Africa

455 visualizações

Publicada em

Africa

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Africa

  1. 1. ÁFRICA
  2. 2. • É o terceiro maior continente da Terra, ficando apenas atrás da Ásia e das Américas. • Junto com as ilhas adjacentes, ocupa cerca de 30 milhões de km2, cobrindo 20,3% da área total da terra firme do planeta.
  3. 3. • É também o segundo continente mais populoso da Terra, ficando apenas atrás da Ásia. • Possui mais de 800 milhões de habitantes em 54 países, representando cerca de um sétimo da população do mundo.
  4. 4. • Os países da África que têm o português como língua oficial são: Angola, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe
  5. 5. A VERDADEIRA ÁFRICA • A África é a região onde se encontraram os mais antigos vestígios de existência humana . Os Homo Sapiens. • Possuía antes da chegada dos europeus, um vigor e estabilidade invejáveis com a presença de impérios e reinos muito bem estabelecidos.
  6. 6. O Egito • Foi uma das civilizações antigas mais prósperas e evoluídas tecnologicamente, no mundo. • Situada no norte da África, acima do deserto do Saara, deixou um legado inestimável, na medicina, astronomia, ciência, sociedade, política e religião.
  7. 7. África sub-saariana • Situada abaixo do deserto do Saara, existia e ainda existe uma grande diversidade étnica e linguística, mas no passado, esses povos viviam em relativa harmonia, estabelecendo comércios entre si e entre islâmicos do oriente médio. • Haviam guerras e disputas entre tribos rivais e de diferentes etnias.
  8. 8. As várias Áfricas...
  9. 9. Economia na África até o século XV • Dinâmica, estável e rentosa. • Comercializavam ouro, marfim, ferro (tinham técnicas avançadas de metalurgia), bronze, latão e produziam belíssimas peças artísticas, peles de animais, plumas de avestruzes, etc. • Produziam tecidos de algodão de excelente qualidade.
  10. 10. Os povos da áfrica • A idéia que se tem é que o povo africano, independente do território, tem o mesmo biotipo, como os asiáticos. Mas isso não é verdade!! • São fisicamente diversificados, com aspectos físicos diferenciados.
  11. 11. • Ao norte, pessoas de pele mais escura • Parte central e ocidental, os negróides • O restante da África, os de pele amarelada e cabelo crespo. • Atualmente, há uma mistura étnica incalculável, alimentando ainda mais a diversidade.
  12. 12. Quanto aos grupos linguísticos: • São mais de mil idiomas • Em um mesmo país atualmente, convivem várias etnias de várias línguas
  13. 13. Rivalidades ... • As rivalidades entre as tribos não eram comuns, mas quando haviam guerras, os vencedores levavam cativos os perdedores, que trabalhavam como escravos para o imperador ou rei.
  14. 14. Formas de Organização • Algumas sociedades africanas formaram grandes reinos, como o Egito, o Mali, Songai, Oió, Axante e Daomé. • Outras formaram agrupamento muito pequenos de pessoas que catavam e coletavam o que a natureza oferecia ou praticavam agricultura de subsistência.
  15. 15. Fidelidade ao chefe e parentesco • TODAS as sociedades africanas, das mais simples às complexas, se organizavam a partir da fidelidade ao chefe e através das relações de parentesco. • O chefe da família era o núcleo básico da organização na África.
  16. 16. Nas Aldeias... • Cada família da aldeia tinha um chefe que era subordinado ao chefe da Aldeia. • O chefe da aldeia atribuía castigos a quem não seguiam as normas do grupo. • O chefe distribuía terras às famílias, liderava os guerreiros para garantir a segurança
  17. 17. Chefe e conselho... • Havia um conselho que ajudava o chefe a governar • Todo o conhecimento dos homens vinham dos mais velhos.
  18. 18. O sobrenatural • TODA orientação sobre TUDO na vida era dada através do sobrenatural. • Cultuavam espíritos da natureza, antepassados de heróis os quais muitos consideravam fundadores de sua sociedade. • Na imagem, pela disposição dos objetos, adivinho consegue respostas feitas aos espíritos.
  19. 19. Os feiticeiros... • Cultuavam os mortos. Os contatos mais importantes precisavam da mediação de um especialistas, aos quais os europeus chamaram de feiticeiros.
  20. 20. O comércio com os árabes
  21. 21. O Islamismo • O comércio com muçulmanos desde o século II facilitou a conversão de africanos ao norte e na costa oriental. • Os cristãos ao leste, e zonas na África do Sul. • Práticas religiosas tradicionais permeiam toda a África, convivendo com o Islamismo e o Cristianismo.
  22. 22. Reinos e impérios africanos século XVI e XIX Os europeus quando chegaram à África no Século XV, diferente do Brasil encontraram na costa oriental da África, navios cheios de comerciantes de todas as partes. Muitas cidades semelhantes às européias.
  23. 23. • Encontraram produções de aço superiores às da Europa. • Muitas esculturas, obras de artes. • Muito tecido de excelente qualidade
  24. 24. • Vários impérios importantes, de grande expressão econômica, cultural e política, como o Ashanti, o Império Rozvi e Buganda.
  25. 25. O comércio de escravos e escravidão • Desde os tempos mais antigos, homens escravizam outros homens que não considera seus “semelhantes”, mas inimigos ou “inferiores”. • A maior fonte de escravos sempre foi a guerra e outros motivos como dívidas, crimes, etc.
  26. 26. • No continente africano não foi diferente. • Porém, os filhos de escravos com homens livres não seria escravo. • Davam preferência para mulheres, porque cultivavam as terras.
  27. 27. • Mais comum nos reinos que reuniam várias aldeias • Como mercadoria, era mais comum nas regiões islamizadas, pois os árabes os vendiam a outros reinos. • Havia uma hierarquia, onde existia o escravo mais desprezado, o que ocupava postos de responsabilidade, o admirado por seus talentos.
  28. 28. • Diante dessa nova realidade, os europeus passaram a praticar o lucrativo tráfico negreiro, que aconteceu durante quatro séculos entre o continente africano e o continente americano.
  29. 29. O “NÃO RETORNO”
  30. 30. • O tráfico negreiro ocasionou transformações na sociedade africana, pois o aumento ou a diminuição da escravidão interna (na África) estava relacionado (a) com a maior ou a menor demanda externa (para a América). • Portanto, quanto maior a necessidade de escravos na América, maior era o número de pessoas escravizadas na África. Assim, o tráfico negreiro se tornou um negócio rentável.
  31. 31. • O contingente de africanos que foram trazidos forçadamente para a América como escravos não é preciso, mas situa-se entre dez e onze milhões de africanos escravizados, desde o século XV até a abolição do tráfico negreiro em Cuba, no ano de 1868. No Brasil, o tráfico negreiro foi proibido com a Lei Eusébio de Queiroz em 1850, mas a escravidão somente foi abolida no ano de 1888.

×