Palavra jovem n 06 2013

195 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palavra jovem n 06 2013

  1. 1. PALAVRA JOVEMN° 06 - 05/02/2013RESPONSÁVEIS: Norma Holanda, Marcos Lima, PedroHenrique, Jefferson Alves, Tadeu Oliveira, Carlos Marcus eSamaria Soto.ABERTURA: BOM DIA QUERIDOS OUVINTES, ESTÁ NOAR MAIS UM PROGRAMA DA ESCOLA FIGUEIREDOCORREIA, O PALAVRA JOVEM, EU SOU................................E O TEMA DE HOJE É: CARNAVAL CONSCIENTE:JUVENTUDE LIGADAMAS ANTES A MENSAGEM DO DIA:Entre fábulas e ilusões do CarnavalEscrito por Pr. Samuel CâmaraEm uma manhã ensolarada,conta a fábula, dois sabiássobrevoavam com alarido umfrondoso bosque. Uma sabiádizia ternamente ao seu filhotecomo era maravilhoso uma avepoder voar a elevadas alturas.Todavia, o pequerrucho, emsua inexperiência, não escutava com atenção as explicações desua mãe, pois estava a ouvir o tilintar distante de uma campainhaque provinha de um campo florido.Curioso, o pequeno sabiá pousou na relva, junto a uma vereda,onde descobriu a origem do sonido que tanto o atraía, produzidopela sineta de um carrinho de mão conduzido por um anãozinho,que apregoava a sua mercadoria: “Vendo minhocas! Duasminhocas por uma pena!”Como o pequeno sabiá gostava muito de minhocas, sem nenhumareflexão, tratou logo de arrancar uma pena de suas asas e a trocoupor duas minhocas. No dia seguinte, o pássaro aguardou, ansioso,
  2. 2. o sonido da sineta, e novamente realizou a estranha transação, evento que se repetiu várias vezes. Mas chegou o momento em que o pequeno sabiá bateu as suas asas, tentando alçar vôo, para retornar ao ninho, mas não conseguiu; estava preso àterra e condenado a arrastar-se, ao invés de voar. Havia trocado asua liberdade por um punhado de minhocas!Esta fábula traduz o estado de milhares, quiçá de milhões devidas, que despenderão suas energias e depositarão suas parcasesperanças de alegria na folia momentanea, quer seja como umaforma simplificada de extravasamento das emoções, ou pelasublimação de problemas de toda ordem. Na quarta-feira de cinzas, quando se derem conta da troca que fizeram, ao acordarem em meio às suas próprias cinzas existenciais, sem saber como reconstruir o que foi devastado pelos exageros financeiros e físicos, oupela devassidão moral e espiritual, por causa dos excessos a quese submeteram, muitos vão perceber que perderam o seu bemmais precioso: a liberdade! Infelizmente, outros perderão aprópria vida!O marketing fabulizado inerente ao mercantilismo do Carnavalvisa unicamente a obter resultados financeiros – sendo quasesempre alheio ao bem estar dos brincantes – e procura escamotearo rastro de destruição e suas prolongadas consequências nasociedade.
  3. 3. Não poucos, como na fábula, trocarão “penas por minhocas”. Meninas se tornarão “mães do Carnaval”, pois nesta época um número considerável de adolescentes entre 10 e 15 anos engravida na primeira relação sexual.Daí para frente, muitas se entregarão à promiscuidade sexual,outras praticarão aborto, ou darão à luz os indesejáveis “filhos doCarnaval”, para depois abandoná-los nas creches ou nos juizados.Este triste “fenômeno brasileiro” é uma realidade estreitamenterelacionada com o Carnaval, o que por si só deveria nos fazercorar de vergonha. No rastro dessa “troca”, haverá a disseminaçãodas doenças letais e sexualmente transmissíveis, que infectarãoinocentes e ceifarão muitas vidas preciosas. Outros contrairãodébitos financeiros, que perturbarão a paz de indivíduos efamílias, que forçosamente sentirão a falta destes recursos.A imprensa temregistrado esses fatos,como lastro de umgrande serviço prestadoà sociedade, para nosfazer refletir, poisnesses informes hásabedoria e lições queservem para o presentee para o porvir. Nada justifica que, em nome do turismo ou deganhos financeiros que a festividade possa garantir, tenhamos depagar o preço de ver nossos jovens, nossas crianças, famíliasinteiras, todos entregues à própria sorte; ou melhor, lançadas àmingua de suas próprias dores existenciais para um futuro incertoe coberto de vergonha.
  4. 4. Ah, se o pequeno sabiá soubesse o quanto lhe custariam aquelas “apetitosas” minhocas! Ah, se os nossos jovens soubessem o quanto pode ser perdido por uma troca irresponsável! Ah, se os nossos governantes soubessem o custo de tantas vidas destruídas com sua“bênção” oficial!MÚSICA: Hoje estaremos homenageando os cantores da músicagospel. Ouviremos neste momento a música_________________________ com ______________________que vai para todos os alunos solidários e cooperadores da EscolaFigueiredo Correia e para os funcionários.1º RETORNO: BOM DIA, EU SOU............................... EESTAMOS DE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM ENOSSO TEMA É: CARNAVAL CONCIENTE;JUVENTUDELIGADA. A maior festa popular do Brasil está chegando! Estamos nos referindo ao Carnaval. Ele sempre atrai multidões e faz com que o brasileiro tenha àquela sensação de férias, diversão e liberdade. Quem não gosta de curtir uma festa como essa, nãoé mesmo?Durante os quatro dias de carnaval, você pode festeja-lo em váriascidades do país. Em Olinda, Recife, Rio de Janeiro e Salvador ascomemorações são mais intensas, principalmente nas cidades dePernambuco e Bahia. Falando em festa, muitas pessoas esquecemde algo que é de extrema importância: Os cuidados com a saúde, asegurança e a prevenção durante o carnaval!
