ENGENHARIA DE SOFTWARE:  norma ISO 15504<br />
Objetivo<br />Apresentar uma visão geral da normas ISO 15504.<br />
Normas ISO<br /><ul><li> A sigla "ISO" refere-se à InternationalOrganization for Standardization
 Organização não-governamental fundada em 1947, em Genebra
 Presente em cerca de 140 países.
 A sua função é a de promover a normatização de produtos e serviços.</li></li></ul><li>ISO/IEC 15504<br />
Norma ISO/IEC 15504<br />A norma apresenta uma metodologia genérica para realização de avaliação de processos em organizaç...
História<br />A Norma ISO/IEC 15504 surgiu a partir da do projeto SPICE, originado em 1993, a partir da necessidade de uma...
 obter práticas, experiências e dados em campo
 desperta o interesse do mercado</li></li></ul><li>História<br />O Projeto SPICE se tornou a norma ISO/IEC 15504 em março ...
 foi estruturada em cincos partes
 é genérica.</li></li></ul><li>Estrutura da ISO 15504<br />
Aplicação<br />
Esquema<br />
Dimensão de processo<br />A dimensão de processo se limita a verificação da execução dos processo.<br /><ul><li> Modelo de...
 Divisão dos processos nas categorias:
 Consumidor e Fornecedor
 Engenharia
 Suporte
 Administração
 Organização
Definição dos resultados, BP,WP</li></li></ul><li>Modelo de Referência<br />
Descrição dos processos<br />Cada processo é descrito com os seguintes elementos: <br /><ul><li>Identificação (processiden...
Nome (processname)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ISO 15504

16.839 visualizações

Publicada em

Visão geral da norma ISO 15504

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

ISO 15504

  1. 1. ENGENHARIA DE SOFTWARE: norma ISO 15504<br />
  2. 2. Objetivo<br />Apresentar uma visão geral da normas ISO 15504.<br />
  3. 3. Normas ISO<br /><ul><li> A sigla "ISO" refere-se à InternationalOrganization for Standardization
  4. 4. Organização não-governamental fundada em 1947, em Genebra
  5. 5. Presente em cerca de 140 países.
  6. 6. A sua função é a de promover a normatização de produtos e serviços.</li></li></ul><li>ISO/IEC 15504<br />
  7. 7. Norma ISO/IEC 15504<br />A norma apresenta uma metodologia genérica para realização de avaliação de processos em organizações.<br />
  8. 8. História<br />A Norma ISO/IEC 15504 surgiu a partir da do projeto SPICE, originado em 1993, a partir da necessidade de uma norma de avaliação de processos de software e visava:<br /><ul><li> dar início de à construção de uma norma
  9. 9. obter práticas, experiências e dados em campo
  10. 10. desperta o interesse do mercado</li></li></ul><li>História<br />O Projeto SPICE se tornou a norma ISO/IEC 15504 em março de 2003, porém, com diversas alterações: <br /><ul><li> virou uma norma internacional
  11. 11. foi estruturada em cincos partes
  12. 12. é genérica.</li></li></ul><li>Estrutura da ISO 15504<br />
  13. 13. Aplicação<br />
  14. 14. Esquema<br />
  15. 15. Dimensão de processo<br />A dimensão de processo se limita a verificação da execução dos processo.<br /><ul><li> Modelo de Referência de processo
  16. 16. Divisão dos processos nas categorias:
  17. 17. Consumidor e Fornecedor
  18. 18. Engenharia
  19. 19. Suporte
  20. 20. Administração
  21. 21. Organização
  22. 22. Definição dos resultados, BP,WP</li></li></ul><li>Modelo de Referência<br />
  23. 23. Descrição dos processos<br />Cada processo é descrito com os seguintes elementos: <br /><ul><li>Identificação (processidentifier)
  24. 24. Nome (processname)
  25. 25. Resultados (Outcomes): Descreve os resultados esperados.
  26. 26. Práticas base (base practice): Atividade que contribui para o atendimento do propósito de um processo.
  27. 27. Produtos de trabalho (work-products): Produtos de trabalho de um processo.</li></li></ul><li>Descrição dos processos<br />Exemplos de resultados observáveis:<br />• a arquitetura do software é desenvolvida e dada como concluída. <br />• as interfaces de cada componente de software devem estar definidas;<br />Exemplos de práticas-base (BP):<br />• a partir dos requisitos, descrever a arquitetura em alto nível de abstração e identificar os principais componentes, como bases de dados;<br />• especificar e documentar as interfaces internas e externas entre os componentes do software;<br />• desenvolver a documentação do usuário;<br />
  28. 28. Dimensão de capacidade<br />Permite uma avaliação detalhada dos processos, trabalhando com base em uma escala, fornecendo uma referência para melhoria do processo.<br />
  29. 29. Níveis de capacidade<br />
  30. 30. Atributos de processo<br />
  31. 31. Indicadores<br />Indicadores para realizar a avaliação de atributos:<br /><ul><li> GPI – indicadores de práticas genérica
  32. 32. GRI – indicadores de recursos genéricos
  33. 33. GWI – indicadores de produto genérico
  34. 34. RPI – indicadores de processos relacionados</li></li></ul><li>Escala de medição<br />
  35. 35. Matriz de avaliação<br />
  36. 36. Gráfico de avaliação<br />
  37. 37. Esquema Geral<br />8. Monitorar desempenho<br />7. Matem melhoria<br />6. Confirmar melhoria<br />1. Examinar necessidades da organização<br />5. Implementa melhoria<br />2. Inicia processo de melhoria<br />3. Avalia Processo<br />4. Planeja Melhoria<br />
  38. 38. Conclusão<br />
  39. 39. Reflexão<br /><ul><li> As normas ISO garante qualidade ao produto e/ ou serviço?
  40. 40. O que é qualidade?</li>

×