SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
”Nenhum de
  nós é tão
 inteligente
    quanto
  todos nós
   juntos”.
Unidade 1

1.1 Psicologia como área do conhecimento

             Psicologia
        Ciências e Senso Comum

 1.2 As grandes polêmicas da psicologia

       1.3 Psicologia e Educação
O tornar-se humano e profissional como
       construção sociocultural
1.1 Psicologia como área do conhecimento

                            Psicologia

Estudo que objetiva a análise da vida humana mediante a visão do
 caráter e da consciência do indivíduo, que são para ela, partes da
 personalidade dos homens, ou seja, aquilo que diferencia uns dos
outros, como os diversos modos de vida que adotam sem a escolha
                            dos outros.

                         Senso Comum

Descreve as crenças e proposições que aparecem como normal, sem
 depender de uma investigação detalhada para alcançar verdades
               mais profundas como as científicas.
1.2 As grandes polêmicas da psicologia
 Uma das grandes polêmicas da psicologia é tentar
                   defini-la.
O mundo é visto sempre em movimento e em constante mudança. O
 que também é válido para entendermos o homem que é visto como
um ser ao mesmo tempo, biológico e social; um ser ao mesmo tempo
individual e cultural; um ser ao mesmo tempo racional e emocional.
   E deve ser entendido em suas condições concretas, que são, ao
                mesmo tempo, subjetivas e objetivas.
1.3 Psicologia e Educação
Desenvolvido e a educação são complementares e
 a atividade exercida por todos educadores é de
           extrema responsabilidade.


                            A escola tem de se dirigir
                             ao aluno de maneira que
                              possa atingir toda sua
                            personalidade, respeitando
                                e estimulando sua
                             espontaneidade total de
                              ação e de assimilação.
2.1 A relação entre desenvolvimento e
            aprendizagem

    Opinião de algumas professoras
2.2 Diferentes concepções de
   desenvolvimento e de aprendizagem

      Para Vigotski o aprendizado e
 desenvolvimento estão inter-relacionados
  desde o primeiro dia de vida da criança,
 portanto, muito antes de ela frequentar a
                  escola.

Nível de Desenvolvimento Real, Potencial e
   Zona de Desenvolvimento Proximal.
2.3 Discussões na psicologia do
               desenvolvimento

• Os processos de desenvolvimento e de aprendizagem
                   estão relacionados;
  • A relação entre os processos de desenvolvimento é
explicada de forma diferente pelas teorias psicológicas;
• A definição de desenvolvimento que enfatiza no texto
      é a de que o desenvolvimento é um processo
    descontínuo, marcado por rupturas, retrocessos e
                       reviravoltas.
3.1 Ciclo da vida: Infância, adolescência,
 fase adulta e velhice como construções
                 culturais

   Detalha os Estágios de desenvolvimento
                  (Wallon):

 Período da Vida Intra-Ulterina, Impulsivo e
 Emocional, Sensório Motor, Personalismo,
Puberdade e da Adolescência e a Fase Adulta.
3.2 Papel do educador na formação da
          personalidade do aluno

A relação entre o educador e o aluno deve ser de
interação. O educador não deve estar ausente do
processo de desenvolvimento do aluno, nem se
impor de forma autoritária. Ele é o responsável pela
organização       da      relação       com       os
educandos, cuidando para preservar sua
espontaneidade. A ele compete ajudar o aluno a se
livrar da dispersão que o contato com as coisas
provoca em seus interesses ou em sua atividade.
3.3 A formação pessoal do educador

Devemos estar prontos para aprender sempre e
poder ser ouvidos em relação as nossas
dificuldades, desejos e expectativas no nosso
cotidiano, para que a aprendizagem contínua
constitua-se como instrumento constante de
inovação e de melhoria da situação pessoal e
coletiva dos educadores.
4.1 Disciplina e Motivação
      Tradicionalmente, disciplina significa obter a
tranquilidade, o silêncio e a passividade dos
alunos, para que eles não se distraiam dos exercícios
propostos pelo professor e que sigam as regras pré-
determinadas
pelos adultos.
      No entanto, esse ponto de vista não é compatível
com a educação que se propõe a formar cidadãos, que
não pode prescindir da colaboração dos alunos, o que
acarretaria na inibição de suas curiosidades, seus
interesses e suas iniciativas.
4.1 Disciplina e Motivação
      A motivação tem a ver com o motivo pelo qual
alguma coisa me leva a agir em direção a ele com o fim
de obter alguma satisfação.
4.2 Gêneros nas relações escolares

