2016.10.27 - ITR - 03T16

24 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2016.10.27 - ITR - 03T16

  1. 1. Demonstração do Fluxo de Caixa 16 Demonstração do Resultado Abrangente 15 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Balanço Patrimonial Ativo 11 Declaração dos Diretores sobre as Demonstrações Financeiras 90 Demonstração do Resultado 14 Balanço Patrimonial Passivo 12 DMPL - 01/01/2016 à 30/09/2016 17 Pareceres e Declarações Notas Explicativas 37 Relatório da Revisão Especial - Sem Ressalva 88 DMPL - 01/01/2015 à 30/09/2015 18 Comentário do Desempenho 20 Demonstração do Valor Adicionado 19 Balanço Patrimonial Ativo 2 Demonstração do Resultado 5 Balanço Patrimonial Passivo 3 DFs Individuais Dados da Empresa Composição do Capital 1 DMPL - 01/01/2015 à 30/09/2015 9 DFs Consolidadas Demonstração do Valor Adicionado 10 DMPL - 01/01/2016 à 30/09/2016 8 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido Índice ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  2. 2. Em Tesouraria Total 319.176.942 Preferenciais 0 Ordinárias 24.505 Total 24.505 Preferenciais 0 Do Capital Integralizado Ordinárias 319.176.942 Dados da Empresa / Composição do Capital Número de Ações (Unidades) Trimestre Atual 30/09/2016 PÁGINA: 1 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  3. 3. 1.02.01.07 Despesas Antecipadas 12.116 12.030 1.02.01.06.02 Impostos e Contribuições a Recuperar 155.186 129.408 1.02.01.07.01 Despesas Antecipadas 12.116 12.030 1.02.01.09.01 Ativos Não-Correntes a Venda 110.380 110.209 1.02.01.09 Outros Ativos Não Circulantes 255.807 271.431 1.02.01.03 Contas a Receber 2.081 2.477 1.02.04.01 Intangíveis 9.380 8.815 1.02.01.03.01 Clientes 2.081 2.477 1.02.01.06.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 0 34.353 1.02.01.06 Tributos Diferidos 155.186 163.761 1.02.03 Imobilizado 1.327.772 1.345.729 1.02.02.01.04 Outras Participações Societárias 598 646 1.02.03.01 Imobilizado em Operação 1.199.955 1.149.709 1.02.04 Intangível 9.380 8.815 1.02.03.03 Imobilizado em Andamento 127.817 196.020 1.02.01.09.05 Outros Ativos Não Circulantes 107.395 113.908 1.02.01.09.03 Depósitos de Demandas Judiciais 38.032 47.314 1.02.02 Investimentos 6.673 3.129 1.02.02.01.02 Participações em Controladas 6.075 2.483 1.02.02.01 Participações Societárias 6.673 3.129 1.01.03 Contas a Receber 562.068 692.772 1.01.02.01 Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo 217.326 377.065 1.01.04 Estoques 823.327 1.471.721 1.01.03.01 Clientes 562.068 692.772 1.01.02 Aplicações Financeiras 217.326 377.065 1 Ativo Total 3.793.192 5.342.590 1.02.01.01 Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo 2.493 28.625 1.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 157.391 248.151 1.01 Ativo Circulante 2.021.684 3.506.593 1.01.06 Tributos a Recuperar 122.253 189.837 1.01.08.03.03 Banco conta vinculada 92.176 0 1.01.08.03.02 Outros Ativos Circulantes 14.604 9.748 1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 427.683 478.324 1.02 Ativo Não Circulante 1.771.508 1.835.997 1.01.08.03.01 Instrumentos Financeiros Derivativos 15.803 510.797 1.01.07 Despesas Antecipadas 16.736 6.502 1.01.06.01 Tributos Correntes a Recuperar 122.253 189.837 1.01.08.03 Outros 122.583 520.545 1.01.08 Outros Ativos Circulantes 122.583 520.545 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 2 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  4. 4. 2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 616.390 986.740 2.02.01 Empréstimos e Financiamentos 616.390 986.740 2.02 Passivo Não Circulante 1.009.586 1.167.232 2.02.02.02 Outros 574 752 2.02.02 Outras Obrigações 574 752 2.02.01.01.02 Em Moeda Estrangeira 616.390 986.740 2.01.05.02.04 Instrumentos Financeiros Derivativos 41.569 245.349 2.01.05.02.02 Dividendo Mínimo Obrigatório a Pagar 24.396 24.186 2.01.05.02 Outros 964.251 2.477.874 2.01.05.02.07 Operações com Forfait e Cartas de Crédito 813.757 1.843.386 2.01.05.02.06 Outros Passivos Circulantes 52.109 100.823 2.01.05.02.05 Adiatamentos de Clientes 32.420 264.130 2.02.04.01.04 Provisões Cíveis 3.104 2.638 2.02.04.01.02 Provisões Previdenciárias e Trabalhistas 177.209 168.609 2.02.04.01.01 Provisões Fiscais 6.888 5.676 2.02.04.02.04 Provisão PL Negativo 0 2.817 2.02.04.02 Outras Provisões 0 2.817 2.02.03 Tributos Diferidos 205.421 0 2.02.02.02.06 Fornecedores Nacionais 37 0 2.02.02.02.03 Outros Passivos Não Circulantes 537 752 2.02.04.01 Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis 187.201 176.923 2.02.04 Provisões 187.201 179.740 2.02.03.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 205.421 0 2.01.02.02 Fornecedores Estrangeiros 112.789 154.264 2.01.02.01 Fornecedores Nacionais 142.752 171.274 2.01.02.02.01 Fornecedores Estrangeiros 112.789 154.264 2.01.03.01 Obrigações Fiscais Federais 15.680 7.267 2.01.03 Obrigações Fiscais 26.629 11.685 2.01.02 Fornecedores 255.541 325.538 2 Passivo Total 3.793.192 5.342.590 2.01.05 Outras Obrigações 964.251 2.477.874 2.01 Passivo Circulante 2.422.996 3.830.882 2.01.01.01 Obrigações Sociais 58.541 51.135 2.01.01 Obrigações Sociais e Trabalhistas 58.541 51.135 2.01.03.01.02 Imposto Sobre Produtos Industrializados 2.055 2.832 2.01.03.03.01 Imposto Sobre Serviços 1.096 342 2.01.03.03 Obrigações Fiscais Municipais 1.096 342 2.01.04 Empréstimos e Financiamentos 1.118.034 964.650 2.01.04.01.02 Em Moeda Estrangeira 1.118.034 964.650 2.01.04.01 Empréstimos e Financiamentos 1.118.034 964.650 2.01.03.02.01 Imposto Circulação de Mercadorias e Serviços 9.853 4.076 2.01.03.01.04 PIS e COFINS 10.996 2.788 2.01.03.01.03 Imposto de renda retido na Fonte 1.779 1.647 2.01.03.01.05 Contribuições Sociais Retidos 849 0 2.01.03.02 Obrigações Fiscais Estaduais 9.853 4.076 2.01.03.01.07 Outros 1 0 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 3 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  5. 5. 2.03.04 Reservas de Lucros 77.650 77.650 2.03.03 Reservas de Reavaliação 229.059 235.849 2.03.04.01 Reserva Legal 5.092 5.092 2.03.05 Lucros/Prejuízos Acumulados -329.245 0 2.03.04.05 Reserva de Retenção de Lucros 72.558 72.558 2.03.06 Ajustes de Avaliação Patrimonial -999.103 -1.351.272 2.03 Patrimônio Líquido 360.610 344.476 2.03.02.05 Ações em Tesouraria -741 -741 2.03.02 Reservas de Capital -741 -741 2.03.01 Capital Social Realizado 1.382.990 1.382.990 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 4 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  6. 6. 3.07 Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro -57.721 -96.261 255.219 203.155 3.08 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro -463 -239.774 -68.839 -50.733 3.08.01 Corrente 0 0 -5.645 -5.645 3.06.02 Despesas Financeiras -171.529 -1.349.320 -678.816 -1.300.325 3.99.02.01 ON -0,18229 -1,05282 0,58394 0,47755 3.06 Resultado Financeiro -32.060 -96.883 156.537 93.818 3.06.01 Receitas Financeiras 139.469 1.252.437 835.353 1.394.143 3.99.01 Lucro Básico por Ação 3.99.01.01 ON -0,18229 -1,05282 0,58394 0,47755 3.99.02 Lucro Diluído por Ação 3.99 Lucro por Ação - (Reais / Ação) 3.08.02 Diferido -463 -239.774 -63.194 -45.088 3.09 Resultado Líquido das Operações Continuadas -58.184 -336.035 186.380 152.422 3.11 Lucro/Prejuízo do Período -58.184 -336.035 186.380 152.422 3.03 Resultado Bruto 77.782 266.214 182.123 300.889 3.04 Despesas/Receitas Operacionais -103.443 -265.592 -83.441 -191.552 3.04.01 Despesas com Vendas -7.860 -23.436 -9.964 -26.123 3.05 Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos -25.661 622 98.682 109.337 3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços 1.183.585 4.044.868 1.628.430 4.271.216 3.02 Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos -1.105.803 -3.778.654 -1.446.307 -3.970.327 3.04.02 Despesas Gerais e Administrativas -26.020 -76.062 -33.223 -86.876 3.04.04 Outras Receitas Operacionais 21.216 33.607 8.579 29.123 3.04.05 Outras Despesas Operacionais -91.327 -198.610 -45.961 -98.305 3.04.06 Resultado de Equivalência Patrimonial 548 -1.091 -2.872 -9.371 3.04.02.01 Gerais e Administrativas -16.741 -51.856 -17.774 -62.269 3.04.02.02 Honorários da Administração -2.182 -5.406 -1.852 -5.400 3.04.02.03 Participação dos Empregados -7.097 -18.800 -13.597 -19.207 DFs Individuais / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2015 à 30/09/2015 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 5 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  7. 7. 4.02.04 Hedge Fluxo de Caixa - Outras dividas 43.714 133.752 -261.344 -326.532 4.03 Resultado Abrangente do Período -96.292 16.134 -804.127 -962.726 4.02.05 Hedge Fluxo de Caixa - Custo Metal x Futuro Bolsa -72 -14 28 144 4.02.08 Hedge Fluxo de Caixa - NDF- Capex 146 -623 105 510 4.02.07 Ganhos Var. Camb. Investimentos Exterior 17 -318 50 76 4.01 Lucro Líquido do Período -58.184 -336.035 186.380 152.422 4.02.02 Hedge fluxo de caixa - NDF receita de vendas -28.213 50.697 -264.720 -228.444 4.02.01 Hedge Fluxo de caixa - receita exportação -53.700 168.675 -464.626 -560.902 4.02 Outros Resultados Abrangentes -38.108 352.169 -990.507 -1.115.148 DFs Individuais / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2015 à 30/09/2015 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 6 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  8. 8. 6.01.02.20 Outros Passsivos -48.712 184.009 6.01.02.19 Instrumentos Financeiros Derivativos Passivo -203.780 232.137 6.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 6.114 -8.143 6.02.06 Aumento de Capital de Sociedade Controlada -5.000 0 6.02.04 Outros Investimentos 2.194 0 6.01.02.18 Adiantamentos de Clientes -231.710 0 6.01.02.12 Operações com Forfait e Cartas de Crédito -993.819 -70.503 6.01.02.11 Fornecedores -69.330 -141.300 6.01.02.14 Impostos e Contribuições a Recolher 14.729 7.164 6.01.02.16 Salários e Encargos Sociais 7.406 9.153 6.01.02.15 Adiçoes e Baixas para Demandas Judiciais -53.743 -21.242 6.03.03 Dividendos 210 0 6.03.02 Amortização de emprestimos/financiamentos -762.717 -764.235 6.03.04 Amortização de Encargos Financeiros -65.042 -47.959 6.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 248.151 271.113 6.05 Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes -90.760 404.870 6.03.01 Ingresso de emprestimos/financiamentos 900.593 1.556.272 6.02.08 Ingressos de aplicações financeiras -1.182.354 -2.038.178 6.02.07 Adiçoes em imobilizado e intangiveis -84.775 -135.702 6.02.09 Resgates de aplicações financeiras 1.368.225 2.165.737 6.03 Caixa Líquido Atividades de Financiamento 73.044 744.078 6.02.10 Banco conta vinculada -92.176 0 6.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 157.391 675.983 6.01.01.04 Equivalencia Patrimonial -1.726 9.371 6.01.01.03 Depreciação Amortização e Exaustão 104.010 88.751 6.01.01.06 Provisão Para Demandas Judiciais 64.021 36.340 6.01.01.08 Encargos Financeiro de LP -22.771 -173.646 6.01.01.07 Outras Perdas Estimadas -6.378 -157 6.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais -169.918 -331.065 6.01.02.10 Outros Ativos Circulantes e não circulantes 1.657 -32.833 6.01.01 Caixa Gerado nas Operações 65.604 180.318 6.01.01.02 Valor Residual de Ativo Permanente Baixado 2 9.633 6.01.01.01 Lucro antes do IR e da CS -96.261 203.155 6.01.01.09 Ajuste a valor presente - Clientes Fornecedores -962 1.621 6.01.02.06 Despesas Antecipadas -10.320 -6.356 6.01.02.05 Impostos e Contribuições a Recuperar 41.806 -28.917 6.01.02.07 Depositos para Demandas Judiciais 9.321 -1.082 6.01.02.09 Bens Destinados a Venda 1.986 -45 6.01.02.08 Instrumentos Financeiros Derivativos Ativos 545.053 -354.209 6.01.01.12 Provisões de perda estimada do valor recuperável 25.669 3.777 6.01.01.10 Provisão para Passivo Descoberto 0 1.473 6.01.02 Variações nos Ativos e Passivos -235.522 -511.383 6.01.02.04 Estoques 648.542 -79.555 6.01.02.02 Contas a Receber de Clientes 105.392 -207.804 DFs Individuais / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 7 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  9. 