SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
"Pela fé, entendemos que os mundos,
pela palavra de Deus, foram criados; de
maneira que aquilo que se vê não foi feito
do que é aparente.“
(Hb 11.3)
A primeira grande verdade da Bíblia é
que Deus criou os Céus, a Terra e o ser
humano.
Salmos 104.1-14
1 - Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR,
Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de
glória e de majestade.
2 - Ele cobre-se de luz como de uma veste, estende
os céus como uma cortina.
3 - Põe nas águas os vigamentos das suas câmaras,
faz das nuvens o seu carro e anda sobre as asas do
vento.
4 - Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus
ministros, um fogo abrasador.
5 - Lançou os fundamentos da terra, para que não
vacile em tempo algum.
6 - Tu a cobriste com o abismo, como com uma veste;
as águas estavam sobre os montes;
7 - à tua repreensão, fugiram; à voz do teu trovão, se
apressaram.
8 - Subiram aos montes, desceram aos vales, até ao
lugar que para elas fundaste.
9 - Limite lhes traçaste, que não ultrapassarão, para
que não tornem mais a cobrir a terra.
10 - Tu, que nos vales fazes rebentar nascentes que
correm entre os montes.
11 - Dão de beber a todos os animais do campo; os
jumentos monteses matam com elas a sua sede.
12 - Junto delas habitam as aves do céu, cantando
entre os ramos.
14 - Ele faz crescer a erva para os animais e a
verdura, para o serviço do homem, para que tire da
terra o alimento
O livro de Gênesis não é uma alegoria, por isso, é
imprescindível que consideremos a narrativa da
criação um fato histórico; algo que aconteceu
exatamente como está escrito.
Tendo em vista este parâmetro, estudemos, agora, a
Doutrina da Criação. Comecemos por definir o
Criacionismo Bíblico.
1. Definição. O Criacionismo Bíblico é a doutrina
segundo a qual Deus criou, a partir de sua palavra,
tudo quanto existe: os Céus, a Terra, os reinos vegetal
e animal, e finalmente o ser humano (Hb 11.3).
2. Fundamentos. O Criacionismo fundamenta-se na
Bíblia Sagrada, na manifestação silenciosa da
natureza e nas observações e estudos que dela
fazemos (Rm 1.20; Sl 119.1-6).
3. Objetivos. Três são os objetivos do Criacionismo:
1) Mostrar que Deus é o Criador de todas as coisas;
2) Demonstrar que, por criar tudo quanto existe, tudo
lhe pertence; e
3) Levar-nos a adorá-lo como nosso Criador e Senhor.
Entre os versículos um e três do primeiro capítulo de
Gênesis há um intervalo indefinido, no qual Deus
criou o tempo, o espaço, os Céus e os anjos e,
finalmente, a Terra ainda informe
1. O tempo. Embora a Bíblia não o
diga, podemos afirmar que a
primeira coisa que Deus criou foi o
tempo. Isto porque a obra divina,
embora concebida na eternidade,
somente poderia ser consumada no
âmbito temporal. Só o Criador é
eterno. A criação acha-se sujeita ao
tempo, requerendo as intervenções
e cuidados divinos (Sl 104.5).
2. O espaço. O que é o espaço? Podemos defini-lo
como o tecido cósmico que Deus criou para colocar
os corpos celestes. Portanto, o espaço também é
criação divina.
3. Os Céus e os anjos. Os Céus, a morada de Deus,
também foram criados num contexto espaço-
temporal, por uma razão bastante simples: embora
não pertençam à nossa dimensão, são um lugar bem
real. É para lá que as almas dos justos são
encaminhadas.
Após a criação dos Céus, Deus chamou à existência os
seus anjos através do sopro de sua boca (Sl 33.6). E
assim, o Senhor neles infundiu, também, a sua
imagem e semelhança.
4. A Terra ainda informe. Deus formou a Terra antes
dos seis dias da criação. A princípio, informe e vazia,
seria modelada pelo Espírito de Deus até que viesse a
adquirir a forma atual (Gn 1.2).
1. O Espírito Santo na criação. O Espírito Santo
pairou sobre as águas (Gn 1.2). Ele esteve presente e
