SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Reposição de Química        2º Bimestre 2011 IFTO – Campus Palmas Prof. Marcos Médio Integrado 15 a 17 de agosto
CONCEITO DE MOL O átomo é tão pequeno que é impossível “trabalhar” com um único átomo. Os químicos procuraram uma quantidade de átomos que pudesse ser pessada em balanças comuns. A escolha mais lógica foi considerar uma quantidade de átomos que fornecesse em gramas, o mesmo número já estabelecido como massa atômica. 1 átomo de cálcio 40 u = 1 mol de átomos de cálcio 40 g 1 mol de átomos = 6,02 . 1023 (constante de Avogadro)
MASSA MOLAR (M) É a massa, em gramas, de um mol da substância (ou elemento, ou íon, etc.). Ex: massa molar de NaOH (Na=23u, O=16u, H=1u) massa molar de NaOH = 23 + 16 + 1 = 40 g/mol 40 g NaOH ------- 1 mol de moléculas de NaOH 100 g NaOH ------ n n = 100/40  n = 2,5 mols de átomos de NaOH n = m/M  onde: n = quantidade de matéria em mols. 		 m = massa dada (em gramas) 		 M = massa molar (em g/mol)
LIGAÇÕES QUÍMICAS Ligações químicas são forças de natureza elétrica e ocorre para que os átomos alcancem estabilidade eletrônica. REGRA DO OCTETO Um átomo adquire estabilidade quando possui 8 elétrons na camada eletrônica mais externa, ou 2 elétrons quando possui apenas o 1º nível de energia. As ligações podem ser iônica, covalente e metálica.
LIGAÇÃO IÔNICA Ocorre quando átomos cedem e recebem elétrons em sua camada de valência. Ocorre entre um metal e um não-metal, pois os metais que possuem 1, 2 e 3 elétrons na camada de valência tem tendência e perdê-los, enquanto os metais que possuem 5, 6 e 7 elétrons possuem tendência em ganhar elétrons para completar 8 elétrons em sua camada de valência. Estrutura de Lewis
TAMANHO DO ÍON O raio atômico de um cátion é sempre menor que o raio do átomos original, enquanto o raio atômico de um ânion é sempre maior que o raio do átomos original. Com o desequilíbrio de cargas haverá diferença na atração do núcleo com a eletrosfera.
LIGAÇÃO COVALENTE Ocorre compartilhamento de pares de elétrons entre os átomos envolvidos na ligação. Esse tipo de ligação ocorre entre não metais.
Átomos que tem 7 elétrons na camada de valência são chamados de monovalentes pois fazem apenas uma ligação covalente. Átomos que tem 6 elétrons na camada de valência são chamados de bivalentes pois fazem duas ligações covalentes. Átomos que tem 5 elétrons na camada de valência são chamados de trivalentes pois fazem três ligações covalentes. Átomos que tem 4 elétrons na camada de valência são chamados de tetravalentes pois fazem quatro ligações covalentes.
Fórmula de Lewis Fórmula Molecular H2O
LIGAÇÃO COVALENTE DATIVA
EXCEÇÃO A REGRA DO OCTETO Boro (B) e berílio (Be), algumas ligações com menos de 8 elétrons.
Fósforo (P) e enxofre (S) com mais de 8 elétrons. Pode ocorrer com átomos centrais grandes (3º período).
EXERCÍCIOS Hoje no caderno para verificação: Págs. 270, 271, 141 Exercícios devem ser feitos em grupos com até 3 integrantes, para entrega por e-mail: Págs. 272, 273, 274, 276, 142, 149 e 150. As respostas dos exercícios devem ser enviadas, com o nome dos integrantes para o e-mail: marcos.junior.professor@gmail.com até o dia da avaliação (30/08).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Constituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaConstituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaGustavo de Azevedo
 
Elementos químicos
Elementos químicosElementos químicos
Elementos químicosanajaneca
 
Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesAlex Junior
 
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)Dani Martins
 
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íonsProfessora Analynne Almeida
 
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasElementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasCarlos Priante
 
Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Ednilsom Orestes
 
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódica
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódicaProf.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódica
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódicaJosé Roberto Mattos
 
