meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio. Acesso ao Comando Coluna Hidráulica: Menu “Hidráulico-Coluna”; Barra de ferramenta “Hidráulico”, clicando no ícone “Coluna hidráulica” . Diálogo da coluna hidráulica Diálogo da coluna hidráulica Nome: nome da coluna definido automaticamente pelo programa. Rede: rede da tubulação à qual pertence à conexão. Continuidade: define o tipo de ligação entre os pavimentos. Material: material a ser adotado para o tubo associado à coluna. Diâmetro do tubo inferior: é o diâmetro que será utilizado como referência para criar o tubo entre os pavimentos. Importante ! Sempre que se lançar uma coluna independente se ela está no pavimento térreo ou na cobertura, a continuidade será "Ambas", só deve-se utilizar a continuidade abaixo e acima em casos nos quais ocorra uma alteração no posicionamento da prumada. 1. Dados da Coluna de Alimentação Efetuar um Zoom acessando o comando “Visualizar-Zoom” ou digitando a tecla “F5”, envolvendo a região do box do banheiro; Ativar a ferramenta de captura, “ponto relativo” ;
  43. 43. Curso Básico AltoQi Hydros V4 44 Acessar o comando “Hidráulico – Coluna” , definir rede como “Alimentação”, continuidade “Ambas”, material “PVC Rígido soldável e diâmetro “25 mm”; Clique em “OK” para confirmar a definição. 2. Inserção da Coluna de Alimentação Clique sobre a arquitetura, no canto esquerdo ao lado do chuveiro para definir o ponto de referência; Informe o deslocamento de (5,5) em relação à referência; Clique em um ponto à esquerda da parede para fixar a indicação do texto da coluna. AL-1 Ø20 Posição da coluna de alimentação AL-1 1.2 Lançando as Colunas de Água Fria 1 e 2 A Próxima coluna a ser lançada será a de água fria que estará posicionada ao lado da coluna de alimentação e terá como objetivo abastecer os vasos sanitários. 1. Definir a Coluna de Água Fria 1 Acessar o comando “Hidráulico – Coluna” ; Definir a rede de “Água fria”, continuidade “Ambas”, material “PVC Rígido soldável e diâmetro “25 mm”; Clique em “Ok” para confirmar a definição. 2. Inserir a Coluna de Água Fria 1 Clique sobre a linha de chamada da coluna de alimentação para marcar o ponto de referência; Defina o deslocamento com sendo (0,15); Posicione a indicação da coluna em uma posição adequada. 3. Coluna de Água fria 2 Mantenha a tecla “CTRL” pressionada e clique duas vezes na seta direcional do teclado para cima e duas vezes na tecla para a direita; Execute o comando “Hidráulico – Coluna” ; Defina a rede como sendo “Água Fria”, a continuidade como “Ambas”, o material como “PVC Rígido Soldável“ e o diâmetro com “50 mm”; Clique em “OK” para confirmar a definição; Clique no ponto de encontro da bancada com a parede e definir o deslocamento com o valor de (0,5).