9. 5.05.02.03 Equiv. Patrim. s/Result. Abrang. Controladas e Coligadas 0 0 0 0 -318 -318 5.05.02.01 Ajustes de Instrumentos Financeiros 0 0 0 0 352.487 352.487 5.07 Saldos Finais 1.382.990 -741 77.650 -329.245 -770.044 360.610 5.06.03 Tributos sobre a Realização da Reserva de Reavaliação 0 0 0 -1.885 1.885 0 5.06.02 Realização da Reserva Reavaliação 0 0 0 8.675 -8.675 0 5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 0 0 6.790 -6.790 0 5.01 Saldos Iniciais 1.382.990 -741 77.650 0 -1.115.423 344.476 5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 0 352.169 352.169 5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.382.990 -741 77.650 0 -1.115.423 344.476 5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -336.035 0 -336.035 5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -336.035 352.169 16.134 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2016 à 30/09/2016 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido PÁGINA: 8 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  10. 10. 5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 -37.746 -14.294 60.962 -8.922 0 5.05.02.03 Equiv. Patrim. s/Result. Abrang. Controladas e Coligadas 0 0 0 0 76 76 5.05.02.01 Ajustes de Instrumentos Financeiros 0 0 0 0 -1.115.224 -1.115.224 5.06.04 Reserva de Retençao de Lucros 0 -37.746 -14.294 52.040 0 0 5.06.03 Tributos sobre a Realização da Reserva de Reavaliação 0 0 0 -2.716 2.716 0 5.06.02 Realização da Reserva Reavaliação 0 0 0 11.638 -11.638 0 5.07 Saldos Finais 1.382.990 -741 0 116.423 -1.257.166 241.506 5.01 Saldos Iniciais 1.382.990 37.005 14.294 -96.961 -133.096 1.204.232 5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 0 -1.115.148 -1.115.148 5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.382.990 37.005 14.294 -96.961 -133.096 1.204.232 5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 152.422 0 152.422 5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 152.422 -1.115.148 -962.726 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2015 à 30/09/2015 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido PÁGINA: 9 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  11. 11. 7.06.01 Resultado de Equivalência Patrimonial -1.090 -9.371 7.06.02 Receitas Financeiras 1.252.437 1.394.143 7.06 Vlr Adicionado Recebido em Transferência 1.251.347 1.384.772 7.04.01 Depreciação, Amortização e Exaustão -104.010 -88.751 7.05 Valor Adicionado Líquido Produzido 540.361 314.079 7.07 Valor Adicionado Total a Distribuir 1.791.708 1.698.851 7.08.03 Remuneração de Capitais de Terceiros 1.365.728 1.300.325 7.08.04 Remuneração de Capitais Próprios -336.035 152.422 7.08.02 Impostos, Taxas e Contribuições 585.679 89.125 7.08 Distribuição do Valor Adicionado 1.791.708 1.698.851 7.08.01 Pessoal 176.336 156.979 7.08.04.03 Lucros Retidos / Prejuízo do Período -336.035 152.422 7.01.02 Outras Receitas 28.863 -2.462 7.01.04 Provisão/Reversão de Créds. Liquidação Duvidosa -25.829 0 7.01.01 Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços 4.402.347 4.953.357 7.04 Retenções -104.010 -88.751 7.01 Receitas 4.405.381 4.950.895 7.02.03 Perda/Recuperação de Valores Ativos 0 -45.087 7.03 Valor Adicionado Bruto 644.371 402.830 7.02.02 Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros -424.378 -527.558 7.02 Insumos Adquiridos de Terceiros -3.761.010 -4.548.065 7.02.01 Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos -3.336.632 -3.975.420 DFs Individuais / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 10 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  12. 12. 1.02.01.07 Despesas Antecipadas 12.116 12.030 1.02.01.06.02 Impostos e Contribuições a Recuperar 156.035 130.821 1.02.01.09 Outros Ativos Não Circulantes 255.808 271.431 1.02.01.07.01 Despesas Antecipadas 12.116 12.030 1.02.01.06.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 14.779 50.721 1.02.01.03 Contas a Receber 9.284 2.754 1.02.01.01 Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo 2.493 28.625 1.02.01.06 Tributos Diferidos 170.814 181.542 1.02.01.03.01 Clientes 9.284 2.754 1.02.01.09.01 Ativos Não-Correntes a Venda 110.380 110.209 1.02.03.01 Imobilizado em Operação 1.200.610 1.150.579 1.02.03 Imobilizado 1.328.834 1.346.599 1.02.04 Intangível 9.380 8.815 1.02.03.03 Imobilizado em Andamento 128.224 196.020 1.02.02.01.04 Outras Participações Societárias 598 646 1.02.01.09.04 Outros Ativos Não Circulantes 107.396 113.908 1.02.01.09.03 Depósitos de Demandas Judiciais 38.032 47.314 1.02.02.01 Participações Societárias 598 646 1.02.02 Investimentos 598 646 1.02.04.01 Intangíveis 9.380 8.815 1.01.03 Contas a Receber 455.197 604.770 1.01.02.01 Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo 217.326 377.065 1.01.04 Estoques 833.149 1.495.760 1.01.03.01 Clientes 455.197 604.770 1.01.02 Aplicações Financeiras 217.326 377.065 1 Ativo Total 3.720.337 5.306.234 1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 450.515 496.382 1.01.01 Caixa e Equivalentes de Caixa 161.438 253.713 1.01 Ativo Circulante 1.931.010 3.453.792 1.01.08.03.02 Outros Ativos Circulantes 14.615 10.587 1.01.08.03.01 Instrumentos Financeiros Derivativos 15.819 510.797 1.02 Ativo Não Circulante 1.789.327 1.852.442 1.01.08.03.03 Banco conta vinculada 92.176 0 1.01.08.03 Outros 122.610 521.384 1.01.06.01 Tributos Correntes a Recuperar 123.546 194.087 1.01.06 Tributos a Recuperar 123.546 194.087 1.01.08 Outros Ativos Circulantes 122.610 521.384 1.01.07 Despesas Antecipadas 17.744 7.013 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 11 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  13. 13. 2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 616.396 986.749 2.02.01 Empréstimos e Financiamentos 616.396 986.749 2.02 Passivo Não Circulante 1.009.592 1.164.424 2.02.02.02 Outros 574 752 2.02.02 Outras Obrigações 574 752 2.02.01.01.02 Em Moeda Estrangeira 616.396 986.749 2.01.05.02.04 Instrumentos Financeiros Derivativos 41.569 245.644 2.01.05.02.02 Dividendo Mínimo Obrigatório a Pagar 24.396 24.186 2.01.05.02 Outros 966.634 2.479.987 2.01.05.02.07 Operações com Forfait e Cartas de Crédito 813.757 1.843.386 2.01.05.02.06 Outros Passivos Circulantes 52.665 101.732 2.01.05.02.05 Adiatamentos de Clientes 34.247 265.039 2.02.04.01.04 Provisões Cíveis 3.104 2.638 2.02.04.01.02 Provisões Previdenciárias e Trabalhistas 177.209 168.609 2.02.04.01.01 Provisões Fiscais 6.888 5.676 2.03.01 Capital Social Realizado 1.382.990 1.382.990 2.03 Patrimônio Líquido Consolidado 360.610 344.476 2.02.03 Tributos Diferidos 205.421 0 2.02.02.02.06 Fornecedores Não Circulante 37 0 2.02.02.02.03 Outros Passivos Não Circulantes 537 752 2.02.04.01 Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis 187.201 176.923 2.02.04 Provisões 187.201 176.923 2.02.03.01 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 205.421 0 2.01.02.02 Fornecedores Estrangeiros 112.789 154.268 2.01.02.01 Fornecedores Nacionais 65.625 135.056 2.01.02.02.01 Fornecedores Estrangeiros 112.789 154.268 2.01.03.01 Obrigações Fiscais Federais 16.385 7.286 2.01.03 Obrigações Fiscais 28.308 11.711 2.01.02 Fornecedores 178.414 289.324 2 Passivo Total 3.720.337 5.306.234 2.01.05 Outras Obrigações 966.634 2.479.987 2.01 Passivo Circulante 2.350.135 3.797.334 2.01.01.01 Obrigações Sociais 58.740 51.657 2.01.01 Obrigações Sociais e Trabalhistas 58.740 51.657 2.01.03.01.02 Imposto Sobre Produtos Industrializados 2.055 2.849 2.01.03.03.01 Imposto Sobre Serviços 1.096 342 2.01.03.03 Obrigações Fiscais Municipais 1.096 342 2.01.04 Empréstimos e Financiamentos 1.118.039 964.655 2.01.04.01.02 Em Moeda Estrangeira 1.118.039 964.655 2.01.04.01 Empréstimos e Financiamentos 1.118.039 964.655 2.01.03.02.01 Imposto Circulação de Mercadorias e Serviços 10.827 4.083 2.01.03.01.04 PIS e COFINS 11.698 2.790 2.01.03.01.03 Imposto de renda retido na Fonte 1.781 1.647 2.01.03.01.05 Contribuições Sociais Retidos 850 0 2.01.03.02 Obrigações Fiscais Estaduais 10.827 4.083 2.01.03.01.07 Outros 1 0 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 12 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  14. 14. 2.03.04.01 Reserva Legal 5.092 5.092 2.03.04 Reservas de Lucros 77.650 77.650 2.03.05 Lucros/Prejuízos Acumulados -329.245 0 2.03.04.05 Reserva de Retenção de Lucros 72.558 72.558 2.03.06 Ajustes de Avaliação Patrimonial -999.103 -1.351.272 2.03.03 Reservas de Reavaliação 229.059 235.849 2.03.02 Reservas de Capital -741 -741 2.03.02.05 Ações em Tesouraria -741 -741 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2016 Exercício Anterior 31/12/2015 PÁGINA: 13 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  15. 15. 3.08 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro -755 -241.363 -66.567 -45.114 3.08.01 Corrente 0 0 -5.570 -5.645 3.08.02 Diferido -755 -241.363 -60.997 -39.469 3.07 Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro -57.429 -94.672 252.947 197.536 3.99.02.01 ON -0,18229 -1,05282 0,58395 0,47754 3.06.01 Receitas Financeiras 145.113 1.257.285 840.273 1.411.342 3.06.02 Despesas Financeiras -178.673 -1.371.428 -689.003 -1.331.176 3.99.01 Lucro Básico por Ação 3.99.01.01 ON -0,18229 -1,05282 0,58395 0,47754 3.99.02 Lucro Diluído por Ação 3.99 Lucro por Ação - (Reais / Ação) 3.09 Resultado Líquido das Operações Continuadas -58.184 -336.035 186.380 152.422 3.11 Lucro/Prejuízo Consolidado do Período -58.184 -336.035 186.380 152.422 3.11.01 Atribuído a Sócios da Empresa Controladora -58.184 -336.035 186.380 152.422 3.03 Resultado Bruto 81.619 278.090 183.054 313.281 3.04 Despesas/Receitas Operacionais -105.488 -258.619 -81.377 -195.911 3.04.01 Despesas com Vendas -8.410 -25.722 -11.010 -28.684 3.06 Resultado Financeiro -33.560 -114.143 151.270 80.166 3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços 1.060.304 3.670.346 1.537.875 3.917.133 3.02 Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos -978.685 -3.392.256 -1.354.821 -3.603.852 3.04.02 Despesas Gerais e Administrativas -26.716 -78.255 -34.136 -89.261 3.04.04 Outras Receitas Operacionais 21.276 44.786 8.582 31.420 3.04.05 Outras Despesas Operacionais -91.638 -199.428 -44.813 -109.386 3.05 Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos -23.869 19.471 101.677 117.370 3.04.02.01 Gerais e Administrativas -17.488 -54.151 -18.523 -64.456 3.04.02.02 Honorários da Administração -2.182 -5.406 -1.852 -5.400 3.04.02.03 Participação dos Empregados -7.046 -18.698 -13.761 -19.405 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2015 à 30/09/2015 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 14 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  16. 16. 4.02.05 Hedge Fluxo de Caixa - Custo Metal x Futuro Bolsa -72 -14 28 144 4.02.04 Hedge fluxo de caixa - outras dividas 43.714 133.752 -261.344 -326.532 4.02.07 Ganhos Var. Camb. Investimentos Exterior 17 -318 50 76 4.03 Resultado Abrangente Consolidado do Período -96.292 16.134 -804.127 -962.726 4.02.08 Hedge Fluxo de Caixa - NDF- Capex 146 -623 105 510 4.03.01 Atribuído a Sócios da Empresa Controladora -96.292 16.134 -804.127 -962.726 4.01 Lucro Líquido Consolidado do Período -58.184 -336.035 186.380 152.422 4.02.02 Hedge fluxo de caixa NDF receita de vendas -28.213 50.697 -264.720 -228.444 4.02.01 Hedge fluxo de caixa - Receita Exportação -53.700 168.675 -464.626 -560.902 4.02 Outros Resultados Abrangentes -38.108 352.169 -990.507 -1.115.148 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2015 à 30/09/2015 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 15 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  17. 