desempenhou um papel ativo na obra da criação. O
que vemos pelo relato bíblico é que a cada dia, Deus
fez uma tarefa diferente, mas ordenada, para que a
vida fosse possível em nosso planeta.
2. Tarefas ordenadas. Em sua obra a cada dia, Deus
agiu de forma bem específica, organizando o cenário
em que seria colocada a vida em nosso planeta.
Primeiro Ele preparou o mundo para receber os seres
vivos, depois os criou. Ele primeiro criou o ambiente
em que viveríamos, para depois nos criar.
1. E houve luz. A criação da luz, no primeiro dia do
Universo, é carregada de significados (Gn 1.3).
Embora o Criador dela não precisasse, a criação a
reclamava (Sl 139.12). Sem luz, a vida seria
impossível.
2. A luz inicial. A luz de Gênesis 1.3 não era
proveniente do Sol, pois este só viria a ser criado no
quarto dia. Ela provinha do próprio Deus. Luz
semelhante, porém, mais gloriosa, haverá na
Jerusalém Celeste (Ap 22.5).
1. Separando as águas. Deus não criou a Terra para
ser um caos, mas para servir-nos de habitação (Is
45.18). Por isso, no terceiro dia da Criação, separou
as águas que se achavam abaixo e acima do
firmamento (Gn 1.6-10).
2. A criação da
atmosfera. Foi
ainda no terceiro
dia que Deus
criou o
firmamento; e,
com este, a
atmosfera
terrestre, para
que a vida se
tornasse possível.
1. O reino
vegetal. Para que os
animais, que só seriam
criados no quinto e no
sexto dias, pudessem
se alimentar, o Senhor,
já no terceiro dia da
criação, fez brotar as
relvas, as ervas e as
árvores (Gn 1.11-13).
Em sua obra, Deus mostrou-se em tudo perfeito e
metódico. Seu cronograma foi rigorosamente
cumprido (Sl 86.8)
2. As possibilidades do
reino vegetal. Deus
ordenou que o reino
vegetal produzisse
ervas, plantas e
árvores frutíferas, para
que pudessem se
multiplicar segundo a
sua espécie
(Gn 1.11,12).
1. A criação do Sol, da Lua e
das estrelas. No quarto dia,
Deus criou o Sol, a Lua e as
estrelas (Gn 1.14-19). Dessa
forma, o tempo será dividido
não apenas em dia e noite,
como acontecia até ao
terceiro dia, mas também
em semanas, meses,
estações e anos (Gn 1.14).
2. A perfeição do sistema solar. Deus criou o sistema
solar para funcionar perfeitamente, conforme
declarou o profeta Jeremias: "Assim diz o Senhor, que
dá o sol para a luz do dia e as leis fixas à lua e às
estrelas para a luz da noite, que agita o mar e faz
bramir as suas ondas; Senhor dos Exércitos é o seu
nome.
Se falharem estas leis fixas diante de mim, diz o
Senhor, deixará também a descendência de Israel de
ser uma nação diante de mim para sempre" (Jr
31.35,36 - ARA). Não há máquina tão perfeita quanto
o sistema solar (Is 40.26).
Somente depois de o ambiente natural estar
devidamente aparelhado é que Deus criou, no quinto
e sexto dias, os animais aquáticos, alados e
terrestres. O Criador agiu de forma sábia em seus
intentos.
1. Quinto dia. No quinto dia, Deus criou os grandes
animais marinhos e os peixes; em seguida, as aves
(Gn 1.20,21). Ato contínuo, ordenou-lhes: "Frutificai,
e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as
aves se multipliquem na terra" (Gn 1.22).
2. Sexto dia. No sexto dia, Deus criou os animais
selvagens e os domésticos (Gn 1.24,25). No que tange
aos animais, há uma espantosa variedade de espécies
entre eles e, ao mesmo tempo, uma cadeia
maravilhosa que os identifica (Sl 104.24).
Observemos, por
exemplo, a família
dos felinos. Vai
desde o gatinho até
ao leão, rei dos
animais. No sexto
dia, Deus criou
também o homem,
e assim deu início à
humanidade
Deus não se limitou a criar os Céus, a Terra, os
animais e o ser humano. Fazendo-se presente em sua
obra, mas sem confundir-se com esta, Ele se mostra
presente e soberano em todas as coisas. Não estamos
sozinhos neste mundo. O Pai Celeste zela por nós.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPMoisés Sampaio
 
