Geografia - Relevo
Estrutura Interna da
Terra
 Crosta:
Camada superficial da
Terra com espessura
que varia de 7 a 35 Km;
“Flutua” nas camadas
inferiores com um
icebe...
Estrutura da Terra
Formado basicamente por
Níquel e Ferro.
Temperatura acima de
6.000°
Temp. 3.000°
Aproximadamente 2800 K...
Eras Geológicas
• Costuma-se considerar que o planeta tem
aproximadamente 4,7 bilhões de anos.
• Costumeiramente divide-se...
Eras Geológicas
• Pré Cambriano  Data de 4,5 Bilhões de anos
e vai até 540 milhões de anos;
• Acontecem nesse período:
– ...
Eras Geológicas - Paleozóico
• Paleozóico  540 milhões
de anos até 245 milhões
de anos;
• Dividido em seis períodos:
– Ca...
Eras Geológicas - Paleozóico
• Ordoviciano  488 a
443 milhões de anos;
– Período de grande
atividade tectônica;
– Concent...
Eras Geológicas - Paleozóico
• Siluriano  443 a 416
milhões de anos:
Diversificação dos animais
marinhos;
• Devoniano  4...
Eras Geológicas - Paleozóico
• Carbonífero  359 a
299 milhões de anos;
– Formação das jazidas
de carvão mineral;
– Surgem...
Eras Geológicas - Paleozóico
• Permiano  299 a 245
milhões de anos;
– Aquecimento da Terra e
surgimento de grandes
desert...
Eras Geológicas - Mesozóico
• Dividido em três
períodos:
– Triássico  251 a
199 milhões de anos;
– T.M. do planeta era
el...
Eras Geológicas - Mesozóico
• Jurássico  199 a
145 milhões de
anos;
– Aumento do nível
dos oceanos e
divisão da Pangéia;
...
Eras Geológicas - Mesozóico
• Cretáceo  145 a
65 milhões de anos;
– Ápice dos
Dinossauros;
– Período marcado
por uma gran...
Eras Geológicas - Cenozóico
• 65 milhões de anos -
presente
• Período de extensa
atividade vulcânica;
• Costumeiramente
di...
Eras Geológicas - Cenozóico
• Quaternário 
Aparecimento do
Homo Sapiens;
• Formatação
continental
semelhante a atual;
• P...
Estrutura da Terra – Tipos de rochas
• Magmáticas ou ígneas;
– Resfriamento e solidificação
dos minerais da crosta que
se ...
• Sedimentares:
– Formam-se a partir
da compactação de
sedimentos;
– Derivam-se de outras
rochas que sofrem a
ação de agen...
Estrutura da Terra – Tipos de rochas
• Metamórficas:
– Ação de calor e
pressão no interior
da Terra faz com que
rochas adq...
TEORIAS SOBRE A
FORMAÇÃO DOS
CONTINENTES
Teoria da Deriva Continental
• Proposta por Alfred
Wegener em 1912;
– “Originalmente havia
uma única massa
continental, a
...
Teoria da Tectônica de placas
• A crosta está dividida em placas, de espessura
média de 150 Km, que flutuam em um
substrat...
No encontro de placas é que geralmente ocorrem
fenômenos como vulcanismo e tectonismo.
As áreas mais estáveis ficam no int...
Tectônica de placas – Limites entre placas
• Os pontos de encontro entre as placas estão
em movimento;
• Existem três tipo...
Tectônica de placas – Limites Convergentes
• Placas convergem e colidem;
• Profunda instabilidade sísmica e
presença de fe...
Tectônica de placas – Limites Divergentes
• Afastamento de placas;
• O espaço produzido pelo
afastamento é
preenchido com ...
Tectônica de placas – Limites Transformantes
• Devido a fricção, as
placas atingem um nivel
de tensão tão alto que
gera mo...