17. 6.01.02.20 Outros Passivos -49.061 184.306 6.01.02.19 Instrumentos Financeiros Derivativos Passivo -204.075 232.372 6.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 10.450 1.547 6.02.06 Aumento de Capital de Sociedade Controlada -317 0 6.02.04 Outros Investimentos 2.194 0 6.01.02.14 Impostos e Contribuições a Recolher 16.382 7.022 6.01.02.12 Operações com Forfait e Cartas de Crédito -993.819 -70.503 6.01.02.15 Adições e Baixas para Demandas Judiciais -53.743 -21.242 6.01.02.18 Adiantamentos de Clientes -230.792 0 6.01.02.16 Salários e Encargos Sociais 7.083 9.514 6.02.07 Adições em Imobilizado e Intangíveis -85.122 -135.703 6.03.03 Dividendos 210 0 6.03.02 Amortização de Empréstimos/Financiamentos -762.717 -764.235 6.03.04 Amortização de Encargos Financeiros -65.042 -47.959 6.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 253.713 276.872 6.05 Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes -92.275 410.942 6.02.09 Resgates de aplicações financeiras 1.368.225 2.177.256 6.02.08 Ingressos de aplicações financeiras -1.182.354 -2.040.006 6.02.10 Banco conta vinculada -92.176 0 6.03.01 Ingressos de emprestimos/financiamentos 900.588 1.556.268 6.03 Caixa Líquido Atividades de Financiamento 73.039 744.074 6.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes 161.438 687.814 6.01.01.06 Provisão para Perdas Demandas Judiciais 64.021 36.340 6.01.01.03 Depreciação, Amortização e Exaustão 104.019 88.763 6.01.01.07 Outras Perdas Estimada -6.378 -157 6.01.01.09 Ajuste a Valor Presente - Clientes e Fornecedores 13.573 2.835 6.01.01.08 Encargos Financeiros de LP -22.774 -173.646 6.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais -175.764 -334.679 6.01.02.11 Fornecedores -110.568 -117.343 6.01.01 Caixa Gerado nas Operações 68.360 174.982 6.01.01.02 Valor Residual de Ativo Permanente Baixado 148 9.633 6.01.01.01 Lucro antes do IR e CS -94.672 197.536 6.01.02.07 Depósitos para Demandas Judiciais 9.321 -1.082 6.01.02.06 Despesas Antecipadas -10.817 -7.203 6.01.02.08 Instrumentos Financeiros Derivativos Ativos 545.037 -354.209 6.01.02.10 Outros Ativos Circulantes e Não Circulantes 2.484 -33.861 6.01.02.09 Bens Destinados a Venda 1.986 -45 6.01.02 Variações nos Ativos e Passivos -244.124 -509.661 6.01.01.12 Provisão de Perda Estimada do valor Recuperável 10.423 13.678 6.01.02.02 Contas a Receber de Clientes 118.372 -210.212 6.01.02.05 Impostos e Contribuições a Recuperar 45.327 -32.728 6.01.02.04 Estoques 662.759 -94.447 DFs Consolidadas / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 16 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  18. 18. 5.05.02.03 Equiv. Patrim. s/Result. Abrang. Coligadas 0 0 0 0 -318 -318 0 -318 5.05.02.01 Ajustes de Instrumentos Financeiros 0 0 0 0 352.487 352.487 0 352.487 5.07 Saldos Finais 1.382.990 -741 77.650 -329.245 -770.044 360.610 0 360.610 5.06.03 Tributos sobre a Realização da Reserva de Reavaliação 0 0 0 -1.885 1.885 0 0 0 5.06.02 Realização da Reserva Reavaliação 0 0 0 8.675 -8.675 0 0 0 5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 0 0 6.790 -6.790 0 0 0 5.01 Saldos Iniciais 1.382.990 -741 77.650 0 -1.115.423 344.476 0 344.476 5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 0 352.169 352.169 0 352.169 5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.382.990 -741 77.650 0 -1.115.423 344.476 0 344.476 5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 -336.035 0 -336.035 0 -336.035 5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 -336.035 352.169 16.134 0 16.134 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2016 à 30/09/2016 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado PÁGINA: 17 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  19. 19. 5.06 Mutações Internas do Patrimônio Líquido 0 -37.746 -14.294 60.962 -8.922 0 0 0 5.05.02.03 Equiv. Patrim. s/Result. Abrang. Coligadas 0 0 0 0 76 76 0 76 5.05.02.01 Ajustes de Instrumentos Financeiros 0 0 0 0 -1.115.224 -1.115.224 0 -1.115.224 5.06.04 Reservas de Retençao de Lucros 0 -37.746 -14.294 52.040 0 0 0 0 5.06.03 Tributos sobre a Realização da Reserva de Reavaliação 0 0 0 -2.716 2.716 0 0 0 5.06.02 Realização da Reserva Reavaliação 0 0 0 11.638 -11.638 0 0 0 5.07 Saldos Finais 1.382.990 -741 0 116.423 -1.257.166 241.506 0 241.506 5.01 Saldos Iniciais 1.382.990 37.005 14.294 -96.961 -133.096 1.204.232 0 1.204.232 5.05.02 Outros Resultados Abrangentes 0 0 0 0 -1.115.148 -1.115.148 0 -1.115.148 5.03 Saldos Iniciais Ajustados 1.382.990 37.005 14.294 -96.961 -133.096 1.204.232 0 1.204.232 5.05.01 Lucro Líquido do Período 0 0 0 152.422 0 152.422 0 152.422 5.05 Resultado Abrangente Total 0 0 0 152.422 -1.115.148 -962.726 0 -962.726 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2015 à 30/09/2015 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado PÁGINA: 18 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  20. 20. 7.06 Vlr Adicionado Recebido em Transferência 1.257.285 1.411.342 7.06.02 Receitas Financeiras 1.257.285 1.411.342 7.05 Valor Adicionado Líquido Produzido 459.800 359.108 7.08.04.03 Lucros Retidos / Prejuízo do Período -336.035 152.422 7.04.01 Depreciação, Amortização e Exaustão -104.019 -88.763 7.07 Valor Adicionado Total a Distribuir 1.717.085 1.770.450 7.08.03 Remuneração de Capitais de Terceiros 1.388.726 1.331.176 7.08.04 Remuneração de Capitais Próprios -336.035 152.422 7.08.02 Impostos, Taxas e Contribuições 485.389 127.070 7.08 Distribuição do Valor Adicionado 1.717.085 1.770.450 7.08.01 Pessoal 179.005 159.782 7.01.02 Outras Receitas 27.214 -2.462 7.01.04 Provisão/Reversão de Créds. Liquidação Duvidosa -10.664 0 7.01.01 Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços 3.932.131 4.520.251 7.04 Retenções -104.019 -88.763 7.01 Receitas 3.948.681 4.517.789 7.02.03 Perda/Recuperação de Valores Ativos 0 -39.468 7.03 Valor Adicionado Bruto 563.819 447.871 7.02.02 Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros -434.675 -338.955 7.02 Insumos Adquiridos de Terceiros -3.384.862 -4.069.918 7.02.01 Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos -2.950.187 -3.691.495 DFs Consolidadas / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2016 à 30/09/2016 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2015 à 30/09/2015 PÁGINA: 19 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  21. 21. Comentário do Desempenho A PARANAPANEMA S.A. (“Paranapanema” ou “Companhia”, BM&FBovespa: PMAM3), maior produtora brasileira não integrada de cobre refinado e seus produtos (vergalhões, fios trefilados, laminados, barras, tubos, conexões e suas ligas), anuncia o resultado do terceiro trimestre de 2016 (3T16). As informações trimestrais consolidadas são elaboradas em conformidade com o padrão contábil internacional estabelecido pelo International Financial Reporting Standards – IASB (IFRS) e estão apresentadas em Real, moeda oficial do Brasil, e moeda funcional da Companhia. As comparações apresentadas, exceto quando indicado o contrário, referem-se ao terceiro trimestre de 2015 (3T15). Recomenda-se a leitura deste material em conjunto às Notas Explicativas às Informações Trimestrais (ITR). Todas as informações foram arredondadas para o milhar mais próximo, exceto quando indicado de outra forma, gerando com isso arredondamentos na última unidade e podendo, portanto, divergir imaterialmente nos cálculos. PRINCIPAIS INDICADORES AVISO A Administração faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitos a riscos e incertezas. Tais declarações têm, como base, estimativas e suposições da Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre suas intenções, estimativas ou expectativas atuais, assim como aquelas dos Administradores da Companhia. As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes. As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou estimados pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da capacidade de controle ou previsão da Companhia. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Volume de Vendas (mil ton) 77.323 60.264 -22% Mercado Interno 27.253 24.916 -9% Mercado Externo 43.878 30.695 -30% Toll 6.193 4.653 -25% Receita Líquida 1.537.875 1.060.304 -31% Mercado Interno 588.363 443.662 -25% Mercado Externo 932.035 603.076 -35% Toll 17.477 13.566 -22% Custo dos Produtos Vendidos (CPV) (1.354.821) (978.685) -28% Lucro Bruto 183.054 81.619 -55% % Receitas 11,9% 7,7% -4,2 p.p. Despesas Operacionais (81.378) (105.488) 30% Resultado Financeiro 151.270 (33.560) n.a Impostos (66.567) (755) -99% Prejuízo Líquido 186.380 (58.185) n.a % Receitas 12,1% -5,5% -17,6 p.p. EBITDA Ajustado 160.393 70.224 -56% % Receitas 10,4% 6,6% -3,8 p.p. PÁGINA: 20 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  22. 22. Comentário do Desempenho MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO O terceiro trimestre de 2016 foi marcado pela continuidade das negociações com os principais credores da Companhia, visando o reperfilamento da dívida e discussões de alternativas de injeção de liquidez de caixa e melhoria da estrutura de capital. A Companhia continua empenhada em aprofundar as alternativas de melhoria da estrutura de capital e liquidez de caixa, tendo como âncora seus principais acionistas. Conforme informado em 14 de setembro via Fato Relevante, foi aprovado o Novo Plano de Negócios em reunião do Conselho de Administração, que prevê a injeção de liquidez, que poderá se dar por meio de emissão pública ou privada de valores mobiliários, podendo ou não envolver um aumento de capital da Companhia. No dia 30 de setembro a Companhia celebrou a assinatura do Acordo Standstill, o qual determina que os Credores Anuentes a partir daquela data e pelo prazo de 30 dias irão suspender as obrigações vincendas incluindo juros e principal. A assinatura do Acordo Standstill foi um avanço no processo de negociação do reperfilamento da dívida, que ainda depende da conclusão de outras etapas visando a celebração de um acordo final de reperfilamento com os principais credores. Como outros eventos relevantes pós fechamento do trimestre sob referência, destacamos a substituição do assessor financeiro Rothschild pela RK Partners (Fato Relevante divulgado em 07 de outubro) e também a eleição no dia 14 de outubro, do novo CFO e Diretor de Relações com Investidores, Sr. Marcos Paletta Camara. Tanto a RK Partners quanto Marcos Camara, aportam credenciais e experiências profissionais, que certamente contribuirão positivamente para Companhia. Em relação ao desempenho operacional, o terceiro trimestre foi muito desafiador para Companhia, considerando a manutenção de rotina no mês de agosto, bem como as restrições de crédito e capital de giro. O volume de produção total foi reduzido em 19% (em relação ao 3T15) alcançando 96 ktons, e a produção de coprodutos atingiu 181 ktons. Em contrapartida a Companhia conseguiu atingir um bom desempenho no volume de vendas de produtos de cobre, alcançando 44 ktons, que representa um aumento de 6% comparado ao 3T15 e 49% em relação ao 2T16, que contribuíram positivamente para receita prêmio, compensando assim parcialmente a queda de vendas de cobre primário. Em relação à receita líquida total no montante de R$1,1 bilhão, a redução de 18% (em relação ao 2T16) foi ocasionada principalmente pela menor produção já mencionada, em face da manutenção de rotina e consequente queda de vendas em cobre primário. Entretanto destacamos o aumento da participação do Mercado Interno, que foi responsável por 42% da receita líquida total e 49% do volume de vendas, o que pode sinalizar uma tendência de melhores retornos para Companhia. O endividamento total (sem LC e Forfait) manteve-se praticamente estável, crescimento de apenas 2% em relação ao trimestre anterior. Considerando a redução do caixa total em 18% e do EBITDA acumulado nos últimos 12 meses, o índice de Dívida Líquida/EBITDA foi afetado e alcançou 3,65x. Finalizamos destacando que a Administração e os principais stakeholders estão reunidos em torno de uma agenda visando o restabelecimento da normalidade operacional e financeira da Companhia. PÁGINA: 21 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  23. 