Jk 160811

488 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jk 160811

  1. 1. faceb k 1
  2. 2. faceb k s.m. Ato ou efeito de relacionar. / Amizade, intimidade: travar relacionamento com alguém. [“Aurélio”] Se a sua marca está no Facebook, então faça parte da vida das pessoas desta comunidade. 2
  3. 3. faceb k No Facebook não se segue, curte-se. A marca deve evitar que “o cara”bloqueie as atualizações. É preciso pensar de maneira inteligente, definir ou adotar um posicionamento, principalmente neste medium. 3
  4. 4. faceb k As pessoas dificilmente retornamdepois de clicar no botão “curtir”. Umcontato com elas pode ser através doFeed de Notícias. Pessoas são tão interessantes quantoas marcas.[cyberstalker] Neste ambiente a marca vai competircom LOL pets, vídeos de pegadinhas,fotos de casamento, formatura, barmitzvah ou simplesmente o que aspessoas “pensam estar pensando”. 4
  5. 5. faceb k Procure afinidades : Facebook = Focus Group. Conteúdo emotivo ou sugestivo gera + interação. Regra 80/20 de uma Fan Page: 80% entretenimento e informação e 20% corporativo. 5
  6. 6. faceb k Utilizar perguntas nas atualizações do Feed de Notícias, pode despertar a atenção. Mas não transforme o mural da marca em um questionário: as perguntas devem ser pertinentes e de acordo com a predisposição do target. 6
  7. 7. faceb k Outrosrecursos básicos: Vídeos-Fotos-Enquetes. 7
  8. 8. faceb k Outros recursos básicos: Eventos-Aplicativos - Welcome Page, F-commerce e Social Game. 8
  9. 9. faceb k Deixar o produto/serviçomais coloquial, maisdivertido. Não é assim queos amigos são tratados? 9
  10. 10. faceb k Usar referências do repertório da marca e do usuário. Frames, frases, diálogos, imagens, objetos, que lembrem a inserção da marca no cotidiano dos consumidores. (brand awareness) 10
  11. 11. faceb k Ser original, namedida do possível, ao utilizar conteúdo quefaça alusão identidade da marca. 11
  12. 12. faceb k Conte sempreuma história nova epasse a mensagemhomeopaticamente. 12
  13. 13. faceb k Informações: “Sobre” ( 74caracteres visíveis na landingpage e 240 no total (+info). 13
  14. 14. faceb k Notas: Possibilita o compartilhamento de textos (negrito, itálico, sublinhado) maiores e com imagens, tudo indexável pelo Google, além de marcações de nomes. 14
  15. 15. faceb k Circularidade textual [Aristóteles/Skinner] Exórdio - Narração - Provas - Penoração [ Introdução -Desenvovimento - Conclusão] Exórdio: chamar a atenção (títulos, chamadas, teaser) Narração: contextualização do exórdio (explicação dachamada), apresentação dos fatos (tangíveis) econsequências (benefícios); Provas: o texto “briefado”, informações que sejaminteressantes ao leitor; Penoração: Retoma a finalidade da mensagem (exórdio),obriga o leitor a pensar justamente o que se deseja que elepense e tome uma atitude predeterminada(ação). 15
  16. 16. faceb k 16
  17. 17. faceb k “A bolsa subindo não é mais emocionante do que umdente de leite caindo.” (exórdio) “Existem coisas mais importantes na vida do que ficartorcendo pela performance das suas aplicações.” (narração) “O Citibank, há mais de 90 anos no Brasil, é um dos bancosmais sólidos do mundo e tem profissionais altamenteespecializados para auxiliar você em seusinvestimentos.”(provas) “Assim, enquanto o seu dinheiro cresce sem você precisarnem ver, você pode ver seus fi lhos crescendo. Para sercliente Citibank, ligue: 0800-777-2484” (penoração) 17
  18. 18. Job#02 Criação do texto “sobre” na landing page e do texto da tab“informações” na fan page do seu cliente. Clipping das tab/landing page de “informações” e “sobre” deseus concorrentes. Texto das “informações” e print screen do clipping (txt, doc,jpg, png etc). E nv i a r m at e r i a l ( at é 2 3 h 5 9 d e 2 2 / 0 8 / 1 1 - s e g ) p /profejk@gmail.com 18
  19. 19. referências COMO ESCREVER PARA A WEB - Elementos para adiscussão e construção de manuais de redação online -Guillermo Franco Redação Publicitária – Estudos sobre a Retória doconsumo - João Anzanello Carrascoza Narrativa Hipertextual Multimídia: um modelo deanálise - Marcelo Freire Retórica e Mediatização - Da Escrita à Internet - PauloSerra & Ivone Pereira 19

×