A obsessão totalitária

865 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A obsessão totalitária

  1. 1. “A OBSESSÃO TOTALITÁRIA”<br />REPORTAGEM PUBLICADA PELA REVISTA VEJA EM 23/01/2010 ANALISADA SOB O PONTO DE VISTA DOS FUNDAMENTOS DA IDEOLOGIA “THOMPSONIANA”<br />
  2. 2. Definição de ideologia<br /> -É UM TERMO COMPLEXO QUE POSSUI DIFERENTES SIGNIFICADOS; PARA O SENSO COMUM, OU SEJA PARA A MAIORIA DA SOCIEDADE; IDEOLOGIA POSSUI UM SENTIDONEUTRO, SENDOUM CONJUNTO DE IDEIAS, PENSAMENTOS, DOUTRINAS, OU DE VISÕES DE MUNDO DE UM INDIVÍDUO OU UM GRUPO ORIENTADO POR SUAS AÇÕES SOCIAIS E PRINCIPALMENTE POLÍTICAS.<br />
  3. 3. CONCEPÇÃO CRÍTICA<br /> -PARA AUTORES QUE UTILIZAM O TERMO SOB UMA CONCEPÇÃO CRÍTICA, IDEOLOGIA PODE SER CONSIDERADO UM INSTRUMENTO DE DOMINAÇÃO QUE AGE POR MEIO DO CONVENCIMENTO (PERSUASÃO OU DISSUASÃO, MAS NÃO POR MEIO DA FORÇA FÍSICA) DE FORMA PRESCRITIVA, ALIENANDO A CONSCIÊNCIA HUMANA.<br />
  4. 4. ideologia para Marx<br /> -SEGUNDO KARL MARX É UMA CONSCIÊNCIA FALSA ORIGINÁRIA DA DIVISÃO DE TRABALHO MANUAL E INTELECTUAL. SEGUNDO ELE, OS IDEÓLOGOS PASSARIAM A ATUAR EM FAVOR DA DOMINAÇÃO DO PROLETARIADO(MÃO-DE-OBRA BARATA) E EM PROL DOS EMPRESÁRIOS CAPITALISTAS (CLASSE DOMINANTE), DETENTORES DOS BENS DE PRODUÇÃO.<br />
  5. 5. IDEOLOGIA PARA THOMPSON<br /> -JOHN B. THOMPSON EM SEU LIVRO “IDEOLOGIA E CULTURA MODERNA” PROCUROU ANALISAR CRITICAMENTE AS FORMULAÇÕES ELABORADAS POR DIFERENTES AUTORES DE DISTINTAS ÉPOCAS, ONDE ALGUNS COMO: DESTUTT DE TRACY E LENIN OPTARAM POR UMA CONCEPÇÃO NEUTRA, JÁ AS CONCEPÇÕES DE NAPOLEÃO E MARX VIRIAM A SER PERCEPÇÕES CRÍTICAS DE IDEOLOGIA.<br />
  6. 6. -POR FIM O PRÓPRIO THOMPSON OFERECEU A SEGUINTE FORMULAÇÃO CRÍTICA, APOIADA NA “CONCEPÇÃO LATENTE DE MARX”:<br />“Ideologia são as maneiras como o sentido serve para estabelecer e sustentar relações de dominação". <br />
  7. 7. o episódio:<br />NO DIA 27 DE SETEMBRO DE 2010 UMA MATÉRIA PUBLICADA NA REVISTA VEJA FAZIA MENÇÃO AO FATO DE O GOVERNO TER NA CENSURA DA IMPRENSA E NO IMPEDIMENTO DO FLUXO DE IDEIAS A ÚNICA BANDEIRA QUE O LIGARIA AO MODELO COMUNISTA. O TEXTO, REPLETO DE REFERÊNCIAS AO ATRASO, ATACAVA DIRETAMENTE AS TOMADAS DE DECISÃO ADOTADAS PELO GOVERNO, RELACIONANDO-AS ÀS MESMAS REFERÊNCIAS QUE DARIAM SUPOSTO EMBASAMENTO AO DISCURSO DA MATÉRIA.<br />
  8. 8. DISCUSSÃO<br /> -NO TEXTO FICA CLARO A PRETENSÃO DA REVISTA VEJA PELA MANIPULAÇÃO DOS FATOS JORNALÍSTICOS COM FINS NITIDAMENTE IDEOLÓGICOS, OBJETIVANDO SUSTENTAR RELAÇÕES DE PODER ASSIMÉTRICAS.<br />
  9. 9. <ul><li>PODEMOS DISTINGUIR FACILMENTE O USO DA FIGURA DE LINGUAGEM HIPÉRBOLE JÁ NA PRIMEIRA FRASE QUE APRESENTA O TEXTO, QUE É A SEGUINTE:</li></ul>“Censurar a imprensa e impedir o fluxo de ideias no Brasil é a única bandeira genuinamente comunista que sobrou aos petistas”<br />
  10. 10. “Um observador ingênuo pode não entender a obsessão de petistas, manifestada desde o momento zero (HIPÉRBOLE) do governo Lula, de abolir a liberdade de expressão no Brasil”<br />(EXPURGO DO OUTRO)<br />
