SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
CIÊNCIAS – Prof. Marcos
Calor é uma forma de energia que pode ser transferida de um corpo
para outro. A transferência ocorre de um corpo de maior temperatura
para outro de menor temperatura até atingir o EQUILÍBRIO
TÉRMICO, ou seja, até que ambos fiquem com a mesma
temperatura.
TROCAS DE CALOR
Essa transferência por ocorrer de 3 maneiras diferentes:
1 – CONDUÇÃO;
2 – CONVECÇÃO;
3 – IRRADIAÇÃO.
O calor se propaga por meio de choques entre as
moléculas com vibração mais intensa e as moléculas
com vibração menos intensa.
CONDUÇÃO
Esse tipo de propagação ocorre em todos os estados da
matéria (SÓLIDO, LÍQUIDO e GASOSO), mas
principalmente nos sólidos, pois a rede espacial das
relações dos átomos contribui.
CONVECÇÃO
Esse tipo de propagação ocorre em líquidos e gases e
baseia-se na movimentação de moléculas dessas
substâncias em diferentes temperaturas.
Essa movimentação contínua e cíclica das moléculas,
originam as correntes de convecção.
IRRADIAÇÃO
Propagação de calor que ocorre por meio de ondas
eletromagnéticas, portanto, não é necessário um meio
material para se propagar.
QUANTIDADE DE CALOR
A medida utilizada no sistema internacional é a JOULE
(J). Outra medida muito utilizada é a CALORIA (CAL) e a
QUILOCALORIA (KCAL).
CALOR ESPECÍFICO
É a quantidade de calor necessário para que 1 grama de
determinada substância varie sua temperatura em 1ºC.
c  calor específico (cal/g.ºC)
Q  quantidade de calor recebida ou cedida (cal)
m  massa (g)
∆t  temperatura (ºC)
CALOR LATENTE
É a quantidade de calor necessária para transformar
completamente o estado físico de uma substância sem
que haja alteração de sua temperatura.
L  calor latente da substância (cal/g)
Q  quantidade de calor recebida ou cedida (cal)
m  massa (g)
DILATAÇÃOTÉRMICA
Quando aumentamos a temperatura de um corpo, pode
ocorrer sua dilatação, pois a velocidade das vibrações
dos seus átomos e moléculas aumenta, e as ligações
entre os átomos e moléculas diminui, aumentando a
distância entre eles.
Ocorre o processo inverso com a diminuição da
temperatura, gerando contração do corpo.
Págs. 196 e 197 (2, 8, 9, 10, 11, 12 e 13)
EXERCÍCIOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos de temperatura e calor.ppt
Conceitos de temperatura e calor.pptConceitos de temperatura e calor.ppt
Conceitos de temperatura e calor.pptGiseleTavares18
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnéticafisicaatual
 
Dilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidosDilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidosO mundo da FÍSICA
 
Calor sensível, capacidade térmica e calor específico
Calor sensível, capacidade térmica e calor específicoCalor sensível, capacidade térmica e calor específico
Calor sensível, capacidade térmica e calor específicoPaulo Alexandre
 
Aula 03 cinemática introdução
Aula 03 cinemática introduçãoAula 03 cinemática introdução
Aula 03 cinemática introduçãoMárcio Nicontchuk
 
Introdução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaIntrodução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaO mundo da FÍSICA
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoRosbergue Lúcio
 
Sistema Internacional de Unidades
Sistema Internacional de UnidadesSistema Internacional de Unidades
Sistema Internacional de UnidadesO mundo da FÍSICA
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia fisicaatual
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade médialuam1969
 

Mais procurados (20)

Física (calorimetria)
Física (calorimetria)Física (calorimetria)
Física (calorimetria)
 
TERMOLOGIA
TERMOLOGIATERMOLOGIA
TERMOLOGIA
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Conceitos de temperatura e calor.ppt
Conceitos de temperatura e calor.pptConceitos de temperatura e calor.ppt
Conceitos de temperatura e calor.ppt
 
Propagação de Calor
Propagação de CalorPropagação de Calor
Propagação de Calor
 
Indução eletromagnética
Indução eletromagnéticaIndução eletromagnética
Indução eletromagnética
 
Eletrização
EletrizaçãoEletrização
Eletrização
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
 
Dilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidosDilatação térmica dos sólidos
Dilatação térmica dos sólidos
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
Calor sensível, capacidade térmica e calor específico
Calor sensível, capacidade térmica e calor específicoCalor sensível, capacidade térmica e calor específico
Calor sensível, capacidade térmica e calor específico
 
Aula 03 cinemática introdução
Aula 03 cinemática introduçãoAula 03 cinemática introdução
Aula 03 cinemática introdução
 
Introdução à eletrostática
Introdução à eletrostáticaIntrodução à eletrostática
Introdução à eletrostática
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
 