  44. 44. Curso Básico AltoQi Hydros V4 45 Posição da coluna AF-2 1.3 Lançando a Coluna de Esgoto e a Coluna de Ventilação Importante ! As colunas da rede sanitária sempre devem ser lançadas no nível do pavimento. Para definir a configuração da “Elevação padrão” deve-se acessar o menu Configurações – Padrões. Neste projeto a referencia da elevação padrão será igual à zero. 1. Configuração Padrões Acessar o menu “Configurações – Padrões”; Defina a elevação padrão como “0” A primeira coluna da rede sanitária a ser lançada será a de esgoto, a mesma estará situada no canto da parede próxima ao vaso sanitário do canto esquerdo superior do pavimento. 2. Coluna de Esgoto Execute o comando “Sanitário – Coluna”; Defina a rede como sendo “Esgoto”, a continuidade como “Ambas”, o ambiente “Banheiro” o material como “PVC Esgoto“, o diâmetro com o valor “100 mm”; Defina a peça com a opção “Ponta lisa e luva simples”; Clique em “OK’ para confirmar a definição; Clique no canto esquerdo acima do vaso; Defina as coordenadas (5,-5) e posicione a indicação da coluna fixando-a em um determinado ponto. Posição da coluna TQ-1 3. Coluna de ventilação Execute o comando “Sanitário – Coluna”;
  45. 45. Curso Básico AltoQi Hydros V4 46 Defina a rede como sendo “Ventilação”, a continuidade como “Ambas”, o material “PVC Esgoto“ e o diâmetro “50 mm”; Defina a peça como “Ponta lisa e luva simples”; Clique em “OK” para confirmar as seleções; Clique sobre a linha de chamada da coluna de esgoto recém lançada e defina as coordenadas (15,0); Posicione a indicação da coluna fixando-a em um determinado ponto à direita da anterior. Posição da coluna de ventilação CV-1 1.4 Lançando as Colunas de Água Pluvial As últimas colunas a serem lançadas deste projeto serão as colunas de água pluvial, localizadas junto à escada de acesso. 1. Coluna de Água pluvial 1 Enquadre o desenho com o comando “Alt + F7” e execute o comando “Visualizar-Zoom” ou digite a tecla de atalho “F5”, definindo uma janela de zoom na região da escada; Execute o comando “Sanitário – Coluna” ; Defina a rede como sendo “Pluvial”, a continuidade como “Ambas”, a área de cobertura “0”, o material “PVC Esgoto“ e o diâmetro “50 mm”; Defina a peça como “Ponta lisa e luva simples”; Clique em “OK” para confirmar as seleções; Clique no canto da parede adjacente à escada e defina as coordenadas de deslocamento como sendo (5,5); Posicione a indicação da coluna fixando-a em um ponto conveniente. Posição da coluna AP-1 2. Coluna de Água pluvial 2 Pressione a tecla “CTRL” e clique repetidas vezes na tecla “seta para a direita” até que fique visível o canto inferior direito da edificação;
  46. 46. Curso Básico AltoQi Hydros V4 47 Clique na parte interna do canto inferior direito da edificação e defina o deslocamento como sendo (-5,5); Posicione a indicação da coluna fixando-a em um ponto conveniente. Posição da coluna AP-2 2 Lançamento da Rede de Alimentação Objetivos: Lançar a tubulação de alimentação; Noção de lançamento utilizando coordenadas. Neste ponto do curso, já foram lançadas todas colunas do projeto. Se necessário ou conveniente, você pode abrir o arquivo de apoio “Etapa03 – Lançamento das colunas.prh”, gravado na pasta Meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio. Nesse caso, acesse a “janela projeto” e abra o “croqui” do pavimento “Térreo”. Acesse a “janela projeto” e abra o “croqui” do pavimento “Térreo”; Até o momento, foram definidas apenas as posições das Colunas existentes no projeto. Vamos agora, incluir os primeiros tubos ao projeto. Inicialmente, faremos a inclusão de tubos diretamente na planta baixa. Iniciaremos lançando a tubulação da alimentação predial, situada no pavimento Térreo. Lembre-se que já foi lançada a coluna que ligará este pavimento ao pavimento Superior. Vamos supor, para este exemplo, uma alimentação direta da rede externa, sem necessidade de bombeamento. Importante ! É muito importante observar a rede que está se lançando, pois o lançamento incorreto irá ocasionar erros no dimensionamento. Por exemplo, se lançarmos uma bomba hidráulica em uma rede de água fria, a mesma não será calculada pois pertence a rede de alimentação. 1. Preparando o ambiente Desativar a ferramenta de captura, “ponto relativo” ; Enquadre o desenho com a tecla “Alt + F7”; Execute o comando Visualizar-Zoom ou digite a tecla de atalho “F5” na região do chuveiro aonde a coluna de alimentação se encontra; Verifique se na ordenada na base da tela está com o valor 280; Para lançar o tubo acesse o comando “Hidráulico – Tubo”; Defina a rede como “Alimentação”, o material como sendo “PVC Rígido soldável” e o diâmetro com “25 mm“; Clique no botão “Ok”.
