SlideShare uma empresa Scribd logo
BOOK

BOOK

BOOTCAMP DE PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO

MARCELO FAGGIONI DE AVEIRO NUNES

2013/2
“

WHATEVER YOU THINK,
think the etisoppo
Paul Arden

Tentar enxergar pelo lado oposto, longe do senso
comum, é um bom ponto de partida para iniciarmos o
pensamento de planejamento.

”
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
“

Formado em Design Gráfico com Ênfase em Marketing e pós-graduado em Design
Estratégico, ambos pela ESPM. Especialização em Branding pela School of Visual Arts, NYC.

Nem sempre é fácil a gente encontrar o que realmente gosta
de fazer. Na verdade, não são todos que conseguem. Desde
o período da graduação, eu me perguntava se era aquilo
mesmo que eu queria para mim.
Na criação, a gente vive muito próximo da estratégia e do
planejamento; e já fazia tempo que eu queria mudar de lado.
Hoje - definitivamente com a ajuda da Miami - fiz essa transição,
e nunca tive tanta certeza sobre uma escolha profissional.
É difícil de explicar. A gente simplesmente sente, a gente sabe
que a decisão foi correta e decide seguir em frente.
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
#1

#2
#1

2006.2

2007

AgESPM

HI.FI COMUNICAÇÃO

Meu primeiro estágio, dentro da
agência da ESPM. Fui Designer Gráfico para o Corpo de Bombeiros do
Estado de São Paulo e estrategista
para o Prêmio Renato Castelo Branco de Responsabilidade Socioambiental na Propaganda.

Responsável criativo pela conta da
Track&Field, Visanet, Etti e Assim - do
grupo Hypermarcas.
Foi nesse período que meu interesse
por planejamento começou a se tornar evidente, principalmente pelas
conversas dentro da agência e pela
experiência vivida no dia a dia.
#3
#1

#4

2008/2009

2010/2013

Bertollini Comunicação

MDBCOM

Agência de pequeno porte que atendia as contas da Eaton, Ford, Grupo
Usiminas e Agroceres.

Depois de voltar de Nova Iorque,
criei a MDBCOM. Num período de
três anos, fui o responsável pelo planejamento e criação para clientes
como Kimberly-Clark, Rayovac, Prosegur, Porto Seguro e Munik Chocolates.

Nessa época, fazia de tudo. Era um
Diretor de Arte que atendia, planejava e executava campanhas pra
rodarem na rua.
Vivenciar todos os processos foi muito
bacana. Parte do que sou hoje vem
bastante da experiência que tive por
aqui!

Foi aqui que, no meio do caminho,
deixei a criação e me descobri
como planejador.
A Bruna - D.A que trabalhou comigo
- sempre me dizia:
- Má, você é planejamento, pô.
#1
#job
1
ÁGUAS PRATA1
O BRIEF

OBJETIVO DO PROJETO
Apresentar conceito e estratégia de comunicação para
a Água Mineral Natural Prata.

DESAFIO
Estabelecer um posicionamento claro neste mercado e reconquistar espaço
nas gôndolas e no “range de consideração de escolha” do consumidor.
Pra começar,

vamos entender o cenário de água mineral no país.

ANTES
O consumo de água era pontual. Na maioria das vezes, tomávamos água porque
tínhamos sede. A oferta era pouca e apenas algumas empresas dominavam
grandes fatias de mercado.

POUCA OFERTA

POUCO INVESTIMENTO

POUCAS EMPRESAS

CONSUMO POR
NECESSIDADE
DEPOIS
O mercado se tornou mais dinâmico. Com a entrada das águas saborizadas e
purificadores, crescemos o investimento e a oferta. Por outro lado, o consumidor
se tornou mais consciente. Na era do bem-estar, o consumo é bastante pautado,
também, em valores que vão além do produto.

OFERTA
PULVERIZADA

BASTANTE
INVESTIMENTO

A ERA DO
BEM-ESTAR

CONSUMO
RESPONSÁVEL

MUITAS
EMPRESAS

MERCADO
DINÂMICO
Grandes players

competem a atenção do consumidor e focam em atributos similares.

Basicamente, três marcas dominam grande parte do mercado de água mineral. Duas delas discursam sobre atributos funcionais, e a outra foi buscar valor num território ainda fértil no segmento: o da
sustentabilidade

Enxergou uma oportunidade
de mercado e levantou a lebre do sódio.

Perdeu mercado, se sentiu
ameaçada e pegou carona
no mesmo atributo.

Fugiu dos atributos funcionais
do produto e partiu pra pegada sustentável
E a Prata?

Deve entrar nesse jogo?
Até tú, Brutus?
Sabemos que falar de água não é fácil. Talvez não seja a melhor ideia mais uma marca discursar sobre
vida saudável, vida feliz.

Dá liga?

A Prata possui percepção de valor calcada no tempo.
E o estilo “sou saudável” não vai de encontro à imagem da marca.
No campo semântico*
das palavras, a nossa descoberta.

ANTIGA . VELHA .

BOA . IDOSA .

MEU VÔ. FAMÍLIA .

* recorte de pesquisa quanti realizada no mês de outubro de 2013. A/B, 20-45, residentes na cidade de São Paulo.

INTERIOR . QUALIDADE
O problema é claro!
A marca é percebida de forma negativa, com atributos associados ao tempo, e perde espaço no
“range de consideração” do jovem consumidor.

Por outro lado,

Entendemos que temos a grande oportunidade de falar sobre valores maiores.
{ }
Estratégia

VIRAREMOS O JOGO.

Continuaremos investindo no maior ativo da
marca - o tempo.

E entregaremos um ponto de vista da
Prata sobre o real significado de ser bom.
em 137
anos...

1876

- 1877 - 1878 - 1879 - 1880... 1900 - 1901 - 1902 - 1903 - 1904... 1920 - 1921 - 1922 - 1923 - 1924... 1940 - 1941 - 1942 - 1943 - 1944... 1960 - 1961 - 1962 - 1963 - 1964... 1980 - 1981 - 1982 - 1983... 2000 - 2001 - 2002 - 2003 - 2004...