Sistema Internacional de Unidades
Sistema Internacional de UnidadesSistema Internacional de Unidades
Sistema Internacional de Unidades
 
Trabalho e Energia
Trabalho e Energia Trabalho e Energia
Trabalho e Energia
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
Aula de física  movimento, repouso, velocidade médiaAula de física  movimento, repouso, velocidade média
Aula de física movimento, repouso, velocidade média
 
Cinemática introdução
Cinemática introduçãoCinemática introdução
Cinemática introdução
 

Destaque

Trocas de calor 2
Trocas de calor 2Trocas de calor 2
Trocas de calor 2ligia melo
 
44380 72-1339869334752
44380 72-133986933475244380 72-1339869334752
44380 72-1339869334752Eva Pri
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetriawww.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetriaAulasEnsinoMedio
 
Transf calor conducao
Transf calor conducaoTransf calor conducao
Transf calor conducaoorlado
 
Calor sensível e latente
Calor sensível e latenteCalor sensível e latente
Calor sensível e latenteIsabella Silva
 
Calorimetría
CalorimetríaCalorimetría
Calorimetríarafaelino
 
Trocas de calor 1
Trocas de calor 1Trocas de calor 1
Trocas de calor 1ligia melo
 
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdf
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdfLevantamento de casos de carcinoma basocelular.pdf
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdfGiovanni Oliveira
 
Aula de química ifto3
Aula de química ifto3Aula de química ifto3
Aula de química ifto3Marcos Júnior
 
Apostila 4º bimestre_Prof ª Sabrinna
Apostila 4º bimestre_Prof ª SabrinnaApostila 4º bimestre_Prof ª Sabrinna
Apostila 4º bimestre_Prof ª SabrinnaSabrinna Rezende
 
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014Física - Apostila de Revisão UNEB 2014
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014Tomás Wilson
 
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:Marques Valdo
 

Destaque (20)

Trocas de calor
Trocas de calorTrocas de calor
Trocas de calor
 
Trocas de calor 2
Trocas de calor 2Trocas de calor 2
Trocas de calor 2
 
Slide de fisica
Slide de fisicaSlide de fisica
Slide de fisica
 
44380 72-1339869334752
44380 72-133986933475244380 72-1339869334752
44380 72-1339869334752
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetriawww.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Física - Exercício calorimetria
 
CALORIMETRIA
CALORIMETRIACALORIMETRIA
CALORIMETRIA
 
Transf calor conducao
Transf calor conducaoTransf calor conducao
Transf calor conducao
 
Transmissão de calor
Transmissão de calorTransmissão de calor
Transmissão de calor
 
Calor sensível e latente
Calor sensível e latenteCalor sensível e latente
Calor sensível e latente
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Mudanças de fase
Mudanças de faseMudanças de fase
Mudanças de fase
 
Calorimetría
CalorimetríaCalorimetría
Calorimetría
 
Trocas de calor 1
Trocas de calor 1Trocas de calor 1
Trocas de calor 1
 
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdf
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdfLevantamento de casos de carcinoma basocelular.pdf
Levantamento de casos de carcinoma basocelular.pdf
 
Aula de química ifto3
Aula de química ifto3Aula de química ifto3
Aula de química ifto3
 
Aula 7 foco
Aula 7  focoAula 7  foco
Aula 7 foco
 
Apostila física 1 ceesvo
Apostila  física 1   ceesvoApostila  física 1   ceesvo
Apostila física 1 ceesvo
 
Apostila 4º bimestre_Prof ª Sabrinna
Apostila 4º bimestre_Prof ª SabrinnaApostila 4º bimestre_Prof ª Sabrinna
Apostila 4º bimestre_Prof ª Sabrinna
 
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014Física - Apostila de Revisão UNEB 2014
Física - Apostila de Revisão UNEB 2014
 
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:
CONCEITOS BÁSICOS PAR APLICAÇÃO DA LEI DE FOURIER:
 

Semelhante a Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilatação térmica

Semelhante a Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilatação térmica (20)

Calorimetria Trabalho
Calorimetria TrabalhoCalorimetria Trabalho
Calorimetria Trabalho
 
"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria"Somos Físicos" Calorimetria
"Somos Físicos" Calorimetria
 
Calorimetria.pptx
Calorimetria.pptxCalorimetria.pptx
Calorimetria.pptx
 
Física - Calorimetria
Física - CalorimetriaFísica - Calorimetria
Física - Calorimetria
 
Física - Energia Térmica
Física - Energia Térmica   Física - Energia Térmica
Física - Energia Térmica
 
Termologia -profª_luciana
Termologia  -profª_lucianaTermologia  -profª_luciana
Termologia -profª_luciana
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Condução_conv_rad2.pptx
Condução_conv_rad2.pptxCondução_conv_rad2.pptx
Condução_conv_rad2.pptx
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Fisico quimica
Fisico quimicaFisico quimica
Fisico quimica
 