Agentes do Relevo
Agentes do Relevo
• O relevo são as formas da superfície do
planeta;
• Se origina e transforma sob a interferência de
dois...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Tectonismo ou Diastrofismo:
• Todos os movimentos que deslocam e deformam as
rochas...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Movimentos
Epirogênicos:
– Provocam o
abaixamento ou
soerguimento da
crosta;
– Pode...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Movimentos
Orogênicos:
– Formação de
montanhas é resultado
das ações horizontais
de...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Movimentos
Orogênicos:
– Dobras  Resultado
de forte compressão
de rochas não
resis...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Movimentos
Orogênicos:
– Falhas  formam-se
em áreas onde as
rochas são rígidas e
r...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Vulcanismo:
– Manifestação típica do
vulcanismo é o “cone
vulcânico”  associado
ao...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Círculo de fogo:
– Maior parte dos vulcões
está em limites de
placas;
– Mas existem...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
• Abalos sísmicos:
– Atuação prolongada de
forças tectônicas em
áreas de rochas duras...
Agentes do Relevo – Agentes Externos
• Vento:
– Atuação maior em
desertos e praias;
– Inselberg: resistem aos
processos de...
Agentes do Relevo – Agentes Externos
• Intemperismo: Comum em
áreas Tropicais e Equatoriais:
– Degradação e
enfraqueciment...
Agentes do Relevo – Agentes Internos
Ravina
Voçoroca
Agentes do Relevo – Agentes Externos
• Gelo:
– Geleiras que se formam
nos altos das montanhas
quando se soltam
formam os c...
Agentes do Relevo – Agentes Externos
– Fiordes  Origem na
erosão das montanhas
devido ao gelo;
– Só ocorrem em regiões
co...
Agentes do Relevo – Agentes Externos
• Mar:
– Seu trabalho erosivo modela
as linhas de costa e pode ser
destrutivo ou cons...
Agentes do Relevo – Agentes Externos
• Rios:
– Retiram, transportam e
depositam materiais, construindo
ou destruindo suas ...
Tipos de Relevo
Tipos de Relevo
• Relevo Marinho:
– Plataforma
Continental (até 200 m
de profundidade);
– Talude Continental
(separa a PC ...
Tipos de Relevo
• Relevo Continental:
– Montanhas  Formas que apresentam maior altitude (formam-
se a partir de falhas, d...
Estruturas Geológicas da Terra
– Blocos Cratônicos:
– Formações bem antigas datadas de mais de 500 milhões de
anos (períod...
Relevo novo
Relevo novo
Relevo novo
Relevo novo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relevo novo

560 visualizações

Publicada em

Aulinha básica sobre algumas características do relevo.

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
560
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relevo novo

  1. 1. Geografia - Relevo
  2. 2. Estrutura Interna da Terra
  3. 3.  Crosta: Camada superficial da Terra com espessura que varia de 7 a 35 Km; “Flutua” nas camadas inferiores com um iceberg no Oceano; Podemos dividi-la em Continental e Oceãnica; Continental  duas camadas: Superior: 15 a 25 Km de espessura (SIAL) e a Inferior: de 30 a 35 Km de espessura (SIMA); Oceânica: tem no máximo 6 Km de espessura.
  4. 4. Estrutura da Terra Formado basicamente por Níquel e Ferro. Temperatura acima de 6.000° Temp. 3.000° Aproximadamente 2800 Km. Manto Inferior  Temperatura chega a + de 2.000°
  5. 5. Eras Geológicas • Costuma-se considerar que o planeta tem aproximadamente 4,7 bilhões de anos. • Costumeiramente divide-se em cinco eras: – Azóico  Inexistência de seres vivos e começo do resfriamento da terra; – Formação das primeiras rochas magmáticas;
  6. 6. Eras Geológicas • Pré Cambriano  Data de 4,5 Bilhões de anos e vai até 540 milhões de anos; • Acontecem nesse período: – Inicio da movimentação das placas tectônicas; – Inicio da vida na Terra; – Formação da Atmosfera; – Formam-se nessa época as maiores reservas de Ferro e Manganês (entre outros metais).
