M O B I L I Z AÇÃ O M I S S I O NÁ R I A

2.999 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

M O B I L I Z AÇÃ O M I S S I O NÁ R I A

  1. 1. mobilizadoresemmissão<br />APRESENTA<br />
  2. 2. MOBILIZAÇÃO<br />MISSIONÁRIA<br />
  3. 3. INTRODUÇÃO<br />FALOU mais o SENHOR a Moisés, dizendo: <br />Faze-te duas trombetas de prata; de obra batida as farás, e elas te servirão para a convocação da congregação, e para a partida dos arraiais. <br />(Números 10:1,2)<br /> <br />
  4. 4. INTRODUÇÃO<br />
  5. 5. INTRODUÇÃO<br /><ul><li> O que é um mobilizador?
  6. 6. Quais as suas características e requisitos?
  7. 7. Como ser um mobilizador?
  8. 8. Que pessoas você conhece que</li></ul> poderiam ser mobilizadas?<br /><ul><li> Como manter as pessoas </li></ul> interessadas em missões?<br />
  9. 9. MOBILIZAÇÃO: O QUE É?<br />Processo pelo qual o povo de Deus é despertado, avança e cresce até encontrar seu lugar na tarefa de completar a evangelização mundial<br />
  10. 10. MOBILIZAÇÃO: O QUE É?<br />Ela inclui:<br /><ul><li>Exposição sobre missões
  11. 11. Desafios missionários
  12. 12. Oração e intercessão
  13. 13. Crescimento missionário
  14. 14. Treinamento missionário
  15. 15. Realização de eventos locais</li></li></ul><li> MOBILIZADORES<br />Um mobilizador é um cristão normal, que caminha com Deus, no entanto, tem uma perspectiva global permanecendo na frente local para agir. <br />
  16. 16. despertar bombeiros adormecidos!<br />
  17. 17. “Quando não tiver mais escolhas, mobilize seu espírito de coragem”<br />- Provérbio Judeu -<br />
  18. 18. Implicações<br />
  19. 19. A TRÍPLICE TAREFA<br />
  20. 20. A TRÍPLICE TAREFA<br />
  21. 21. A TRÍPLICE TAREFA<br />
  22. 22. O QUE SABER<br />1. A Palavra de Deus: <br /><ul><li>Um panorama da Bíblia,
  23. 23. As doutrinas básicas
  24. 24. Temas e sobre missões da Bíblia. </li></li></ul><li> O QUE SABER<br />2. O Mundo de Deus: <br /><ul><li> Geografia bíblica e geral
  25. 25. Bases das religiões mundiais
  26. 26. Áreas e culturas possíveis
  27. 27. Tendências mundiais
  28. 28. Eventos atuais
  29. 29. Fontes cristãs e seculares para</li></ul> informações globais básicas<br />
  30. 30. “E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros”. <br />(II Timóteo 2:2)<br />
  31. 31. O QUE SABER<br />3. A Obra de Deus: <br /><ul><li> História global e regional da expansão</li></ul> do cristianismo e da igreja<br /><ul><li> Conhecimento geral da tarefa restante
  32. 32. Estratégias missionárias
  33. 33. Pontos para oração e estratégias
  34. 34. Ministérios (O que fazem, e onde)
  35. 35. Informação global sobre a seara</li></li></ul><li> CARACTERÍSTICAS<br />4. Espírito de servo<br />5. Paixão em levantar obreiros para a seara6. Dom de encorajamento e exortação <br />
  36. 36. CARACTERÍSTICAS<br />7. Habilidade para recrutar<br />8. Habilidade para falar em público<br />9. Habilidade de liderar outros<br />
  37. 37. CARACTERÍSTICAS<br />10.Ver a prioridade de mobilização,<br /> tanto quanto ir<br />11. Visão para ver como a tarefa<br /> pode ser completada<br />
  38. 38. CARACTERÍSTICAS<br />12.Ver a prioridade de mobilização<br />13. Habilidade e perseverança de<br /> ver a visão se tornar realidade.<br />14. Ser apto para ensinar<br />
  39. 39. Como se <br />equipar<br />
  40. 40. COMO SE EQUIPAR<br />Faça um curso sobre a Visão para as Nações.<br />
  41. 41. COMO SE EQUIPAR<br />Comece orando por um país em particular e seus grupos de povos não-alcançados<br />
  42. 42. COMO SE EQUIPAR<br />15.Faça Missões à Curto Prazo.<br />
  43. 43. COMO SE EQUIPAR<br />Faça o Curso Perspectivas.<br />
  44. 44. COMO SE EQUIPAR<br />Junte-se a um grupo de oração por missões.<br />
  45. 45. COMO SE EQUIPAR<br />Contate agencias missionárias. Descubra seus ministérios. <br />(O que fazem e entre que povos trabalham).<br />
  46. 46. COMO SE EQUIPAR<br />Visite missionários no campo e continue mantendo contacto com eles. <br />
  47. 47. COMO SE EQUIPAR<br />Comece uma equipe de mobilização<br />JÁ!<br />
  48. 48. TRÊS FASES DA MOBILIZAÇÃO<br />MOTIVAÇÃO/INSPIRAÇÃO<br /><ul><li>conferencia de missões,
