Qualificação MACC- Entities

419 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
419
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
86
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Qualificação MACC- Entities

  1. 1. Marcius Gomes BrandãoOrientadora: Prof. Dra. Mariela Inés CortésCo-orientação : Prof. Msc. Ênyo J. T. Gonçalves
  2. 2. Introdução Por que Projetos de Software Falham?605040 Com Problemas30 Sucesso20 Abortados10 0 1994 1996 1998 2000 2002 2004 2006 2008 CHAOS Report 2009
  3. 3. Introdução Mudanças são inevitáveis Porque Projetos de Softwares são Mudanças são consideradas Software não é construído, e sim diferentes! fáceis desenhado Trabalho Desenvolvimento repetitivo é de Software é automatizado pesquisa Melhores práticas Experiência em Requisitos são não estão tecnologia é incompletos maduras incompleta Software é Software é Tecnologia muda Tecnologia é Complexo Abstrato rapidamente vasta Stepanek,2005
  4. 4. Introdução Maior complexidade esta na modelagem do domínio Construir aplicações corporativas é complexo 70% do código é de infraestrutura
  5. 5. Objetivos Motivação e Metodologia Framework com infraestrutura p/ o desenvolvimento focado no domínio.• OO•-prazo e -custo •Pesquisa exploratória•-LoC •Aplicação em projetos reais•Rápido ciclo de desenvolvimento •Estudos de caso•-Custo de manutenção •Elaboração de artigos científicos•+Qualidade
  6. 6. Domain-Driven Design (DDD)“código que resolve problema de Model-Driven Design domínio não se mistura com código e que resolve problema de domain patterns software” NILSSON(2006).
  7. 7. Naked Objects Pattern (NOP) “Porque implementar n camadas se você precisa implementar apenas uma!” (www.nakedobject.com)‫‏‬ Pra que desenvolver Modele seu negócio e o NOP crias as outras n camadas? camadas pra você
  8. 8. Princípios NOPCompletude comportamental Único ponto de definição : Domain Model GUI 100% geradas automaticamenteImplementação genérica de serviços
  9. 9. Arquitetura NOP x 4-camadas Arquitetura padrão em 4-camadas Arquitetura com Naked Objects O problema : quando os requisitos Alterações no domínio se propagammudam, geralmente temos que propagar automaticamente para a interface do essas alterações manualmente para as usuário e as camadas de persistência outras três camadas (LÄUFER,2008). (PAWSON,2008).
  10. 10. Frameworks que implementam NOP SanssouciNaked Object–MVC Java, desktop,documentação?,ativo?.NET,web, proprietário freshmeat.net/projects/sanssouciwww.nakedobjects.org Trails Java, web, documentação?,ativo?JMatter www.trailsframework.orgJava, desktop, proprietário TrueViewwww.jmatter.org .NET, proprietário,doc?,ativo? www.evolving-software.co.ukApachi ISIS Domain Object ExplorerJava, Open Source,em construção Java, free, desktop, ativo?incubator.apache.org/isis java.net/projects/doe/pages/Home
  11. 11. Criticismo aos frameworksA usabilidade e a aplicabilidade das OOUI principalmente para web.
  12. 12. Criticismo aos frameworksAdequados para aplicações “soberanas” não para “transientes”(Raja,2010)
  13. 13. Criticismo aos frameworksInterfaces 1:1 “não-personalizáveis” (Pawson,2010) vs
  14. 14. Criticismo aos frameworks Customização de UI •Pouca ou nenhuma possibilidade de customização das UI •Codificação em Swing, CSS, XML, HTML •Ferramentas de terceiros A maioria fere o princípio NOP a criação da interface de usuário deve ser inteiramente automatizada a partir dos objetos de domínio
  15. 15. Arquitetura e estrutura
  16. 16. NOVLLinguagem de descrição de layoutque especifica a forma da interface enão a implementaçãoBaseada no Layout GridUtiliza texto simplesIndependente de tecnologiaRápido aprendizado
  17. 17. Definição EBNF da NOVL
  18. 18. NOVL : Diagrama de sintaxes
  19. 19. O caso de uso Produto
  20. 20. Usando NOVL
  21. 21. Artigos produzidos“Naked Objects View Language” “Entities – Um framework baseado emInfoBrasil 2012 Naked Objects para o Desenvolvimento de aplicações Web Transiente” SBES 2012 “Entities – A framework Based on Naked Objects for the Development of Transient Web applications” “NOVL – A language of Layout for Naked Objects” OOPSLA 2012
  22. 22. Cronograma Atividades x Meses Maio Junho Julho Agosto Setembro Estudo aprofundado dos trabalhos relacionados Desenvolvimento do estudo de caso Desenvolvimento do framework Escrita da dissertação Defesa da dissertação
  23. 23. Principais Referências BibliográficasEvans, Eric. Domain Domain Driven DesignDriven Design. using Naked ObjectsAddison – Wesley, Dan Haywood,2004. Pragmatic Bookshelf 2009 Naked ObjectsRichard Pawson and About Face Robert Matthews, Alan Cooper, Wiley 2002 Wiley Publishing 2007
  24. 24. Perguntas? “A simplicidade é o último grau de sofisticação” Leonardo da Vinci.

×