...muita coisa mudou. Graham Bell inventou o telefone, nasceu a Coca-Cola Company, passamos pelos
governos de Getúlio Vargas, Juscelino Jubitschek, Jânio Quadros, Sarney e Collor. Vimos a ditadura cair,
o Rock in Rio nascer; superamos a inflação, entramos no plano real...

...e a Prata continua aqui, com a gente.

2013
Conceito

Tudo que é bom não para no tempo.
E por quê isso funciona com a Prata?
1

Se diferencia das outras
As marcas novas precisam discursar sobre atributos funcionais para vender seu peixe. A Prata é a única
empresa que tem um ativo de marca valioso e pode sair fora dessa briga.

2

Tem valor
Associações ligadas ao tempo, se feitas de forma positiva e inteligente, dão um significado que
transcende os valores comuns.
‘Marcas novas têm pouco tempo por trás de si.’
Conversaremos com os jovens
Homens e mulheres, conectados, de 20 a 40 anos. Possuem apreço por tudo que está
fora do mainstream e se identificam com marcas que tenham valores verdadeiros.
Para ilustrar o ponto de vista da marca,
não voltaremos ao passado.

Nossa ideia é inverter o jogo!
Traremos o passado para o presente e convidaremos o consumidor
a participar e interagir com o maior ativo da Prata - o tempo.
Conceito criativo

A gente não sabe o futuro, mas sabemos
que a Prata estará lá.
Filme, 60”
O Viajante do Tempo
O Viajante do Tempo

Cientista está em seu laboratório, aproximadamente no ano de 1876, terminando de construir uma máquina do tempo. Sobre a
sua mesa, ele enxerga uma garrafa de Água Prata consumida até a metade e decide utilizá-la como teste. Ele liga a máquina,
a garrafa some. Em êxtase, ele mesmo resolve se enfiar na máquina para ir atrás da garrafa.
CORTE SECO
Cientista abre os olhos em 2013, e ao seu lado, a garrafa de Água Prata. Ele pega a garrafa e começa a andar pelas ruas. Bastante assustado com os carros, quase é atropelado. Fica perplexo diante de tantas novidades do mundo moderno. Certo de que vai
colocar seu nome na história, tenta mostrar a garrafa para as pessoas, para que elas entendam que ele é um viajante do tempo,
mas se frustra quando percebe que muitas delas também estão segurando uma garrafa igual à sua, e nao há novidade alguma.
Loc off: A gente não sabe como será o futuro, mas sabemos que a Água Prata estará lá. Continue essa história no facebook da
Prata: facebook.com/aguasprata
CORTA PARA PACKSHOT DO PRODUTO
Loc off: Prata. Por todo o tempo.
Facebook app
Você e a Prata no Futuro
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Ao enviar seu Facebook para o futuro, o usuário irá se deparar com um filme interativo.

Filme no Youtube
O Futuro
O Futuro

O Cientista foi parar em 2150, está preso numa sala branca e levou a garrafa de Prata como prova de que atravessou o tempo.
Ele diz: - Ei, você! Eu preciso de ajuda. Estou preso nesta sala, no ano de 2150, mas eu não sou daqui. Eu venho do passado, do
ano de 1876. Estou aqui para provar que sou um viajante do tempo, e essa garrafa de Água Prata é a minha prova.
Sem conseguir ouvir a pessoa, ele enxerga o nome dela e saca um livro chamado Grandes Nomes da História, e diz: Ah, eu disse!
Aqui está.
Vira o livro para a pessoa que vê seu nome e sua foto do perfil no livro. E pergunta: - Em que ano você está agora? (e aparece
uma caixa para digitar o ano).
A pessoa digita o ano e ele diz: - Ah, então falta um pouco ainda pra você entender porque o seu nome está aqui, mas pelo que
entendi, tem a ver com essa conversa que estamos tendo agora.
A partir daí, ele pede para o usuário escrever como será a visão que ele terá ao sair da sala.
Após, ele diz: - Uau! Você acha que vai ser assim? Vou guardar suas informações comigo e te conto daqui a 1 semana, ok? Espero
que dessa vez eu consiga provar a minha viagem no tempo. Ele para, olha para a garrafa, meio que admirando, e volta!
Bom, você pode continuar me ajudando? Peça para algum amigo seu tentar me ajudar a definir como será o ano de 2150.
Obrigado amigo, nos vemos daqui a pouco!
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Baseado no futuro contado pelos usuários, a Prata cria o último filme e convida o
pessoal a assistir o desfecho,

Terceiro filme
Encare o Futuro
Encare o Futuro

No desfecho, o cientista sairá da sala e enxergará o futuro baseado nas melhores descrições dos usuários.
Mais perdido que cego em tiroteio, ele está convicto de que está carregando uma relíquia em suas mãos, mas, novamente, se
frustra e continua vendo as pessoas carregando garrafas de Água Prata.
Loc off: a gente não sabe como será o futuro, mas sabemos de uma coisa: a Prata estará lá!
CORTA PARA PACKSHOT DO PRODUTO
Loc off: Prata. Por todo o tempo.
#job
2
O BRIEF

OBJETIVO DO PROJETO
Posicionar a marca Walmart.com para o mercado, imprimindo
uma comunicação proprietária.

DESAFIO
Encontrar um caminho que não descole por completo da imagem do Walmart e
que também não seja uma comunicação exageradamente aspiracional a ponto
de afastar o vasto público que a gente precisa conversar.
Pra começar,
sabemos que...

Compra online,
quase todo mundo já fez
E no meio de tanto site que pipoca por aí
temos o Walmart.com
Mas e aí,

como se configura esse cenário?

}
2012-2013
O comércio eletrônico no Brasil cresceu 24%
no primeiro semestre de 2013.

Segundo a E-BIT, o setor faturará, ainda em
2013, cerca de 28 bilhões de reais.
O que a gente tem que saber,

é que 90% das pessoas compram 1 ou menos vezes por mês.

E quem são essas pessoas?
Possuem 25 a 40 anos, fazem parte das classes a e b. Vivem na correria do dia a dia,
por isso prezam pela conveniência. São conscientes, sobretudo sobre consumo. Afinal,
dinheiro não dá em arvore.