23. Comentário do Desempenho EXPECTATIVAS Considerando os últimos avanços na direção de uma política fiscal mais austera, que sinaliza ao mercado uma melhora nas expectativas das principais variáveis macroeconômicas, tais como: queda da inflação, juros e volta do crescimento do PIB, que poderão se traduzir no médio prazo em retomada das vendas no mercado interno de produtos de cobre, com consequente melhoria das margens operacionais da Companhia. Em relação ao cenário externo, considerando a continuidade das taxas de juros em níveis muito baixos nas economias dos países desenvolvidos, os investidores estrangeiros devem intensificar a busca por melhores retornos para os seus portfólios. Neste sentido, o aumento de confiança na condução da política e economia brasileira, podem favorecer a entrada de investimentos estrangeiros e crescimento do nosso PIB. Considerando a reestruturação ora em curso de sua estrutura de capitais, o foco da Companhia continuará sendo a adequação do perfil de seu endividamento, compatibilizando-o a sua capacidade de geração operacional de caixa. A Companhia está ciente que a execução do novo Plano de Negócios aprovado pelo Conselho de Administração que prevê a injeção de liquidez de caixa, está sujeita aos riscos de execução que o mercado hoje impõe, considerando o contexto da economia brasileira. COMENTÁRIO DO DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO CONSOLIDADO Volume de Produção em toneladas 3T15 3T16 ∆ % Cobre Primário 63.024 44.766 -29% Produtos de Cobre 55.016 50.905 -7% Vergalhões, Fios e outros 44.871 40.499 -10% Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões 10.146 10.405 3% Produção Total 118.040 95.671 -19% Consumo Próprio 25.582 35.311 38% Produção Disponível para Venda 92.458 60.360 -35% Coprodutos 191.857 181.293 -6% % de utilização de capacidade Cobre Primário 89,3% 62,7% -26,6 p.p. Produtos de Cobre Vergalhões, Fios e outros 58,5% 41,5% -17,1 p.p. Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões 57,8% 53,9% -3,9 p.p. PÁGINA: 22 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  24. 24. Comentário do Desempenho Durante o 3T16 produzimos 95.671 mil toneladas entre Cobre Primário e Produtos de Cobre, redução de 19% em relação ao 3T15. Em Cobre Primário, produzimos 44.766 toneladas que representou uma queda de 29%,em relação mesmo trimestre do ano anterior. No caso de Produtos de Cobre a produção foi de 50.905 mil toneladas, queda de 7% em relação ao 3T15, principalmente pela queda de 10% em Vergalhões, Fios e Outros. Em Coprodutos, produzimos 181.293 toneladas, com redução de 6% em relação ao 3T15. As principais razões para a queda de produção foram a manutenção de rotina na planta Dias d’Ávilla/BA por 15 dias (12 a 26 de agosto) e o menor uso de sucata de cobre na produção. Volume de Vendas O Volume de Vendas Total atingiu 60.2 mil toneladas, que representou uma redução de 22% em comparação com o 3T15, muito em função da retração de Cobre Primário, parcialmente compensada pelo aumento de vendas de produtos de cobre, que apresentou um aumento de 6%. Em Cobre Primário comercializamos 16.397 mil toneladas no 3T16, queda de 55% comparado ao 3T15, decorrente de menor produção de cátodos destinados em sua maioria à exportação. Do total das vendas deste segmento, 81% destinaram-se ao mercado externo e 18% ao mercado interno. Em Produtos de Cobre comercializamos 43.868 mil toneladas, aumento de 6% comparada ao 3T15. Do total das vendas deste segmento, 60% foram direcionadas para o mercado interno e 40% para o mercado externo. Em Coprodutos, o volume de vendas atingiu 207 mil toneladas, queda de 18% comparado ao 3T15, compondo: 141 mil toneladas de ácido sulfúrico, 65 mil toneladas de escória e 213 toneladas e lama anódica. em toneladas 3T15 3T16 ∆ % Cobre Primário 36.058 16.397 -55% Mercado Interno 3.284 3.017 -8% Mercado Externo 32.754 13.338 -59% Transformação 19,7 41,3 109% Produtos de Cobre 41.265 43.868 6% Vergalhões, Fios e outros 30.361 32.116 6% Mercado Interno 19.587 15.717 -20% Mercado Externo 9.161 15.267 67% Transformação 1.613 1.132 -30% Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões 10.905 11.751 8% Mercado Interno 4.382 6.182 41% Mercado Externo 1.963 2.089 6% Transformação 4.560 3.480 -24% Volume de Vendas Total 77.323 60.264 -22% % da Produção Total 83,6% 99,8% 16,2 p.p. Coprodutos 251.601 207.094 -18% Mercado Interno 251.396 206.881 -18% Mercado Externo 205,5 212,8 4% PÁGINA: 23 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  25. 25. Comentário do Desempenho RECEITA LÍQUIDA¹ A Receita Líquida Total somou R$1,1 bilhão no 3T16, 31% inferior ao 3T15. Do total de receitas, 42% foram oriundas do mercado interno (38% em 3T15) e 57% do mercado externo (61% em 3T15). Em Cobre Primário, a Receita Líquida alcançou R$213,9 milhões, 70% inferior ao 3T15 em função de menor volume de vendas, como também pela desvalorização do dólar no período. Do total de receitas deste segmento, 23% foram oriundas do mercado interno e 77% do mercado externo. Em Produtos de Cobre, a Receita Líquida alcançou R$706,3 milhões, sem variação comparado ao 3T15 (+41% em comparação ao 2T16), onde Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões alcançaram R$159,8 milhões com crescimento de 2% comparado ao mesmo período do ano anterior, e Vergalhões/Fios/Outros alcançaram R$546,5 milhões com redução de 1% comparado ao 3T15. Do total de receitas deste segmento, 54% foram oriundas do mercado interno e 46% do mercado externo. Em Coprodutos, a Receita Líquida somou R$140,2 milhões, 8% superior ao 3T15, e do total de receitas deste segmento, 22% foram oriundas do mercado interno e 78% do mercado externo. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Cobre Primário 701.505 213.861 -70% % das Receitas 45,6% 20,2% -25,4 p.p. Mercado Interno 64.173 48.242 -25% Mercado Externo 637.305 165.588 -74% Transformação 27 30 11% Produtos de Cobre 706.797 706.286 0% % das Receitas 46,0% 66,6% 20,8 p.p. Vergalhões, Fios e outros 550.862 546.499 -1% Mercado Interno 365.242 251.969 -31% Mercado Externo 182.956 292.552 60% Transformação 2.664 1.979 -26% Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões 155.935 159.787 2% Mercado Interno 96.189 112.641 17% Mercado Externo 44.960 35.590 -21% Transformação 14.786 11.557 -22% Coprodutos 129.572 140.156 8% % das Receitas 8,4% 13,2% 4,8 p.p. Mercado Interno 62.759 30.810 -51% Mercado Externo 66.814 109.346 64% Receita Líquida Total 1.537.875 1.060.304 -31% Mercado Interno [%] 38% 42% 9% Mercado Externo [%] 61% 57% -6% Transformação [%] 1,1% 1,3% 13% Contribuição do REINTEGRA2 8.387 490 -94% ¹ Receita Líquida considera a contabilidade de hedge (hedge accounting). Para avaliar o comportamento da Receita Líquida sem os impactos do hedge accounting, ver Anexo IV. ² REINTEGRA: Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as empresas exportadoras. Incentivo fiscal que possibilita, dentro de determinadas condições, que algumas indústrias brasileiras exportadoras recuperem de 0,1% a 3% da receita decorrente da exportação. PÁGINA: 24 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  26. 26. Comentário do Desempenho Nota-se maior venda de Vergalhões para o mercado externo neste período (+60%) concomitantemente à uma queda significativa de venda de Cobre Primário no mercado externo (-74%), maximizando as vendas no mercado interno. Abertura da Receita Líquida – 3T16 Receita MI - Segmentos Receita ME - Países CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS (CPV) O CPV do 3T16 atingiu o montante de R$978 milhões, queda de 28% comparado ao 3T15, inferior ao crescimento da Receita Líquida no mesmo período. O Custo do Metal em Reais caiu 30%, totalizando R$838 milhões, resultado da queda de produção, desvalorização do câmbio e preço do metal no período. O Custo de Transformação apresentou queda de 14% no 3T16 atingindo R$141 milhões, em função principalmente do menor volume de produção de Cobre Primário (-29%), que tem forte contribuição no Custo de Transformação. O Custo de Transformação por tonelada vendida aumentou 10% em comparação ao 3T15 por efeito da menor escala na produção. Destacamos que a inflação no período foi de 8,48% (IPCA) em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Custo do Metal (1.190.893) (838.148) -30% Custo de Transformação (163.928) (140.537) -14% CPV Total (1.354.821) (978.685) -28% CPV Total/tonelada vendida 17,5 16,2 -7% Custo do Metal/tonelada vendida 15,4 13,9 -10% Custo de Transformação/tonelada vendida 2,120 2,332 10% PÁGINA: 25 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  27. 27. Comentário do Desempenho Composição do Custo de Transformação – 3T15 e 3T16 LUCRO BRUTO O Lucro Bruto atingiu R$81,6 milhões, queda de 55% comparado ao 3T15. A Margem Bruta decresceu 4,2 p.p., resultando em 7,7% sobre a Receita Líquida do 3T16, devido principalmente à queda no volume de vendas que se deu à retração do mercado de cobre no período e menor produção de catodo. DESPESAS OPERACIONAIS em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Receita Líquida 1.537.875 1.060.304 -31% CPV Total (1.354.821) (978.685) -28% ( - ) Custo do Metal (1.190.893) (838.148) -30% ( - ) Custo de Transformação (163.928) (140.537) -14% Lucro Bruto 183.054 81.619 -55% % das Receitas 11,9% 7,7% -4,2 p.p. TC/RC (redutor do custo do metal) 76.569 84.710 11% Prêmio 346.982 222.156 -36% Prêmio/Receita Líquida [%] 22,6% 21,0% -1,6 p.p. Prêmio/tonelada vendida 4,49 3,69 -18% em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Total de Despesas (81.378) (105.488) 30% Despesas com Vendas (11.010) (8.410) -24% Despesas Gerais e Administrativas (20.375) (19.670) -3% Participação dos Empregados (13.761) (7.046) -49% Outras Operacionais, Líquidas (36.232) (70.362) 94% Despesas Totais/Receita Líquida [%] 5,3% 9,9% 4,7 p.p. Despesas Recorrentes*/Lucro Bruto [%] 28,6% 54,8% 26,2 p.p. Despesas Recorrentes*/tonelada vendida 0,68 0,74 10% Itens Não Recorrentes: Outros não recorrentes (8.117) (47.379) 484% Provisões contingências** (17.955) (26.964) 50% Provisões diversas** (2.902) (2.244) -23% Crédito Previdenciário 0 15.846 n.a. Total de Itens Não Recorrentes (28.974) (60.741) 110% Total de itens Recorrentes (52.404) (44.747) -15% *Excluindo itens não recorrentes **Sem impacto no caixa no período PÁGINA: 26 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  28. 