Etica aplicada

38.308 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
38.308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.973
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
320
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Etica aplicada

  1. 1. ETICA APLICADA PROF. MARCELO BOIA
  2. 2. UMA REFLEXÃO SOBRE A ÉTICAAPLICADA.O conceito “Ética Aplicada” surgiunos anos 60 do séc. XX, poranalogia com outras disciplinas,como a física aplicada, a sociologiaaplicada, etc. e pretendeu,sobretudo, dar uma resposta àsincertezas relativamente ao futurodas próximas gerações humanasprovocadas pelo desenvolvimentotecnocientífico.
  3. 3. Os desastres ecológicos, amanipulação genética, a energianuclear, etc., criaram preocupaçõesrelativamente à perversão dascaracterísticas únicas e essenciaisdo homem e relativamente aosefeitos remotos, cumulativos eirreversíveis da intervençãotecnológica sobre a natureza.
  4. 4. Além disso, depois da queda do muro de Berlim(1989), acelera-se o fenómeno daglobalização, com os novos problemaseconómicos, políticos, sociais e culturais.Mudou a natureza do capital: apareceram osfluxos financeiros internacionais, com asmultinacionais. Mudou a natureza do trabalho-antes, os fatores de produção eram três: oTrabalho, o Capital e a Terra; -hoje, a produçãotornou-se mais intensiva no conhecimento. Osaber constitui um fator de diferenciação notrabalho. O que vale é o trabalho qualificado ecriativo. Mudou o papel do Estado. Com aglobalização, o Estado tem de saber conciliar onacional e o internacional e criar condiçõesestruturais de competitividade em escalaglobal.
  5. 5. O QUE É MORAL E ÉTICA?O ser humano, diferentemente dosanimais, segueregras, princípios, valores enormas. Podemos definir, então, amoral como esse conjunto devalores que rege a vida dosindivíduos em sociedade. Não hásociedade humana sem algum tipode preceito que orienta a vida daspessoas.
  6. 6. Quando chamamos alguém de imoral, queremosdizer que, às vezes, a pessoa até acredita nosvalores morais, mas, em algum momento, otransgride. Por exemplo, uma pessoa podeacreditar na fidelidade, mas se conhece alguéminteressante e "trai" o seu companheiro(a), elacometeu um ato imoral. Posso acreditar queroubar seja errado e pautar as minhas ações nahonestidade, entretanto, por uma questão devida ou morte, posso abrir mão da honestidadee matar a fome dos meus filhos, através dealgum ato "condenável": furtar uma fruta ouqualquer outro alimento.
  7. 7. Evidentemente, posso cometer atos levesou pesados como o "chumbo". Asperguntas são: a minha consciência meacusará? Eu terei paz? O que fiz foi justo?Veja que não estamos nos referindo àsleis feitas pelos homens, ou seja, não setrata de uma questão jurídica. Comoexemplo, podemos citar o salário de umpolítico no Brasil. Pode até ser legal, masserá moral, num país onde a maioria dopovo ganha salários miseráveis? Pois é...
  8. 8. O amoral é alguém que não temnenhum compromisso com os valoresmorais. Não segue uma regra; nãotem consciência moral; não senteculpa, remorso ou arrependimento. Écapaz de enganar, manipular e atéassassinar pessoas, para satisfazerdesejos egoístas. São os chamadospsicopatas e outros adjetivos pouco"nobres".
  9. 9. A ética, quase sempre, é confundida com amoral. A palavra ética vem do grego (ethos) esignifica costumes. A palavra moral vem dolatim ("mores", "morus") e tem o sentido decostumes também. A ética é a morada dohomem. Ela nos tira do estado de naturezabruto e nos dar um verniz de cultura. Percebe-se que ambas têm raízes comuns. De um pontode vista prático, podemos até usá-las com omesmo significado, todavia, filosoficamente, aética serve para designar a parte da Filosofiaque faz uma reflexão teórica a respeito dosfundamentos da moral. Ela é também chamadade Filosofia moral. Ela busca refletir e teorizarsobre o que é o "certo e o errado"; o que é o"justo e injusto"; o que é "permitido e proibido".
  10. 10. Em suma, busca os fundamentos sobre o conjuntodas ações humanas. Assim, uma pessoa pode agiruma vida inteira moralmente, mas nunca agireticamente. A ética pressupõe o questionamentosobre todos os nossos atos e procura dar-lhes umsignificado. O agir ético exige a autonomia dosujeito. Enquanto a moral é o agir de formaheterônoma, ou seja, os valores vêm de fora, poissão dados pela sociedade ou cultura em quevivemos, e não são questionados, a ética éautônoma, pois ao questionar, refletir e teorizarsobre os fundamentos da moral, agora eu mesmoposso aceitá-los ou rejeitá-los e, até mesmo,preconizar outras formas de pensar, sentir e agir,mas de forma consciente e livre.
  11. 11. Agir eticamente não é fácil. Exigecoragem e disposição para enfrentar osobstáculos da moral constituída. Nestesentido, é a partir do constituído ( amoral ) que prescrevemos novos valoresconstituintes. O indivíduo deve ser livrepara agir eticamente. O fundamento nãopode ser divino, porque senão a éticapassa a ser um meio sobrenatural pararesolver dilemas da consciênciahumana.
  12. 12. Agir eticamente, é agir com a própriaconsciência e assumir a responsabilidadepelos próprios atos. O interessante é que oque hoje pode ser considerado imoral eantiético, amanhã poderá ser perfeitamenteaceito como um valor ético. Como exemplo,podemos defender o direito de que todopadre poderia casar-se e constituir umafamília. Talvez os escândalos de pedofiliadiminuíssem bastante. Seria quase que oapocalipse, entretanto, com o passar dotempo tornar-se-ia um fato banal. Daí ofundamento tão somente humano...
  13. 13. Eis um dos maiores dilemas humanos: ofardo de carregar a liberdade tal qualuma praga que nos assombra; liberdadede fazer escolhas o tempo todo. Osanimais não se preocupam com isso, jásão programados biologicamente; ohomem, infelizmente ou felizmente, nãosei, precisa escolher e assumir os seusatos. Como já dizia Caetano Veloso:"Cada um sabe a delícia e a dor de ser oque é".
  14. 14. FONTE:http://marcoaureliofilosofia.blogspot.comCONTEÚDO RELACIONADO AOMODULO 11 CAPITULO 1: ÉTICAAPLICADA.

×