Mitos nacionais..oseulugarde ocupação
Narrativado passadode uma comunidade que projetaumaexperançade futuroparaquela
comun...
muitochegadoas ideiascientificase humanisticasdaEuropa noséculoXIX,onde Goebinau
promoveuaideiade imigraçaode Europeusdepo...
Primeiroveja,muitagente imaginaerradamente que aideiade raçafoi importante para
justificaraescravidão,háum enganohistorico...
E esse processovai terconsequênciasextremamenteimportante nomundocolonizado,
principalmente naÁsiae na África,onde oscolon...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mitos nacionais

294 visualizações

Publicada em

A questão do racismo comentada rapidamente

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mitos nacionais

  1. 1. Mitos nacionais..oseulugarde ocupação Narrativado passadode uma comunidade que projetaumaexperançade futuroparaquela comunidade ,umanarrativa que explicaumpassadoe eparesentaumorizonte de futuroonde acreditaque elacomunidade continuarasendocomunidadeemrelaçãoaoque era no passado. Não estamosfalandodomitopuropdomitogrego,mas o mitocotnaminadopelaterivel terrenana politica. A ideiade raça é umaideiarecente,emboramuitasvezesbusquecontextosantigoseapareça sendoretratadopor esse ponto,masa diea de raça não existiaantesdoséculoXVIII,é nofinla do éculoXVIIque comelaase imaginarque a humanidade se divideemfamiliasde seres humanosemriosem meioaooceanoda humanidade,separadosporumafronteirainvisivel maismuitorelaque não devemporissose misturare permanecerintegrasessasfamilias humanase que portantoessasfamiliastemumarelaçãode ancestralidadee existemdesde os começosdostempoe exiostiramaté ofinal dostempos.Essasideiasexistemapoucomaisde II séculos. Diferente doetnocentrismoque existe desde que existeregistroescrito,emtodasas sociedades,sociedadesaschamadasevoluidase chamadasprimitivastodaselassão etnocentricasháregistrosextremante interessanteentre osesquimosque hoje sãochamados “inuites”que quandocomeçaramarecebedrimigrantesEuropeusnoséculodesenoveiamlá aprenderboasmaneirascomeles,onde viamessesEwuropeuscomoextremamente atrasose poucosgentis,onde essasqualdiadesemsentidode higienee poucoavançocordial faziamos esquimospensarque haviamchegadoaelesparaaprender... O que se revelaaqui é o choque de duas mentalidadesonde umobservaooutrode forma diferente quantoasuanaturezamelhorseuestadonatural.Vale lembrarque “etnocentrismo” é algodiferentedopensamentoracial do“mitoda raça” no etnocentrismonãoháideiade ancestralidade de que que umafamiliahumana, que atravessaahistoriacomoum meteoro como que atravenssandoouniverso...Asprimeirasmanifestaçõesmaisclássicasdessasideias aparecemcom Lineus,O criador da classificaçãobiologica,taxaçãotaxicologica:Falandona raça fazendoarelaçãode familias;raçascomoEuropeia,Áfricana,Asiaticae Americana. A ideiade Brancos,vermelhose amarelosaparecemnoprocessocomLienusque também acreditatambém, emseresestranhose raças desconhecidasonde elefalavaemhomensde florestasmonstruosase diversasemummundopovoadoaindaporuma imaginação fantastica,que depoisiriam desaparecer( asubraça). JohannFriedrichBlumenbach medicoalemãonofinal doséculoXVIIIvai formaraaquareladas raças como vamosver até hoje,a ideiade brancos, negros, amarelose marrons( malaia) eram as cinco raça de Blumenbach. Goebinaunãovendoporcienciasbiologicascomoosdemais,vai seroprimeiroarelacionara ideiade raça com históriacomoprocessoonde a históriahumanaé uma historia protagonizadaporraças pegandoa ideiade raças das cienciasnaturais,levandoassimaideia para as cienciashumanas.GoebinauteveumarelaçãoestritacomDom PedroII,um imperador
