O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Avaliação em ed. física

792 visualizações

Publicada em

trabalho so bre avaliação em educação física apresentado por meu colega DAVID COSTA. curso de educação física licenciatura, instituto federal do paraná - câmpus Palmas

Publicada em: Educação
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Avaliação em ed. física

  1. 1. Avaliação Tradicional ou Esportivista • Na década de 30 surgem no Brasil as primeiras instituições formadoras de professores de educação física • Avaliação que seguia uma tendência fundamentada em medidas • Uma avaliação quantitativa
  2. 2. • Enfatizava a medição das capacidades físicas, habilidades motoras e medidas antropométricas • Elementos usados com o objetivo de atribuir uma nota • Existia um padrão, parâmetros pré- existentes aonde já se esperava um desempenho esperado, modelo ideal • Teste de suficiência física (início do ano) e eficiência física (final do ano) • Conforme o número de repetições os alunos eram classificados em: fraco, regular, bom e excelente
  3. 3. • Avaliação servia para punir, classificar ou selecionar alunos • Os alunos não tinham o conhecimento dos objetivos destes testes • E não existia uma vinculação entre os testes e o programa que era desenvolvido com as aulas ao longo do ano • Independente de como foi o seu processo, os testes não levavam em consideração fatores externos e internos • Visava somente o produto, resultado final
  4. 4. • Na década de 70 o modelo tradicionalista passa a ser criticado • Surge uma tendência mais humanista • Preocupando-se com os aspectos internos dos alunos e formação do ser humano integral • Psicológico, afetivo, social, desenvolvimento cognitivo e crítico • Uma avaliação QUALITATIVA Avaliação Reformista - Humanista
  5. 5. Por que avaliar? • Oferece ao professor elementos para uma reflexão contínua sobre a sua prática, objetivos, conteúdos e estratégias • Para o aluno serve espelho, mostrando as suas conquistas, dificuldades e possibilidades • Detectar alunos com habilidades e capacidades acima da média, como forma de diagnóstico • Para a escola, ela permite reconhecer prioridades e localizar ações educacionais que demandam maior apoio • Participação de professores, alunos e equipe pedagógica
  6. 6. Processo avaliativo quantitativo • Utiliza-se da medida, importante instrumento de coleta de dados para avaliação • Não leva em consideração externos e internos • O que vale é o resultado final • Pode ser feita com um trabalho continuo ou pode ser aplicado em um momento distinto • Importante para selecionar atletas, detectar e diagnosticar futuros problemas de saúde • Ruim porque pode acontecer a exclusão, descrimina o aluno • Melhor de atribui uma nota também
  7. 7. Processo avaliativo qualitativo • É a variação de qualidades desenvolvidas pelos alunos a partir das atividades propostas • Avaliação do comportamento humano, da evolução das qualidades dos alunos • Emoções, afetos, psicológico, social, criticidade • Não mensuráveis, não é possível medir a alegria • Não existe parâmetros para fazer esta avaliação • Possível de realizar a auto –avaliação • Importante a interação entre aluno e professor • Feita a partir da observação
  8. 8. Qual é melhor O melhor é junção dos dois métodos
  9. 9. O que avaliar? • Avaliar as dimensões Cognitivas – Conceitual • Avaliar as dimensões de Valores – Atitudinal • Avaliar as dimensões Motoras - Procedimental
  10. 10. Avaliação na dimensão Conceitual • É avaliar a aprendizagem de conceitos: regras de jogos, modalidades esportivas, história do esporte, formas de realizar exercícios • Forma mais utilizada é a prova escrita • Porém muitas vezes o aluno decora para realizar a prova • Ideal utilizar provas escritas, trabalhos em grupo, debates, exposições e diálogos entre os alunos e entre professor
  11. 11. Avaliação na dimensão Atitudinal • Avaliar atitudes, valores, afetos e conhecimento de si mesmo • Melhor maneira é a observação • Proporcionar desafios com as atividades para observar as ações, atitudes desses alunos
  12. 12. Avaliação na dimensão Procedimental • Avaliar o desenvolvimento motor: lançar, saltar, correr • Avaliar o aluno pelo seu progresso e não por parâmetros existentes • Complexo pelo fato de avaliar o progresso de alunos com capacidades diferentes • Importante realizar uma avaliação no inicio do período das aulas ou do conteúdo
  13. 13. Nota para avaliar na educação física • É necessário dar uma nota ao aluno ? • Grande discussões entre os professores de educação física • A partir das avaliações não seria mais fácil Aprovar ou Reprovar • Melhor justificativa para a nota seria de informar sobre os caminhos percorridos no processo ensino - aprendizagem
  14. 14. VÍDEO Título do vídeo: D-19: Didática da Educação Física: Avaliação Canal youtube: univesptv
  15. 15. DARIDO, Suraya Cristina. RANGEL, Irene Conceição Andrade. Educação Física na Escola: implicações para a prática pedagógica. 2.ed. – Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2011. RODRIGUES, Cae. Avaliação na Educação Física Escolar. http://www.efdeportes.com/ Revista Digital - Buenos Aires - Año 13 - Nº 127 - Diciembre de 2008 VARGAS, Gabriel Rocha. Avaliação em Educação Física Escolar Segundo as Concepções Construtivista e Crítico-Superadora: Aproximações e Diferenças. Data de aprovação: 25 abr. 2010. Título do vídeo: D-19: Didática da Educação Física: Avaliação. Canal youtube: univesptv. Publicado em 20/03/2012.

×