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)Tiago da Silva
 
Atomística, Números Quânticos, Íons
Atomística, Números Quânticos, ÍonsAtomística, Números Quânticos, Íons
Atomística, Números Quânticos, ÍonsCarlos Priante
 
Aula 08 química geral
Aula 08 química geralAula 08 química geral
Aula 08 química geralTiago da Silva
 
ÁTomos e moléculas
ÁTomos e moléculasÁTomos e moléculas
ÁTomos e moléculasPiedade Alves
 
Estrutura atómica
Estrutura atómicaEstrutura atómica
Estrutura atómicaWaxilika
 

Mais procurados (20)

quimica geral Aula 03
quimica geral Aula 03quimica geral Aula 03
quimica geral Aula 03
 
Constituição atómica da matéria
Constituição atómica da matériaConstituição atómica da matéria
Constituição atómica da matéria
 
Elementos químicos
Elementos químicosElementos químicos
Elementos químicos
 
Teoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais molecularesTeoria dos orbitais moleculares
Teoria dos orbitais moleculares
 
Aulas 21 e 28 - Forças Intermoleculares
Aulas 21 e 28 - Forças IntermolecularesAulas 21 e 28 - Forças Intermoleculares
Aulas 21 e 28 - Forças Intermoleculares
 
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)
2021 ens médio_1ª série_slides_aula 20 (1)
 
Átomos
ÁtomosÁtomos
Átomos
 
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons
1º ano Moderna - (aula 06) átomos neutros e íons
 
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicasElementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
Elementos químicos, Tabela Periódica e Propriedades periódicas e aperiódicas
 
Átomos
ÁtomosÁtomos
Átomos
 
Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06Química Geral 2016/1 Aula 06
Química Geral 2016/1 Aula 06
 
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódica
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódicaProf.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódica
Prof.José Roberto - Estrutura atômica e tabela periódica
 
Aula2 a estrutura do átomo
Aula2 a estrutura do átomoAula2 a estrutura do átomo
Aula2 a estrutura do átomo
 
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)
Aula 10 Química Geral (Teoria dos Orbitais Moleculares)
 
Atomística, Números Quânticos, Íons
Atomística, Números Quânticos, ÍonsAtomística, Números Quânticos, Íons
Atomística, Números Quânticos, Íons
 
áTomos
áTomosáTomos
áTomos
 
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio BandeiraNatureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
Natureza atômica da matéria - Profº Márcio Bandeira
 
Aula 08 química geral
Aula 08 química geralAula 08 química geral
Aula 08 química geral
 
ÁTomos e moléculas
ÁTomos e moléculasÁTomos e moléculas
ÁTomos e moléculas
 
Estrutura atómica
Estrutura atómicaEstrutura atómica
Estrutura atómica
 

Destaque

Destaque (7)

Ligaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licasLigaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licas
 
Trocas de calor
Trocas de calorTrocas de calor
Trocas de calor
 
Eletroquímica
EletroquímicaEletroquímica
Eletroquímica
 
Ligações Covalenntes
Ligações CovalenntesLigações Covalenntes
Ligações Covalenntes
 
Ligações covalentes
Ligações covalentesLigações covalentes
Ligações covalentes
 
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
Trocas de calor, quantidade de calor, calor específico, calor latente e dilat...
 
Aula - Ligação Química
Aula - Ligação QuímicaAula - Ligação Química
Aula - Ligação Química
 

Semelhante a Aula de química ifto3

3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr
3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr
3 - Modelos Atômicos - de Dalton a BohrCharles Biral
 
Aula de Estrutura Atomica.pptx
Aula de Estrutura Atomica.pptxAula de Estrutura Atomica.pptx
Aula de Estrutura Atomica.pptxJooPaulo375007
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimicaAndre020203
 
ÁTOMO - propriedades ligações com isótopos
ÁTOMO - propriedades ligações com isótoposÁTOMO - propriedades ligações com isótopos
ÁTOMO - propriedades ligações com isótoposMateusCoelho36
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicasDamigol Gol
 