  47. 47. Curso Básico AltoQi Hydros V4 48 2. Traçando os tubos da rede de alimentação Clique na coluna da rede de alimentação que servirá como primeiro ponto de referência; Digite a coordenada @0,0,-320 e tecle “Enter” para fazer o tubo de alimentação descer 320cm na vertical; Será apresentado um aviso perguntando se deseja voltar para 280, e a resposta é “Não”; Certifique na base da tela se a elevação atual consta o valor de -40; Estando agora na elevação -40 do pavimento térreo, lance os demais tubos digitando na seqüência as seguintes coordenadas: @-200,0 “Enter”; @0,600 “Enter”; @1800,0 “Enter”; @200,0 “Enter””Enter”; Enquadre o desenho com as teclas “Alt + F7”. Não deu certo O lançamento da tubulação foi interrompido? Caso tenha o lançamento tenha sido interrompido em algum dos pontos da rede, cancele qualquer comando ativo clicando em ESC, até que na barra de comando apresente somente a palavra “Comando”. Acesse novamente o comando Hidráulico-Tubo , clique na conexão do tubo em que havia parado e prossiga informando as coordenadas que faltaram para finalizar este lançamento. 2.1 Lançamento do Hidrômetro e da Alimentação Predial. Uma vez estando com a tubulação da rede de alimentação lançada, passaremos a definir algumas peças que fazem parte desta rede, tal como o hidrômetro e o alimentador predial. 1. Lançamento da Alimentação Predial Pressione uma vez a tecla “F2” para afastar o desenho; Execute o comando “Visualizar-Zoom” ou digite a tecla de atalho “F5”; Abra uma janela de zoom na extremidade do último tubo que foi lançado; Selecione o comando “Hidráulico - Alimentação predial”; Clique na extremidade do tubo que será o ponto de ligação com a rede de abastecimento urbana. Neste passo temos o primeiro contato com o cadastro de peças. No diálogo “Definir Peças”, poderá ser observado que existe um filtro com alguns itens que podem estar habilitados ou não. O cadastro de peças do Hydros possui por volta de 3.500 peças inclusas nele, sendo que o filtro proporcionará a definição da peça mais viável para cada situação. Sempre que possível os filtros devem estar todos habilitados, pois isso faz com que seja apresentado um número menor de peças a ser definida em um determinado ponto. Em casos específicos no qual nenhuma peça for indicada, deve-se desabilitar as opções dos filtros começando sempre debaixo para cima, pois nesta seqüência as peças serão apresentadas em menor quantidade. Logo após definida a peça deve-se habilitar novamente o filtro.
  48. 48. Curso Básico AltoQi Hydros V4 49 Diálogo de definição de peças 2. Lançamento da Alimentação Predial Desabilite o filtro “Sentido do Fluxo”; Selecione a peça “Alimentador Predial – com tubo de PVC Rígido Soldável-3/4” e clique no botão “Atribuir”; Ative o comando ortogonal digitando a tecla “F8” para melhor posicionar o desenho; Defina a posição do símbolo de forma que a seta esteja indicando a entrada na tubulação. Para fixar a posição do desenho basta clicar na tela. 3. Lançamento do Hidrômetro Efetue um zoom na conexão à esquerda da alimentação predial; Acesse o comando “Hidráulico – Registro”; Clique na conexão destinada ao hidrômetro; No diálogo definir peças habilite todos os filtros; Selecione a peça “Hidrômetro – Cavalete ¾” e clique em atribuir; Para finalizar, posicione a simbologia clicando na tela.