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristãoMárcio Pereira
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,Felicio Araujo
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaÉder Tomé
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoUEPB
 
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBDPLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBDEdnaldo Santos de Jesus
 
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01Anderson Favaro
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioSergio Silva
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusDamaris Vieira
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalFelipe Mamud
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxRubens Sohn
 
Estudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A CriaçãoEstudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A CriaçãoJoão Carlos
 
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.GlauciaSlides
 
Aula 1 - Apologética e suas Metodologias
Aula 1 - Apologética e suas MetodologiasAula 1 - Apologética e suas Metodologias
Aula 1 - Apologética e suas MetodologiasGustavo Zimmermann
 

Mais procurados (20)

Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Curso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEPCurso de teologia IBADEP
Curso de teologia IBADEP
 
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão
2 Coríntios capítulo 12 - As glórias no sofrimento cristão
 
Doutrina de deus
Doutrina de deusDoutrina de deus
Doutrina de deus
 
Teontologia - AULA 03
Teontologia - AULA 03Teontologia - AULA 03
Teontologia - AULA 03
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBDPLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD
PLANO DE AULA PARA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - EBD
 
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
 
Lição 14 - O Milenio
Lição 14 - O MilenioLição 14 - O Milenio
Lição 14 - O Milenio
 
Educação cristã
Educação cristãEducação cristã
Educação cristã
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deus
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
 
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptxIBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
IBADEP - BIBLIOLOGIA AULA 3.pptx
 
Estudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A CriaçãoEstudo Bíblico 2 - A Criação
Estudo Bíblico 2 - A Criação
 
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.
(13) apresentação aula 13 a imagem e semelhança de deus.
 
Aula 1 - Apologética e suas Metodologias
Aula 1 - Apologética e suas MetodologiasAula 1 - Apologética e suas Metodologias
Aula 1 - Apologética e suas Metodologias
 

Destaque

Criação bíblica
Criação bíblicaCriação bíblica
Criação bíblicaMobres
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terraAndrew Guimarães
 
Criação do mundo
Criação do mundoCriação do mundo
Criação do mundoslidepico
 
Bilbia infantil a criação
Bilbia infantil   a criaçãoBilbia infantil   a criação
Bilbia infantil a criaçãoSilvana Campos
 
Lição 01 Doutrina da Criação
Lição 01   Doutrina da CriaçãoLição 01   Doutrina da Criação
Lição 01 Doutrina da CriaçãoCoop. Fabio Silva
 
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015Pr. Andre Luiz
 
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoCeiClarencio
 
Catecismo de São Pio X
Catecismo de São Pio XCatecismo de São Pio X
Catecismo de São Pio Xqgdaimaculada
 
Melquiseque Abençoa Abraão
Melquiseque Abençoa AbraãoMelquiseque Abençoa Abraão
Melquiseque Abençoa AbraãoMárcio Martins
 
04 A queda da raça humana.
04  A queda da raça humana.04  A queda da raça humana.
04 A queda da raça humana.Márcio Martins
 
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos DificeisA Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos DificeisMárcio Martins
 
O manifestar do Espírito Santo
O manifestar do Espírito SantoO manifestar do Espírito Santo
O manifestar do Espírito SantoLeandro Sales
 
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deusGlauciaSlides
 
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulher
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulherLição 02 - E Deus os criou homem e mulher
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulherRegio Davis
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 

Destaque (20)

Criação bíblica
Criação bíblicaCriação bíblica
Criação bíblica
 
Apresentação criação do mundo
Apresentação criação do mundoApresentação criação do mundo
Apresentação criação do mundo
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terra
 