  11. 11. <ul><li>“A política econômica é modelo até para os países avançados e as conquistas sociais fazem inveja a reformadores de todos os matizes ideológicos.”(PADRONIZAÇÃO) </li></li></ul><li>“Destoam desse rol de avanços a diplomacia megalomaníaca (HIPÉRBOLE) e a inconformidade com o livre trânsito de ideias no país”(ETERNALIZAÇÃO)<br />
  12. 12. <ul><li>O USO FIGURATIVO DA LINGUAGEM METONÍMIA É VISÍVEL NA FRASE:
  13. 13. “Os petistas vão (PADRONIZAÇÃO), mais uma vez, tentar encontrar uma forma de ameaçar a liberdade de imprensa e obrigar revistas, jornais, sites e emissoras de rádio e TV a apenas veicular notícias, filmes e documentários domesticados, chancelados pelos soviets(conselhos) petistas e reverentes à ideologia de esquerda.”</li></li></ul><li>“O que o CFJ, a CNC e o PNDH-3 têm em comum? Todos embutem a criação de um tribunal para censurar, julgar e punir jornalistas e órgãos de comunicação que desobedeçam às normas governamentais. É um figurino de atraso.(METÁFORA)”<br />(EXPURGO DO OUTRO)<br />(PADRONIZAÇÃO)<br />
  14. 14. <ul><li>“Por que essa obsessão não se dissipa? Primeiro, porque ela é a única bandeira que sobrou às esquerdas cujas raízes podem ser traçadas ao seu berço comunista no século XIX”. (SIMBOLIZAÇÃO)</li></li></ul><li><ul><li>“A censura à imprensa é uma relíquiaesquerdista, um bicho da era stalinista (METÁFORA) guardado em cápsula de âmbar e cujo DNA os militantes sonham ainda retirar e com ele repovoar seu parque jurássico (METÁFORA)”
  15. 15. ETERNALIZAÇÃO DA “NEGATIVIDADE” DO COMUNISMO</li></li></ul><li>“...sugeriu a via do lento envenenamento ideológico (METÁFORA) da cultura, do idioma e do pensamento de um país. É o que tentam fazer os conselhos, conferências e planos patrocinados pelo PT.(UNIVERSALIZAÇÃO)” <br />
  16. 16. “Sobrou a bandeira da supressão da voz (METÁFORA) dos que discordam deles.”(EXPURGO DO OUTRO) <br />
  17. 17. “O maior ideólogo da censura à imprensa, cujo nome sai com a facilidade dos perdigotos da boca (HIPÉRBOLE) dos esquerdistas brasileiros, é o italiano Antonio Gramsci” (EXPURGO DO OUTRO)<br /> (PADRONIZAÇÃO) <br />PERDIGOTOS=gotas de saliva inconvenientes que se desprendem de nossa boca quando falamos.<br />
  18. 18. CONCLUSÕES:<br /><ul><li>CONCLUINDO, PODEMOS AFIRMAR QUE A MÍDIA NEM SEMPRE É A DONA DA VERDADE E QUE É NECESSÁRIO UM OLHAR CRÍTICO APURADO PARA COMPREENDER QUEM NA REALIDADE ESTÁ DO “LADO CERTO” DEFENDENDO E INFORMANDO UM FATO REAL OU ALIENANDO A POPULAÇÃO. NÃO QUEREMOS COM ESSA ANÁLISE DEFENDER O PT OU O COMUNISMO E MUITO MENOS CRUCIFICAR A REVISTA VEJA( EMBORA TENHA SIDO EXATAMENTE ISSO O QUE ELA FEZ EM RELAÇÃO AO GOVERNO VIGENTE), MAS ANTES DE TUDO DESEJAMOS PROCURAR O ESCLARECIMENTO DAS IDEIAS PARA OBTERMOS UM SENSO CRÍTICO CAPAZ DE DISCERNIR O QUE RELATAR OU PUBLICAR, QUANDO FORMOS USAR O PODER AVASSALADOR DA MÍDIA EM PROL DE UM BEM COMUM PARA A SOCIEDADE EM GERAL.</li>

×