28. Comentário do Desempenho As Despesas Totais atingiram R$105,5 milhões, aumento de 30% em comparação com o 3T15. As Despesas Recorrentes apresentaram queda de 15%, ou R$7,7 milhões comparadas ao 3T15. As Despesas Não Recorrentes aumentaram R$31,8 milhões, principalmente pelo aumento de despesas de contingências jurídicas e ociosidade pelo menor volume de produção. As Despesas Operacionais Totais em relação à Receita Líquida apresentaram alta de 4,7 p.p. (de 5,3% no 3T15 para 9,9% no 3T16). As Despesas com Vendas apresentaram queda de 24%, atingindo o montante de R$8,4 milhões, em comparação com o 3T15. As Despesas Gerais e Administrativas e Honorários dos Administradores atingiram R$19,7 milhões, apresentando decréscimo de 3%, como resultado do monitoramento dos gastos e otimização de custos. A Participação dos Empregados apresentou redução de 49% em função da reversão realizada em 3T15 e encontra-se mais em linha com a projeção de resultados e metas. As Outras Despesas Operacionais Líquidas apresentaram crescimento significativo, principalmente no item ociosidade pela menor produção decorrente da manutenção de rotina, no montante de R$70,4 milhões no 3T16 comparado a R$36,2 milhões no 3T15. RESULTADO FINANCEIRO O Resultado Financeiro Líquido do 3T16 foi R$33,5 milhões negativos, principalmente em função da Variação Cambial e leve crescimento das Despesas Financeiras. As Receitas Financeiras aumentaram 2% e atingiram R$39 milhões e as Despesas Financeiras cresceram 9% atingindo R$48 milhões, ainda em função do aumento da taxa de juros nas operações de crédito bancário. A Variação Cambial Líquida foi negativa em R$18 milhões contra R$36 milhões no 3T15, devido à variação do dólar no período. No 3T15 a variação da moeda chegou a 25% com máxima de US$4,18 e média de US$3,54, principalmente devido às incertezas políticas e econômicas. O cenário é significativamente diferente no 3T16 o qual teve variação da moeda em 0,80% com máxima de US$3,37 e média de US$3,25. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Receitas Financeiras 38.003 38.918 2% Despesas Financeiras (43.983) (48.069) 9% Variação Cambial Líquida 35.589 (17.967) n.a. Outras Receitas/Despesas Financeiras (2.838) (3.464) 22% Operações de Hedge: 124.499 (2.978) n.a. Hedge de Metais 43.475 (687) n.a. Hedge de Fluxo de Caixa (receitas e dívidas) 108.772 (2.701) n.a. Total Return Swap (25.814) 0 n.a. Outros Derivativos (1.935) 410 n.a. Resultado Financeiro Líquido 151.270 (33.560) n.a. PÁGINA: 27 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  29. 29. Comentário do Desempenho O resultado das Operações de Hedge no 3T16 foi negativo em R$3 milhões, refletindo o comportamento do preço dos metais e do câmbio. Vale ressaltar que no 3T15 o ajuste positivo de hedge foi expressivo e foi reconhecido no resultado financeiro sendo que a partir deste trimestre em questão, houve a consolidação do programa de contabilidade de hedge de fluxo de caixa da Companhia, visando a proteção e menor volatilidade de resultados. RESULTADO LÍQUIDO O resultado líquido foi negativo em R$58,2 milhões vs. R$186,4 milhões no mesmo período do ano anterior, que apresentou ajuste de hedge significativo no 3T15. EBITDA E EBITDA AJUSTADO O EBITDA Ajustado atingiu R$70,2 milhões no 3T16, variação negativa (-56%) em comparação com o 3T15. A Margem do EBITDA Ajustado foi de 6,6% versus 10,4% no 3T15, uma variação de -3,8 p.p. Em relação ao 2T16, a margem caiu 1,5 p.p. O EBITDA Ajustado acumulado nos últimos 12 meses foi de R$353 milhões, redução de 10% em relação ao 3T15. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Resultado antes de Impostos 252.947 (57.429) n.a Imposto de Renda e Constribuição Social (66.567) (755) -99% Resultado Líquido 186.380 (58.184) n.a % das Receitas 12,1% -5,5% -17,6 p.p. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 3T15 3T16 ∆ % Resultado Líquido 186.380 (58.184) n.a ( + ) Impostos 66.567 755 -99% ( + ) Resultado Financeiro Líquido (151.270) 33.560 n.a EBIT 101.677 (23.869) n.a ( + ) Depreciações e Amortizações 29.743 33.352 12% EBITDA 131.420 9.483 -93% % das Receitas 8,5% 0,9% -7,7 p.p. ( + ) Itens Não Recorrentes (28.974) (60.741) 110% EBITDA Ajustado 160.394 70.224 -56% % das Receitas 10,4% 6,6% -3,8 p.p. PÁGINA: 28 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  30. 30. Comentário do Desempenho CAPITAL DE GIRO O Capital de Giro total aplicado no 3T16 foi R$551 milhões, principalmente em função da otimização de estoques e redução de fornecedores. O saldo de Contas a Receber apresentou queda de 7% e ficou em R$464,5 milhões no 3T16. Em relação aos Estoques, houve uma queda de R$134 milhões no período (-14%), principalmente devido à política de otimização de estoques para preservação de caixa. As contas Fornecedores e Operações de Forfaiting e Carta de Crédito (LC) apresentaram queda de 18% ou R$217,7 milhões, principalmente devido à rolagem de algumas operações em modalidades de crédito consideradas dívida bancária. A conta Adiantamento de Clientes caiu 61%, ou R$52,6 milhões, resultado da maior restrição de crédito em adiantamentos e desconto de duplicatas. INVESTIMENTOS (Ativo Permanente) Os Investimentos Totais no 3T16 atingiram R$1,3 bilhão, aumento de 1% em comparação com o 2T16. A Companhia continua investindo na manutenção de suas plantas, visando maior estabilidade operacional. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 2T16 3T16 ∆ % Contas a Receber 502.086 464.481 -7% Estoques 967.154 833.149 -14% Impostos a Recuperar 283.235 279.581 -1% Fornecedores e Operações de Forfaiting e Carta de Crédito (1.209.957) (992.208) -18% Adiantamento de Clientes (86.805) (34.247) -61% Capital de Giro Total 455.713 550.756 21% Variação no Capital de Giro (comparado ao último trimestre) 536.793 95.043 em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 2T16 3T16 ∆ % Imobilizado 1.313.211 1.328.834 1% Intangível 9.880 9.380 -5% Outros 612 598 -2% Investimentos Totais 1.323.703 1.338.812 1% Depreciação 36.788 33.352 -9% Depreciação/Receita Líquida 2,9% 3,1% 0,2 p.p. PÁGINA: 29 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  31. 31. Comentário do Desempenho ENDIVIDAMENTO O Endividamento em Reais no encerramento do 3T16 atingiu R$1,8 bilhão (sem LC e Forfait), representando um aumento de 2% em comparação com o 2T16, com dívidas de curto prazo 9% maiores em função das operações de rolagens neste trimestre. O Caixa Total no encerramento do 3T16 atingiu R$489 milhões, uma redução de 18% comparado ao 2T16, em função de amortizações de dívida e consumo de caixa operacional, principalmente para compra de matéria prima. O índice Dívida Líquida/EBITDA Ajustado acumulado nos últimos 12 meses, utilizado para fins de covenants em alguns contratos de financiamentos, atingiu 3,65x, sendo 1,08x maior que a alavancagem do 2T16. A Companhia obteve junto aos credores, waiver quanto à dispensa do cálculo desses covenants financeiros no 3T16, no contexto da negociação em curso para o reperfilamento da dívida. Apenas para efeito de análise gerencial, ao considerar as operações de LC e Forfait, a alavancagem atingiria 5,95x. em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 2T16 3T16 ∆ % Curto Prazo 1.022.087 1.118.039 9% Longo Prazo 614.753 616.396 0% Instrumentos Financeiros Derivativos 100.079 41.569 -58% Endividamento 1.736.919 1.776.004 2% Caixa e Equivalentes de Caixa 100.997 161.438 60% Aplicações Financeiras 327.841 219.819 -33% Aplicações Financeiras / Conta vinculada¹ 133.796 92.176 -31% Instrumentos Financeiros Derivativos 37.592 15.819 -58% Caixa Total 600.226 489.252 -18% Endividamento Líquido 1.136.693 1.286.752 13% EBITDA Ajustado LTM 443.130 352.961 -20% Dívida Líquida/EBITDA Ajustado 2,57x 3,65x 1,08x LC e Forfait 946.883 813.757 -14% Dívida Líquida + LC Forfait / EBITDA Ajustado LTM 4,70x 5,95x 1,25x ¹Para efeito gerencial o saldo da Collection Account no 2T16 era de R$ 133.796 mas não encontrava-se bloqueado PÁGINA: 30 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  32. 32. Comentário do Desempenho Seguem abaixo os gráficos e quadro com o perfil do endividamento da Companhia: Alavancagem e Dívida Líquida / EBITDA Ajustado LTM: 3T15 3T16 ∆ R$ ∆ % Dívida Bruta 2.919 1.776 (1.143) -39,2% Caixa Total 1.583 489 (1.093) -69,1% Dívida Líquida 1.336 1.287 (49) -3,7% - LC/ Forfait 1.690 814 (876) -51,8% PÁGINA: 31 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  33. 33. Comentário do Desempenho FLUXO DE CAIXA A Companhia teve seu caixa e equivalentes de caixa (conceito contábil) reduzido em 31% comparado ao 2T16, considerando as movimentações de rolagens de dívida e destinação para atividades de investimentos no período. Vale ressaltar que o Caixa Total, considerando também os valores vinculados ou em garantia de empréstimos, é de R$489 milhões. As Atividades Operacionais resultaram em R$17 milhões negativos, principalmente pelo resultado de instrumentos financeiros derivativos (marcação ao mercado do câmbio e LME) compensados parcialmente pela otimização dos estoques. Nas Atividades de Investimentos, houve maior utilização de aplicações financeiras (R$108 milhões) para investir nas rotinas de negócios da Companhia. Em relação às Atividades de Financiamentos, durante o 3T16 a movimentação foi de R$25 milhões negativos relativos à dívidas e Forfait / LC (parcialmente roladas para outros instrumentos de dívida) resultado do cenário de redução dos limites de crédito com bancos, no contexto de reperfilamento da dívida. * Desde o 2T16 estamos somando as linhas de Forfait e LC junto às linhas de financiamento a fim de melhor refletir as limitações do cenário de crédito no país. ******************************************** A Companhia submete-se às regras da Câmara de Arbitragem do Novo Mercado, conforme consta em seu Estatuto Social. ******************************************** em R$ mil, exceto quando indicado de outra forma 2T16 3T16 ∆ % Caixa e Equivalentes de Caixa no início do período 663.031 234.792 -65% Atividades Operacionais (Sem LC e Forfait*) 23.591 (17.052) n.a Atividades de Investimentos (16.312) (30.495) 87% Aplicações Financeiras 5.175 108.022 1987% Aplicações Financeiras / Conta vinculada 0 (92.176) n.a. Capex (21.353) (48.520) 127% Outros (134) 2.179 n.a Atividades de Financiamentos (Com LC e Forfait) (435.518) (25.806) -94% Aumento (Diminuição) das Disponibilidades de Caixa (428.239) (73.353) -83% Caixa e Equivalentes de Caixa no final do período 234.792 161.438 -31% % de conversão EBITDA Ajustado em caixa operacional 680% -412% PÁGINA: 32 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  34. 34. Comentário do Desempenho ANEXO I – Demonstração do Resultado [mil BRL] 3T15 3T16 ∆ % 2T16 Receita Líquida 1.537.875 1.060.304 -31% 1.288.331 Mercado Interno (MI) 588.363 443.662 -25% 419.119 Mercado Externo (ME) 932.035 603.076 -35% 857.244 Toll (MI) 17.477 13.566 -22% 11.968 Custo dos Produtos Vendidos (1.354.821) (978.685) -28% (1.181.609) Lucro Bruto 183.054 81.619 -55% 106.722 % sobre Receitas 11,9% 7,7% -4,1 p.p. 8,3% Despesas com Vendas (11.010) (8.410) -24% (8.557) Despesas Gerais e Administrativas (18.523) (17.488) -6% (18.621) Honorários da Administração (1.852) (2.182) 18% (1.614) Participação dos Empregados (13.761) (7.046) -49% (6.549) Outras Operacionais, líquidas (36.231) (70.362) 94% (43.591) Resultado antes do Resultado Financeiro e Tributos 101.677 (23.869) n.a 27.790 % sobre Receitas 6,6% -2,3% -8,9 p.p. 2,2% Resultado Financeiro 151.270 (33.560) n.a (63.339) Receitas Financeiras 840.273 145.113 n.a 637.089 Despesas Financeiras (689.003) (178.673) -74% (700.428) Resultado antes dos Tributos sobre o Lucro 252.947 (57.429) n.a (35.549) % sobre Receitas 16,4% -5,4% -21,9 p.p. -2,8% Impostos (66.567) (755) -99% (244.982) IR e CSLL - Corrente (5.570) 0 n.a. 130 IR e CSLL - Diferido (60.997) (755) -99% (245.112) Resultado Líquido 186.380 (58.184) n.a. (280.531) % sobre Receitas 12,1% -5,5% -17,6 p.p. -21,8% PÁGINA: 33 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  35. 