Trab. Diabetes Acta

473 visualizações

Publicada em

Prevalência de DM Brasil

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trab. Diabetes Acta

  1. 1. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Fundação Oswaldo CruzFundação Oswaldo Cruz Ministério da SaúdeMinistério da Saúde Estudo Brasileiro sobre ControleEstudo Brasileiro sobre Controle GlicêmicoGlicêmico**
  2. 2. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Material e MétodosMaterial e Métodos  Desenho do estudo:Desenho do estudo:  Inquérito epidemiológico nacional (corte-transversal)Inquérito epidemiológico nacional (corte-transversal)  Período:Período:  Fevereiro/2006 a Março/2007Fevereiro/2006 a Março/2007  Locais do EstudoLocais do Estudo  Sul:Sul: Curitiba e Porto AlegreCuritiba e Porto Alegre  Sudeste:Sudeste: Belo Horizonte, Campinas, RJ e São PauloBelo Horizonte, Campinas, RJ e São Paulo  Centro-Oeste:Centro-Oeste: BrasíliaBrasília  Nordeste:Nordeste: Fortaleza, Recife e SalvadorFortaleza, Recife e Salvador
  3. 3. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Seleção da AmostraSeleção da Amostra  População do EstudoPopulação do Estudo  Amostra de pacientes atendidos em centros:Amostra de pacientes atendidos em centros:  Especializados: Endocrinologista + Equipe MultidisciplinarEspecializados: Endocrinologista + Equipe Multidisciplinar  Não-especializados: Endocrinologista ou Clínico Geral apenasNão-especializados: Endocrinologista ou Clínico Geral apenas  Critérios de InclusãoCritérios de Inclusão  Diabetes tipo 1 ou 2Diabetes tipo 1 ou 2  IdadeIdade >> 18 anos18 anos  Consentiram (TCLE)Consentiram (TCLE)  Critérios de ExclusãoCritérios de Exclusão  Dificuldade de cognição ou comunicaçãoDificuldade de cognição ou comunicação  Participação em pesquisa clínica recente (<3 meses)Participação em pesquisa clínica recente (<3 meses)
  4. 4. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145.  Total de pacientes: N = 6.701Total de pacientes: N = 6.701  34% homens34% homens  66% mulheres66% mulheres  Média de idade: 57,6 anos (DP= 13,6)Média de idade: 57,6 anos (DP= 13,6)  Diabetes Tipo 1:Diabetes Tipo 1: 979 (15%)979 (15%)  Diabetes Tipo 2:Diabetes Tipo 2: 5.692 (85%)5.692 (85%)  Não tratados com insulina: 3.754 (66%)Não tratados com insulina: 3.754 (66%)  Tratados com insulina :Tratados com insulina : 1.892 (33%)1.892 (33%) Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* ResultadosResultados
  5. 5. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle GlicêmicoPrevalência de Controle Glicêmico Controle ideal (<7)Controle ideal (<7) Controle Inadequado (Controle Inadequado (>>7)7) IdealIdeal 25%25% InadequadoInadequado 75%75%
  6. 6. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Controle ideal (<7)Controle ideal (<7) Controle Inadequado (Controle Inadequado (>>7)7) Tipo 2Tipo 2 (n= 5.692)(n= 5.692) 73%73% 27%27% Tipo 1Tipo 1 (n= 979)(n= 979) 90%90% 10%10% Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por Tipo de DiabetesPrevalência de Controle Glicêmico por Tipo de Diabetes
  7. 7. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% Tipo 1Tipo 1 (n=979)(n=979) Tipo 2Tipo 2 (Rx c/Insulina)(Rx c/Insulina) (n=1.938)(n=1.938) Tipo 2Tipo 2 (Dieta/Med.Oral)(Dieta/Med.Oral) (n=3.754)(n=3.754) Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%) 42% 22% 36% 74% 16% 10% 73% 17% 10% p<10p<10-3-3 Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Controle Glicêmico por Tipo de Diabetes e TratamentoControle Glicêmico por Tipo de Diabetes e Tratamento
  8. 8. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 1 11% 15% 22% 53% 10% 20% 19% 51% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c) Feminino Masculino Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por GêneroPrevalência de Controle Glicêmico por Gênero
  9. 9. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 2 (Rx c/Insulina) 8%8% 15%15% 20%20% 57%57% 13%13% 17%17% 23%23% 47%47% 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c)Controle glicêmico (HbA1c) FemininoFeminino MasculinoMasculino Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por GêneroPrevalência de Controle Glicêmico por Gênero
  10. 10. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 2 (Dieta e/ou Med.Oral) 36%36% 22%22% 15%15% 27%27% 36%36% 22%22% 13%13% 29%29% 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c)Controle glicêmico (HbA1c) FemininoFeminino MasculinoMasculino Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por GêneroPrevalência de Controle Glicêmico por Gênero
  11. 11. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 1 10%10% 14%14% 20%20% 56%56% 12%12% 17%17% 21%21% 50%50% 7%7% 21%21% 24%24% 47%47% 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c)Controle glicêmico (HbA1c) 1º grau1º grau 2º grau2º grau SuperiorSuperior Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por EscolaridadePrevalência de Controle Glicêmico por Escolaridade