     A escola como espaço de socialização de
meninas e de meninos exerce uma grande influência
no processo de constituição de gênero. O papel do
educador nesse processo é de fundamental
importância para flexibilizar as regras e os papéis
de gênero e levar os alunos a uma reflexão
sobre as relações de gênero.
4.3 Diversidade cultural no processo
                 educacional
      Estar em grupo não significa ser igual, ter as
mesmas idéias e compartilhar as mesmas opiniões. Pelo
contrário, a diversidade deve ser vista como
possibilidade de enriquecer nossa visão de mundo
5.1 Papel da mídia na escola

      É importante abordar a questão da mídia na
escola por entender que todos os meios de
comunicação exercem influência marcante na nossa
formação como educadores e na formação dos
educandos também.
5.2 Educação inclusiva


      O educador, no contexto de uma educação
inclusiva, precisa ser preparado para lidar com as
diferenças, com a singularidade e com a diversidade
de todas as crianças e não com um modelo de
pensamento comum a todas elas.
      Cabe a ele observar criteriosamente as
necessidades de todos.
5.3 Relações interpessoais e gestão
                democrática
A gestão democrática parte da idéia de uma
escola para todos.
      É importante enfatizar que um dos objetivos
deste curso é o de preparar, você, funcionário de
escola pública, para poder participar, com os outros
educadores da escola, dos conselhos escolares.
      Devemos romper com o silêncio, a
subserviência e o imobilismo que as relações de
hierarquia do poder pelo suposto saber
determinavam no contexto da educação.
Espero vocês
                   dia 26/02 na
                   Esc. Eliziário




Um forte abraço!
  Marcilene

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...
A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...
A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...unidadebetinho
 
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...Carolina Cândido
 
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo DelorosoAndrea Cortelazzi
 
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo FreirePedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo FreireLuciene De Oliveira Maciel
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaGenario Sousa
 
Henri paul hyacinthe wallon 2 psicologia
Henri paul hyacinthe   wallon 2 psicologiaHenri paul hyacinthe   wallon 2 psicologia
Henri paul hyacinthe wallon 2 psicologiaAna Rita Rochynski
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdfAnaí Peña
 
Psicologia da educação
Psicologia da educação Psicologia da educação
Psicologia da educação DINODIAS1963
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...Editora Moderna
 
38.resumo para concurso professor vigotsky.docx
38.resumo para concurso professor   vigotsky.docx38.resumo para concurso professor   vigotsky.docx
38.resumo para concurso professor vigotsky.docxAlineMelo123
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaSoares Junior
 
EDUCAÇÃO PARA O PENSAR
EDUCAÇÃO PARA O PENSAREDUCAÇÃO PARA O PENSAR
EDUCAÇÃO PARA O PENSARAline Roque
 

Mais procurados (20)

Psicologia da educação 1 aula 2
Psicologia da educação 1 aula 2Psicologia da educação 1 aula 2
Psicologia da educação 1 aula 2
 
A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...
A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...
A importância da afetividade na organização funcional do cérebro para a const...
 
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativ...
 