Criação do mundo
Criação do mundoCriação do mundo
Criação do mundo
 
Bilbia infantil a criação
Bilbia infantil   a criaçãoBilbia infantil   a criação
Bilbia infantil a criação
 
Lição 01 Doutrina da Criação
Lição 01   Doutrina da CriaçãoLição 01   Doutrina da Criação
Lição 01 Doutrina da Criação
 
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINALIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
LIÇÃO 12 - QUEM AMA CUMPRE PLENAMENTE A LEI DIVINA
 
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
A Criação dos Céus e da Terra - Lição 02 - 4°Trimestre 2015
 
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - CriaçãoPrimeiro Módulo - Aula 4 - Criação
Primeiro Módulo - Aula 4 - Criação
 
10 A CriaçãO
10 A CriaçãO10 A CriaçãO
10 A CriaçãO
 
Lição 8 ebd 2014
Lição 8 ebd   2014Lição 8 ebd   2014
Lição 8 ebd 2014
 
Catecismo de São Pio X
Catecismo de São Pio XCatecismo de São Pio X
Catecismo de São Pio X
 
Melquiseque Abençoa Abraão
Melquiseque Abençoa AbraãoMelquiseque Abençoa Abraão
Melquiseque Abençoa Abraão
 
04 A queda da raça humana.
04  A queda da raça humana.04  A queda da raça humana.
04 A queda da raça humana.
 
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos DificeisA Provisão de Deus em Tempos Dificeis
A Provisão de Deus em Tempos Dificeis
 
O manifestar do Espírito Santo
O manifestar do Espírito SantoO manifestar do Espírito Santo
O manifestar do Espírito Santo
 
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus
(07) apresentação aula 7 a atividade do espírito de deus
 
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulher
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulherLição 02 - E Deus os criou homem e mulher
Lição 02 - E Deus os criou homem e mulher
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 2 A criação dos céus e da te...
 
05 caim era do maligno
05  caim era do maligno05  caim era do maligno
05 caim era do maligno
 

Semelhante a A Criação segundo a Bíblia

ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIAESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIAJosEdmlsonSLourenoJu
 
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos Gerson G. Ramos
 
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos Gerson G. Ramos
 
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.Gerson G. Ramos
 
Ebd adbvv-genesis-licao 2
Ebd adbvv-genesis-licao 2Ebd adbvv-genesis-licao 2
Ebd adbvv-genesis-licao 2Figueiredo Marc
 
009-Jornal Cesesul 25-05-14
009-Jornal Cesesul 25-05-14009-Jornal Cesesul 25-05-14
009-Jornal Cesesul 25-05-14CESESUL
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adaoPIB Penha
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABAT
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABATESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABAT
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABATJosEdmlsonSLourenoJu
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.Gerson G. Ramos
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Éder Tomé
 
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária I
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária ICurso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária I
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária IFrancelia Carvalho Oliveira
 
A bíblia sempre atualizada
A bíblia sempre atualizadaA bíblia sempre atualizada
A bíblia sempre atualizadaivanenko7
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos  Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos Gerson G. Ramos
 
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divina
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divinalicao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divina
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação DivinaEv.Antonio Vieira
 

Semelhante a A Criação segundo a Bíblia (20)

A criação dos céus, e da terr
A criação dos céus, e da terrA criação dos céus, e da terr
A criação dos céus, e da terr
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIAESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SÉTIMO DIA
 
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
A criação concluída_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
Criação, um tema bíblico_Liç_412013_original_com_textos
 
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
A formação do mundo_Resumo_Liç_212013_Esc_Sab.
 