  49. 49. Curso Básico AltoQi Hydros V4 50 Não deu certo Você teve algum desses problemas? A simbologia do alimentador predial não ficou posicionada corretamente? Caso a simbologia não tenha ficado posicionada corretamente, não apague a mesma, o procedimento correto é acessar novamente o comando Hidráulico - Alimentação predial e relançar a peça sobre a anterior, posicionando a mesma corretamente. Sempre que se lança uma peça sobre outra já lançada será contabilizado na lista de materiais apenas a ultima peça inserida. A simbologia do hidrômetro não ficou posicionada corretamente? Caso a simbologia não tenha ficado posicionada corretamente, não apague a mesma, o procedimento correto é acessar novamente o comando Hidráulico – Registro, e relançar a peça sobre a anterior, posicionando a mesma corretamente. Sempre que se lança uma peça sobre outra já lançada será contabilizada na lista de materiais apenas a última peça inserida. 2.2 Detalhe Isométrico da Alimentação Predial A partir do lançamento realizado em planta baixa, é possível gerar e visualizar a tubulação em um detalhe isométrico. 1. Gerando o detalhe isométrico Enquadrar o desenho digitando “Alt+F7 “e diminuir o Zoom digitando “F2”; Certifique-se de que a ferramenta Ortogonal está ativada ; Acessar o comando “Hidráulico – Detalhe isométrico”; Defina o primeiro ponto abaixo e à esquerda da tubulação lançada; O segundo ponto deverá ser à direita na horizontal com um comprimento maior que a tubulação; O terceiro e ultimo ponto deverá ser lançado de forma que abranja toda a tubulação; Estabeleça a rotação com o ângulo de 30 graus e clique no botão abrir. Detalhe isométrico 2. Verificando os sentidos de Fluxo Pressione duas vezes a tecla “F2”; Execute o comando “Elementos - Tubos – Inverter sentido”. Faça uma seleção envolvendo todos os tubos ao mesmo tempo através de uma janela; Será indicado na linha de comando “5 seleções”. Para confirmar o comando pressione a tecla “Enter”;
  50. 50. Curso Básico AltoQi Hydros V4 51 Execute o comando “Elementos – Verificar – Fluxo”; Deverão ser apresentados somente “3 problemas”; Clique no botão “Fechar”. Não deu certo Não deram 3 problemas de fluxo? Caso tenha encontrado mais de 3 problemas de fluxo, verifique em que ponto além das colunas está sendo apresentado o problema, é possível que neste ponto o tubo não tenha sido invertido. Observe no centro do tubo se a seta que apresenta o fluxo está no sentido correto. Se estiver errado acesse o comando Elementos – Tubos – Inverter sentido, selecione somente este tubo e efetue a inversão do mesmo. Após este procedimento, efetue novamente a verificação de fluxo acessando o menu Elementos – Verificar fluxo. 2.3 Verificação dos Diâmetros da Alimentação Predial Para efetuarmos o dimensionamento da rede de alimentação é necessário antes definir alguns dados relacionados à configuração: 1. Definir configurações Acesse o menu “Configurações – Dimensionamento” e selecione a guia “Hidráulico”; Defina o consumo diário como sendo 10m³/dia; A velocidade será considerada com o valor 1m/s; Definido os valores clique em “OK” para fechar a configuração. Configuração Dimensionamento 2. Dimensionamento da tubulação Execute o menu “Elemento – Verificar – Diâmetros”; Será apresentado um diálogo indicando o diâmetro atual que é de 25 mm e o diâmetro calculado pelo Hydros que é de 20mm; Foram acusados 5 tubos com problema de dimensionamento, e no desenho todos os tubos com problema são destacados em amarelo com linha tracejada; Pode-se dar mais destaque ao tubo clicando no botão “Mostrar”; O tubo apresentado em amarelo com linha continua refere-se ao trecho que está sendo calculado no momento;