O que elas esperam?

praticidade

preço

fidelidade
Os principais sites de compras,
oferecem isso.

tecnologia

Nova plataforma
Mais fácil de usar
Search mais inteligente
Integração com social media

•	
•	
•	
•	

Modelo market place
+ de 1.000.000 de itens
Garantia de entrega
Revisões

{

•	
•	
•	
•	

serviço

Mais fácil de ser replicado
e virar ponto de paridade

Ponto de conexão

valor
da marca

?

{

Pontos de diferenciação

Mais difícil de ser replicado.
É o posicionamento.
A pergunta é simples e direta.

O que a marca Walmart é, significa e aporta para o negócio online?

Fast Shop
poderosa
Extra
família

Submarino
divertida

Fnac
sofisticada

Amazon
inteligente
Casas Bahia
família

Saraiva
racional

Americanas
racional

Walmart
fria/distante
Chegamos ao problema!
Entre tantos sites parecidos, Walmart.com não consegue se apoiar na marca mãe para gerar
diferenciação que vá além do produto.

Como resolver?
Definir e comunicar a proposta de valor de walmart.com e criar um propósito, uma causa que gere
identificação com o target.
Implicação
Construir um posicionamento para Walmart.com que empreste valor para a marca mãe.

A partir da selling-line
Save money. Live better.
Save money. Live better.

{

Economia e preço baixo. Isto é
“default” na categoria. É um atributo importante, mas não é diferenciador

+ Tempo livre
(-) Complicação
+ Satisfação
+ Conveniência

Muitas marcas já falam sobre
viver melhor.
Nossa proposta para o walmart.com

1

Vamos tangibilizar melhor o “live better”

2

Gerar propósito para a marca, através da provocação.
1

“

Vamos tangibilizar melhor o “live better”
Insight/Tensão #1

”

Nessa rotina tão agitada, preciso otimizar minha vida, inclusive as compras. Eu até considero comprar
online... Mas como é complicado, zilhões de sites, ofertas, informações, tempo de entrega...
E aquela perguntinha que martela:
Será que eu comprei certo?

Proposta da marca
COMPRE CERTO
2

“

Gerar propósito para a marca, através da provocação.
Insight/Tensão #2

”

Trânsito parado, fila no supermercado, chefe implicante, contas para pagar, decisões para tomar...
Comprar on-line não pode ser mais uma tortura.

Causa da marca
WALMART TE LIBERA DA TORTURA DA COMPRA ONLINE
Insight Criativo

Chega de tortura.com
Compre certo no walmart.com
O plano se divide em duas etapas,
para construir o equity da marca.

FACILITA
A VIDA

BENEFÍCIO EMOCIONAL

ORGANIZA, OTIMIZA E
FACILITA A COMPRA
(TEMPO E DINHEIRO)

Fase 2
Estabelecer Walmart.com
como gadget indispensável.
BENEFÍCIO FUNCIONAL

Fase 1
PREÇO BAIXO TODO DIA, ENTREGA
GARANTIDA, MAIS DE 1 MILHÃO DE
ITENS, BUSCADOR EFICIENTE, COMPRA
COLABORATIVA, TRACKING

Gerar awareness/conversão.
ATRIBUTOS
Print
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM
Filme, 15”
Tapa
Tapa

Vemos um homem sentado na cadeira do escritório de casa. Ele está com os olhos arregalados mexendo no computador. A
cena é escura, e só podemos ver seu rosto por causa da luminária que está acesa. Podemos ouvir uma trilha de suspense ao
fundo.
Uma pessoa se aproxima devagar no fundo da cena, e o homem sentado nem percebe. Como o escritório está escuro, não
conseguimos enxergar a segunda pessoa. A trilha fica mais alta para aumentar o suspense.
A pessoa para atrás do homem, levanta a mão e dá um tapão na cabeça dele, que toma o maior susto. Corta a trilha e acaba
o suspense. A pessoa acende a luz, então podemos ver que se trata de uma mulher.
Mulher pergunta brava: Eu não te falei pra comprar no Walmart.com, Osvaldo?! Não me escutou e agora tá aí sofrendo pra finalizar uma compra.
Loc. off: Sua compra online não precisa ser uma tortura.
Corta para o site do Walmart.com, como se alguém estivesse navegando na página.
Loc. off: No Walmart.com você compara os preços, vê a opinião de outros consumidores e tem acesso a mais de 1 milhão produtos, tudo num só lugar.
Entra logo do Walmart.com
Filme, 15”
Solitária
Solitária

Vemos uma porta de ferro, estilo porta de solitária, com uma pequena abertura para olhar do lado de fora. A câmera começa
com um close nessa abertura, e vemos só os olhos da pessoa que está trancada do lado de dentro. A câmera vai abrindo enquanto ouvimos uma trilha de suspense, até que vemos que é a porta de uma casa. Corta a trilha de repente.
Loc. off: Comprar no site errado é uma tortura. Você espera ansioso sem saber se vai receber o produto.
Corta para a página do Walmart.com.
Loc. off: Foi para acabar com o sofrimento da compra online que o Walmart.com chegou ao Brasil. Aqui você compara os preços, vê comentários de outros clientes e tem acesso a mais de 1 milhão de produtos.
Entra logo do Walmart.com e letreiro: Chega de tortura. Compre certo no Walmart.com
BOOK

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Inovacoes quatro
Inovacoes quatroInovacoes quatro
Inovacoes quatro
Marco Antônio Pereira
 
1260424
12604241260424
Porque Cannes e o meu papel no processo
Porque Cannes e o meu papel no processoPorque Cannes e o meu papel no processo
Porque Cannes e o meu papel no processo
gabi.spedo
 
CASE Mãos de Maués
CASE Mãos de MauésCASE Mãos de Maués
CASE Mãos de Maués
gabi.spedo
 
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
Beto Lima Branding
 
Guia do EPICENTRO 2014.
Guia do EPICENTRO 2014. Guia do EPICENTRO 2014.
Guia do EPICENTRO 2014.
Ricardo Jordão Magalhaes
 
