05 dissertação argumentativa i

4.664 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

05 dissertação argumentativa i

  1. 1. DISSERTAÇÃOARGUMENTATIVA Prof: Marcelo Deusdedit
  2. 2. IDENTIFICAÇÃO TEMA E TÍTULO
  3. 3. PROPOSTA DE REDAÇÃOCom base na leitura dos textos motivadoresseguintes e nos conhecimentos construídos aolongo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da línguaportuguesa sobre o tema VIVER EM REDE NOSÉCULO XXI: OS LIMITES ENTRE OPÚBLICO E O PRIVADO, apresentandoproposta de conscientização social que respeite osdireitos humanos. Selecione, organize e relacione,de forma coerente e coesa, argumentos e fatos paradefesa de seu ponto de vista.
  4. 4. REDAÇÃONOTA1000ENEM
  5. 5. DISSERTAÇÃOOBJETIVA E SUBJETIVADISSERTAÇÃO OBJETIVA - É a apresentação doassunto de maneira impessoal, caracterizada pelalinguagem denotativa. Texto onde prepondera a razão.DISSERTAÇÃO SUBJETIVA - É a apresentação doassunto de maneira introspectiva, provocando a moção doleitor e caracterizada pela linguagem conotativa.
  6. 6. INFORMAR OUARGUMENTAR?
  7. 7. • Informativo-expositivo – como o próprio nome já sugere, é um tipo de texto em que se expõem as ideias ou pontos de vista. O objetivo é fazer com que o leitor os considere coerentes e não fazê-lo concordar com eles. É um texto que tem a pretensão de informar.
  8. 8. Discussão Ocorreram quatro óbitos na aldeia indígena Lage Velho, quenão faziam parte de um surto e não estavam relacionados entre si.Além disso, havia um aumento de casos de doença respiratória,diarreia recorrente ou crônica e doenças concomitantes,dificultando o diagnóstico do quadro clínico. A ocorrência de doenças concomitantes agudas e crônicas, adificuldade de deslocamento de casos que requerem internação eproblemas de comunicação entre médico-paciente foram fatoresque contribuíram para o agravamentodos quadros clínicos. ²´³ Ademais, o diagnóstico clínico e umtratamento adequado foi prejudicado pelo fato da diarreiatambém ser um sinal relacionado aos quadros de malária e vírusda influenza B. Embora tenha ocorrido aumento de registro de casos dedoença respiratória, malária e doença diarreica, não foicaracterizada a ocorrência de um surto. Esse aumento não foiexclusivo dessa aldeia e o aumento periódico no registro de casospode ser explicado pela descontinuidade do atendimento médico.
  9. 9. • Expositivo-argumentativo – esse é o tipo de dissertação mais comum e conhecida por todos. Nela o intuito é convencer o leitor, persuadi-lo a concordar com o ponto de vista exposto (a tese, frase-núcleo, ideia principal, tópico frasal), isso se faz por meio de várias maneiras de argumentação, utilizando-se de dados, estatísticas, provas e opiniões relevantes.
  10. 10. A IMPORTÂNCIA DO USO DE EPIs Os equipamentos de proteção individual, também conhecidos como EPIs,tem o objetivo de garantir a segurança e saúde do trabalhador em seu ambientede trabalho. Esses equipamentos devem ser fornecidos gratuitamente e emperfeitas condições de uso pela empresa a qual o trabalhador está prestandoserviços. A empresa deve exigir o uso desses equipamentos pelos funcionários etambém deve haver um treinamento para os mesmos, ensinando o uso correto doequipamento, instruções de uso e higiene e como conservá-los. Em casos de máconservação a empresa deve fornecer outro equipamento que garanta a segurançado trabalhador. São alguns exemplos de equipamentos de proteção: capacetes para aproteção da cabeça, luvas para a proteção das mãos, mangas longas e aventaispara a proteção dos membros superiores, botas, sapatos e botinas para a proteçãodos pés, óculos para a proteção dos olhos, máscaras para a proteção do sistemarespiratório e cintos de segurança como proteção contra quedas. Muitos trabalhadores recusam-se a utilizar os EPIs por desconhecerem osriscos ou alegam que o uso dos mesmos provoca desconforto. Mas o que eles nãosabem, que o desconforto é causado pelo uso incorreto dos equipamentos. A conscientização dos trabalhadores dos riscos que correm quando nãoutilizam os EPIs é a melhor maneira de informar a importância de umequipamento de proteção e implantar a sua utilização.
  11. 11. ELEMENTOSDA TEXTUALIDADE
  12. 12. Coesão – É o conjunto de recursos linguísticos responsáveispelas ligações que se estabelecem entre os termos de uma frase,entre orações referentes a um período, fazendo com que,esteticamente, os parágrafos se apresentem de forma harmoniosa,tornando o texto agradável à leitura.Coerência – Trata-se do próprio sentido atribuído ao texto, ouseja, a logicidade pertinente às ideias expressas, fazendo com que seestabeleça uma efetiva interação entre os interlocutores envolvidosno discurso.Originalidade – Tal requisito assemelha-se muito àobjetividade, pois somos originais quando nos expressamos deforma clara e precisa, por meio de um discurso bem arquitetado,fazendo com que a comunicação flua da melhor forma possível.Para tanto, nada de pedantismo vocabular, falsa erudição,tampouco chavões (clichê), modismos.

×