Palavra jovem 31

1.599 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.599
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
935
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palavra jovem 31

  1. 1. PALAVRA JOVEM N° 3121/08/2012RESPONSÁVEIS: Norma Holanda, Marcos Lima,Pedro Henrique, Tadeu Oliveira, Karolyne Lima, CarlosMarcus e Samaria Soto.ABERTURA: BOM DIA QUERIDOS OUVINTES,ESTÁ NO AR MAIS UM PROGRAMA DA ESCOLAFIGUEIREDO CORREIA, O PALAVRA JOVEM, EUSOU................................ E O TEMA DE HOJE É: hojeé o nosso 3° terceiro programa tratando sobre aviolência, e hoje estaremos debatendo sobreviolência contra a mulher.MAS ANTES A MESNSAGEM DO DIA:Como se Mede uma PessoaOs tamanhos variam conforme o grau deenvolvimento. Ela é enorme para você quando falado que leu e viveu, quando trata você com carinhoe respeito, quando olha nos olhos e sorridestravado. É pequena para você quando só pensaem si mesma, quando se comporta de uma maneirapouco gentil, quando fracassa justamente nomomento em que teria que demonstrar o que há demais importante entre duas pessoas: a amizade verdadeira..Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida, quandobusca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto.É pequena quando desvia do assunto.Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se colocano lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, masde acordo com o que espera de si mesma.Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um
  2. 2. relacionamento, pode crescer ou decrescer numespaço de poucas semanas: será ela que mudou ouserá que o amor é traiçoeiro nas suas medições?Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amorque parecia ser grande.Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amorque parecia ser infinito.É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas seagigantam e se encolhem aos nossos olhos.Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de açõese reações, de expectativas e frustrações.Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, setorna mais uma.O egoísmo unifica os insignificantes.Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande.É a sua sensibilidade sem tamanho.MUSICA: HOJE ESTAREMOS HOMENAGEANDO O GRANDECANTOR FAGNER, NOSSO CONTERRÂNEO QUE TANTOUCANTOU E DEFENDEU O NOSSO CEARÁ, ENTÃO OUVIREMOSNESSTE MOMENTO A MÚSICA BORBULHAS DE AMOR COMELE, QUE VAI PARA TODOS OS OUVINTES DO PALAVRAJOVEM.1º RETORNO: BOM DIA, EU SOU................................. E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS FALANDOSOBRE O TEMA: violência contra a mulher.TIPOS DE VIOLÊNCIA COMETIDA CONTRA A MULHER A violência contra a mulher pode semanifestar de várias formas e com diferentesgraus de severidade. Estas formas deviolência não se produzem isoladamente, masfazem parte de uma sequência crescente deepisódios, do qual o homicídio é amanifestação mais extrema.
  3. 3. Violência de gêneroViolência de gênero consiste em qualqueração ou conduta, baseada no gênero, quecause morte, dano ou sofrimento físico,sexual ou psicológico à mulher, tanto noâmbito público como no privado. Aviolência de gênero é uma manifestaçãode relações de poder historicamentedesiguais entre homens e mulheres, emque a subordinação não implica naausência absoluta de poder.Violência intrafamiliarA violência intrafamiliar é toda ação ou omissão que prejudique o bem-estar,a integridade física, psicológica ou a liberdade e o direito ao plenodesenvolvimento de outro membro da família. Pode ser cometida dentro oufora de casa por algum membro da família, incluindo pessoas que passam aassumir função parental, ainda que sem laços de consangüinidade, e emrelação de poder à outra. O conceito de violência intrafamiliar não se refereapenas ao espaço físico onde a violência ocorre, mas também às relações emque se constrói e efetua.Violência domésticaA violência doméstica distingue-se daviolência intrafamiliar por incluir outrosmembros do grupo, sem função parental,que convivam no espaço doméstico.Incluem-se aí empregados(as), pessoasque convivem esporadicamente,agregados. Acontece dentro de casa ouunidade doméstica e geralmente épraticada por um membro da família queviva com a vítima. As agressões domésticas incluem: abuso físico, sexual epsicológico, a negligência e o abandono.Violência físicaOcorre quando uma pessoa, que está em relação de poder em relação a outra,causa ou tenta causar dano não acidental, por meio do uso da força física ou