Modelos atômicos, números quânticos
Modelos atômicos, números quânticosModelos atômicos, números quânticos
Modelos atômicos, números quânticossamuelr81
 
ligacoes quimicas
ligacoes quimicasligacoes quimicas
ligacoes quimicasnanasimao
 
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo AulaVídeo Aulas Apoio
 
Modelos atomicos
Modelos atomicos Modelos atomicos
Modelos atomicos Laguat
 
1 evolucao modelos-atomicos
1   evolucao modelos-atomicos1   evolucao modelos-atomicos
1 evolucao modelos-atomicosLuis Pedro
 
atomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFatomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFNivea Neves
 
atomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFatomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFNivea Neves
 
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesss
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesssApresentação1.pptx fisica das radiaçõesss
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesssmarioaraujorosas1
 
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1Emerson Assis
 

Semelhante a Aula de química ifto3 (20)

9aosatomos
9aosatomos9aosatomos
9aosatomos
 
3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr
3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr
3 - Modelos Atômicos - de Dalton a Bohr
 
Aula de Estrutura Atomica.pptx
Aula de Estrutura Atomica.pptxAula de Estrutura Atomica.pptx
Aula de Estrutura Atomica.pptx
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Modelos Atômicos-9°ANO
Modelos Atômicos-9°ANOModelos Atômicos-9°ANO
Modelos Atômicos-9°ANO
 
Teoria atômica
Teoria atômicaTeoria atômica
Teoria atômica
 
Atomistica Adnaldo.ppt
Atomistica Adnaldo.pptAtomistica Adnaldo.ppt
Atomistica Adnaldo.ppt
 
ÁTOMO - propriedades ligações com isótopos
ÁTOMO - propriedades ligações com isótoposÁTOMO - propriedades ligações com isótopos
ÁTOMO - propriedades ligações com isótopos
 
Ligacoes quimicas
Ligacoes quimicasLigacoes quimicas
Ligacoes quimicas
 
Ligação química
Ligação químicaLigação química
Ligação química
 
Modelos atômicos, números quânticos
Modelos atômicos, números quânticosModelos atômicos, números quânticos
Modelos atômicos, números quânticos
 
ligacoes quimicas
ligacoes quimicasligacoes quimicas
ligacoes quimicas
 
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
 
Modelos atomicos
Modelos atomicos Modelos atomicos
Modelos atomicos
 
aula 6 - modelos atomicos.pptx
aula 6 - modelos atomicos.pptxaula 6 - modelos atomicos.pptx
aula 6 - modelos atomicos.pptx
 
1 evolucao modelos-atomicos
1   evolucao modelos-atomicos1   evolucao modelos-atomicos
1 evolucao modelos-atomicos
 
atomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFatomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDF
 
atomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDFatomos ciencias.PDF
atomos ciencias.PDF
 
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesss
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesssApresentação1.pptx fisica das radiaçõesss
Apresentação1.pptx fisica das radiaçõesss
 
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1
Resumo modelos-e-conceitos-fundamentais1
 

Mais de Marcos Júnior

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)Marcos Júnior
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturasMarcos Júnior
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasMarcos Júnior
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasMarcos Júnior
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Marcos Júnior
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETIMarcos Júnior
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioMarcos Júnior
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaMarcos Júnior
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaMarcos Júnior
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasMarcos Júnior
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaMarcos Júnior
 

Mais de Marcos Júnior (20)

MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
MODELO RELATÓRIO FILME - ETI 2017 (ATUALIZADO)
 
Modelo relatório
Modelo relatórioModelo relatório
Modelo relatório
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturas
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicas
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistemas genitais1
Sistemas genitais1Sistemas genitais1
Sistemas genitais1
 
PELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOSPELE - ETI OITAVOS
PELE - ETI OITAVOS
 
PLATELMINTOS
PLATELMINTOSPLATELMINTOS
PLATELMINTOS
 
Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.Resumo sistema urinário.
Resumo sistema urinário.
 
SISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETISISTEMA URINÁRIO - ETI
SISTEMA URINÁRIO - ETI
 
Apresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatórioApresentação sistema respiratório e circulatório
Apresentação sistema respiratório e circulatório
 
Modelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebolaModelo relatório vírus ebola
Modelo relatório vírus ebola
 
Correção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostáticaCorreção dos exercícios eletrostática
Correção dos exercícios eletrostática
 
Eletrostática
EletrostáticaEletrostática
Eletrostática
 
Escola nao ensina
Escola nao ensinaEscola nao ensina
Escola nao ensina
 
Calor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricasCalor e escalas termométricas
Calor e escalas termométricas
 
Exercícios – mecânica
Exercícios – mecânicaExercícios – mecânica
Exercícios – mecânica
 

Último

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 

Último (20)

Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 

Aula de química ifto3

  • 1. Reposição de Química 2º Bimestre 2011 IFTO – Campus Palmas Prof. Marcos Médio Integrado 15 a 17 de agosto
  • 2. CONCEITO DE MOL O átomo é tão pequeno que é impossível “trabalhar” com um único átomo. Os químicos procuraram uma quantidade de átomos que pudesse ser pessada em balanças comuns. A escolha mais lógica foi considerar uma quantidade de átomos que fornecesse em gramas, o mesmo número já estabelecido como massa atômica. 1 átomo de cálcio 40 u = 1 mol de átomos de cálcio 40 g 1 mol de átomos = 6,02 . 1023 (constante de Avogadro)
  • 3. MASSA MOLAR (M) É a massa, em gramas, de um mol da substância (ou elemento, ou íon, etc.). Ex: massa molar de NaOH (Na=23u, O=16u, H=1u) massa molar de NaOH = 23 + 16 + 1 = 40 g/mol 40 g NaOH ------- 1 mol de moléculas de NaOH 100 g NaOH ------ n n = 100/40  n = 2,5 mols de átomos de NaOH n = m/M  onde: n = quantidade de matéria em mols. m = massa dada (em gramas) M = massa molar (em g/mol)
  • 4. LIGAÇÕES QUÍMICAS Ligações químicas são forças de natureza elétrica e ocorre para que os átomos alcancem estabilidade eletrônica. REGRA DO OCTETO Um átomo adquire estabilidade quando possui 8 elétrons na camada eletrônica mais externa, ou 2 elétrons quando possui apenas o 1º nível de energia. As ligações podem ser iônica, covalente e metálica.
  • 5. LIGAÇÃO IÔNICA Ocorre quando átomos cedem e recebem elétrons em sua camada de valência. Ocorre entre um metal e um não-metal, pois os metais que possuem 1, 2 e 3 elétrons na camada de valência tem tendência e perdê-los, enquanto os metais que possuem 5, 6 e 7 elétrons possuem tendência em ganhar elétrons para completar 8 elétrons em sua camada de valência. Estrutura de Lewis
  • 6.
  • 7. TAMANHO DO ÍON O raio atômico de um cátion é sempre menor que o raio do átomos original, enquanto o raio atômico de um ânion é sempre maior que o raio do átomos original. Com o desequilíbrio de cargas haverá diferença na atração do núcleo com a eletrosfera.
  • 8.
  • 9. LIGAÇÃO COVALENTE Ocorre compartilhamento de pares de elétrons entre os átomos envolvidos na ligação. Esse tipo de ligação ocorre entre não metais.
  • 10. Átomos que tem 7 elétrons na camada de valência são chamados de monovalentes pois fazem apenas uma ligação covalente. Átomos que tem 6 elétrons na camada de valência são chamados de bivalentes pois fazem duas ligações covalentes. Átomos que tem 5 elétrons na camada de valência são chamados de trivalentes pois fazem três ligações covalentes. Átomos que tem 4 elétrons na camada de valência são chamados de tetravalentes pois fazem quatro ligações covalentes.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. Fórmula de Lewis Fórmula Molecular H2O
  • 16. EXCEÇÃO A REGRA DO OCTETO Boro (B) e berílio (Be), algumas ligações com menos de 8 elétrons.
  • 17. Fósforo (P) e enxofre (S) com mais de 8 elétrons. Pode ocorrer com átomos centrais grandes (3º período).
  • 18. EXERCÍCIOS Hoje no caderno para verificação: Págs. 270, 271, 141 Exercícios devem ser feitos em grupos com até 3 integrantes, para entrega por e-mail: Págs. 272, 273, 274, 276, 142, 149 e 150. As respostas dos exercícios devem ser enviadas, com o nome dos integrantes para o e-mail: marcos.junior.professor@gmail.com até o dia da avaliação (30/08).