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
Fabrício Natoli
 
Case Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
Case Chambinho Young Lions, Bruno CantarimCase Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
Case Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
Bruno Cantarim
 
Todas as Famílias
Todas as FamíliasTodas as Famílias
Todas as Famílias
Igor Cardoso
 
Thiago Lia Young Lions
Thiago Lia Young LionsThiago Lia Young Lions
Thiago Lia Young Lions
Thiago Lia
 
7º Almanaque de Criação
7º Almanaque de Criação7º Almanaque de Criação
7º Almanaque de Criação
Doisnovemeia Publicidade
 
Vontade de vencer
Vontade de vencerVontade de vencer
Vontade de vencer
Líder Treinador
 
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
Renato Melo
 
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta TolmasquimAmil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
gutatt
 
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesceLivro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
Hudson Augusto
 
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5GBoletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
Mais Sucesso
 
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdfApostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
Andrea Rodrigues
 
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
Galo Digital
 
Boletim agosto pt
Boletim agosto ptBoletim agosto pt
Boletim agosto pt
susanaforever
 

Mais procurados (19)

Inovacoes quatro
Inovacoes quatroInovacoes quatro
Inovacoes quatro
 
1260424
12604241260424
1260424
 
Porque Cannes e o meu papel no processo
Porque Cannes e o meu papel no processoPorque Cannes e o meu papel no processo
Porque Cannes e o meu papel no processo
 
CASE Mãos de Maués
CASE Mãos de MauésCASE Mãos de Maués
CASE Mãos de Maués
 
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
Trust in the Future – O Futuro Além das Marcas (artigo)
 
Guia do EPICENTRO 2014.
Guia do EPICENTRO 2014. Guia do EPICENTRO 2014.
Guia do EPICENTRO 2014.
 
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
Young Lions Brasil 2016_Giraffas Infantil
 
Case Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
Case Chambinho Young Lions, Bruno CantarimCase Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
Case Chambinho Young Lions, Bruno Cantarim
 
Todas as Famílias
Todas as FamíliasTodas as Famílias
Todas as Famílias
 
Thiago Lia Young Lions
Thiago Lia Young LionsThiago Lia Young Lions
Thiago Lia Young Lions
 
7º Almanaque de Criação
7º Almanaque de Criação7º Almanaque de Criação
7º Almanaque de Criação
 
Vontade de vencer
Vontade de vencerVontade de vencer
Vontade de vencer
 
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
Branding - Aula 12 - Produção Gráfica - 2020-01
 
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta TolmasquimAmil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
Amil na luta contra a Obesidade Infantil - Guta Tolmasquim
 
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesceLivro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
Livro a-menina-do-vale-2-bel-pesce
 
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5GBoletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
Boletim Abril 2014 - Projeto Mais Sucesso E5G
 
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdfApostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
Apostila de ensino religioso 3º ao 5ºano pdf
 
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
Resumo de Matérias - Revista Job! 16 - Agosto de 2010
 
Boletim agosto pt
Boletim agosto ptBoletim agosto pt
Boletim agosto pt
 

Destaque

Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vimPlanejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
André Ursulino
 
Administração de agência #3
Administração de agência #3Administração de agência #3
Administração de agência #3
Alexandre Rodriguez
 
Planejamento de Comunicação em Mídias Sociais
Planejamento de Comunicação em Mídias SociaisPlanejamento de Comunicação em Mídias Sociais
Planejamento de Comunicação em Mídias Sociais
PaperCliQ Comunicação
 
Palestra semana
Palestra semanaPalestra semana
Palestra semana
Maria Fernanda Vieira
 
Canvas do planejamento de comunicação
Canvas do planejamento de comunicaçãoCanvas do planejamento de comunicação
Canvas do planejamento de comunicação
Danila Dourado
 
Planejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacaoPlanejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacao
Bruno Mastrocolla
 
Planejamento de marketing #3
Planejamento de marketing #3Planejamento de marketing #3
Planejamento de marketing #3
Alexandre Rodriguez
 
Como elaborar uma pesquisa de mercado
Como elaborar uma pesquisa de mercadoComo elaborar uma pesquisa de mercado
Como elaborar uma pesquisa de mercado
Blogotipos - Diário das Marcas
 
Case - Nutty Bavarian
Case - Nutty BavarianCase - Nutty Bavarian
Case - Nutty Bavarian
Vinícius Machado
 
Oficinas de design centrado no ser humano
Oficinas de design centrado no ser humanoOficinas de design centrado no ser humano
Oficinas de design centrado no ser humano
Niva Silva
 
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de BetimPalestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
Rodrigo Otávio
 
Publicidade Digital
Publicidade DigitalPublicidade Digital
Publicidade Digital
Paulo Marinho
 
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de CategoriasSINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
Cardinalis Consultoria
 
Pós SENAC Sorocaba
Pós SENAC SorocabaPós SENAC Sorocaba
Pós SENAC Sorocaba
Alexandre Rodriguez
 
Administração de agência #6
Administração de agência #6Administração de agência #6
Administração de agência #6
Alexandre Rodriguez
 
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
Andrés Enrique Balé
 
BIZCOOL - Fluxo de caixa
BIZCOOL - Fluxo de caixaBIZCOOL - Fluxo de caixa
BIZCOOL - Fluxo de caixa
Bizcool | Escola Aceleradora
 
Administração de agência #9
Administração de agência #9Administração de agência #9
Administração de agência #9
Alexandre Rodriguez
 
Administração de agência #4
Administração de agência #4Administração de agência #4
Administração de agência #4
Alexandre Rodriguez
 
Administração de agência #7
Administração de agência #7Administração de agência #7
Administração de agência #7
Alexandre Rodriguez
 

Destaque (20)

Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vimPlanejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
Planejamento de Comunicacao II: Aula 2 - Da onde eu sou fui e vim
 
Administração de agência #3
Administração de agência #3Administração de agência #3
Administração de agência #3
 
Planejamento de Comunicação em Mídias Sociais
Planejamento de Comunicação em Mídias SociaisPlanejamento de Comunicação em Mídias Sociais
Planejamento de Comunicação em Mídias Sociais
 