  51. 51. Curso Básico AltoQi Hydros V4 52 Clique no botão “Todos” para que seja efetuada a alteração de todos os tubos de acordo com o diâmetro calculado. 2.4 Definição das Peças Pendentes da Rede de Alimentação O último passo desta aula será a definição das peças que ainda não foram inseridas nesta rede, tais como joelhos, tês entre outros itens. 1. Peças pendentes - conceitos Execute o comando “Elemento – Definir peças – Pendentes”. Serão apresentados 13 itens como pendentes; Clique no topo do diálogo Definir peças e arraste-o para outro local; Verifique qual a peça está sendo indicada como pendente no momento clicando no botão “Mostrar”. 2. Definindo as peças pendentes Ative todos os filtros; Selecione a primeira peça apresentada que no caso é o “CAP soldável-20mm” e clique no botão “Próximo”; Clique no botão “Próximo” para prosseguir sem atribuir a peça; Novamente clique no botão “Próximo” para pular a coluna AF-2; Na quarta peça, selecione o “joelho 90 soldável 20mm” e clique no botão “Todos”; Selecione o “Alimentador Predial – com tubo de PVC rígido -1/2” e clique no botão “Todos”; Selecione o “Hidrômetro cavalete - 1/2” e novamente clique em “Todos”; Ficaram duas peças pendentes que serão inseridas mais adiante no projeto. Clique no botão “Fechar“ para encerrar o comando. 3. Finalizando a etapa Fechar o detalhe isométrico, encerrando o lançamento da rede de alimentação nesse pavimento; De volta ao croqui, pode-se apagar esse detalhe isométrico H1 da alimentação, acessando “Menu Manipular – Apagar”; Selecione o detalhe e tecle “Enter”.
  52. 52. Curso Básico AltoQi Hydros V4 53 AULA 5 – Lançamento da Rede de Água Fria 1 Lançamento da Tubulação Para dar continuidade ao lançamento do projeto, caso você ainda não esteja com o arquivo do curso aberto, abra o arquivo “Etapa 04 – Lançamento da rede de alimentação.prh” na pasta Meus documentosCurso Hydros V4 Arquivos de apoio. Acesse a “janela projeto” e abra o “croqui” do pavimento “Térreo”; Rede de alimentação 1. Abrindo o detalhe isométrico Ative a ferramenta Ortogonal ; Acesse o comando “Hidráulico – Detalhe isométrico” e defina a região envolvendo o banheiro que está à esquerda na edificação; Defina o ângulo de rotação com 30° e clique no botão “Abrir”. 1.1 Traçando as linhas de apoio Estando com o detalhe aberto, passaremos a desenhar as linhas de apoio que servirão de base para o lançamento da tubulação. As linhas de apoio serão necessárias, pois dentro do detalhe isométrico utilizaremos uma ferramenta de captura especifica para auxilio do lançamento da tubulação no detalhe. 1. Desenhando as linhas de apoio paralelas à parede Tecle “F5” e efetue um zoom destacando as paredes que possuem as peças hidráulicas; Acesse o comando “Ferramentas-Offset”, e selecione a linha que corresponde à face externa da parede dos lavatórios; Clique na área interna do banheiro para definir o lado do Offset; Digite a distância 10cm e pressione a tecla “Enter”. 2. Parede 2 Pressione “Enter” para ativar novamente o comando Offset; Clique sobre a linha externa da segunda parede; Defina o lado do offset para a parte interna do banheiro; Para confirmar a distância do offset, basta pressionar “Enter”.