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
2. Freire. P. Pedagogia Autonomia. Paulo Deloroso
 
Evasão por falta de afetividade
Evasão por falta de afetividadeEvasão por falta de afetividade
Evasão por falta de afetividade
 
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo FreirePedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia Cap. III – Paulo Freire
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Afetividade
AfetividadeAfetividade
Afetividade
 
Teórico paulo freire
Teórico   paulo freireTeórico   paulo freire
Teórico paulo freire
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
 
Henri paul hyacinthe wallon 2 psicologia
Henri paul hyacinthe   wallon 2 psicologiaHenri paul hyacinthe   wallon 2 psicologia
Henri paul hyacinthe wallon 2 psicologia
 
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
Habilidades sociais oficina   apostila-pdfHabilidades sociais oficina   apostila-pdf
Habilidades sociais oficina apostila-pdf
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
Freire aula 3
Freire aula 3Freire aula 3
Freire aula 3
 
Psicologia da educação
Psicologia da educaçãoPsicologia da educação
Psicologia da educação
 
Psicologia da educação
Psicologia da educação Psicologia da educação
Psicologia da educação
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
 
38.resumo para concurso professor vigotsky.docx
38.resumo para concurso professor   vigotsky.docx38.resumo para concurso professor   vigotsky.docx
38.resumo para concurso professor vigotsky.docx
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
EDUCAÇÃO PARA O PENSAR
EDUCAÇÃO PARA O PENSAREDUCAÇÃO PARA O PENSAR
EDUCAÇÃO PARA O PENSAR
 

Destaque

Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009JUCILANA
 
A educação na sociedade da informação ricardo da silva
A educação na sociedade da informação   ricardo da silvaA educação na sociedade da informação   ricardo da silva
A educação na sociedade da informação ricardo da silvaRicardo Silva
 
Mídias e tecnologias aliadas a educação
Mídias e tecnologias aliadas a educaçãoMídias e tecnologias aliadas a educação
Mídias e tecnologias aliadas a educaçãoNTE-SLG
 
Mídias e materiais didáticos na ead
Mídias e materiais didáticos na eadMídias e materiais didáticos na ead
Mídias e materiais didáticos na eadvinivs
 
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto Escolar
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto EscolarREFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto Escolar
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto EscolarJairo Felipe
 
Cultura da mídia na escola
Cultura da mídia na escolaCultura da mídia na escola
Cultura da mídia na escolaTaïs Bressane
 
Mídia e infância aula 1
Mídia e infância aula 1Mídia e infância aula 1
Mídia e infância aula 1UFCG
 
O Papel da escola na sociedade da informação
O Papel da escola na sociedade da informaçãoO Papel da escola na sociedade da informação
O Papel da escola na sociedade da informaçãoMila Gonçalves
 
Apresentação do ProFuncionário
Apresentação do ProFuncionárioApresentação do ProFuncionário
Apresentação do ProFuncionárioRafael Delmonego
 
Slide tecnologias e midias educativas
Slide tecnologias e  midias educativas  Slide tecnologias e  midias educativas
Slide tecnologias e midias educativas osmaream
 
Tecnologia na educação slide
Tecnologia na educação slideTecnologia na educação slide
Tecnologia na educação slidesuzanadubus
 
Funcionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionáriosFuncionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionáriosAndreá Perez Leinat
 
Slides completos
Slides completosSlides completos
Slides completosFernnandaok
 

Destaque (19)

Profuncionario
ProfuncionarioProfuncionario
Profuncionario
 
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
 
A educação na sociedade da informação ricardo da silva
A educação na sociedade da informação   ricardo da silvaA educação na sociedade da informação   ricardo da silva
A educação na sociedade da informação ricardo da silva
 
Mídias e tecnologias aliadas a educação
Mídias e tecnologias aliadas a educaçãoMídias e tecnologias aliadas a educação
Mídias e tecnologias aliadas a educação
 
Mídias e materiais didáticos na ead
Mídias e materiais didáticos na eadMídias e materiais didáticos na ead
Mídias e materiais didáticos na ead
 
Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10Profuncionario mod.10
Profuncionario mod.10
 
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto Escolar
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto EscolarREFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto Escolar
REFLEXÕES: Mídias e Educação no Contexto Escolar
 
Profuncionário 2
Profuncionário 2Profuncionário 2
Profuncionário 2
 
Cultura da mídia na escola
Cultura da mídia na escolaCultura da mídia na escola
Cultura da mídia na escola
 
Mídia e infância aula 1
Mídia e infância aula 1Mídia e infância aula 1
Mídia e infância aula 1
 