  7. 7. Eras Geológicas - Paleozóico • Paleozóico  540 milhões de anos até 245 milhões de anos; • Dividido em seis períodos: – Cambriano  De 542 a 488 milhões de anos; –  Diversificação da vida no planeta; –  Começo da formação de bacias sedimentares no Brasil.
  8. 8. Eras Geológicas - Paleozóico • Ordoviciano  488 a 443 milhões de anos; – Período de grande atividade tectônica; – Concentração de massas continentais; – Surgem os primeiros peixes.
  9. 9. Eras Geológicas - Paleozóico • Siluriano  443 a 416 milhões de anos: Diversificação dos animais marinhos; • Devoniano  416 a 359 milhões de anos; – Grande formação dos depósitos de Hidrocarbonetos que temos hoje; – Surgem os primeiros Tubarões e Anfíbios.
  10. 10. Eras Geológicas - Paleozóico • Carbonífero  359 a 299 milhões de anos; – Formação das jazidas de carvão mineral; – Surgem os primeiros répteis.
  11. 11. Eras Geológicas - Paleozóico • Permiano  299 a 245 milhões de anos; – Aquecimento da Terra e surgimento de grandes desertos no único continente existente; – Desenvolvimento de répteis; – No final do período houve a maior extinção de animais da história da Terra.
  12. 12. Eras Geológicas - Mesozóico • Dividido em três períodos: – Triássico  251 a 199 milhões de anos; – T.M. do planeta era elevada; – Domínio dos répteis e surgimento dos Dinossauros.
  13. 13. Eras Geológicas - Mesozóico • Jurássico  199 a 145 milhões de anos; – Aumento do nível dos oceanos e divisão da Pangéia; – Clima da Terra fica mais úmido; – Proliferação de florestas.
  14. 14. Eras Geológicas - Mesozóico • Cretáceo  145 a 65 milhões de anos; – Ápice dos Dinossauros; – Período marcado por uma grande extinção de espécies animais;
  15. 15. Eras Geológicas - Cenozóico • 65 milhões de anos - presente • Período de extensa atividade vulcânica; • Costumeiramente dividido em dois períodos: – Terciário Surgimento dos Dobramentos modernos do mundo  Alpes, Andes, Himalaia;
  16. 16. Eras Geológicas - Cenozóico • Quaternário  Aparecimento do Homo Sapiens; • Formatação continental semelhante a atual; • Período com grande Glaciações  Eras do Gelo.
  17. 17. Estrutura da Terra – Tipos de rochas • Magmáticas ou ígneas; – Resfriamento e solidificação dos minerais da crosta que se encontram fundidos; – A solidificação pode acontecer no interior ou na superfície do Planeta. – Intrusivas  O magma se resfria nas profundezas da Terra; Ex.: Granito; – Extrusivas  Solidificação do magma expelido pelas erupções vulcânicas; Ex.: Basalto e a Obsidiana.
  18. 18. • Sedimentares: – Formam-se a partir da compactação de sedimentos; – Derivam-se de outras rochas que sofrem a ação de agentes erosivos; • Areia; • Calcário; • Arenito; Estrutura da Terra – Tipos de rochas
  19. 19. Estrutura da Terra – Tipos de rochas • Metamórficas: – Ação de calor e pressão no interior da Terra faz com que rochas adquiram nova estrutura, formando novas rochas; – Granito  Gnaisse – Calcário  Mármore
  20. 20. TEORIAS SOBRE A FORMAÇÃO DOS CONTINENTES
  21. 21. Teoria da Deriva Continental • Proposta por Alfred Wegener em 1912; – “Originalmente havia uma única massa continental, a Pangea”; – Há 135 milhões de anos (Cretáceo) o supercontinente teria começado a se fragmentar.
  22. 22. Teoria da Tectônica de placas • A crosta está dividida em placas, de espessura média de 150 Km, que flutuam em um substrato pastoso (astenosfera); • A teoria foi desenvolvida no fim dos anos 60 e desde então é aceita pelo meio acadêmico.