  4. 4. de algum tipo de arma que pode provocar ou não lesões externas, internas ouambas. Segundo concepções mais recentes, o castigo repetido, não severo,também se considera violência física. Esta violência pode se manifestar devárias formas:• Tapas• Empurrões• Socos• Mordidas• Chutes•Queimaduras•Cortes•Estrangulamento•lesões por armas ou objetos• Obrigar a tomar medicamentos desnecessários ou inadequados, álcool,drogas ou outras substâncias, inclusive alimentos.•Tirar de casa à força•Amarrar•Arrastar•Arrancar a roupa•Abandonar em lugares desconhecidos• Danos à integridade corporal decorrentes de negligência (omissão decuidados e proteção contra agravos evitáveis como situações de perigo,doenças, gravidez, alimentação, higiene, entre outros).MÚSICA: MÚSICA: Ouviremos neste momento a música CANTEIROSCOM FAGNER que vai para toda as mulheres da comunidadeFigueiredo Correia e da Iracema FM.2º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS FALANDOSOBRE O TEMA: A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHERNão podemos falar em violência contra a mulher e não falar na Lei11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha transforma oordenamento jurídico brasileiro e expressa o necessário respeito aos direitoshumanos das mulheres e tipifica as condutas delitivas. Além disso, essa leimodifica, significativamente, a processualística civil e penal em termos deinvestigação, procedimentos, apuração e solução para os casos de violência
  5. 5. doméstica e familiar contra a mulher. Veja, a seguir, um quadro comparativodas principais alterações. ANTES DA LEI MARIA DA PENHA DEPOIS DA LEI MARIA DA PENHANão existia lei específica sobre a Tipifica e define a violência doméstica e familiarviolência doméstica contra a mulher e estabelece as suas formas: física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.Não tratava das relações entre Determina que a violência doméstica contra apessoas do mesmo sexo. mulher independe de orientação sexual.Nos casos de violência, aplica-se a Retira desses Juizados a competência para julgarlei 9.099/95, que criou os Juizados os crimes de violência doméstica e familiar contraEspeciais Criminais, onde só se a mulher.julgam crimes de "menor potencialofensivo" (pena máxima de 2 anos).Esses juizados só tratavam do crime. Serão criados Juizados Especializados dePara a mulher resolver o resto do Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher,caso, as questões cíveis (separação, com competência cível e criminal, abrangendopensão, guarda de filhos) tinha que todas as questões.abrir outro processo na vara defamília.Permite a aplicação de penas Proíbe a aplicação dessas penas.pecuniárias, como cestas básicas emultas.A autoridade policial fazia um resumo Tem um capítulo específico prevendodos fatos e registrava num termo procedimentos da autoridade policial, no que sepadrão (igual para todos os casos de refere às mulheres vítimas de violência domésticaatendidos). e familiar.A mulher podia desistir da denúncia A mulher só pode renunciar perante o Juiz.na delegacia.Era a mulher quem, muitas vezes, Proíbe que a mulher entregue a intimação aoentregava a intimação para o agressor.agressor comparecer às audiências.Não era prevista decretação, pelo Possibilita a prisão em flagrante e a prisãoJuiz, de prisão preventiva, nem preventiva do agressor, a depender dos riscosflagrante, do agressor (Legislação que a mulher corre.Penal).A mulher vítima de violência A mulher será notificada dos atos processuais,doméstica e familiar nem sempre era especialmente quanto ao ingresso e saída dainformada quanto ao andamento do prisão do agressor, e terá que ser acompanhadaseu processo e, muitas vezes, ia às por advogado, ou defensor, em todos os atosaudiências sem advogado ou processuais.defensor público.A violência doméstica e familiar Esse tipo de violência passa a ser prevista, nocontra a mulher não era considerada Código Penal, como agravante de pena.agravante de pena. (art. 61 do