Palestra semana
Palestra semanaPalestra semana
Palestra semana
 
Canvas do planejamento de comunicação
Canvas do planejamento de comunicaçãoCanvas do planejamento de comunicação
Canvas do planejamento de comunicação
 
Planejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacaoPlanejamento de comunicacao
Planejamento de comunicacao
 
Planejamento de marketing #3
Planejamento de marketing #3Planejamento de marketing #3
Planejamento de marketing #3
 
Como elaborar uma pesquisa de mercado
Como elaborar uma pesquisa de mercadoComo elaborar uma pesquisa de mercado
Como elaborar uma pesquisa de mercado
 
Case - Nutty Bavarian
Case - Nutty BavarianCase - Nutty Bavarian
Case - Nutty Bavarian
 
Oficinas de design centrado no ser humano
Oficinas de design centrado no ser humanoOficinas de design centrado no ser humano
Oficinas de design centrado no ser humano
 
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de BetimPalestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
Palestra - Semana de Gestão na Faculdade Pitágoras de Betim
 
Publicidade Digital
Publicidade DigitalPublicidade Digital
Publicidade Digital
 
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de CategoriasSINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
SINDIPETRO SERRA - Conveniências em Tendências 2015 - Gestão de Categorias
 
Pós SENAC Sorocaba
Pós SENAC SorocabaPós SENAC Sorocaba
Pós SENAC Sorocaba
 
Administração de agência #6
Administração de agência #6Administração de agência #6
Administração de agência #6
 
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
Macro Tendências de Patrocínios Até 2030
 
BIZCOOL - Fluxo de caixa
BIZCOOL - Fluxo de caixaBIZCOOL - Fluxo de caixa
BIZCOOL - Fluxo de caixa
 
Administração de agência #9
Administração de agência #9Administração de agência #9
Administração de agência #9
 
Administração de agência #4
Administração de agência #4Administração de agência #4
Administração de agência #4
 
Administração de agência #7
Administração de agência #7Administração de agência #7
Administração de agência #7
 

Semelhante a Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM

Pelos Bigodões - edição 2
Pelos Bigodões - edição 2Pelos Bigodões - edição 2
Pelos Bigodões - edição 2
Washington Lemos
 
Criando Identidades
Criando IdentidadesCriando Identidades
Criando Identidades
Aline Mariah
 
Memorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
Memorial Técnico Descritivo - Espaço AlternativoMemorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
Memorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
Marluci Scopel
 
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching BrasilA Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
Ana Paula Barros
 
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
BirutaIdeiasMirabolantes
 
Portfolio Diego Calderan
Portfolio Diego CalderanPortfolio Diego Calderan
Portfolio Diego Calderan
DiegoCalderan
 
Catálogo Cromo Sapiens
Catálogo Cromo SapiensCatálogo Cromo Sapiens
Catálogo Cromo Sapiens
pileggisa
 
Cromo sapiens
Cromo sapiensCromo sapiens
Cromo sapiens
pileggisa
 
Book de Planejamento
Book de PlanejamentoBook de Planejamento
Book de Planejamento
Mário Rabello
 
Revista SINESTESIAS n° 1
Revista SINESTESIAS n° 1Revista SINESTESIAS n° 1
Revista SINESTESIAS n° 1
oficinativa
 
DIREÇÃO DE ARTE
DIREÇÃO DE ARTEDIREÇÃO DE ARTE
DIREÇÃO DE ARTE
Hybrid2015
 
Festival 2018 - Storytelling
Festival 2018 - StorytellingFestival 2018 - Storytelling
Festival 2018 - Storytelling
ABCR
 
Work Lab 2004
Work Lab 2004Work Lab 2004
Work Lab 2004
Madalena Lupi
 
revista alpha nº1 - edição 2017
revista alpha nº1 - edição 2017revista alpha nº1 - edição 2017
revista alpha nº1 - edição 2017
Rafael oliveira
 
Motivacao, o caminho para o sucesso
Motivacao, o caminho para o sucessoMotivacao, o caminho para o sucesso
Motivacao, o caminho para o sucesso
António Teixeira
 
Revista dc mais 14 net
Revista dc mais 14 netRevista dc mais 14 net
Revista dc mais 14 net
Franciel Oliveira
 
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha RosaTake Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
Isabelle Goldfarb
 
Motivação o caminho para o sucesso
Motivação o caminho para o sucessoMotivação o caminho para o sucesso
Motivação o caminho para o sucesso
daniely77
 
Oficina grupo dos segmentos 17 set
Oficina grupo dos segmentos 17 setOficina grupo dos segmentos 17 set
Oficina grupo dos segmentos 17 set
EscolaDeCriatividade
 
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
Media Education
 

Semelhante a Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM (20)

Pelos Bigodões - edição 2
Pelos Bigodões - edição 2Pelos Bigodões - edição 2
Pelos Bigodões - edição 2
 
Criando Identidades
Criando IdentidadesCriando Identidades
Criando Identidades
 
Memorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
Memorial Técnico Descritivo - Espaço AlternativoMemorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
Memorial Técnico Descritivo - Espaço Alternativo
 
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching BrasilA Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
A Máquina do Tempo (parte I) - Artigo para a Revista Coaching Brasil
 
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
Semanário | 24 a 30 de Set. de 2012
 
Portfolio Diego Calderan
Portfolio Diego CalderanPortfolio Diego Calderan
Portfolio Diego Calderan
 
Catálogo Cromo Sapiens
Catálogo Cromo SapiensCatálogo Cromo Sapiens
Catálogo Cromo Sapiens
 
Cromo sapiens
Cromo sapiensCromo sapiens
Cromo sapiens
 
Book de Planejamento
Book de PlanejamentoBook de Planejamento
Book de Planejamento
 
Revista SINESTESIAS n° 1
Revista SINESTESIAS n° 1Revista SINESTESIAS n° 1
Revista SINESTESIAS n° 1
 
DIREÇÃO DE ARTE
DIREÇÃO DE ARTEDIREÇÃO DE ARTE
DIREÇÃO DE ARTE
 
Festival 2018 - Storytelling
Festival 2018 - StorytellingFestival 2018 - Storytelling
Festival 2018 - Storytelling
 