  23. 23. No encontro de placas é que geralmente ocorrem fenômenos como vulcanismo e tectonismo. As áreas mais estáveis ficam no interior das placas.
  24. 24. Tectônica de placas – Limites entre placas • Os pontos de encontro entre as placas estão em movimento; • Existem três tipos principais de limites entre as placas tectônicas: – Convergentes ou Destrutivos; – Divergentes; – Transformantes.
  25. 25. Tectônica de placas – Limites Convergentes • Placas convergem e colidem; • Profunda instabilidade sísmica e presença de fendas tectônicas (extravasamento de magma); • Existem três tipos: – Oceânico – Oceânico  com o extravasamento do magma podem formam ilhas  Japão; – Oceânico – Continental  A placa oceânica mergulha sob a placa continental  formação de cinturões orogênicos como os Andes; – Continental – Continental  Se deformam, ocorrendo orogenia.
  26. 26. Tectônica de placas – Limites Divergentes • Afastamento de placas; • O espaço produzido pelo afastamento é preenchido com material de origem magmática; • A origem de novos limites divergentes é por alguns associada aos chamados “pontos quentes”.
  27. 27. Tectônica de placas – Limites Transformantes • Devido a fricção, as placas atingem um nivel de tensão tão alto que gera movimento ao longo deste limite de placas; • Falha de Santo André na costa Oeste da América do Norte. – Califórnia se “soltará” do continente.
  28. 28. Agentes do Relevo
  29. 29. Agentes do Relevo • O relevo são as formas da superfície do planeta; • Se origina e transforma sob a interferência de dois tipos de agentes: os Internos e os Externos.
  30. 30. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Tectonismo ou Diastrofismo: • Todos os movimentos que deslocam e deformam as rochas que constituem a crosta; • São causados por forças que vêm do interior do planeta e agem lenta e prolongadamente; • Podem ser verticais (epirogênicos) e horizontais (orogênicos).
  31. 31. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Movimentos Epirogênicos: – Provocam o abaixamento ou soerguimento da crosta; – Pode provocar o rebaixamento de litorais pelas invasões do mar e o levantamento da costa pelo recuo dos oceanos; – Costuma ocorrer em áreas mais estáveis.
  32. 32. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Movimentos Orogênicos: – Formação de montanhas é resultado das ações horizontais de verticais do interior do planeta; – De pequena duração mas muito intensos; – Forma as dobras e fraturas (falhas);
  33. 33. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Movimentos Orogênicos: – Dobras  Resultado de forte compressão de rochas não resistentes as forças internas; – As formações de relevo mais recentes são dobramentos.
  34. 34. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Movimentos Orogênicos: – Falhas  formam-se em áreas onde as rochas são rígidas e resistentes às forças internas; – Quebram-se ao invés de dobrar; – Desnível do terreno  Uma área elevada e outra rebaixada;
  35. 35. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Vulcanismo: – Manifestação típica do vulcanismo é o “cone vulcânico”  associado ao pó, cinzas e lavas formado pelas erupções; – Existem manifestações vulcânicas secundárias;
  36. 36. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Círculo de fogo: – Maior parte dos vulcões está em limites de placas; – Mas existem os vulcões intraplacas  como os do arquipélago havaiano; – A maioria dos vulcões estão no chamado Círculo de fogo; – 80% das manifestações vulcânicas acontecem no fundo do mar.
  37. 37. Agentes do Relevo – Agentes Internos • Abalos sísmicos: – Atuação prolongada de forças tectônicas em áreas de rochas duras; – Deslocamento na vertical ou horizontal produz ondas vibratórias que se espalham em várias direções; – Ruptura causada por acomodações geológicas em camadas internas da Terra.
  38. 38. Agentes do Relevo – Agentes Externos • Vento: – Atuação maior em desertos e praias; – Inselberg: resistem aos processos de pediplanação e pedogênese; – Acumulação: deposição de materiais carregados pelo vento; • Dunas  Deposição Continua; • Loess  Sedimentos finos ricos em Quartzo, argila e calcário.