  6. 6. Código Penal).A pena para esse tipo de violência A pena mínima é reduzida para 3 meses e adoméstica e familiar era de 6 meses máxima aumentada para 3 anos, acrescentando-a 1 ano. se mais 1/3 no caso de portadoras de deficiência.Não era previsto o comparecimento Permite ao Juiz determinar o comparecimentodo agressor a programas de obrigatório do agressor a programas derecuperação e reeducação (Lei de recuperação e reeducação.Execuções Penais).O agressor podia continuar O Juiz pode fixar o limite mínimo de distânciafrequentando os mesmos lugares que entre o agressor e a vítima, seus familiares ea vítima frequentava. Tampouco era testemunhas. Pode também proibir qualquer tipoproibido de manter qualquer forma de de contato com a agredida, seus familiares econtato com a agredida. testemunhas.MÚSICA: Ouviremos neste momento a música CEARÁ TERRA DA LUZCOM FAGNER que vai para todos os alunos da Escola Figueiredo Correia,especialmente aqueles que repudiam todo o tipo de violência, seja ele contraa criança, o idoso, o deficiente, o homossexual e a mulher.3º RETORNO: BOM DIA, EU SOU............................... E ESTAMOS DEVOLTA COM O PALAVRA JOVEM COMO NOSSO QUADRO O ÉDE LASCAR: É de lascar ter que aguentar homens e mulheres machistasque pensam que é norma xingar, bater e humilhar em mulheres frágeis, semter nenhum senso de humanidade e de justiça, afinal agressão física ouverbal é crime contra qualquer pessoa, principalmente os mais frágeis. E é delascar ainda também ver que muitas mulheres se calam diante desta situaçãoque agridem a dignidade e os direitos humanos. Mas o pior de tudo e delascar elas depois de sofrerem agressões físicas, verbais, sexuais ehumilhações de todo tipo voltar as seus parceiros com promessa de mudança,de provas de amor e as consequências são quase sempre trágicas.4º RETORNO: BOM DIA, EU SOU ............................... E ESTAMOSDE VOLTA COM O PALAVRA JOVEM E ESTAMOS DE VOLTAAGORA COM ALGUNS INFORMES PARA NOSSACOMUNIDADEHoje realizamos Momentos Cidadãos especiais paratratarmos principalmente da nossa adesão aoProjeto Jovem de Futuro e VIII Exposição de
  7. 7. Ciências e Cultura da Escola Figueiredo Correia. Na oportunidadesocializamos nossa participação na nona Sessão do Parlamento JovemBrasileiro e Concurso Histórico-literário Caminhos do Mercosul, alémda socialização de vários concursos literários, inclusive Escrevendo oFuturo e Construindo a Igualdade de Gênero. Foram momentosimportante e não deixamos de falar no SPAECE, ENEM e nas nossasregras de convivência.A Coordenação Escolar iniciou nesta quinta-feira passada aSocialização do Ciclo de Palestras do Enem;Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade Aberta do Nordeste, daFundação Demócrito Rocha, está lançando uma iniciativa que temcomo objetivo ampliar as oportunidades de acesso dos estudantes,aqueles que concluíram ou estão concluindo o Ensino Médio, a umavaga de ensino superior nas instituições públicas federais no Ceará(UFC e IFCE) ou qualquer outro estado. Inscreva-se no sitehttp://fdr.com.br/enem2012/index.php?target=inscricaoDesde 2006 que a EEFM Deputado Joaquim de Figueiredo Correia sefaz presente no Parlamento Jovem Brasileiro (PJB), com uma, duas eaté as três cadeiras destinadas ao Ceará e esse ano mais uma vezestaremos participando deste importante evento democráticoorganizado pela Câmara dos Deputados. RESULTADO 2012:Mikaela dos Santos Cardoso - Propõe que os rótulos de bebidasalcoólicas tragam informações relativas às consequênciasdo uso do álcool.Trabalho de aluna da rede estadual cearense ficou entre os selecionados noBrasil no concurso histórico-literário Caminhos do Mercosul. Mikaela dosSantos Cardoso, da 2ª série C do ensino médio, da Escola de Ensino MédioDeputado Joaquim de Figueiredo Correia da cidade de Iracema, da 11ªCrede - Jaguaribe, ficou entre os seis estudantes brasileiros selecionados noconcurso literário Caminhos do Mercosul que acontecerá entre os dias 30de setembro e 09 de outubro do presente ano e seguirá a rota do Êxodo doPovo Oriental. O evento é promovido pelo Ministério de Educação e Culturada República Oriental do Uruguai e o Setor Educativo do MERCOSUL, comapoio da Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI). Os gastos com
  8. 8. transporte aéreo, terrestre, nacional e internacional, incluindo as taxas deembarque, alimentação e hospedagem, ficarão por conta do paísorganizador do Concurso: Uruguai.MÚSICA: Ouviremos neste momento a música ESPUMAS AO VENTOcom FAGNER que vai para todos ouvintes do Palavra Jovem.

×