35. Comentário do Desempenho ANEXO II – Balanço Patrimonial [mil BRL] 2T16 3T16 ∆ % 3T15 Ativo 4.014.414 3.720.337 -7% 5.724.574 Circulante 2.223.369 1.931.010 -13% 3.847.263 Caixa e equivalentes de caixa 234.793 161.438 -31% 687.814 Aplicações financeiras 319.914 217.326 -32% 609.309 Aplicações Financeiras / Conta vinculada 0 92.176 n.a. 0 Contas a receber 481.643 455.197 -5% 655.795 Estoques 967.154 833.149 n.a. 1.464.696 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 131.672 123.546 -6% 142.769 Despesas antecipadas 17.596 17.744 1% 11.696 Instrumentos financeiros derivativos 37.592 15.819 -58% 260.980 Outros ativos circulantes 33.005 14.615 -56% 14.204 Não Circulante 1.791.045 1.789.327 0% 1.877.311 Aplicações financeiras a valor justo 7.927 2.493 -69% 24.446 Contas a receber 20.443 9.284 -55% 3.077 Imposto de renda e contribuição social diferidos 15.070 14.779 -2% 47.933 Impostos e contribuições a recuperar 151.563 156.035 3% 260.621 Depósitos judiciais 42.622 38.032 -11% 49.367 Bens destinados a venda 110.437 110.380 0% 112.195 Outros ativos não circulantes 106.292 107.396 1% 109.550 Despesas Antecipadas 12.988 12.116 -7% 0 Investimentos 612 598 -2% 646 Imobilizado 1.313.211 1.328.834 1% 1.260.597 Intangível 9.880 9.380 -5% 8.879 Passivo 3.557.511 3.359.727 -6% 5.483.068 Circulante 2.569.792 2.350.135 -9% 4.133.386 Fornecedores nacionais 81.973 65.625 -20% 206.874 Fornecedores estrangeiros 181.101 112.789 -38% 0 Salários e encargos sociais 45.082 58.740 30% 54.706 Impostos e contribuições a recolher 25.688 28.308 10% 30.571 Empréstimos e financiamentos 1.022.087 1.118.039 9% 1.423.864 Dividendos a pagar 24.186 24.396 1% 0 Instrumentos financeiros derivativos 100.079 41.569 -58% 355.869 Outras contas a pagar 55.908 52.665 -6% 139.837 Adiantamento de clientes 86.805 34.247 -61% 231.798 Operações com Forfaiting e Carta de Crédito 946.883 813.757 -14% 1.689.867 Não Circulante 987.719 1.009.592 2% 1.349.682 Fornecedores 0 37 n.a. 1.142 Empréstimos e financiamentos 614.753 616.396 0% 1.138.951 Debêntures 0 0 n.a. 0 Provisão para contingências 167.401 187.201 12% 208.766 Impostos e contribuições a recolher 608 537 -12% 823 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 204.957 205.421 0% 0 Patrimônio líquido 456.903 360.610 -21% 241.506 Capital social 1.382.990 1.382.990 0% 1.382.990 Reservas de capital (741) (741) 0% (741) Reservas de reavaliação 231.322 229.059 -1% 238.895 Reservas de lucros 77.650 77.650 0% 0 Lucros (prejuízos) acumulados (273.323) (329.245) 20% 116.423 Ajuste de avaliação patrimonial (960.995) (999.103) 4% (1.496.061) Total Passivo + Patrimônio Líquido 4.014.414 3.720.337 -7% 5.724.574 PÁGINA: 34 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  36. 36. Comentário do Desempenho ANEXO III – Fluxo de Caixa [mil BRL] 2T16 3T16 ∆ % 3T15 Fluxo de caixa das atividades operacionais (428.500) (123.995) -71% (133.082) Lucro antes do IR e CSLL (35.549) (57.429) 62% 252.947 Ajustes para conciliar o lucro líquido ao caixa oriundo de atividades operacionais Valor residual de baixa de imobilizado 1 146 n.a. 289 Depreciação e amortizações 36.788 33.352 -9% 29.742 Provisão para perdas em demandas judiciais 16.963 26.964 59% 17.953 (Reversões) Provisões de perda estimada do valor recuperável 767 10.294 1242% 3.031 Outras perdas estimadas (4.372) (1.994) -54% (44) Encargos financeiros de longo prazo 51.492 (35.099) n.a. (131.199) Ajuste a valor presente - clientes e fornecedores 8.938 4.500 -50% 814 Variação nos ativos e passivos operacionais Contas a receber 4.017 37.887 843% (180.475) Estoques 110.751 134.005 21% (31.648) Tributos a recuperar 24.449 3.654 -85% 30.272 Despesas antecipadas (4.647) 724 n.a. (731) Depósitos judiciais 6.125 4.464 n.a. 385 Instrumentos financeiros derivativos 165.073 (6.367) n.a. (425.735) Bens destinados à venda 1.955 31 -98% (45) Outros ativos 30.941 17.286 -44% (16.310) Fornecedores (249.448) (84.202) n.a. (246.984) Operações com Forfaiting e Carta de Crédito (452.091) (106.943) -76% 168.666 Imposto de renda e contribuição social corrente - - n.a. 10.160 Impostos a pagar 1.514 2.549 n.a. 7.022 Adições e baixas em depósitos judiciais (23.038) (7.164) -69% (8.278) Salários e encargos sociais 2.345 13.658 482% 18.038 Instrumentos financeiros derivativos 5.179 (58.510) n.a. 255.639 Adiantamento de clientes (124.886) (52.558) -58% - Outros passivos (1.767) (3.243) 84% 113.409 Fluxo de caixa de atividades de investimento (16.312) (30.495) n.a. (1.200) Aplicações financeiras 5.175 108.022 1987% 54.274 Aplicações financeiras / Conta vinculada - (92.176) n.a. - Adições ao imobilizado e intangível (21.353) (48.520) 127% (55.474) Aumento de capital em controladas (169) 19 n.a. - Outros investimentos 35 2.160 6071% - Fluxo de caixa de atividades de financiamento 16.573 81.137 n.a. 383.588 Captação (pagamento) de empréstimos e financiamentos 584.791 222.380 -62% 806.897 Amortizações de empréstimos e financiamentos (568.218) (141.453) -75% (423.309) Dividendos - 210 n.a. - Aumento (diminuição) da disponibilidade de caixa (428.239) (73.353) n.a. 249.306 Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício 663.031 234.792 -65% 438.508 Caixa e equivalentes de caixa ao fim do exercício 234.792 161.438 -31% 687.814 PÁGINA: 35 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  37. 37. Comentário do Desempenho ANEXO IV – Ajustes de Hedge Accounting sobre Receita Líquida [mil BRL] 3T15 3T16 ∆ % 2T16 Cobre Primário 2.445 15.037 n.a. 13.302 Mercado Interno 2.445 13.478 451% 13.302 Mercado Externo - 1.559 n.a. - Produtos de Cobre 28.095 27.288 n.a. 18.047 Vergalhões, Fios e Outros 28.095 27.288 n.a. 18.047 Mercado Interno 28.095 25.001 n.a. 18.047 Mercado Externo - 2.287 n.a. - Transformação - - n.a. - Barras/Perfis/Arames/Laminados/Tubos/Conexões - - n.a. - Mercado Interno - - n.a. - Mercado Externo - - n.a. - Transformação - - - Co-produtos 0 0 n.a. 0 Mercado Interno - - n.a. - Mercado Externo - - n.a. - Total 30.541 42.325 n.a. 31.349 PÁGINA: 36 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  38. 38. Notas Explicativas 01. Contexto operacional Paranapanema S.A. (“Paranapanema”, “Controladora” ou “Companhia”), sociedade anônima de capital aberto com sede social em Dias d’Ávila, no Estado da Bahia, na Via do Cobre, n° 3.700, área industrial Oeste, Prédio Administrativo I, Complexo Petroquímico de Camaçari – COPEC. As Informações Trimestrais Individuais e Consolidadas da Companhia abrangem a Companhia e suas Controladas e devem ser lidas em conjunto com o Formulário de Referência (FR). A Companhia e suas Controladas desenvolvem atividades industriais nas áreas de transformação e beneficiamento de minérios, subprodutos e derivados deles resultantes e na área da metalurgia, abrangendo produtos ferrosos e não ferrosos consistentes em laminados, extrudados, fundidos, manufaturados e semimanufaturados, peças e componentes industriais destinados ao mercado interno e à exportação. A Companhia, por meio do Projeto Paranapanema 2018 (“PMA-2018”), vem aprimorando o modelo de negócios de modo a ampliar a rentabilidade dos ativos e promover a geração de valor mais adequado aos acionistas e demais stakeholders. Dentre as principais medidas, destacam-se a ampla revisão e o aprimoramento das operações industriais, comerciais, financeiras e administrativas da Companhia, tendo como pilares os resultados, processos e pessoas, com o objetivo de redução dos custos e das despesas estruturais (vendas e administrativas), o menor uso de capital de giro aplicado em estoques e contas a receber, bem como adequar os investimentos com Capex ao ciclo atual da Paranapanema. As Informações Trimestrais da Companhia para período findo em 30 de setembro de 2016 foram preparadas mantendo-se o pressuposto de continuidade operacional baseado em plano de negócio aprovado pelo Conselho de Administração que contempla o fluxo de caixa projetado. Foram consideradas para as projeções diversas premissas financeiras e de negócios, bem como novos ingressos através de injeção de capital, novas linhas de crédito, reperfilamento da dívida e intensificação das ações para monetização de ativos não operacionais. A Administração confia no Plano apresentado, entretanto, existem incertezas significativas que geram dúvidas significativas sobre a capacidade da Companhia continuar em operação, principalmente, caso um ou mais premissas não venham a se concretizar no futuro. O capital circulante líquido consolidado, que corresponde à diferença entre o ativo circulante e o passivo circulante, em 30 de setembro de 2016 foi negativo em R$419.125 (R$343.542 negativo em 31 de dezembro de 2015) e reflete os desafios da Companhia em reperfilar os prazos das obrigações financeiras em um cenário econômico desafiador e de falta de crédito. O modelo de negócio da Paranapanema depende substancialmente de investimentos e financiamentos, obtidos, majoritariamente, por meio de captações de linhas de créditos bancários e financiamentos. Em decorrência da restrição de crédito, acima retratado, a Companhia endereçou a implementação de medidas para fortalecer e readequar a sua estrutura de capital, liquidez e perfil de seu endividamento através de um assessor financeiro, inicialmente com a Rothschild e atualmente com a RK Partners. Em 30 de setembro de 2016, foi celebrado com os principais credores financeiros o Instrumento Particular Conjunto de Assunção de Obrigação de Não Fazer (Standstill) e Outras Avenças (Acordo de Standstill). Dentre outras medidas o Acordo de Standstill, determinou pelo prazo de 30 dias, a abstenção por parte dos credores, de antecipar vencimentos de obrigações de pagamento de principal ou juros, executar garantias, ou efetuar apontamentos em cadastros de órgãos de proteção ao crédito para quais instrumentos financeiros e/ou dívidas elencados no referido acordo. PÁGINA: 37 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  39. 39. Notas Explicativas As ações da Paranapanema são listadas e negociadas na BM&FBOVESPA S.A – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros desde 1971, e dentro do segmento “Novo Mercado” desde 2012, sob o código PMAM3. Entidades do grupo – “Controladas” A Companhia detinha as seguintes participações societárias em suas Controladas diretas nas respectivas datas abaixo: 02. Base de preparação A) Declaração de conformidade As informações intermediárias individuais e consolidadas foram preparadas de acordo com o pronunciamento técnico CPC 21(R1) - Demonstração Intermediária e com a norma internacional de contabilidade IAS 34 – Interim Financial Reporting, emitida pelo International Accounting Standards Board (IASB), e apresentadas de forma condizente com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais - ITR. A apresentação da Demonstração do Valor Adicionado - DVA, Individual e Consolidada, é requerida pela legislação societária brasileira e pelas práticas contábeis adotadas no Brasil aplicáveis a companhias abertas. As IFRS não requerem a apresentação dessa demonstração. Como consequência, pelas IFRS, essa demonstração está apresentada como informação suplementar, sem prejuízo do conjunto das Informações Trimestrais. A Administração da Companhia confirma que todas as informações relevantes de sua gestão que pudessem influenciar as decisões econômicas dos usuários foram devidamente divulgadas nas informações trimestrais, que devem ser lidas em conexão com as demonstrações financeiras findo em 31 de dezembro de 2015 A emissão das Informações Trimestrais Individuais e Consolidadas foi aprovada pela Diretoria Executiva da Companhia em reunião realizada em 26 de outubro de 2016. 30/09/2016 31/12/2015 Empresa com sede na cidade de Santo André, SP, Brasil, tendo como principal objeto social a comercialização e distribuição de cobre, suas sobras e outros minérios, de suas ligas e dos produtos e subprodutos deles resultantes. Empresa com sede nas Ilhas Caimã, constituída em 08 de julho de 2005. Empresa com sede na cidade de Santo André, SP, Brasil, tendo como objeto social a exploração de atividades agropecuárias, pastoris, reflorestamentos e afins. Atualmente a empresa não está operacional. Empresa com sede na cidade de Amsterdam, Holanda, constituída em 09 de abril de 2014. Atualmente a empresa não está operacional. Empresa com sede na cidade de São André, São Paulo, constituída em 30 de julho de 1974. Atualmente a empresa não está operacional Empresa extinta em 27/01/2016. PMA Minerals Ltda 99,90%0,00% 100,00% 99,99% 100,00% 99,99% Paranapanema Netherlands B.V. Rio Negro Mineração e Com Ltda Controladas 100,00% 99,98% 99,99% Caraíba Incorporated Ltd. Paraibuna Agropecuária Ltda. CDPC-Centro de Distrib. de Produtos de Cobre Ltda 99,99% 100,00% 99,98% PÁGINA: 38 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  40. 