O Papel da escola na sociedade da informação
O Papel da escola na sociedade da informaçãoO Papel da escola na sociedade da informação
O Papel da escola na sociedade da informação
 
Apresentação do ProFuncionário
Apresentação do ProFuncionárioApresentação do ProFuncionário
Apresentação do ProFuncionário
 
1 slide modulo 3
1 slide  modulo 31 slide  modulo 3
1 slide modulo 3
 
Slide tecnologias e midias educativas
Slide tecnologias e  midias educativas  Slide tecnologias e  midias educativas
Slide tecnologias e midias educativas
 
Tecnologia na educação slide
Tecnologia na educação slideTecnologia na educação slide
Tecnologia na educação slide
 
Tecnologia na Educação
Tecnologia na EducaçãoTecnologia na Educação
Tecnologia na Educação
 
Tecnologias na Escola
Tecnologias na EscolaTecnologias na Escola
Tecnologias na Escola
 
Funcionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionáriosFuncionários e educadores certo/ profuncionários
Funcionários e educadores certo/ profuncionários
 
Slides completos
Slides completosSlides completos
Slides completos
 

Semelhante a Profuncionario

Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaArtigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaSimoneHelenDrumond
 
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docx
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docxmanual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docx
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docxClaudia Castanho
 
Contribuições da psicologia
Contribuições da psicologiaContribuições da psicologia
Contribuições da psicologiamegainfoin
 
A didatica eo processo educativo.artigo
A didatica eo processo educativo.artigoA didatica eo processo educativo.artigo
A didatica eo processo educativo.artigoMayanne Leitte
 
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptx
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptxTEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptx
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptxclaydemar20
 
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...ROURESANTOSRIBEIRO
 
A criança e o número constanc e kamil
A criança e o número constanc e kamilA criança e o número constanc e kamil
A criança e o número constanc e kamilLeni Ziha
 
Alfabetizacao prof Rosane A.Ribeiro
Alfabetizacao prof Rosane A.RibeiroAlfabetizacao prof Rosane A.Ribeiro
Alfabetizacao prof Rosane A.Ribeirorosane11061965
 
Ensaio maria nilza modulo iv
Ensaio maria nilza modulo ivEnsaio maria nilza modulo iv
Ensaio maria nilza modulo ivVania Mendes
 
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...Luciana Torturello
 
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagem
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagemO professor como mediador dos estímulos na aprendizagem
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagemDanusinha87
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilPessoal
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...christianceapcursos
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educaçãounieubra
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaVanessa Casaro
 

Semelhante a Profuncionario (20)

Matemática p! v! equipe veteranos
Matemática p! v! equipe veteranosMatemática p! v! equipe veteranos
Matemática p! v! equipe veteranos
 
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogiaArtigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
Artigo a importância da psicologia da educação na práxis da pedagogia
 
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docx
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docxmanual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docx
manual_9648 afetividade e sexualidade de crianças e jovens .docx
 
Contribuições da psicologia
Contribuições da psicologiaContribuições da psicologia
Contribuições da psicologia
 
A didatica eo processo educativo.artigo
A didatica eo processo educativo.artigoA didatica eo processo educativo.artigo
A didatica eo processo educativo.artigo
 
Questão 02
Questão 02Questão 02
Questão 02
 
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptx
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptxTEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptx
TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO000000000002024.pptx
 
28022012094929 242
28022012094929 24228022012094929 242
28022012094929 242
 
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...
PSICOLOGIA ESCOLAR : abrindo espaço para fala, a esculta e o desenvolvimento ...
 
A criança e o número constanc e kamil
A criança e o número constanc e kamilA criança e o número constanc e kamil
A criança e o número constanc e kamil
 
Alfabetizacao prof Rosane A.Ribeiro
Alfabetizacao prof Rosane A.RibeiroAlfabetizacao prof Rosane A.Ribeiro
Alfabetizacao prof Rosane A.Ribeiro
 
Ensaio maria nilza modulo iv
Ensaio maria nilza modulo ivEnsaio maria nilza modulo iv
Ensaio maria nilza modulo iv
 
04122012 patricia do carmo tcc
04122012 patricia do carmo   tcc04122012 patricia do carmo   tcc
04122012 patricia do carmo tcc
 
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...
A importância da afetividade no trabalho do Orientador Educacional frente aos...
 