  49. 49. biografia de um missionário,
  50. 50. interagindo com um missionário ou mobilizador
  51. 51. assistindo a um vídeo sobre missões, </li></li></ul><li>TRÊS FASES DA MOBILIZAÇÃO<br />1 - PREPARAÇÃO/TREINAMENTO<br /><ul><li>envolvimento em missões de curto prazo no exterior,
  52. 52. estabelecimento do hábito de intercessão por missões,
  53. 53. esforços de fazer amizades internacionais, </li></li></ul><li>TRÊS FASES DA MOBILIZAÇÃO<br />2 - PREPARAÇÃO/TREINAMENTO<br />Desenvolvimento da batalha espiritual <br />Participação numa comunidade missionária local<br />Cuidado por missionários particulares, entre outros. <br />
  54. 54. TRÊS FASES DA MOBILIZAÇÃO<br />3 - MISSÃO<br />Finalmente, todo o que caminha com sucesso através desse processo de mobilização, torna-se um enviador, um mobilizador, um receptor ou um enviado (ou qualquer combinação dos <br />itens acima). <br />
  55. 55. QUATRO QUESTÕES VITAIS<br />1 – GERMINAÇÃO É NECESSÁRIO<br />Finalmente, todo o que caminha com sucesso através desse processo de mobilização, torna-se um enviador, um mobilizador, um receptor ou um enviado (ou qualquer combinação dos <br />itens acima). <br />
  56. 56. QUATRO QUESTÕES VITAIS<br />ABORTAMENTO É POSSÍVEL ATÉ PROVÁVEL<br />Finalmente, todo o que caminha com sucesso através desse processo de mobilização, torna-se um enviador, um mobilizador, um receptor ou um enviado (ou qualquer combinação dos <br />itens acima). <br />
  57. 57. QUATRO QUESTÕES VITAIS<br />PRESTAÇÃO DE CONTAS É A CHAVE<br />Finalmente, todo o que caminha com sucesso através desse processo de mobilização, torna-se um enviador, um mobilizador, um receptor ou um enviado (ou qualquer combinação dos itens acima). <br />
  58. 58. QUATRO QUESTÕES VITAIS<br />COMPROMETIMENTO COM UMA LIDERANÇA ESPIRITUAL<br />Finalmente, todo o que caminha com sucesso através desse processo de mobilização, torna-se um enviador, um mobilizador, um receptor ou um enviado (ou qualquer combinação dos itens acima). <br />
  59. 59. Cristãos<br />Mundias<br />
  60. 60. O CRISTÃO MUNDIAL<br />Comece uma equipe de mobilização<br />JÁ!<br />
  61. 61. O CRISTÃO MUNDIAL<br />Seus hábitos:<br />Ora – focalizando o avanço do Reino<br />Vai – Envolve-se em viagens missionárias<br />Contribui - <br />
  62. 62.
  63. 63. MOBILIZAÇÃO<br />E A HISTÓRIA<br />
  64. 64. “ A história de missões é a história de orações respondidas”<br />-Samuel Zwemer-<br />
  65. 65. MOBILIZAÇÃO E A HISTÓRIA<br />OS COMEÇOS<br /><ul><li>Pentecostes – Evangelização na zona de conforto
  66. 66. Perseguição (At. 8:1) – cruzando fronteiras culturais
  67. 67. Conversão de Cornélio e sua casa – Graçã estendida aos Gentios
  68. 68. Missões intencionais – igreja Gentílica de Antioquia
  69. 69. Cristianismo como Religião Oficial de Roma
  70. 70. Avanço – Norte da África, Península Ibérica, Bretanha, Ásica Central e Índia.</li></li></ul><li>10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Os Patriarcas<br />Agente: Abraão<br />Mecanismo: avanço voluntário<br /> 800 a 400<br />2000 a 1600<br /> 1600 a 1200<br /> 1200 a 800<br /> 400 a 0<br />
  71. 71. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Cativeiro no Egito<br />Agente: Jacó<br />Mecanismo: avanço involuntário<br /> 800 a 400<br />2000 a 1600<br /> 1600 a 1200<br /> 1200 a 800<br /> 400 a 0<br />
  72. 72. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Juízes<br />Agente: Israel<br />Mecanismo: invasão, atração benigna<br /> 800 a 400<br />2000 a 1600<br /> 1600 a 1200<br /> 1200 a 800<br /> 400 a 0<br />
  73. 73. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Reis<br />Agente: Exílio<br />Mecanismo: invasão, atração benigna<br /> 800 a 400<br />2000 a 1600<br /> 1600 a 1200<br /> 1200 a 800<br /> 400 a 0<br />
  74. 74. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Pós- exílio<br />Agente: Judeus dispersos<br />Mecanismo: avanço involuntário<br /> 800 a 400<br />2000 a 1600<br /> 1600 a 1200<br /> 1200 a 800<br /> 400 a 0<br />