TRANSFERENCIA DE CALOR E CALORIMETRIA.pptx
TRANSFERENCIA DE CALOR E CALORIMETRIA.pptxTRANSFERENCIA DE CALOR E CALORIMETRIA.pptx
TRANSFERENCIA DE CALOR E CALORIMETRIA.pptx
 
Slides blog termologia
Slides blog termologiaSlides blog termologia
Slides blog termologia
 
O calor
O calorO calor
O calor
 
Calorimetria I
Calorimetria ICalorimetria I
Calorimetria I
 
Calorimetria
CalorimetriaCalorimetria
Calorimetria
 
Publicação1 temperatura e calorimétria
Publicação1 temperatura e calorimétriaPublicação1 temperatura e calorimétria
Publicação1 temperatura e calorimétria
 
Termometria apostila
Termometria apostilaTermometria apostila
Termometria apostila
 
Temperatura e dilatação de sólidos
Temperatura e dilatação de sólidosTemperatura e dilatação de sólidos
Temperatura e dilatação de sólidos
 
Fisica
FisicaFisica
Fisica
 
9º ANO - TEMPERATURA E CALOR.pptx
9º ANO - TEMPERATURA E CALOR.pptx9º ANO - TEMPERATURA E CALOR.pptx
9º ANO - TEMPERATURA E CALOR.pptx
 

Mais de Marcos Júnior

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)Marcos Júnior
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturasMarcos Júnior
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasMarcos Júnior
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasMarcos Júnior
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Marcos Júnior
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETIMarcos Júnior
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioMarcos Júnior
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaMarcos Júnior
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaMarcos Júnior
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasMarcos Júnior
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaMarcos Júnior
 

Mais de Marcos Júnior (20)

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
 
Modelo relatório
Modelo relatórioModelo relatório
Modelo relatório
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturas
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicas
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistemas genitais1
Sistemas genitais1Sistemas genitais1
Sistemas genitais1
 
PELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOSPELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOS
 
PLATELMINTOS
PLATELMINTOSPLATELMINTOS
PLATELMINTOS
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETI
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatório
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebola
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostática
 
Eletrostática
EletrostáticaEletrostática
Eletrostática
 
Escola nao ensina
Escola nao ensinaEscola nao ensina
Escola nao ensina
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricas
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânica
 

Último

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 

Último (20)

ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 

Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilatação térmica

  • 2. Calor é uma forma de energia que pode ser transferida de um corpo para outro. A transferência ocorre de um corpo de maior temperatura para outro de menor temperatura até atingir o EQUILÍBRIO TÉRMICO, ou seja, até que ambos fiquem com a mesma temperatura. TROCAS DE CALOR Essa transferência por ocorrer de 3 maneiras diferentes: 1 – CONDUÇÃO; 2 – CONVECÇÃO; 3 – IRRADIAÇÃO.
  • 3. O calor se propaga por meio de choques entre as moléculas com vibração mais intensa e as moléculas com vibração menos intensa. CONDUÇÃO Esse tipo de propagação ocorre em todos os estados da matéria (SÓLIDO, LÍQUIDO e GASOSO), mas principalmente nos sólidos, pois a rede espacial das relações dos átomos contribui.
  • 4. CONVECÇÃO Esse tipo de propagação ocorre em líquidos e gases e baseia-se na movimentação de moléculas dessas substâncias em diferentes temperaturas. Essa movimentação contínua e cíclica das moléculas, originam as correntes de convecção.
  • 5. IRRADIAÇÃO Propagação de calor que ocorre por meio de ondas eletromagnéticas, portanto, não é necessário um meio material para se propagar.
  • 6. QUANTIDADE DE CALOR A medida utilizada no sistema internacional é a JOULE (J). Outra medida muito utilizada é a CALORIA (CAL) e a QUILOCALORIA (KCAL).
  • 7. CALOR ESPECÍFICO É a quantidade de calor necessário para que 1 grama de determinada substância varie sua temperatura em 1ºC. c  calor específico (cal/g.ºC) Q  quantidade de calor recebida ou cedida (cal) m  massa (g) ∆t  temperatura (ºC)
  • 8. CALOR LATENTE É a quantidade de calor necessária para transformar completamente o estado físico de uma substância sem que haja alteração de sua temperatura. L  calor latente da substância (cal/g) Q  quantidade de calor recebida ou cedida (cal) m  massa (g)
  • 9. DILATAÇÃOTÉRMICA Quando aumentamos a temperatura de um corpo, pode ocorrer sua dilatação, pois a velocidade das vibrações dos seus átomos e moléculas aumenta, e as ligações entre os átomos e moléculas diminui, aumentando a distância entre eles. Ocorre o processo inverso com a diminuição da temperatura, gerando contração do corpo.
  • 10. Págs. 196 e 197 (2, 8, 9, 10, 11, 12 e 13) EXERCÍCIOS