Work Lab 2004
Work Lab 2004Work Lab 2004
Work Lab 2004
 
revista alpha nº1 - edição 2017
revista alpha nº1 - edição 2017revista alpha nº1 - edição 2017
revista alpha nº1 - edição 2017
 
Motivacao, o caminho para o sucesso
Motivacao, o caminho para o sucessoMotivacao, o caminho para o sucesso
Motivacao, o caminho para o sucesso
 
Revista dc mais 14 net
Revista dc mais 14 netRevista dc mais 14 net
Revista dc mais 14 net
 
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha RosaTake Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
Take Me - Apresentação PCA ESPM - Giulia Zelesco, Renan Soares, Samantha Rosa
 
Motivação o caminho para o sucesso
Motivação o caminho para o sucessoMotivação o caminho para o sucesso
Motivação o caminho para o sucesso
 
Oficina grupo dos segmentos 17 set
Oficina grupo dos segmentos 17 setOficina grupo dos segmentos 17 set
Oficina grupo dos segmentos 17 set
 
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para tr...
 

Último

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Falcão Brasil
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
adequacaocontabil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
MariaJooSilva58
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 

Book Planejamento @ Miami Ad School / ESPM

  • 1. BOOK BOOK BOOTCAMP DE PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO MARCELO FAGGIONI DE AVEIRO NUNES 2013/2
  • 2. “ WHATEVER YOU THINK, think the etisoppo Paul Arden Tentar enxergar pelo lado oposto, longe do senso comum, é um bom ponto de partida para iniciarmos o pensamento de planejamento. ”
  • 4. “ Formado em Design Gráfico com Ênfase em Marketing e pós-graduado em Design Estratégico, ambos pela ESPM. Especialização em Branding pela School of Visual Arts, NYC. Nem sempre é fácil a gente encontrar o que realmente gosta de fazer. Na verdade, não são todos que conseguem. Desde o período da graduação, eu me perguntava se era aquilo mesmo que eu queria para mim. Na criação, a gente vive muito próximo da estratégia e do planejamento; e já fazia tempo que eu queria mudar de lado. Hoje - definitivamente com a ajuda da Miami - fiz essa transição, e nunca tive tanta certeza sobre uma escolha profissional. É difícil de explicar. A gente simplesmente sente, a gente sabe que a decisão foi correta e decide seguir em frente.
  • 6. #1 #2 #1 2006.2 2007 AgESPM HI.FI COMUNICAÇÃO Meu primeiro estágio, dentro da agência da ESPM. Fui Designer Gráfico para o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo e estrategista para o Prêmio Renato Castelo Branco de Responsabilidade Socioambiental na Propaganda. Responsável criativo pela conta da Track&Field, Visanet, Etti e Assim - do grupo Hypermarcas. Foi nesse período que meu interesse por planejamento começou a se tornar evidente, principalmente pelas conversas dentro da agência e pela experiência vivida no dia a dia.
  • 7. #3 #1 #4 2008/2009 2010/2013 Bertollini Comunicação MDBCOM Agência de pequeno porte que atendia as contas da Eaton, Ford, Grupo Usiminas e Agroceres. Depois de voltar de Nova Iorque, criei a MDBCOM. Num período de três anos, fui o responsável pelo planejamento e criação para clientes como Kimberly-Clark, Rayovac, Prosegur, Porto Seguro e Munik Chocolates. Nessa época, fazia de tudo. Era um Diretor de Arte que atendia, planejava e executava campanhas pra rodarem na rua. Vivenciar todos os processos foi muito bacana. Parte do que sou hoje vem bastante da experiência que tive por aqui! Foi aqui que, no meio do caminho, deixei a criação e me descobri como planejador. A Bruna - D.A que trabalhou comigo - sempre me dizia: - Má, você é planejamento, pô.
  • 8. #1
  • 10. O BRIEF OBJETIVO DO PROJETO Apresentar conceito e estratégia de comunicação para a Água Mineral Natural Prata. DESAFIO Estabelecer um posicionamento claro neste mercado e reconquistar espaço nas gôndolas e no “range de consideração de escolha” do consumidor.
  • 11. Pra começar, vamos entender o cenário de água mineral no país. ANTES O consumo de água era pontual. Na maioria das vezes, tomávamos água porque tínhamos sede. A oferta era pouca e apenas algumas empresas dominavam grandes fatias de mercado. POUCA OFERTA POUCO INVESTIMENTO POUCAS EMPRESAS CONSUMO POR NECESSIDADE
  • 12. DEPOIS O mercado se tornou mais dinâmico. Com a entrada das águas saborizadas e purificadores, crescemos o investimento e a oferta. Por outro lado, o consumidor se tornou mais consciente. Na era do bem-estar, o consumo é bastante pautado, também, em valores que vão além do produto. OFERTA PULVERIZADA BASTANTE INVESTIMENTO A ERA DO BEM-ESTAR CONSUMO RESPONSÁVEL MUITAS EMPRESAS MERCADO DINÂMICO
  • 13. Grandes players competem a atenção do consumidor e focam em atributos similares. Basicamente, três marcas dominam grande parte do mercado de água mineral. Duas delas discursam sobre atributos funcionais, e a outra foi buscar valor num território ainda fértil no segmento: o da sustentabilidade Enxergou uma oportunidade de mercado e levantou a lebre do sódio. Perdeu mercado, se sentiu ameaçada e pegou carona no mesmo atributo. Fugiu dos atributos funcionais do produto e partiu pra pegada sustentável
  • 14. E a Prata? Deve entrar nesse jogo?
  • 15. Até tú, Brutus? Sabemos que falar de água não é fácil. Talvez não seja a melhor ideia mais uma marca discursar sobre vida saudável, vida feliz. Dá liga? A Prata possui percepção de valor calcada no tempo. E o estilo “sou saudável” não vai de encontro à imagem da marca.
