Fundamentos edileuza

411 visualizações

Publicada em

trabalho

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fundamentos edileuza

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIAFACIP FUNDAMENTOS TEORICOS E ETICOS DO SERVIÇO SOCIAL III Professora: Edileusa
  2. 2. Serviço Social Claudia Maria de Souza Araújo Cleidimar de Castilho Ferreira Hemelly Goulart Franco Marcelo Anastásio Costa
  3. 3. A FORMAÇÃO PROFISSIONAL NA CONTEMPORANEIDADE A proposta de um novo currículo foi estruturada a partir de núcleos temáticos acumulados nos anos 80. Incorporando as conquistas e avanços já consolidados,os dilemas aí identificados. Visando conhecimentos e habilidades necessárias à qualificação, no sentido de re-situar a formação do Assistente Social ante as novas exigências. Levando em consideração a desigualdade social e a acumulação capitalista tratando a questão social, hoje, nas suas várias expressões. Um novo ordenamento das relacões sociais. Texto base da conferência pronunciada no departamento de Serviço Social, da Universidade federal da Paraíba,1995
  4. 4. Uma análise da formação profissional levando em consideração a relação dialética entre realidade e profissão. O tema será abordado em quatro momentos:  Problematização  Identificação dos desafios históricos.  Conquistas e dilemas nos anos 80.  Perspectivas que se abrem à formulação de um projeto de formação profissional na sociedade brasileira.
  5. 5.  Encontro debate formação profissional e políticas de ação afirmativa Auditório lotado para as palestras sobre formação profissional e políticas de ação afirmativa (foto: Rafael Werkema/CFESS)
  6. 6. OS DESAFIOS NA RECONSTRUÇÃO DO PROJETO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL  As transformações ocorridas na década de 70 a 80 na sociedade, na economia e na expansão comercial, denominada globalização, nesse contexto, sua maior referência a expansão neoliberalismo.  Estratégias das grandes empresas no enfrentamento da crise.  Um novo estágio do processo de desenvolvimento capitalista.  Na década de 70/80 o serviço social é acionado pelo mundo empresarial para realizar ações técnico-políticos vinculada à reprodução material de trabalho.  O profissional assume a execução de serviços sociais, pautado numa ação educativa e integrativa.  As transformações observadas na contemporaneidade gestadas no enfrentamento de crise do processo de acumulação capitalista.
  7. 7.  O processo de transformação altera substancialmente a demanda de qualificação de profissional de serviço social.  Serviço Social inserido dentro das instituições.  As mudanças observadas no mundo do trabalho  O renascimento da filantropia.
  8. 8. Conquistas e dilemas no projeto profissional nos anos de 1980  Um dos eixos do debate incidiu sobre os fundamentos do processo formativo.  Tem algumas questões explicitadas por Iamamoto e que são amplamente discutidas no universo tanto acadêmico quanto profissional do serviço social a partir dos anos de 1980.  Tais questões giram em torno dos compromissos ético- político.  Paradigmas teórico – metodológicos de análise sobre a realidade que norteia a ação profissional.  A primeira que diz a respeito ao pluralismo e ecletismo.  Sendo a outra questão que diz a respeito a história, teoria e metodologia no serviço social.
  9. 9.  Uma questão não menos emblemática diz a respeito a distância entre a teoria e a prática ou nas palavras da autora “a distância constatada entre o treinamento teórico–sistemático das matrizes metodológicas e a quotidianidade da prática profissional”.  Para Iamamoto alguns obstáculos da formação profissional encontra-se articulada a outra problemática: o tratamento da prática profissional do assistente social.  A autora cita dois aspectos fundamentais que encaminham tais dilemas: O primeiro encontra-se relacionado a necessidade de se apropriar mas rigorosamente do arsenal teórico – metodológico.  E o segundo, o encaminhamento desses dilemas exige uma criteriosa pesquisa sobre as questões que se refletem no exercício profissional e dos processos que a produzem como condição para preencher a lacuna no campo das mediações entre a teoria e a prática.
  10. 10.  Localizam- se aí fontes para a formulação de propostas de ação, de programáticas de trabalho, alimentando um fazer profissional criativo e inventivo. conhecimento cientifico x ativismo
  11. 11. EXIGÊNCIAS E PERSPECTIVAS NA CONTEPORANEIDADE
  12. 12. Vídeo FEBEM
  13. 13. CONCLUSÃO É imprescindível à formação profissional do Assistente Social, mostrado através da história, focalizar os anos contemporâneos, que os desafios do Serviço Social estão centrados a partir das questões sociais e do capitalismo como economia regente, que envolvem a sociedade atual. O embasamento para formar assistentes sociais é dinâmica e detém um currículo acadêmico, e que são a vivências as capacitadoras de bons profissionais. Que iremos nos deparar com inúmeras dificuldades, mas os sonhos não podem deixar de existir, pois são eles os impulsionadores da profissão.

×