Ebd adbvv-genesis-licao 2
Ebd adbvv-genesis-licao 2Ebd adbvv-genesis-licao 2
Ebd adbvv-genesis-licao 2
 
009-Jornal Cesesul 25-05-14
009-Jornal Cesesul 25-05-14009-Jornal Cesesul 25-05-14
009-Jornal Cesesul 25-05-14
 
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
2   panorama do at - genesis criacao ate adao2   panorama do at - genesis criacao ate adao
2 panorama do at - genesis criacao ate adao
 
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABAT
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABATESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABAT
ESTUDO BÍBLICO (EB - 3) GÊNESIS 2.2-4 | O SHABAT
 
Doutrina da Criação
Doutrina da CriaçãoDoutrina da Criação
Doutrina da Criação
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.
Jesus, Criador do céu e da Terra_Resumo_Liç_112013_Esc_Sab.
 
O criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
O criacionismo - UM RELATO BÍBLICOO criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
O criacionismo - UM RELATO BÍBLICO
 
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
Lição 3 - O Deus Criador (Windscreen)
 
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária I
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária ICurso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária I
Curso básico em Teologia - Historia Bíblica Veterotestamentária I
 
A bíblia sempre atualizada
A bíblia sempre atualizadaA bíblia sempre atualizada
A bíblia sempre atualizada
 
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos  Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Jesus, Criador do céu e da Terra_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 
Gênesis
GênesisGênesis
Gênesis
 
A criação
A criaçãoA criação
A criação
 
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divina
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divinalicao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divina
licao 1 - Gênesis o Livro da Criação Divina
 
O Deus criador.pptx
O Deus criador.pptxO Deus criador.pptx
O Deus criador.pptx
 

Mais de Márcio Martins

Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Márcio Martins
 
Salvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioSalvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioMárcio Martins
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.Márcio Martins
 
A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.Márcio Martins
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.Márcio Martins
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Márcio Martins
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.Márcio Martins
 
A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.Márcio Martins
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.Márcio Martins
 
Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.Márcio Martins
 
A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.Márcio Martins
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.Márcio Martins
 
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.Márcio Martins
 
A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.Márcio Martins
 
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus. A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.Márcio Martins
 
A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.Márcio Martins
 
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.Márcio Martins
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.Márcio Martins
 

Mais de Márcio Martins (20)

Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.Arrependimento e Fé para a Salvação.
Arrependimento e Fé para a Salvação.
 
Salvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre ArbítrioSalvação e Livre Arbítrio
Salvação e Livre Arbítrio
 
A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.A Salvação pela Graça.
A Salvação pela Graça.
 
A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.A Abrangência Universal da Salvação.
A Abrangência Universal da Salvação.
 
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
A Obra Salvífica de Jesus Cristo.
 
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
Salvação – O Amor e a Misericórdia de Deus.
 
A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.A Salvação e o Advento do Salvador.
A Salvação e o Advento do Salvador.
 
A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.A Salvação na Páscoa Judaica.
A Salvação na Páscoa Judaica.
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
 
Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.Sobre a Família e a sua Natureza.
Sobre a Família e a sua Natureza.
 
O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.O Mundo Vindouro.
O Mundo Vindouro.
 
A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.A Segunda Vinda de Cristo.
A Segunda Vinda de Cristo.
 
As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.As Manifestações do Espírito Santo.
As Manifestações do Espírito Santo.
 
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
A Necessidade de Termos uma Vida Santa.
 
A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.A igreja de Cristo.
A igreja de Cristo.
 
A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.A Necessidade do Novo Nascimento.
A Necessidade do Novo Nascimento.
 
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus. A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
A Pecaminosidade Humana e a sua Restauração a Deus.
 
A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.A identidade do Espírito Santo.
A identidade do Espírito Santo.
 