  12. 12. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 2 (Rx c/Insulina) 9%9% 16%16% 21%21% 54%54% 10%10% 16%16% 22%22% 52%52% 14%14% 21%21% 21%21% 44%44% 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c)Controle glicêmico (HbA1c) 1º grau1º grau 2º grau2º grau SuperiorSuperior Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por EscolaridadePrevalência de Controle Glicêmico por Escolaridade
  13. 13. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Diabetes Tipo 2 (Dieta e/ou Med.Oral) 35%35% 23%23% 14%14% 28%28% 34%34% 21%21% 15%15% 30%30% 41%41% 20%20% 14%14% 25%25% 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% IdealIdeal (<7.0)(<7.0) RazoávelRazoável (7.0 - 7.9)(7.0 - 7.9) RuimRuim (8.0 - 8.9)(8.0 - 8.9) Muito ruimMuito ruim (> 9.0)(> 9.0) Controle glicêmico (HbA1c)Controle glicêmico (HbA1c) 1º grau1º grau 2º grau2º grau SuperiorSuperior Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Prevalência de Controle Glicêmico por EscolaridadePrevalência de Controle Glicêmico por Escolaridade
  14. 14. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Prevalência de Controle Glicêmico*Prevalência de Controle Glicêmico* Aderência à DietaAderência à Dieta Diabetes Tipo 1 p = 0,001p = 0,001 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% RuimRuim (n=399)(n=399) BomBom (n=327)(n=327) ExcelenteExcelente (n=129)(n=129) 59% 22% 19% 70% 19% 11% 78% 14% 8% Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%)
  15. 15. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Prevalência de Controle Glicêmico*Prevalência de Controle Glicêmico* Aderência à DietaAderência à Dieta Diabetes Tipo 2 (Rx c/Insulina) p = 0,02p = 0,02 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% RuimRuim (n=845)(n=845) BomBom (n=550)(n=550) ExcelenteExcelente (n=355)(n=355) 69% 19% 12% 71% 18% 11% 77% 15% 8% Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%)
  16. 16. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Prevalência de Controle Glicêmico*Prevalência de Controle Glicêmico* Aderência à DietaAderência à Dieta Diabetes Tipo 2 (Dieta e/ou Med.Oral) p = 10p = 10-3-3 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% RuimRuim (n=1453)(n=1453) BomBom (n=1079)(n=1079) ExcelenteExcelente (n=645)(n=645) Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%) 33% 23% 44% 39% 23% 38% 47% 21% 32%
  17. 17. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Satisfação com Tratamento AtualSatisfação com Tratamento Atual p = 0,002p = 0,002 62% 18% 20% 73% 18% 9% 77% 17% 6% 80% 11% 9% Diabetes Tipo 1 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% MuitoMuito insatisfeito/insatisfeito/ InsatisfeitoInsatisfeito NemNem satisfeito,satisfeito, nemnem insatisfeitoinsatisfeito SatisfeitoSatisfeito MuitoMuito satisfeitosatisfeito Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%)
  18. 18. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. p < 10p < 10-3-3 70% 17% 13% 74% 16% 10% 77% 15% 8% 77% 15% 8% 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% MuitoMuito insatisfeito/insatisfeito/ InsatisfeitoInsatisfeito NemNem satisfeito,satisfeito, nemnem insatisfeitoinsatisfeito SatisfeitoSatisfeito MuitoMuito satisfeitosatisfeito Diabetes Tipo 2 (Rx c/Insulina) Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%) Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Satisfação com Tratamento AtualSatisfação com Tratamento Atual
  19. 19. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. p < 10p < 10-3-3 38% 20% 42% 39% 23% 38% 47% 22% 31% 55% 21% 24% insatisfeitoinsatisfeito Diabetes Tipo 2 (Dieta e/ou Med.Oral) 0%0% 20%20% 40%40% 60%60% 80%80% 100%100% MuitoMuito insatisfeito/insatisfeito/ InsatisfeitoInsatisfeito NemNem satisfeito,satisfeito, nemnem SatisfeitoSatisfeito MuitoMuito satisfeitosatisfeito Ideal (<7%)Ideal (<7%) Razoável (7-8%)Razoável (7-8%) Ruim (>8%)Ruim (>8%) Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* Satisfação com Tratamento AtualSatisfação com Tratamento Atual
  20. 20. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145.  A maioria dos diabéticos no Brasil (75%) está com controle inadequadoA maioria dos diabéticos no Brasil (75%) está com controle inadequado  Diabetes Tipo 1 (90%)Diabetes Tipo 1 (90%)  Diabetes Tipo 2 (73%)Diabetes Tipo 2 (73%)  Pacientes satisfeitos com o tratamento têm melhor controle glicêmicoPacientes satisfeitos com o tratamento têm melhor controle glicêmico  Boa aderência à dieta/insulina/medicação oral resulta em melhor controleBoa aderência à dieta/insulina/medicação oral resulta em melhor controle  Mesmo entre pacientes que seguem o tratamento, há um grandeMesmo entre pacientes que seguem o tratamento, há um grande percentual com controle inadequadopercentual com controle inadequado  Sugerindo que muitos pacientes estão sendo tratados com esquemasSugerindo que muitos pacientes estão sendo tratados com esquemas insuficientes (inércia para seguir os passos dos algoritmos de tratamento)insuficientes (inércia para seguir os passos dos algoritmos de tratamento) Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico* ConclusõesConclusões
  21. 21. *Mendes et.al. Acta Diabetol (2010) 47:137–145. Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*Estudo Brasileiro sobre Controle Glicêmico*

×