  2. 2. muitochegadoas ideiascientificase humanisticasdaEuropa noséculoXIX,onde Goebinau promoveuaideiade imigraçaode Europeusdepoisdoterminodotraficode escravosdepois de 1850 com a lei Eusébiode Queirozaideiase disseminanacabeçade DomPedroII, onde a ideiaerade raça negraera atrasada e o Europeua raça avançada entãoera precisobranquear a população. Naquelaépocamaispara frente ali porvoltade 1899 é públicoumlivroextremamente interessantede umcara que foi um dosinspiradoresdoNazismo, ChanbberleinHilstonpublica um livro“ as fundaçõe doséculoXIX”que lidoiráinspirarosprincipiasideologosdoNazismo, onde vai ser fundamentadoparte domitodaraça com base na ideiadoprogressohumanona base da raça, onde dentrode raça Europeiateriaumtronco e esse troncoteriaali os “arianos” a vanguarda da raça branca, o livrodele é muitointeressanteque se tentaserhistórico, porémreescritaporum pensamentoracial. A grande verdade é que o mitoda rala tal como conhecemoshoje, sóse conslidajuntocomo Darwinismo,juntocoma ideiadaevoluçãodeixade sera raça tal comoclassificaçãoestática de sereshumanose passa a ser algoligadoa evoluçãoonde asuperioridade daraça branca derivariadofatode sermaisevoluidabiologicamente dasdemais,criandoahierarquia colocandoevidentementeosEuropeusnopontomaisaltoda esclae colocandoosnegrosno pontomaisbaixoda escala. Vale lembrarque opróprioDarwintinhadificuldadesemlidarcomisso,onde chegoua escreverque classificaçãodossereshumanosemraçasseriaalgo muitodificil masaceitavaa ideiade que osEUROPEUS ERA MAISEVOLUÍDOS,ao contráriode darwinmuitosmédicose cientistamaprovamaideiae começamaestudar.Assimcomeçamostrabalhos comomedir crâniose distinições... Bemvejaaqui uma coisa,na cienciase você acha que vai achar uma coisa“você irá achar” foi exatamente oque fizeramabriramosestudos e pesquisasparaachar pontose realizarleituras que fossemachadosnosentidodaevoluçãodaraça tornandocomo supeioraaRaça Europeia, assima pesquisaseriaorganizadaparaumatendencia( configurandoometodoparaos resultadosdesejados),revelandoque oscarasque mediamcrâniosno seculoXIX“verdadeiros vilõescientificos”fizeramcomque seusdadosapontassemparasuasconclusõesprévias“a superioridadedaraça branca”, na obra do EstefemJayGold“ a falsamedidadohomem”T(he mismegiorof man),no livroele reconstroe asexperiencias,jáque ele trabalhounomuseu Americanoonde estavaoacervode crânios de “váriasraças” usadaspor, Morrysone cientistas do seculoXIXque usarampara as mediçõese pesquisasassimEstefenmostraoserros e como conseguiramarrastarum caminhãode acadêmicosnessaavalanche,motrandoostruques usadosele revelacomomesmocientistasde altaestimacaiamnoprocesso. Bemficouclaro que o mitoda raça se instalounoseiodascienciasnaturais,masse fosse somente issoele nãoseriaummitoimportante hoje umavezque ascienciasnaturaisjá provaramque aquelasideiasestavamerradas,agrande maioriageral sabe dissoe nemseria um assuntode importanciahoje emdia.Masse tornouum instrumentonomundo dapolitica onde o “mito”ocupoupontosestratégicosnapolitica. Quaislugaresele ocupou?