  53. 53. Curso Básico AltoQi Hydros V4 54 3. Parede 3 Pressione “Enter” para ativar novamente o comando Offset; Clique sobre a linha externa da terceira parede; Defina o lado do offset para a parte interna do banheiro; Para confirmar a distância do offset, basta pressionar “Enter”; Tecle “ESC” para desfazer a seleção. Uma vez definidas as linhas de eixo nas paredes, necessitamos agora traçar linhas perpendiculares às estas linhas de eixo, tendo como objetivo gerar pontos de intersecção que servirão de referência para o lançamento da tubulação. Traçaremos agora as linhas perpendiculares à parede onde estão os lavatórios 4. Desenhando as linhas de apoio perpendiculares à parede onde estão os lavatórios Enquadre o desenho acessando o comando Visualizar-Enquadrar ou Alt-F7; Aproxime a parede dos lavatórios acessando “Visualizar-Zoom” ou “F5”; Ative a ferramenta Ortogonal ; Acesse o comando “Construir-Linha”, clique na intersecção da parede com a bancada dos lavatórios, e trace uma linha perpendicular à parede; Acesse o comando “Construir-Linha”, clique na referência próximo ao primeiro lavatório e trace uma linha perpendicular à parede; Acesse o comando “Construir-Linha”, clique na referência próximo ao segundo lavatório e trace uma linha perpendicular à parede. 5. Desenhando as linhas de apoio perpendiculares a parede onde está o chuveiro. Pressione e mantenha pressionada a tecla “CTRL” e clique sobre as setas direcionais do teclado para esquerda e para baixo; Aproxime o zoom do local em que está o chuveiro acessando “Visualizar-Zoom” ou “F5”; Acesse o comando “Construir-Linha”, clique na referência próximo ao primeiro chuveiro e trace uma linha perpendicular à parede. 6. Desenhando as linhas de apoio perpendiculares a parede onde estão os vasos sanitários. Pressione e mantenha pressionada a tecla “CTRL” e clique sobre as setas direcionais do teclado para esquerda e para cima; Corrija a visualização da parede do local onde estão vasos. Para afastar o zoom utilize o comando “Visualizar – Afastar” ou “Alt+F2”, e para aproximar utilize o comando “Visualizar – Aproximar” ou “F2”; Acesse o comando “Construir-Linha”, e clique na referência que está na linha da parede próximo ao primeiro vaso sanitário, e trace uma linha perpendicular à parede; Acesse novamente o comando “Construir-Linha”, e clique na referência que está na linha da parede próximo ao segundo vaso sanitário, e trace uma linha perpendicular à parede. Finalizada a definição das linhas de apoio, enquadre o desenho utilizando o comando “Visualizar – Enquadrar” ou digitando simultaneamente as teclas “ALT-F7”. 1.2 Lançando a tubulação que abastecerá os lavatórios e os chuveiros Estando com as linhas de apoio traçadas poderemos iniciar o lançamento da tubulação.
  54. 54. Curso Básico AltoQi Hydros V4 55 Uma nova ferramenta que iremos aprender a utilizar para lançar a tubulação dentro do detalhe isométrico, será a ferramenta de captura Ponto Deslocado. Esta ferramenta tem como finalidade capturar um ponto na arquitetura ou uma conexão já lançada, sendo que após capturado o ponto de referência deve-se sempre dar a altura em relação ao piso, isto é, a elevação zero do pavimento corrente. Dando continuidade ao nosso projeto, tomaremos a numeração da figura apresentada a seguir como auxilio para identificação da seqüência no qual a tubulação será lançada. Pontos de lançamento da tubulação 1. Lançando os primeiros tubos da rede de água fria Efetue um zoom comando “Visualizar-Zoom” ou “F5” aproximando a parede dos lavatórios; Ative a ferramenta “ponto deslocado” ; Acesse o comando “Hidráulico – Tubo” ; Defina rede “Água fria”, material “PVC Rígido Soldável”, Diâmetro “25 mm”; Clique no ponto de referência que está na parede próximo ao inicio da bancada dos lavatórios, indicado na figura como ponto 1; Defina a altura 280 “Enter”; Clique novamente no mesmo ponto de referência e defina a próxima altura 60 “Enter”; Lançamento do primeiro tubo de água fria 2. Lançando a tubulação até a quina da parede Acesse o comando “Hidráulico – Tubo” ; Defina rede “Água fria”, material “PVC Rígido Soldável”, Diâmetro “25 mm” e clique em OK; Clique na última conexão da tubulação recém lançada; A ordenada permanece 60, tecle “Enter”;

×