  75. 75. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Roma<br />Agente: igreja primitiva<br />Mecanismo: avanço voluntário e involuntário<br />Destaque: Apóstolo Paulo<br />0 a 400<br /> 400 a 800<br /> 400 a 1200<br /> 1200 a 1600<br /> 1600 a FINAL<br />
  76. 76. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Bárbaros<br />Agente: Celtas/Monges<br />Mecanismo: invasão e avanço voluntário<br />Destaque: Bonifácio e Cirilo<br />0 a 400<br /> 400 a 800<br /> 400 a 1200<br /> 1200 a 1600<br /> 1600 a FINAL<br />
  77. 77. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Vikings<br />Agente: Escravos<br />Mecanismo: invasão e avanço voluntário<br />Destaque: Anskar (Apóstolo do Norte)<br />0 a 400<br /> 400 a 800<br /> 400 a 1200<br /> 1200 a 1600<br /> 1600 a FINAL<br />
  78. 78. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Sarracenos/Muçulmanos<br />Agente: Cruzados/frades<br />Mecanismo: avanço voluntário<br />Destaque: Francisco de Assis<br />0 a 400<br /> 400 a 800<br /> 400 a 1200<br /> 1200 a 1600<br /> 1600 a FINAL<br />
  79. 79. 10 ÉPOCAS NA HISTÓRIA<br />Confins da Terra<br />Agente: missões modernas<br />Mecanismo: avanço voluntário<br />Destaque: Willian Carey (Pai de Missões Modernas)<br />0 a 400<br /> 400 a 800<br /> 400 a 1200<br /> 1200 a 1600<br /> 1600 a FINAL<br />
  80. 80. 3 ERAS – 4 HOMENS<br />Missões em terras costeiras<br />(1792-1910)<br /><ul><li>William Carey
  81. 81. “Monte de feno” reuniões de oração
  82. 82. Predominancia européia</li></li></ul><li>3 ERAS – 4 HOMENS<br />Missões no interior<br />(1865-1980)<br /><ul><li>Hudson Taylor
  83. 83. “Faith” mission agencies
  84. 84. Predominancia americana</li></li></ul><li>3 ERAS – 4 HOMENS<br />Missões aos povos não-alcançados<br />(1934 - Final)<br /><ul><li>Cameron Townsend
  85. 85. Donald McGavran </li></li></ul><li>MOBILIZAÇÃOE A IGREJA<br />
  86. 86. “A igreja deve enviar ou a Igreja morrerá.” <br />- Mendell Taylor -<br />
  87. 87. MOBILIZANDO A IGREJA<br />Indicadores da mobilização da igreja<br />Envolvimento da Congregação como um todo<br /><ul><li>Evangelismo local
  88. 88. Contatos transculturais
  89. 89. Participação em viagens missionárias
  90. 90. Oração, oferta e outras formas de </li></ul> envolvimento.<br />
  91. 91. MOBILIZANDO A IGREJA<br />Indicadores da mobilização da igreja<br />Ministério estratégico de sustento<br /><ul><li>Sustento financeiro
  92. 92. Sustento em oração e intercessão
  93. 93. Envio dos próprios membros</li></li></ul><li>MOBILIZANDO A IGREJA<br />Indicadores da mobilização da igreja<br />Communicação. <br /><ul><li>Através de variedade de formas envolvendo todas as idades
  94. 94. Através de todos os ministérios</li></li></ul><li>MOBILIZANDO A IGREJA<br />Indicadores da mobilização da igreja<br />Oração (Regular e Natrual) <br /><ul><li>Pelos perdidos em casa e fora.
  95. 95. Pela expansão do Reino (os menos evangelizados, grupos de povos, organizações missionárias, estratégias, missionários, </li></ul>igreja perseguida, etc.)<br />
  96. 96. MOBILIZANDO A IGREJA<br />Indicadores da mobilização da igreja<br />Caráter e visão Globais. <br />A aparencia, o som, o sentimento e o toque da igreja – seus programas, ministério e decoração demonstram a consciencia e papel global da igreja, com um propósito global e dentro de um contexto global. <br />
  97. 97. MOBILIZANDO A IGREJA<br />Sugestões práticas para mobilização<br /><ul><li>Junte-se a outras pessoas. Sozinho você não influenciará a igreja como um todo.
  98. 98. Ore por evangelismo mundial em pequenos grupos, individualmente </li></ul>e em família. <br />
  99. 99. MOBILIZANDO A IGREJA<br />Sugestões práticas para mobilização<br /><ul><li>Pratique o que prega. Assim as pessoas o reconhecerão como alguém que é comprometido com o propósito global.
  100. 100. Discipule uns poucos amigos como mobilizadores de missões. É mais </li></ul>fácil do que a igreja toda. <br />
  101. 101. MOBILIZANDO A IGREJA<br /><ul><li>Não estabeleça programas antes de “mudar os corações”. Somente quando estamos famintos por Deus é que obedeceremos sua ordenança de fazer discípulos de todas as nações. </li></li></ul><li>mobilizadoresemmissão<br />Despertando a igreja para a grande comissão<br />

×