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagem
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagemO professor como mediador dos estímulos na aprendizagem
O professor como mediador dos estímulos na aprendizagem
 
Pedagogia afetiva
Pedagogia afetivaPedagogia afetiva
Pedagogia afetiva
 
Afetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantilAfetividade na educação infantil
Afetividade na educação infantil
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
 
Psicologia da Educação
Psicologia da EducaçãoPsicologia da Educação
Psicologia da Educação
 
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogiaFundamentos epistemológicos da psicopedagogia
Fundamentos epistemológicos da psicopedagogia
 

Mais de marcilene1311

Mais de marcilene1311 (20)

Apresentacao internet andre
Apresentacao internet   andreApresentacao internet   andre
Apresentacao internet andre
 
Apresentacao internet
Apresentacao internetApresentacao internet
Apresentacao internet
 
Escola monte moriá
Escola monte moriáEscola monte moriá
Escola monte moriá
 
Agenda
Agenda Agenda
Agenda
 
Apresentação do modulo de gestão e alimentaçao
Apresentação do modulo de gestão e alimentaçaoApresentação do modulo de gestão e alimentaçao
Apresentação do modulo de gestão e alimentaçao
 
Agenda
Agenda Agenda
Agenda
 
Uma antiga lenda
Uma antiga lendaUma antiga lenda
Uma antiga lenda
 
Agenda
Agenda Agenda
Agenda
 
Módulo 12
Módulo 12Módulo 12
Módulo 12
 
O carvalho e o eucalipto
O carvalho e o eucaliptoO carvalho e o eucalipto
O carvalho e o eucalipto
 
Agenda
AgendaAgenda
Agenda
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
Agenda 2
Agenda 2Agenda 2
Agenda 2
 
A bolacha teste
A bolacha testeA bolacha teste
A bolacha teste
 
Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]Alimentação [modo de compatibilidade]
Alimentação [modo de compatibilidade]
 