  • 16. No campo semântico* das palavras, a nossa descoberta. ANTIGA . VELHA . BOA . IDOSA . MEU VÔ. FAMÍLIA . * recorte de pesquisa quanti realizada no mês de outubro de 2013. A/B, 20-45, residentes na cidade de São Paulo. INTERIOR . QUALIDADE
  • 17. O problema é claro! A marca é percebida de forma negativa, com atributos associados ao tempo, e perde espaço no “range de consideração” do jovem consumidor. Por outro lado, Entendemos que temos a grande oportunidade de falar sobre valores maiores.
  • 18. { } Estratégia VIRAREMOS O JOGO. Continuaremos investindo no maior ativo da marca - o tempo. E entregaremos um ponto de vista da Prata sobre o real significado de ser bom.
  • 19. em 137 anos... 1876 - 1877 - 1878 - 1879 - 1880... 1900 - 1901 - 1902 - 1903 - 1904... 1920 - 1921 - 1922 - 1923 - 1924... 1940 - 1941 - 1942 - 1943 - 1944... 1960 - 1961 - 1962 - 1963 - 1964... 1980 - 1981 - 1982 - 1983... 2000 - 2001 - 2002 - 2003 - 2004... ...muita coisa mudou. Graham Bell inventou o telefone, nasceu a Coca-Cola Company, passamos pelos governos de Getúlio Vargas, Juscelino Jubitschek, Jânio Quadros, Sarney e Collor. Vimos a ditadura cair, o Rock in Rio nascer; superamos a inflação, entramos no plano real... ...e a Prata continua aqui, com a gente. 2013
  • 20. Conceito Tudo que é bom não para no tempo.
  • 21. E por quê isso funciona com a Prata? 1 Se diferencia das outras As marcas novas precisam discursar sobre atributos funcionais para vender seu peixe. A Prata é a única empresa que tem um ativo de marca valioso e pode sair fora dessa briga. 2 Tem valor Associações ligadas ao tempo, se feitas de forma positiva e inteligente, dão um significado que transcende os valores comuns. ‘Marcas novas têm pouco tempo por trás de si.’
  • 22. Conversaremos com os jovens Homens e mulheres, conectados, de 20 a 40 anos. Possuem apreço por tudo que está fora do mainstream e se identificam com marcas que tenham valores verdadeiros.
  • 23. Para ilustrar o ponto de vista da marca, não voltaremos ao passado. Nossa ideia é inverter o jogo! Traremos o passado para o presente e convidaremos o consumidor a participar e interagir com o maior ativo da Prata - o tempo.
  • 24. Conceito criativo A gente não sabe o futuro, mas sabemos que a Prata estará lá.
  • 26. O Viajante do Tempo Cientista está em seu laboratório, aproximadamente no ano de 1876, terminando de construir uma máquina do tempo. Sobre a sua mesa, ele enxerga uma garrafa de Água Prata consumida até a metade e decide utilizá-la como teste. Ele liga a máquina, a garrafa some. Em êxtase, ele mesmo resolve se enfiar na máquina para ir atrás da garrafa. CORTE SECO Cientista abre os olhos em 2013, e ao seu lado, a garrafa de Água Prata. Ele pega a garrafa e começa a andar pelas ruas. Bastante assustado com os carros, quase é atropelado. Fica perplexo diante de tantas novidades do mundo moderno. Certo de que vai colocar seu nome na história, tenta mostrar a garrafa para as pessoas, para que elas entendam que ele é um viajante do tempo, mas se frustra quando percebe que muitas delas também estão segurando uma garrafa igual à sua, e nao há novidade alguma. Loc off: A gente não sabe como será o futuro, mas sabemos que a Água Prata estará lá. Continue essa história no facebook da Prata: facebook.com/aguasprata CORTA PARA PACKSHOT DO PRODUTO Loc off: Prata. Por todo o tempo.
  • 27. Facebook app Você e a Prata no Futuro
  • 29. Ao enviar seu Facebook para o futuro, o usuário irá se deparar com um filme interativo. Filme no Youtube O Futuro
  • 30. O Futuro O Cientista foi parar em 2150, está preso numa sala branca e levou a garrafa de Prata como prova de que atravessou o tempo. Ele diz: - Ei, você! Eu preciso de ajuda. Estou preso nesta sala, no ano de 2150, mas eu não sou daqui. Eu venho do passado, do ano de 1876. Estou aqui para provar que sou um viajante do tempo, e essa garrafa de Água Prata é a minha prova. Sem conseguir ouvir a pessoa, ele enxerga o nome dela e saca um livro chamado Grandes Nomes da História, e diz: Ah, eu disse! Aqui está. Vira o livro para a pessoa que vê seu nome e sua foto do perfil no livro. E pergunta: - Em que ano você está agora? (e aparece uma caixa para digitar o ano). A pessoa digita o ano e ele diz: - Ah, então falta um pouco ainda pra você entender porque o seu nome está aqui, mas pelo que entendi, tem a ver com essa conversa que estamos tendo agora. A partir daí, ele pede para o usuário escrever como será a visão que ele terá ao sair da sala. Após, ele diz: - Uau! Você acha que vai ser assim? Vou guardar suas informações comigo e te conto daqui a 1 semana, ok? Espero que dessa vez eu consiga provar a minha viagem no tempo. Ele para, olha para a garrafa, meio que admirando, e volta! Bom, você pode continuar me ajudando? Peça para algum amigo seu tentar me ajudar a definir como será o ano de 2150. Obrigado amigo, nos vemos daqui a pouco!
  • 33. Baseado no futuro contado pelos usuários, a Prata cria o último filme e convida o pessoal a assistir o desfecho, Terceiro filme Encare o Futuro
  • 34. Encare o Futuro No desfecho, o cientista sairá da sala e enxergará o futuro baseado nas melhores descrições dos usuários. Mais perdido que cego em tiroteio, ele está convicto de que está carregando uma relíquia em suas mãos, mas, novamente, se frustra e continua vendo as pessoas carregando garrafas de Água Prata. Loc off: a gente não sabe como será o futuro, mas sabemos de uma coisa: a Prata estará lá! CORTA PARA PACKSHOT DO PRODUTO Loc off: Prata. Por todo o tempo.
