O Barroco na Europa   e em Portugal              Trabalho realizado por: -Alexandra Matos              nº2        8D -Andr...
Índice•   Introdução•   O Barroco•   Arquitetura Barroca•   Escultura Barroca•   Pintura Barroca•   Barroco na Europa•   B...
Introdução• Neste trabalho vamos abordar o tema “O Barroco  na Europa e em Portugal”;• Iremos falar sobre onde e quando ap...
O Barroco• Estílo artístico que nasceu em Itália, durante o   século XVII;• Difundiu-se em quase toda a Europa, sobretudo ...
O Barroco• Em Portugal, apareceu no século XVII, atingindo o  seu age no reinado de D.João em XVIII;• Com a quantidade de ...
Arquitetura Barroca• Caraterísticas:   o Gosto pelo movimento, com curvas e     contracurvas, fachadas e onduladas;   o Il...
Escultura Barroca• Caraterísticas:   o Dramatismo;   o Exuberância das formas e expressões;   o Sensação do movimento• Art...
Pintura Barroca• Caraterísticas:   o   Utilização de cores fortes e variadas;   o   Contrastes de luz e sombra;   o   Sens...
Barroco na Europa                            Fig.7 - Stanza della Primavera, de Frascati, em RomaFig.6 – David, de Bernini
Barroco na EuropaFig.8 - Kath. Pfarr, Benediktinerabtei und   Fig.9 - Jupiter a Semelé, deWallfahrtskirche Mariae         ...
Barroco na EuropaFig.10 - Reliquary of St. Stephen the   Fig.11 - St. Mary Magdalene, de AntonKing, autor desconhecido    ...
Barroco em PortugalFig.12 – Igreja dos Paulitas, em Lisboa   Fig.13 - Vista do Mosteiro e Praia de                        ...
Barroco em PortugalFig.14 - Menino Jesus Bom    Fig.15 - Santo Onofre, de JoséPastor, autor desconhecido   Almeida
Barroco em PortugalFig.16 - Pregação de S. Francisco Xavier em   Fig.17 - Igreja de S. Lourenço deGoa, de André Reinoso   ...
Conclusão• Com este trabalho, assimilamos de uma forma mais  concreta o conceito do barroco, e ainda vimos  alguns exemplo...
Bibliografia / Webgrafia• http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab  _estudantes/historia/historia_trab/barroco.htm...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O barroco na europa e em portugal

4.543 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
60
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O barroco na europa e em portugal

  1. 1. O Barroco na Europa e em Portugal Trabalho realizado por: -Alexandra Matos nº2 8D -André Gomes nº5 8D -Jéssica Pinto nº10 8D -Marco Santos nº15 8D -Ricardo Névoa nº19 8D Disciplina: História Ano Letivo: 2011/2012 Professora: Maria Armanda
  2. 2. Índice• Introdução• O Barroco• Arquitetura Barroca• Escultura Barroca• Pintura Barroca• Barroco na Europa• Barroco em Portugal• Conclusão• Bibliografia / Webgrafia
  3. 3. Introdução• Neste trabalho vamos abordar o tema “O Barroco na Europa e em Portugal”;• Iremos falar sobre onde e quando apareceu este novo estilo, falar sobre as suas caraterísticas e mostrar alguns exemplos, onde identificamos essas;• Esperamos alcançar as expectativas.
  4. 4. O Barroco• Estílo artístico que nasceu em Itália, durante o século XVII;• Difundiu-se em quase toda a Europa, sobretudo no Sul eCentro (zonas católicas);• Além da escultura, da pintura eda arquitetura, o barrocodifundiu-se também no teatro,na música e na ópera. Fig. 1– Torre dos Clérigo, no Porto
  5. 5. O Barroco• Em Portugal, apareceu no século XVII, atingindo o seu age no reinado de D.João em XVIII;• Com a quantidade de ouro que chegava do Brasil, trouxe experientes artistas estrangeiros, com o objetivo de implementar o Barroco com melhor qualidade. Fig.2 – Remessas do ouro brasileiro chegado a Portugal
  6. 6. Arquitetura Barroca• Caraterísticas: o Gosto pelo movimento, com curvas e contracurvas, fachadas e onduladas; o Ilusão óptica, utilizando perspetiva e eclipce; o Decoração sumptuosa, ou seja, horror ao vazio: talha dourada, azulejos, mármores, etc…• Artistas: o François Mensart; o Claude Perrault; o Francesco Borromini Fig.3 - San Carlo alle Quattro Fontane,
  7. 7. Escultura Barroca• Caraterísticas: o Dramatismo; o Exuberância das formas e expressões; o Sensação do movimento• Artistas: o Bernini; o António Ferreira; o Aleijadinho. Fig.4 - The Four Continents, autor desconhecido
  8. 8. Pintura Barroca• Caraterísticas: o Utilização de cores fortes e variadas; o Contrastes de luz e sombra; o Sensação de movimento; o Dramatismo das figuras e das cenas.• Artistas: o Rubens; o Reambrand; o Diego Velásquez. Fig. 5- O triunfo da Divina Providência de Pietro de Cortona
  9. 9. Barroco na Europa Fig.7 - Stanza della Primavera, de Frascati, em RomaFig.6 – David, de Bernini
  10. 10. Barroco na EuropaFig.8 - Kath. Pfarr, Benediktinerabtei und Fig.9 - Jupiter a Semelé, deWallfahrtskirche Mariae Paolo PaganiHimmelfahrt, em Roma
  11. 11. Barroco na EuropaFig.10 - Reliquary of St. Stephen the Fig.11 - St. Mary Magdalene, de AntonKing, autor desconhecido Sebej
  12. 12. Barroco em PortugalFig.12 – Igreja dos Paulitas, em Lisboa Fig.13 - Vista do Mosteiro e Praia de Belém, de Filipe Lobo
  13. 13. Barroco em PortugalFig.14 - Menino Jesus Bom Fig.15 - Santo Onofre, de JoséPastor, autor desconhecido Almeida
  14. 14. Barroco em PortugalFig.16 - Pregação de S. Francisco Xavier em Fig.17 - Igreja de S. Lourenço deGoa, de André Reinoso Almancil, Faro
  15. 15. Conclusão• Com este trabalho, assimilamos de uma forma mais concreta o conceito do barroco, e ainda vimos alguns exemplos , onde encontramos as suas caraterísticas;• Não houve grandes dificuldades na realização do trabalho, devido ao guião de pesquisa e da colaboração de ambos os membros;• Esperamos ter alcançado os objetivos.
  16. 16. Bibliografia / Webgrafia• http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab _estudantes/historia/historia_trab/barroco.htm Acedido a 16 de Março de 2012;• http://www.discoverbaroqueart.org/ Acedido a 16 de Março de 2012;• http://pt.wikipedia.org/wiki/Barroco Acedido a 16 de Março de 2012;• Enciclopédia: “A História da Antiguidade ao Século XX” – págs 84 à 89.

×