  5. 5. Além de se prevenir da violência pública que aumenta bastante durante as atividades carnavalescas, outros cuidados devem ser considerados. Infelizmente, muitos brasileiros e turistas estrangeiros são vitimados por algum tipo de violênciaou crime devido à falta de cuidado. Como no carnaval é comummultidões se reunirem, problemas sempre acontecerem. O ideal éque você tome alguns cuidados como:- Evite sair com muitos documentos. Brinque o carnaval apenascom seu documento de identidade (RG).- Não saia de casa com grandes quantidades de dinheiro; Leveapenas o necessário para a compra de lanches, passagens.- Evite exibir máquinas fotográficas e celulares. Para registrarseus momentos de diversão, procure fazer de forma discreta.- Em relação à saúde, muitas pessoas esquecem de dar a devidaatenção a mesma visto que a sensação de liberdade e curtiçãoparece ser priorizada neste período. Não esqueça: É preciso quevocê tome bastante água. Já o consumo de bebidas alcoólicasdeve ser moderado e se possível evitado. Afinal de contas não épreciso beber para ser feliz. Atenção: Para cada copo de cerveja, por exemplo, o ideal é tomar dois de água. - Você precisa tomar cuidado com a exposição da pele ao sol, pois os raios ultravioletas podem causar sérios danos à saúde como o câncer de pele, por exemplo. Além disso, vocêpode sofrer queimaduras que, devido ao consumo de álcool oudistração com a festa, podem não ser sentidas na hora.
  6. 6. - Evite o consumo de drogas, pois no carnaval este é um dosmaiores fatores que ocasionam mortes e prisões.- O sexo deve ser feito com total proteção a fim de que se evitemas doenças sexualmente transmissíveis, bem como o HIV/AIDS.Portanto, tomando esses e outros cuidados, certamente você teráum carnaval mais tranquilo e divertido.MÚSICA: Hoje estaremos homenageando os cantores da músicagospel. Ouviremos neste momento a música________________________que vai para todos os alunos daEscola Figueiredo Correia e para os funcionários.2º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ________________ EESTAMOS DE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM ENOSSO TEMA DE HOJE É: CARNAVAL CONSCIENTE;JUVENTUDE LIGADA. Corpos à mostra, alegria em alta, em meio a tantos estímulos é difícil segurar a libido. Por isso, durante o Carnaval, aumenta o número de relações sexuais. Mas é importante lembrar, que o ideal é se guardar, se proteger e preservar o seu corpo. Terum único parceiro é fundamental, no entanto se o jovem faz sexosem amor e apenas para satisfazer os instintos mais primitivos, éimportante o uso de dois métodos contraceptivos: a camisinha e apílula anticoncepcional. “Utilizando os dois métodoscontraceptivos, a mulher e o homem terão uma dupla proteção,uma vez que previne a gravidez indesejada e a contaminação pordoenças sexualmente transmissíveis (DST), como o tão comumHPV e o HIV”, explica o Dr. José bento. O médico lembra,inclusive, que o HPV é mais comum do que imaginamos. “AOrganização Mundial da Saúde (OMS) estimou que cerca de 630milhões de pessoas estejam infectadas com o vírus HPV.
  7. 7. Atualmente, estima-se que na cidade de São Paulo, pelo menos25% dos indivíduos adultos com atividade sexual já tiveram contato ou são portadores da doença”, revela o ginecologista. Caso a camisinha estoure durante a relação sexual, é preciso ficar atenta, porque além do risco de gravidez – caso não esteja tomando corretamente a pílula anticoncepcional –, há aprobabilidade de a mulher contrair uma doença sexualmentetransmissível (DST). “Sendo assim, é aconselhável que elaprocure assistência médica o quanto antes, para que sejamrealizados exames e medidas de emergência sejam tomadas paratratar uma eventual contaminação ou evitar uma possívelgravidez”, acrescenta o Dr. José Bento.MÚSICA: Hoje estaremos homenageando os cantores da músicagospel. Ouviremos neste momento a música______________________que vai para todos os alunos da EscolaFigueiredo Correia e para os funcionários.3º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... EESTAMOS DE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM COM ONOSSO QUADRO O É DE LASCAR: É de lascar pessoas que não utilizam preservativos na hora da relação sexual, se esquecem de que por mais que o carnaval seja divertimento, é melhor se prevenir em todas as situações. É de lascar ver ainda pessoas que podem acabar transformando uma festa defolia e alegria em choro e tristeza. É de lascar ainda ver jovensinconsequentes que morrem e matam no transito, empinandomotos e agindo de forma irresponsável.
  8. 8. 4° RETORNO: BOM DIA EU SOU ____________________EESTAMOS DE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM, AGORACOM ALGUMAS REGRAS PARA A BOA CONVIVÊNCIA DENOSSA COMUNIDADE: NO CARNAVAL.Informes:Já estamos com quase todos os alunos uniformizados;

×