  3. 3. Primeiroveja,muitagente imaginaerradamente que aideiade raçafoi importante para justificaraescravidão,háum enganohistorico emborasejaumenganodosensocomuma escravidãomodernacomeçanoseculoXVIe se estendeaoseculoXIX.NaInglaterranas coloniasingresaselafoi eliminadaem1833, o trafico noAtlântico terminaem1850 e no Brasil elaacaba em 1988. Então o séuloXIXé o Outonoda escraviãomodernaonde a maiorparte da escravidãocomeçaemséculosanteriorese elaocorre porque tinhamsidoescravizada,qual é o problemadissoaescravidãoexistiuemtodahistóriahumanaentre todosospovosdesde há antiguidade povosque venciamguerrasescravizavamosderrotadosdesde aantiguidade existe aescravidãopordivida,temporariamente até pagara sua dividaouporescravidãopelo restoda vida,se você não acha que ossereshumanossãoiguaispor naturezanãoexiste problemaparaa escravidão,e ninguémachavaque ossereshumanossãoiguaispornatureza até o séculoXVIIIse voce chegarpara alguémnoseculoXIV,XV e XVIseriaconsideradoum loucodizerque os sereshumanossãoiguaispornatureza,porque nãoeram;uns eramnobres outrosnão, unstinhamsangue azul outrosnão. É no séculoXVIIIcomo iluminismo“a idade dasluzes”que surge aideiaextremamente nova que os sereshumanossãoiguaispornatureza,é esse conceitoque fazsurgira campanhaanti escravistasonde houve umagrande açãona inglaterradofinal doséculoXVIIIaoXIXonde se moviamgrandespetiçõesaoparlamentoparavotarcontra a escravidão,houve grande batalha por issoexistemgrandeslivrose obrasa respeitoumadelas“enterremnossascorrentes”de Adamroschild, ao mesmotempoque issoacontecianaInglaterrrae tambémnome do principiodaigualdade ocorremgrandesconflitose choques( revoltasde escravos) nasilhasdo Caribe,comoo caso de Sir Louvertou,noHaiti uma revoluçãode escravos que erguiaas bandeirasdarevoluçãoFrancesa,assimcomoa revoluçãodaJamaica que teve umimpacto diretona politicaBritanicade formaque oparlamentofinalmente resolveuacabarcoma escravidão. Então foi esse processoque geradosobre a ideiailuministadaigualdadeque geraogolpe fatal contra a escravisãomoderna,aescravidãonãoprecisou domitoda raça para existir,e omito veiodepoisdaescravidãomoderna.Oque se revelaé justamente ocontrárioomitoveio depoise nãoserviupara sugestionaroupraticara escravidão.Naquelaépocanomomento que o conceitode raça estavase expandindopelo mundoépocadoimperialismo( França,Belgica, Italia,Inglaterra,Alemanha)partemparaa procura de coloniasnaAsia e na África,processo que se inicioucomas expediçõesde exploradoreseuropeusemmeadosdoséculoXIXe se consolidanofinal dosécXIX na conferenciade Berlim que se inciacomapartilha,o Imperialismoprecisavadomitoda raça, porque as potenciaseuropeiasnãopodiamse expandirparaÁsiae Áfricasemconquistaro apoioda comunidade Europeia,lembre esta surgindoa imprenssanova, otelegrafo,ossistemas complexasaeducação o públicae se formandoassima opiniãopublica,nãoerapossivelalcançara ação do imperialismosem conquistaro apoioda sociedade se afinal todossãoiguaisperantealei?Comoconciliaro imperialismocomaideiailuministadaigualdadenatural,paraissosurge omito da raça ( todos são iguaise nemtanto iguaisassim) somosiguaisnateoria,masna prática agora a Biologia diria:Somosdiferentes.Napráticaagorapoderiamdominarasraças inferiores,comacélebre frase do séculoXIXque ofardo do homembranco“ seriadominaro homem ematraso para eleva-loe civiliza-lo”nocaminhodohomemEuropeu.
  4. 4. E esse processovai terconsequênciasextremamenteimportante nomundocolonizado, principalmente naÁsiae na África,onde oscolonizadoresvãojutoscomosintelectuais,os generaisagoravão a Africae Asia com medicosintelectuaise antropologose como missão definirasraças e “sub-raças”dessespovose suasetnias,entãojuntode cadamilitar conquistadorandado ladoumantropologoclassificadore o homenvai criar osnomesdas etniasque nos usamosfrequentemente até hoje paranosdefinirospovos da Áfricae da Asia.

×