  39. 39. Agentes do Relevo – Agentes Externos • Intemperismo: Comum em áreas Tropicais e Equatoriais: – Degradação e enfraquecimento das rochas; – Intemperismo físico  Temperatura, pressão, infiltração da água e ação mecânica de raízes; – Intemperismo químico  Oxidação; • Lixiviação  “Lavagem” das rochas; • Laterização  Remoção da Silica dos solos e enriquecimento destes com Ferro e Alumínio
  40. 40. Agentes do Relevo – Agentes Internos Ravina Voçoroca
  41. 41. Agentes do Relevo – Agentes Externos • Gelo: – Geleiras que se formam nos altos das montanhas quando se soltam formam os chamados vales glaciais; – A força erosiva do gelo aumenta com os fragmentos de rochas que transporta e que funcionam como uma “lixa”: • Formam as morenas ou morainas.
  42. 42. Agentes do Relevo – Agentes Externos – Fiordes  Origem na erosão das montanhas devido ao gelo; – Só ocorrem em regiões costeiras montanhosas onde o clima é, ou foi, frio o suficiente para formar geleiras abaixo do nível atual do mar; – Entrada do mar envolta em altas montanhas; – Ocorre principalmente na costa da península Escandinava.
  43. 43. Agentes do Relevo – Agentes Externos • Mar: – Seu trabalho erosivo modela as linhas de costa e pode ser destrutivo ou construtivo; – Destrutivo  Falésias: formada pela erosão (abrasão) provocada pelo mar; – Construtivo  acumulação de sedimentos; • Praia; • Recifes  consolidação de areia e antigas praias ou acumulação de corais; • Restingas  Cordões de areia que se formam com o recuo e avanço do mar; • Tômbolos  cordões de areia que ligam uma ilha ao continente.
  44. 44. Agentes do Relevo – Agentes Externos • Rios: – Retiram, transportam e depositam materiais, construindo ou destruindo suas margens; – Rocha, declividade do terreno, velocidade do fluxo das águas definem os moldes que os rios dão os terrenos; – Os vales fluviais são o mais significativo testemunho do trabalho erosivo dos rios; – Em cada etapa de sua “vida” o rio molda diferentemente o solo: • Juventude  Erosão; • Maturidade  Erosão/Sedimentação; • Velhice  deposição de sedimentos.
  45. 45. Tipos de Relevo
  46. 46. Tipos de Relevo • Relevo Marinho: – Plataforma Continental (até 200 m de profundidade); – Talude Continental (separa a PC da Região Pelágica); – Região Pelágica (1000 a 5000 m. de profundidade); – Região Abissal (mais de 5000 m. de profundidade).
  47. 47. Tipos de Relevo • Relevo Continental: – Montanhas  Formas que apresentam maior altitude (formam- se a partir de falhas, dobras, erupções vulcânicas e de erosão); – Planaltos  Geralmente resultam do trabalho de erosão sobre rochas cristalinas e sedimentares (segundo Ross é uma “superfície irregular, com altitudes com mais de 300m.) – Apresentam variados aspectos (Presença de morros, serras, chapadas e escarpas); – Planícies  áreas planas com até 100 metros. – Formada pela sedimentação de águas de rios, mares e lagos. – P.S.: Associadas a planaltos podem aparecer em qualquer altitude.
  48. 48. Estruturas Geológicas da Terra – Blocos Cratônicos: – Formações bem antigas datadas de mais de 500 milhões de anos (período Pré Cambriano); – Estáveis e representam 36% do território Brasileiro; – Bacias Sedimentares: – Local que recebe e acumula sedimentos provenientes das áreas que as circundam; – Representa 60% do território Brasileiro; – Dobramentos Modernos: – Estruturas formadas por rochas magmáticas ou sedimentares pouco resistentes; – Formado por forças tectônicas no período terciario; – Formação de relevo mais recente

×