  • 36. O BRIEF OBJETIVO DO PROJETO Posicionar a marca Walmart.com para o mercado, imprimindo uma comunicação proprietária. DESAFIO Encontrar um caminho que não descole por completo da imagem do Walmart e que também não seja uma comunicação exageradamente aspiracional a ponto de afastar o vasto público que a gente precisa conversar.
  • 37. Pra começar, sabemos que... Compra online, quase todo mundo já fez
  • 38. E no meio de tanto site que pipoca por aí temos o Walmart.com
  • 39. Mas e aí, como se configura esse cenário? } 2012-2013 O comércio eletrônico no Brasil cresceu 24% no primeiro semestre de 2013. Segundo a E-BIT, o setor faturará, ainda em 2013, cerca de 28 bilhões de reais.
  • 40. O que a gente tem que saber, é que 90% das pessoas compram 1 ou menos vezes por mês. E quem são essas pessoas? Possuem 25 a 40 anos, fazem parte das classes a e b. Vivem na correria do dia a dia, por isso prezam pela conveniência. São conscientes, sobretudo sobre consumo. Afinal, dinheiro não dá em arvore. O que elas esperam? praticidade preço fidelidade
  • 41. Os principais sites de compras, oferecem isso. tecnologia Nova plataforma Mais fácil de usar Search mais inteligente Integração com social media • • • • Modelo market place + de 1.000.000 de itens Garantia de entrega Revisões { • • • • serviço Mais fácil de ser replicado e virar ponto de paridade Ponto de conexão valor da marca ? { Pontos de diferenciação Mais difícil de ser replicado. É o posicionamento.
  • 42. A pergunta é simples e direta. O que a marca Walmart é, significa e aporta para o negócio online? Fast Shop poderosa Extra família Submarino divertida Fnac sofisticada Amazon inteligente Casas Bahia família Saraiva racional Americanas racional Walmart fria/distante
  • 43. Chegamos ao problema! Entre tantos sites parecidos, Walmart.com não consegue se apoiar na marca mãe para gerar diferenciação que vá além do produto. Como resolver? Definir e comunicar a proposta de valor de walmart.com e criar um propósito, uma causa que gere identificação com o target.
  • 44. Implicação Construir um posicionamento para Walmart.com que empreste valor para a marca mãe. A partir da selling-line Save money. Live better.
  • 45. Save money. Live better. { Economia e preço baixo. Isto é “default” na categoria. É um atributo importante, mas não é diferenciador + Tempo livre (-) Complicação + Satisfação + Conveniência Muitas marcas já falam sobre viver melhor.
  • 46. Nossa proposta para o walmart.com 1 Vamos tangibilizar melhor o “live better” 2 Gerar propósito para a marca, através da provocação.
  • 47. 1 “ Vamos tangibilizar melhor o “live better” Insight/Tensão #1 ” Nessa rotina tão agitada, preciso otimizar minha vida, inclusive as compras. Eu até considero comprar online... Mas como é complicado, zilhões de sites, ofertas, informações, tempo de entrega... E aquela perguntinha que martela: Será que eu comprei certo? Proposta da marca COMPRE CERTO
  • 48. 2 “ Gerar propósito para a marca, através da provocação. Insight/Tensão #2 ” Trânsito parado, fila no supermercado, chefe implicante, contas para pagar, decisões para tomar... Comprar on-line não pode ser mais uma tortura. Causa da marca WALMART TE LIBERA DA TORTURA DA COMPRA ONLINE
  • 49. Insight Criativo Chega de tortura.com Compre certo no walmart.com
  • 50. O plano se divide em duas etapas, para construir o equity da marca. FACILITA A VIDA BENEFÍCIO EMOCIONAL ORGANIZA, OTIMIZA E FACILITA A COMPRA (TEMPO E DINHEIRO) Fase 2 Estabelecer Walmart.com como gadget indispensável. BENEFÍCIO FUNCIONAL Fase 1 PREÇO BAIXO TODO DIA, ENTREGA GARANTIDA, MAIS DE 1 MILHÃO DE ITENS, BUSCADOR EFICIENTE, COMPRA COLABORATIVA, TRACKING Gerar awareness/conversão. ATRIBUTOS
  • 51. Print
  • 55. Tapa Vemos um homem sentado na cadeira do escritório de casa. Ele está com os olhos arregalados mexendo no computador. A cena é escura, e só podemos ver seu rosto por causa da luminária que está acesa. Podemos ouvir uma trilha de suspense ao fundo. Uma pessoa se aproxima devagar no fundo da cena, e o homem sentado nem percebe. Como o escritório está escuro, não conseguimos enxergar a segunda pessoa. A trilha fica mais alta para aumentar o suspense. A pessoa para atrás do homem, levanta a mão e dá um tapão na cabeça dele, que toma o maior susto. Corta a trilha e acaba o suspense. A pessoa acende a luz, então podemos ver que se trata de uma mulher. Mulher pergunta brava: Eu não te falei pra comprar no Walmart.com, Osvaldo?! Não me escutou e agora tá aí sofrendo pra finalizar uma compra. Loc. off: Sua compra online não precisa ser uma tortura. Corta para o site do Walmart.com, como se alguém estivesse navegando na página. Loc. off: No Walmart.com você compara os preços, vê a opinião de outros consumidores e tem acesso a mais de 1 milhão produtos, tudo num só lugar. Entra logo do Walmart.com
  • 57. Solitária Vemos uma porta de ferro, estilo porta de solitária, com uma pequena abertura para olhar do lado de fora. A câmera começa com um close nessa abertura, e vemos só os olhos da pessoa que está trancada do lado de dentro. A câmera vai abrindo enquanto ouvimos uma trilha de suspense, até que vemos que é a porta de uma casa. Corta a trilha de repente. Loc. off: Comprar no site errado é uma tortura. Você espera ansioso sem saber se vai receber o produto. Corta para a página do Walmart.com. Loc. off: Foi para acabar com o sofrimento da compra online que o Walmart.com chegou ao Brasil. Aqui você compara os preços, vê comentários de outros clientes e tem acesso a mais de 1 milhão de produtos. Entra logo do Walmart.com e letreiro: Chega de tortura. Compre certo no Walmart.com
  • 58. BOOK