40. Notas Explicativas B) Bases de mensuração As Informações Trimestrais Individuais e Consolidadas foram preparadas com base no custo histórico, com exceção dos seguintes itens materiais reconhecidos nos balanços patrimoniais:  Os instrumentos financeiros derivativos mensurados pelo valor justo;  Os instrumentos financeiros não derivativos designados e mensurados pelo valor justo por meio do resultado;  Estoques de metais objeto de hedge e mensurados pelo valor justo em reais por meio do resultado. C) Moeda funcional e moeda de apresentação As Informações Trimestrais Individuais e Consolidadas estão sendo apresentadas em reais, que é a moeda funcional e de apresentação da Companhia. Todos os saldos foram arredondados para o milhar mais próximo, exceto quando indicado de outra forma. D) Uso de estimativas e julgamentos A preparação das Informações Trimestrais Individuais e Consolidadas de acordo com as normas do IFRS e as normas do CPC exige que a Administração faça julgamentos, estimativas e premissas que afetam a aplicação de políticas contábeis e os valores reportados de ativos, passivos, receitas e despesas. Os resultados reais podem divergir dessas estimativas. As estimativas e premissas são revisadas de forma contínua. Revisões com relação às estimativas contábeis são reconhecidas no exercício em que as estimativas são revisadas e em quaisquer exercícios futuros afetados. As informações sobre incertezas relacionadas a premissas e estimativas que possuem um risco significativo de resultar em um ajuste material no exercício a findar em 31 de dezembro de 2016 estão incluídas nas seguintes notas explicativas:  Nota 13- Imobilizado: principais premissas subjacentes dos valores recuperáveis e análise substantiva da vida útil;  Nota 19 - Provisão para demandas judiciais: principais premissas sobre a probabilidade e magnitude das saídas de recursos;  Nota 26 - Imposto de renda e contribuição social diferidos: disponibilidade de lucro tributável futuro contra o qual prejuízos fiscais possam ser utilizados;  Nota 28 - Instrumentos Financeiros Derivativos. PÁGINA: 39 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  41. 41. Notas Explicativas 03. Mensuração do valor justo Diversas políticas e divulgações contábeis da Companhia requerem a determinação do valor justo, tanto para os ativos e passivos financeiros como para os não financeiros. Os valores justos têm sido determinados para propósitos de mensuração e/ou divulgação baseados nos métodos abaixo. Quando aplicável, as informações adicionais sobre as premissas utilizadas na apuração dos valores justos são divulgadas nas notas explicativas específicas àquele ativo ou passivo. A) Contratos de câmbio a termo e swaps de taxas de juros Os valores justos de contratos de câmbio a termo e de contratos de swaps de taxas de juros são baseados nas cotações de corretoras. Essas cotações são testadas quanto à razoabilidade por meio do desconto de fluxos de caixa futuros estimados, baseando-se nas condições e vencimento de cada contrato e utilizando-se taxas de juros de mercado para um instrumento similar apurado na data de mensuração. Os valores justos refletem o risco de crédito do instrumento e incluem ajustes para considerar o risco de crédito da entidade do Grupo Paranapanema e contraparte, quando apropriado. B) Estoques de metal Os valores justos dos metais contidos dentro do estoque são marcados a mercado pelos preços em dólares dos respectivos metais na curva futura da London Metal Exchange (“LME”) e London Bullion Market Association (“LBMA”). As variações dos preços futuros são refletidas no estoque em cada fase de produção considerando o prazo estimado que esse estoque será vendido. C) Outros passivos financeiros não derivativos Outros passivos financeiros não derivativos são mensurados ao valor justo no reconhecimento inicial e, para fins de divulgação, a cada data de relatório anual. O valor justo é calculado baseando-se no valor presente do principal e fluxos de caixa futuros, descontados pela taxa de mercado dos juros apurados na data de mensuração. Quanto ao componente passivo dos instrumentos conversíveis de dívida, a taxa de juros de mercado é apurada por referência a passivos semelhantes que não apresentam uma opção de conversão. Para arrendamentos financeiros, a taxa de juros é apurada por referência a contratos de arrendamento semelhantes. 04. Principais políticas contábeis A) As informações contábeis intermediárias foram elaboradas seguindo os princípios, métodos e políticas contábeis uniformes, exceto quando indicado de outra forma, em relação àqueles apresentados no encerramento do último exercício social em 31 de dezembro de 2015. B) Novas normas e interpretações ainda não adotadas Uma série de novas normas, alterações de normas e interpretações serão efetivas para exercícios futuros e não foram adotadas na preparação destas Informações Trimestrais. Aquelas que podem ser relevantes para a Paranapanema e suas Controladas estão mencionadas abaixo: A norma IFRS 9 Financial Instruments - (Instrumentos Financeiros), A IFRS 9, publicada em julho de 2014, substitui as orientações existentes na IAS 39 Financial Instruments: Recognition and Measurement (Instrumentos Financeiros: Reconhecimento e Mensuração). A IFRS 9 inclui orientação revista sobre a classificação e mensuração de instrumentos financeiros, um novo modelo de perda esperada de crédito para o cálculo da redução ao valor recuperável de ativos financeiros e novos requisitos sobre a contabilização de hedge. A norma mantém as orientações existentes sobre o reconhecimento e a reversão do reconhecimento de instrumentos financeiros da IAS 39. PÁGINA: 40 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  42. 42. Notas Explicativas A IFRS 9 é efetiva para exercícios iniciados em ou após 1º de janeiro de 2018. A Companhia acredita que possivelmente não sofrerá efeito significativo como resultado de sua adoção, com eventual possibilidade de melhor refletir suas estratégias econômicas de hedge em suas Informações Trimestrais. IFRS 15 Revenue from Contracts with Customers (Receita de Contratos com Clientes). A IFRS 15 exige uma entidade a reconhecer o montante da receita refletindo a contraprestação que ela espera receber em troca do controle desses bens ou serviços. A nova norma vai substituir a maior parte da orientação detalhada sobre o reconhecimento de receita que existe atualmente nas IFRS e nos princípios de contabilidade geralmente aceitos nos Estados Unidos da América (“U.S. GAAP”) quando for adotada. A nova norma é aplicável a partir de ou após 1º de janeiro de 2018. A norma poderá ser adotada de forma retrospectiva, utilizando uma abordagem de efeitos cumulativos. A Companhia está avaliando os efeitos que a IFRS 15 vai ter nas Informações Trimestrais e nas suas divulgações. A Companhia, apesar de não ter concluído as análises referente a esta interpretação, não espera efeitos materiais sobre as Informações Trimestrais. Adicionalmente, não se espera que as seguintes novas normas ou modificações possam ter um impacto significativo nas Informações Trimestrais consolidadas da Companhia e suas Controladas.  Métodos Aceitáveis de Depreciação e Amortização (alterações do CPC 27 / IAS 16 e CPC 04/IAS 38)  Melhorias anuais das IFRS´s de 2012-2014  Iniciativa de Divulgação (alteração do CPC 26/IAS 1) C) Reclassificação de Operações de Fortait e Cartas de Crédito A Companhia possui contratos firmados de compra de concentrado de cobre com fornecedores que utilizam bancos para operações denominada “forfait”. A Companhia decidiu apresentar os montantes dessas transações em rubrica específica, comparativa nas demonstrações financeiras, em atendimento ao Ofício Circular CVM nº 01/2016 (ICVM 01/2016) de 18 de fevereiro de 2016. Em 31 de dezembro de 2015, o montante de R$1.843.386, correspondente aos saldos a pagar referentes às operações de cessão de crédito, (forfaiting e carta de crédito) com fornecedores internacionais, originalmente apresentado no balanço patrimonial na rubrica “Fornecedores”, foi reclassificado para rubrica específica do passivo circulante, denominada “Operações de Forfait e Cartas de Crédito” (vide nota explicativa 15). Essa reclassificação alterou o saldo de Fornecedores em 31 de dezembro de 2015 de R$2.168.924 para R$325.538 na controladora e de R$2.132.710 para R$289.324 no consolidado. Tendo em vista que os valores já eram apresentados a valor presente, não houve alteração nas demonstrações de resultado, resultado abrangente, de fluxos de caixa e mutação do patrimônio líquido. Os prazos e condições estão apresentados conforme previsto no ICVM 01/2016. PÁGINA: 41 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  43. 43. Notas Explicativas 05. Caixa e equivalentes de caixa e aplicações financeiras a) Cambiais recebidas Referem-se a operações recebidas de clientes no Exterior, aguardando fechamento de câmbio, ou baixas de algum financiamento vinculado à exportação ou o momento em que a Companhia e suas Controladas tiverem necessidade de caixa ou alguma operação de compra na mesma moeda externa. b) Aplicações Financeiras Referem-se a certificados de depósitos bancários e debêntures compromissadas e refletem as condições usuais de mercado nas datas dos balanços, sendo remuneradas em média a 99,75% do CDI em 30 de setembro de 2016 (101,03% em 31 de dezembro 2015) no consolidado e na controladora, mensuradas ao valor justo. Em 30 de setembro de 2016, a Companhia possuía R$93.424 (R$272.917 em 31 de dezembro de 2015) de aplicações financeiras dadas em garantia de operação de compra de energia no mercado livre, carta de crédito e em garantia a fiança bancária. A Companhia, seguindo sua política de aplicação de recursos, mantém suas aplicações financeiras em investimentos de baixo risco e em títulos públicos federais em instituições financeiras nas quais se avalia que sejam de primeira linha, de acordo com o rating divulgado pelas principais agências de risco. 06. Banco conta vinculada O montante de R$92.176 corresponde a USD28.400 convertidos em reais em 30 de setembro de 2016, e refere-se a cambiais recebidas, bloqueadas pelo Banco Bradesco – Nova York como garantia para amortizações de parcelas de curto prazo do empréstimo de pré- pagamento de exportação. Notas 30/09/2016 31/12/2015 30/09/2016 31/12/2015 Caixa e bancos 151.362 123.626 155.409 129.188 Cambiais recebidas (a) 6.029 124.525 6.029 124.525 Caixa e equivalentes de caixa 157.391 248.151 161.438 253.713 Aplicações financeiras (b) 219.819 405.690 219.819 405.690 Aplicações financeiras 219.819 405.690 219.819 405.690 377.210 653.841 381.257 659.403 Aplicações financeiras ativo circulante 217.326 377.065 217.326 377.065 Aplicações financeiras ativo não-circulante 2.493 28.625 2.493 28.625 Controladora Consolidado PÁGINA: 42 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  44. 