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O Senhor e Salvador Jesus Cristo.
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
 

Último

GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptxhenrygabrielsilvarib
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JAhenrygabrielsilvarib
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 

Último (10)

GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 

A Criação segundo a Bíblia

  • 1.
  • 2. "Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.“ (Hb 11.3)
  • 3. A primeira grande verdade da Bíblia é que Deus criou os Céus, a Terra e o ser humano.
  • 4. Salmos 104.1-14 1 - Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR, Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade. 2 - Ele cobre-se de luz como de uma veste, estende os céus como uma cortina. 3 - Põe nas águas os vigamentos das suas câmaras, faz das nuvens o seu carro e anda sobre as asas do vento. 4 - Faz dos ventos seus mensageiros, dos seus ministros, um fogo abrasador.
  • 5. 5 - Lançou os fundamentos da terra, para que não vacile em tempo algum. 6 - Tu a cobriste com o abismo, como com uma veste; as águas estavam sobre os montes; 7 - à tua repreensão, fugiram; à voz do teu trovão, se apressaram. 8 - Subiram aos montes, desceram aos vales, até ao lugar que para elas fundaste. 9 - Limite lhes traçaste, que não ultrapassarão, para que não tornem mais a cobrir a terra.
  • 6. 10 - Tu, que nos vales fazes rebentar nascentes que correm entre os montes. 11 - Dão de beber a todos os animais do campo; os jumentos monteses matam com elas a sua sede. 12 - Junto delas habitam as aves do céu, cantando entre os ramos. 14 - Ele faz crescer a erva para os animais e a verdura, para o serviço do homem, para que tire da terra o alimento
  • 7. O livro de Gênesis não é uma alegoria, por isso, é imprescindível que consideremos a narrativa da criação um fato histórico; algo que aconteceu exatamente como está escrito. Tendo em vista este parâmetro, estudemos, agora, a Doutrina da Criação. Comecemos por definir o Criacionismo Bíblico.
  • 8. 1. Definição. O Criacionismo Bíblico é a doutrina segundo a qual Deus criou, a partir de sua palavra, tudo quanto existe: os Céus, a Terra, os reinos vegetal e animal, e finalmente o ser humano (Hb 11.3).
  • 9. 2. Fundamentos. O Criacionismo fundamenta-se na Bíblia Sagrada, na manifestação silenciosa da natureza e nas observações e estudos que dela fazemos (Rm 1.20; Sl 119.1-6).
  • 10. 3. Objetivos. Três são os objetivos do Criacionismo: 1) Mostrar que Deus é o Criador de todas as coisas; 2) Demonstrar que, por criar tudo quanto existe, tudo lhe pertence; e 3) Levar-nos a adorá-lo como nosso Criador e Senhor.
  • 11. Entre os versículos um e três do primeiro capítulo de Gênesis há um intervalo indefinido, no qual Deus criou o tempo, o espaço, os Céus e os anjos e, finalmente, a Terra ainda informe
  • 12. 1. O tempo. Embora a Bíblia não o diga, podemos afirmar que a primeira coisa que Deus criou foi o tempo. Isto porque a obra divina, embora concebida na eternidade, somente poderia ser consumada no âmbito temporal. Só o Criador é eterno. A criação acha-se sujeita ao tempo, requerendo as intervenções e cuidados divinos (Sl 104.5).
  • 13. 2. O espaço. O que é o espaço? Podemos defini-lo como o tecido cósmico que Deus criou para colocar os corpos celestes. Portanto, o espaço também é criação divina.
  • 14. 3. Os Céus e os anjos. Os Céus, a morada de Deus, também foram criados num contexto espaço- temporal, por uma razão bastante simples: embora não pertençam à nossa dimensão, são um lugar bem real. É para lá que as almas dos justos são encaminhadas.
  • 15. Após a criação dos Céus, Deus chamou à existência os seus anjos através do sopro de sua boca (Sl 33.6). E assim, o Senhor neles infundiu, também, a sua imagem e semelhança.
  • 16. 4. A Terra ainda informe. Deus formou a Terra antes dos seis dias da criação. A princípio, informe e vazia, seria modelada pelo Espírito de Deus até que viesse a adquirir a forma atual (Gn 1.2).