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
 

Profuncionario

  • 1. ”Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós juntos”.
  • 2.
  • 3. Unidade 1 1.1 Psicologia como área do conhecimento Psicologia Ciências e Senso Comum 1.2 As grandes polêmicas da psicologia 1.3 Psicologia e Educação
  • 4. O tornar-se humano e profissional como construção sociocultural
  • 5. 1.1 Psicologia como área do conhecimento Psicologia Estudo que objetiva a análise da vida humana mediante a visão do caráter e da consciência do indivíduo, que são para ela, partes da personalidade dos homens, ou seja, aquilo que diferencia uns dos outros, como os diversos modos de vida que adotam sem a escolha dos outros. Senso Comum Descreve as crenças e proposições que aparecem como normal, sem depender de uma investigação detalhada para alcançar verdades mais profundas como as científicas.
  • 6. 1.2 As grandes polêmicas da psicologia Uma das grandes polêmicas da psicologia é tentar defini-la. O mundo é visto sempre em movimento e em constante mudança. O que também é válido para entendermos o homem que é visto como um ser ao mesmo tempo, biológico e social; um ser ao mesmo tempo individual e cultural; um ser ao mesmo tempo racional e emocional. E deve ser entendido em suas condições concretas, que são, ao mesmo tempo, subjetivas e objetivas.
  • 7. 1.3 Psicologia e Educação Desenvolvido e a educação são complementares e a atividade exercida por todos educadores é de extrema responsabilidade. A escola tem de se dirigir ao aluno de maneira que possa atingir toda sua personalidade, respeitando e estimulando sua espontaneidade total de ação e de assimilação.
  • 8.
  • 9. 2.1 A relação entre desenvolvimento e aprendizagem Opinião de algumas professoras
  • 10. 2.2 Diferentes concepções de desenvolvimento e de aprendizagem Para Vigotski o aprendizado e desenvolvimento estão inter-relacionados desde o primeiro dia de vida da criança, portanto, muito antes de ela frequentar a escola. Nível de Desenvolvimento Real, Potencial e Zona de Desenvolvimento Proximal.
  • 11.
  • 12. 2.3 Discussões na psicologia do desenvolvimento • Os processos de desenvolvimento e de aprendizagem estão relacionados; • A relação entre os processos de desenvolvimento é explicada de forma diferente pelas teorias psicológicas; • A definição de desenvolvimento que enfatiza no texto é a de que o desenvolvimento é um processo descontínuo, marcado por rupturas, retrocessos e reviravoltas.
  • 13.
  • 14. 3.1 Ciclo da vida: Infância, adolescência, fase adulta e velhice como construções culturais Detalha os Estágios de desenvolvimento (Wallon): Período da Vida Intra-Ulterina, Impulsivo e Emocional, Sensório Motor, Personalismo, Puberdade e da Adolescência e a Fase Adulta.
  • 15. 3.2 Papel do educador na formação da personalidade do aluno A relação entre o educador e o aluno deve ser de interação. O educador não deve estar ausente do processo de desenvolvimento do aluno, nem se impor de forma autoritária. Ele é o responsável pela organização da relação com os educandos, cuidando para preservar sua espontaneidade. A ele compete ajudar o aluno a se livrar da dispersão que o contato com as coisas provoca em seus interesses ou em sua atividade.
  • 16. 3.3 A formação pessoal do educador Devemos estar prontos para aprender sempre e poder ser ouvidos em relação as nossas dificuldades, desejos e expectativas no nosso cotidiano, para que a aprendizagem contínua constitua-se como instrumento constante de inovação e de melhoria da situação pessoal e coletiva dos educadores.
  • 17.
  • 18. 4.1 Disciplina e Motivação Tradicionalmente, disciplina significa obter a tranquilidade, o silêncio e a passividade dos alunos, para que eles não se distraiam dos exercícios propostos pelo professor e que sigam as regras pré- determinadas pelos adultos. No entanto, esse ponto de vista não é compatível com a educação que se propõe a formar cidadãos, que não pode prescindir da colaboração dos alunos, o que acarretaria na inibição de suas curiosidades, seus interesses e suas iniciativas.
  • 19. 4.1 Disciplina e Motivação A motivação tem a ver com o motivo pelo qual alguma coisa me leva a agir em direção a ele com o fim de obter alguma satisfação.
  • 20. 4.2 Gêneros nas relações escolares A escola como espaço de socialização de meninas e de meninos exerce uma grande influência no processo de constituição de gênero. O papel do educador nesse processo é de fundamental importância para flexibilizar as regras e os papéis de gênero e levar os alunos a uma reflexão sobre as relações de gênero.
  • 21. 4.3 Diversidade cultural no processo educacional Estar em grupo não significa ser igual, ter as mesmas idéias e compartilhar as mesmas opiniões. Pelo contrário, a diversidade deve ser vista como possibilidade de enriquecer nossa visão de mundo
  • 22.
  • 23. 5.1 Papel da mídia na escola É importante abordar a questão da mídia na escola por entender que todos os meios de comunicação exercem influência marcante na nossa formação como educadores e na formação dos educandos também.
  • 24. 5.2 Educação inclusiva O educador, no contexto de uma educação inclusiva, precisa ser preparado para lidar com as diferenças, com a singularidade e com a diversidade de todas as crianças e não com um modelo de pensamento comum a todas elas. Cabe a ele observar criteriosamente as necessidades de todos.
  • 25. 5.3 Relações interpessoais e gestão democrática A gestão democrática parte da idéia de uma escola para todos. É importante enfatizar que um dos objetivos deste curso é o de preparar, você, funcionário de escola pública, para poder participar, com os outros educadores da escola, dos conselhos escolares. Devemos romper com o silêncio, a subserviência e o imobilismo que as relações de hierarquia do poder pelo suposto saber determinavam no contexto da educação.
  • 26. Espero vocês dia 26/02 na Esc. Eliziário Um forte abraço! Marcilene