44. Notas Explicativas 07. Contas a receber de clientes A composição do contas a receber por idade de vencimento, líquida de perda estimada do valor recuperável, é descrita como segue: A Companhia está exposta ao risco de crédito em virtude do não recebimento do contas a receber. Para mitigar esse risco, possui políticas e normas para monitoramento de créditos e duplicatas vencidas. A Companhia constitui provisões para perda estimada como forma de redução do valor recuperável do contas a receber sempre que identifica evidências de que algum ativo pode vir a não ser liquidado. A movimentação da perda estimada do valor recuperável está demonstrada a seguir: O saldo da perda estimada do contas a receber de clientes é constituído por duplicatas vencidas há mais de 60 dias e duplicatas com evidências de que algum ativo pode vir a não ser liquidado, exceto quando há garantias ou adiantamentos em aberto R$783 em 30 de setembro de 2016 (R$14.223 em 31 de dezembro de 2015). A constituição ou reversão da perda estimada do valor recuperável é registrada na demonstração do resultado, sob a rubrica “Outras receitas (despesas) operacionais”. Notas 30/09/2016 31/12/2015 30/09/2016 31/12/2015 Clientes no país: Terceiros 168.489 97.540 272.523 197.800 Ajuste a valor presente Terceiros (1.214) (567) (1.886) (1.379) Partes Relacionadas 12.2 202.898 171.511 - - AVP Partes Relacionadas 12.2 (461) (177) - - Perda estimada do valor recuperável (51.993) (24.436) (52.586) (40.275) Clientes no exterior: Terceiros 248.194 455.606 248.194 455.606 Ajuste a valor presente (303) (879) (303) (879) Perda estimada do valor recuperável (1.461) (3.349) (1.461) (3.349) 564.149 695.249 464.481 607.524 Ativo circulante 562.068 692.772 455.197 604.770 Ativo não-circulante 2.081 2.477 9.284 2.754 Controladora Consolidado 30/09/2016 31/12/2015 30/09/2016 31/12/2015 A vencer a mais de 120 dias 3.141 3.516 11.280 3.856 A vencer de 91 a 120 dias 13.245 11.605 13.362 24.883 A vencer de 61 a 90 dias 18.292 7.873 29.931 14.209 A vencer de 31 a 60 dias 135.673 75.065 105.023 81.899 A vencer até 30 dias 325.763 435.148 251.245 427.008 Vencidas até 30 dias 68.261 148.330 48.396 34.068 Vencidas de 31 a 60 dias 942 1.893 6.623 2.541 Vencidas de 61 a 90 dias - 1.381 - 1.406 Vencidas de 91 a 120 dias - 5.664 - 5.679 Vencidas há mais de 120 dias 783 6.388 783 14.223 566.100 696.863 466.643 609.772 Ajuste a valor presente (1.978) (1.623) (2.189) (2.258) Outros 27 9 27 10 564.149 695.249 464.481 607.524 Ativo circulante 562.068 692.772 455.197 604.770 Ativo não-circulante 2.081 2.477 9.284 2.754 ConsolidadoControladora Controladora Consolidado Saldo em 31 de dezembro de 2015 (27.785) (43.624) Reversões do período 1.042 16.483 Provisões do período (26.870) (27.147) Realizados 159 241 Saldo em 30 de setembro de 2016 (53.454) (54.047) PÁGINA: 43 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  45. 45. Notas Explicativas 08. Estoques O estoque é mensurado inicialmente pelo seu valor histórico e, posteriormente, devido ao programa de contabilidade de hedge de estoques (vide nota explicativa 28.6.3), as porções relativas ao custo do metal (Cobre, Ouro, Prata, Chumbo, Zinco e Estanho) são ajustadas ao preço médio em dólares da curva de mercado futuro desses respectivos metais. A conversão dos preços dos metais em dólares para reais é feita pela taxa de câmbio do fechamento do mês. A redução de R$648.39 no período deve-se principalmente à política da Companhia de aperfeiçoamento na gestão do estoque para preservação do caixa. A constituição ou reversão de perdas com estoques é registrada na demonstração do resultado, sob a rubrica de “Outras receitas (despesas) operacionais”. A perda estimada é constituída com análise dos materiais e produtos sem movimentação há mais de 5 anos. Em 2016, houve redução de R$148 do valor provisionado em razão da baixa de itens por venda através do leilão. A Companhia ofereceu 255 toneladas de vergalhão de cobre eletrolítico em garantia de processo fiscal que, em 30 de setembro de 2016, totalizava R$3.008. Caso ocorra decisão desfavorável os valores serão pagos em moeda corrente. 09. Impostos e contribuições a recuperar 30/09/2016 31/12/2015 30/09/2016 31/12/2015 Matérias-primas 235.613 649.084 235.615 649.084 Produtos em processo 240.623 505.739 240.623 505.739 Produtos acabados 121.928 242.978 121.928 242.978 Importações em andamento 154.985 47 154.985 47 Adiantamentos a fornecedores p/compra MP 35.082 32.898 35.082 32.898 Materiais de manutenção e outros 23.846 31.862 23.846 31.862 Materiais para revenda 5.039 3.526 14.859 27.565 Matéria prima em trânsito 6.314 5.838 6.314 5.838 Perda estimada do valor recuperável (103) (251) (103) (251) Ativo circulante 823.327 1.471.721 833.149 1.495.760 Controladora Consolidado Notas Ativo circulante Ativo não circulante Ativo circulante Ativo não circulante Imposto s/circulação de mercad. e serv.-ICMS (a) 47.761 69.572 64.861 39.571 Imposto de renda e contrib. social a restituír (b) 350 37.338 17 39.441 Taxa de licença de importação (d) - 31.766 - 29.544 Impostos sobre ativo imobilizado a creditar 9.291 16.984 10.039 16.877 Crédito previdenciário (f) 23.675 - - - Reintegra (c) 7.139 1.771 34.778 1.281 Contr. p/financ. seguridade social-COFINS (e) 7.535 - 21.955 - Contr. p/financ. seguridade social-COFINS-Export. (e) 11.685 3 11.685 4.985 Programa de integração social-PIS (e) 1.182 1.677 4.441 1.634 Programa de integração social-PIS - Exportação (e) 2.426 - 5.573 - Imposto de renda retido na fonte-IRRF 8.771 - 11.024 - Impostos sobre produtos industrializados-IPI 274 271 2.072 271 Imposto de renda e contrib. social antecipados - - 22.905 - Perda estimada do valor recuperável (g) - (4.196) - (4.196) Outros 2.164 - 487 - 122.253 155.186 189.837 129.408 Controladora 30/09/2016 31/12/2015 PÁGINA: 44 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  46. 46. Notas Explicativas a) Refere-se, substancialmente, ao saldo credor de impostos sobre a circulação de mercadorias e serviços (ICMS), gerados em suas operações na unidade de Santo André-SP, demonstrado pelo seu valor líquido de realização. A Companhia vem atuando para desenvolver operações para consumo deste crédito. b) Refere-se ao imposto de renda (IR) e contribuição social (CS) a ser recuperado pela Companhia referente a exercícios anteriores. Para os valores classificados no ativo não circulante R$38.187, a Companhia já efetuou o pedido de restituição através de processo judicial, no montante de R$24.290 e aguarda decisão para compensar ou restituir o valor. Os valores de R$9.701 terão os pedidos elaborados ainda em 2016 e o montante de R$4.196 está provisionado como perda conforme item (g). c) Refere-se a Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras (Reintegra). Os valores foram apurados de acordo com os parâmetros definidos na Lei n° 12.546/2011 com alterações da lei 12.844/2013. d) Restituição de valores referente à taxa de licença de importação (LI), com a ação de repetição de indébito movida contra a União Federal. Atualmente, os autos estão na fase de cumprimento de sentença. e) Refere-se, substancialmente, ao crédito tomado de acordo com as Leis n°10.637/02 (PIS) e n°10.866/03 (COFINS), que se referem ao regime de apuração para a não-cumulatividade. Os créditos remanescentes vêm sendo contabilizados mediante sua compensação com outros tributos federais. f) Refere-se a créditos decorrentes da incidência da contribuição previdenciária do empregador sobre o adicional constitucional de férias, sobre o aviso prévio indenizado e os primeiros 15 dias de afastamento por doença / acidente. O valor de R$17.065 foi registrado na rubrica de “recuperação de impostos” em outras receitas operacionais e R$6.610 registrado em receitas financeiras. g) Constituição de provisão para perda de impostos a restituir referente a saldo negativo de IRPJ do ano calendário de 2003, que, após análise pela Receita Federal do Brasil, foi objeto de glosa, sob a alegação de que não houve pagamento das estimativas mensais em razão da não homologação das compensações administrativas. A Companhia ingressou com Ação Declaratória para se ver ressarcida dos valores e aguarda decisão definitiva do processo em questão. Os assessores jurídicos da Companhia classificaram o processo como remoto para fins de obtenção de êxito no pleito. Notas Ativo circulante Ativo não circulante Ativo circulante Ativo não circulante Imposto s/circulação de mercad. e serv.-ICMS (a) 48.418 69.572 66.482 39.571 Imposto de renda e contrib. social a restituír (b) 710 38.187 291 40.753 Taxa de licença de importação (d) - 31.766 - 29.544 Impostos sobre ativo imobilizado a creditar 9.300 16.984 10.039 16.877 Crédito previdenciário (f) 23.675 - - - Reintegra (c) 7.139 1.771 34.778 1.281 Contr. p/financ. seguridade social-COFINS (e) 7.535 - 23.236 - Contr. p/financ. seguridade social-COFINS-Export. (e) 11.685 3 11.685 4.985 Programa de integração social-PIS (e) 1.182 1.677 4.744 1.634 Programa de integração social-PIS - Exportação (e) 2.426 - 5.573 - Imposto de renda retido na fonte-IRRF 8.772 - 11.167 - Impostos sobre produtos industrializados-IPI 274 271 2.072 271 Imposto de renda e contrib. social antecipados 266 - 23.533 101 Perda estimada do valor recuperável (g) - (4.196) - (4.196) Outros 2.164 - 487 - 123.546 156.035 194.087 130.821 30/09/2016 31/12/2015 Consolidado PÁGINA: 45 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1
  47. 47. Notas Explicativas A Diretoria Executiva estima que a projeção de resultados tributáveis futuros indica que a Controladora e suas Controladas apresentam capacidade de realização dos créditos tributários acima mencionados. Essas estimativas são anualmente revisadas, de modo que eventuais alterações na perspectiva de recuperação possam ser consideradas nas informações contábeis. A Paranapanema, por meio de assessores jurídicos especializados, vem realizando diversas ações para a monetização ou compensação do saldo credor envolvendo, principalmente, PIS/COFINS, ICMS e Reintegra. 10. Outros ativos circulantes e não circulantes 10.1. Demais contas a receber a) A linha “Depósitos chamada de margem” refere-se a valores que são depositados junto a Brokers de Metal para cobrir a exposição da Companhia assim que os limites estabelecidos são ultrapassados. A Companhia possui limite para operar junto a diversos Brokers e, em decorrência dos volumes contratados e das variações das commodities (cobre/zinco/estanho/chumbo) de acordo com o preço divulgado pela LME (London Metal Exchange), este limite pode ser ultrapassado; quando essa situação é verificada, ocorre a chamada de margem. Notas Ativo circulante Ativo não circulante Ativo circulante Ativo não circulante Depósitos chamada de margem (a) 5.809 - - - Semasa (b) - - - 45.781 Precatórios federais (c) - 32.390 - 31.469 Precatórios municipais (d) - 65.402 - 27.056 Prefeitura Manaus (e) - 8.924 - 8.924 Recuperação Plano Coletivo Brasilprev (f) 4.231 - 4.374 - Contas a receber de seguros (g) 432 - 1.587 - Adiantamentos a funcionários 2.404 - 1.772 - Valor a receber Alienação Cibrafértil 1.001 - 997 - Adiantamentos a fornecedores 121 - 432 - Outras 851 679 830 678 Perda estimada do valor recuperável (245) - (244) - 14.604 107.395 9.748 113.908 30/09/2016 31/12/2015 Controladora Notas Ativo circulante Ativo não circulante Ativo circulante Ativo não circulante Depósitos chamada de margem (a) 5.809 - - - Semasa (b) - - - 45.781 Precatórios federais (c) - 32.390 - 31.469 Precatórios municipais (d) - 65.402 - 27.056 Prefeitura Manaus (e) - 8.924 - 8.924 Recuperação Plano Coletivo Brasilprev (f) 4.231 - 4.374 - Contas a receber de seguros (g) 432 - 1.788 - Adiantamentos a funcionários 2.415 - 2.371 - Valor a receber Alienação Cibrafértil 1.001 - 997 - Adiantamentos a fornecedores 121 - 432 - Outras 851 680 867 678 Perda estimada do valor recuperável (245) - (242) - 14.615 107.396 10.587 113.908 30/09/2016 31/12/2015 Consolidado PÁGINA: 46 de 90 ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2016 - PARANAPANEMA SA Versão : 1

×