  • 17. 1. O Espírito Santo na criação. O Espírito Santo pairou sobre as águas (Gn 1.2). Ele esteve presente e desempenhou um papel ativo na obra da criação. O que vemos pelo relato bíblico é que a cada dia, Deus fez uma tarefa diferente, mas ordenada, para que a vida fosse possível em nosso planeta.
  • 18. 2. Tarefas ordenadas. Em sua obra a cada dia, Deus agiu de forma bem específica, organizando o cenário em que seria colocada a vida em nosso planeta. Primeiro Ele preparou o mundo para receber os seres vivos, depois os criou. Ele primeiro criou o ambiente em que viveríamos, para depois nos criar.
  • 19. 1. E houve luz. A criação da luz, no primeiro dia do Universo, é carregada de significados (Gn 1.3). Embora o Criador dela não precisasse, a criação a reclamava (Sl 139.12). Sem luz, a vida seria impossível.
  • 20. 2. A luz inicial. A luz de Gênesis 1.3 não era proveniente do Sol, pois este só viria a ser criado no quarto dia. Ela provinha do próprio Deus. Luz semelhante, porém, mais gloriosa, haverá na Jerusalém Celeste (Ap 22.5).
  • 21. 1. Separando as águas. Deus não criou a Terra para ser um caos, mas para servir-nos de habitação (Is 45.18). Por isso, no terceiro dia da Criação, separou as águas que se achavam abaixo e acima do firmamento (Gn 1.6-10).
  • 22. 2. A criação da atmosfera. Foi ainda no terceiro dia que Deus criou o firmamento; e, com este, a atmosfera terrestre, para que a vida se tornasse possível.
  • 23. 1. O reino vegetal. Para que os animais, que só seriam criados no quinto e no sexto dias, pudessem se alimentar, o Senhor, já no terceiro dia da criação, fez brotar as relvas, as ervas e as árvores (Gn 1.11-13).
  • 24. Em sua obra, Deus mostrou-se em tudo perfeito e metódico. Seu cronograma foi rigorosamente cumprido (Sl 86.8)
  • 25. 2. As possibilidades do reino vegetal. Deus ordenou que o reino vegetal produzisse ervas, plantas e árvores frutíferas, para que pudessem se multiplicar segundo a sua espécie (Gn 1.11,12).
  • 26. 1. A criação do Sol, da Lua e das estrelas. No quarto dia, Deus criou o Sol, a Lua e as estrelas (Gn 1.14-19). Dessa forma, o tempo será dividido não apenas em dia e noite, como acontecia até ao terceiro dia, mas também em semanas, meses, estações e anos (Gn 1.14).
  • 27. 2. A perfeição do sistema solar. Deus criou o sistema solar para funcionar perfeitamente, conforme declarou o profeta Jeremias: "Assim diz o Senhor, que dá o sol para a luz do dia e as leis fixas à lua e às estrelas para a luz da noite, que agita o mar e faz bramir as suas ondas; Senhor dos Exércitos é o seu nome.
  • 28. Se falharem estas leis fixas diante de mim, diz o Senhor, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre" (Jr 31.35,36 - ARA). Não há máquina tão perfeita quanto o sistema solar (Is 40.26).
  • 29. Somente depois de o ambiente natural estar devidamente aparelhado é que Deus criou, no quinto e sexto dias, os animais aquáticos, alados e terrestres. O Criador agiu de forma sábia em seus intentos.
  • 30. 1. Quinto dia. No quinto dia, Deus criou os grandes animais marinhos e os peixes; em seguida, as aves (Gn 1.20,21). Ato contínuo, ordenou-lhes: "Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra" (Gn 1.22).
  • 31. 2. Sexto dia. No sexto dia, Deus criou os animais selvagens e os domésticos (Gn 1.24,25). No que tange aos animais, há uma espantosa variedade de espécies entre eles e, ao mesmo tempo, uma cadeia maravilhosa que os identifica (Sl 104.24).
  • 32. Observemos, por exemplo, a família dos felinos. Vai desde o gatinho até ao leão, rei dos animais. No sexto dia, Deus criou também o homem, e assim deu início à humanidade
  • 33. Deus não se limitou a criar os Céus, a Terra, os animais e o ser humano. Fazendo-se presente em sua obra, mas sem confundir-se com esta, Ele se mostra presente e soberano em todas as coisas. Não estamos sozinhos neste mundo. O Pai Celeste zela por nós.