Roteiro dos sete capitães

887 visualizações

Publicada em

O roteiro dos Sete Capitães, diferença entre vigário colado e encomendado

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
887
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Roteiro dos sete capitães

  1. 1. Relendo Macahé 2 Os sete Capitães – O Diário de Miguel Ayres Maldonado*1578 – 82 -> Cerco francês ao Rio de Janeiro reúne portugueses e índios catequisados em sua defesa, liderados pelo governador Antonio salema. -> Rendição francesa, aniquilação dos Tamoios e fuga dos Tupiniquins. -> Pacificação do RJ -> A capitania de São Vicente pediu auxílio ao RJ. -> Após 8 meses, conseguimos vitória e pedimos p/retornar ao Rio de Janeiro . -> Ao retornar encontramos as propriedades falidas. * 1627 -> Solicita concessão de sesmaria entre os rios Macaé e Iguaçu, o que é concedido em 20 – 08 – 1627. ->Notícia sobre a ferocidade dos goitacás atrasa a expedição. 1ª Viagem 28 – 11 – 1632 -> Saíram de Cabo Frio, de barco, total de 17 pessoas ( 7 Capitães e filhos, agregados, escravos ). 2 – 12 – 32 saíram C. Frio, chegaram Macaé em 11/12 descreveram choupanas de palha, mamelucos e pescadores. 12 – 12 – 32 -> Seguiram em barco à vela p/o cabo de são Tomé ( Rio Iguaçu ). Seguiram 8 homens para marcar as terras. Desistiram da empreitada e resolveram seguir por terra. 13 – 12 -32 -> Reuniram mantimentos e aguardente, além de miçangas para trocar com os índios. 19 – 12 – 32 -> Seguiram viagem com 2 índios batedores: Miguel e Valério Corsunga; levaram armas de fogo, lanças e carregadores. 22 – 12 – 32 -> Primeiro contato com índios que chegaram do acampamento, sendo agraciados com presentes. O Chefe ofereceu pousada recebeu um espelho, espantando-se. “Acampamos perto da aldeia deles.”  Os índios dão notícias de uma grande lagoa de água doce, rica em pesca. Achamos o lago, grande, de águas turvas, que chamamos de Lagoa Feia. 23 – 12 – 32 -> Seguiram com 16 índios e o chefe chegando ao cabo de São Tomé. Após acamparem constataram a rica planície cheia de carapebus, ave marinha. Caçaram as aves e deram o nome das mesmas à lagoa - Lagoa de Carapebus. 01- 01 – 1633 -> Chegaram a Macaé. 03 – 01 – 1633 -> Chegaram a Cabo Frio. 08 – 01 – 33 -> Seguiram p/casa. 2ª Viagem 17/10/1633 -> Viagem do rio a Araruama entre 17 e 20/10. 30/10/1633 -> Seguiram p/sesmaria c/ 10 novilhas e dois touros ( Riscado), três novilhas e uma vaca ( Castilho ). 27/10/33 -> Macaé. Domingos Leal. 31/10/33 -> Partiram de Macaé, pernoitaram na Lagoa de Carapebus. 1 – 11 – 33 -> Fedor de um lago onde os peixes morriam porque o mesmo secava. 2 – 11 – 33 -> Seguiram pelo lago e discutiram a necessidade de dar nomes a tudo. O lago recebeu o nome de jagabra. 3 – 11 – 33 -> Pernoitaram no lugar de antes.
  2. 2. 4 – 11 - 33 -> encontraram os náufragos da tribo. 8 – 11 – 33 -> Repartição de terás sempre tendo como limites o mar e as serras. Castilho/Riscado/Maldonado/Gonçalo/Correa/Pinto. Rio Iguaçu 1- Castilho 2- Riscado 3- Maldonado 4- Duarte 5- Gonçalo 6- Correa Rio Macaé 7- Pinto  Campinas ricas em pastagens. 3ª Viagem 3 – 12 – 34 -> 8 – 12 – 34 -> Curral 7 – 1 – 34 -> Rio Macabu 7 – 1 -> Quissamã Rio Macabu – ( pag – 379 ) ‘’(...) atravessando parte da lagoa Feia até o oeste ondepassamos por uns chavascais em direitura a um rio que topamos da parte do oeste, ao qual lhe demos o apellido de Macabu, derivado do Rio Macabu, mas vizinhanças do Rio de Janeiro. D’este rio seguio ao cume das serras.’’Quissamã – ( Pag – 379 ) : ‘’(...) por acaso viemos das em outras aldeia nova dos índios que se tinham mudado da aldeia do pontal da lagoa feia, logo que nos conheceram vieram saldar, junto com elles apareceu um preto entre elles, nós ficamos perplexosao ver aquele perto por lugares incultos sem moradores, n’isto indagamos dele quem era e como veio parar até; nos disse, que era forro, lhe perguntamos mais. Se eracrioulo das terra, nos disse que não, que era de nação Quissamã, vimos, que não tinhalugar o que ele dizia, assentamos ser deserta-se seu senhor e desconfiando de nossas indagações, se sumio ahi mesmo na aldeia (...). Ahi demos ao lugar o apelido de Quissamã, em razão do preto.’’ 3 – 2 – 34 -> Chegarama Macaé. 3ª Viagem8 – 11 – 1634 – Chegaram a C.Frio, saindo dia 9 – 11 p/Macaé, onde chegaram dia 11 – 11; de onde partiram em 14 – 11. Nesta viagem levavam paus de mandioca para semear.15 – 11 – 34 -> Encontraram o primeiro curral. Sabendo que 2 novilhas deram filhotes. Anoitecias parecida seguirem – se nos demais currais. 16 – 11 Curral na Ilha do Desterro ( Castilho ). 18 – 11 -> Cabo de S. Thomé -> 3 novilhas com filhotes do Sr. Castilho.No curral do Sr. Riscado só uma novilha nascera. Semearam de arroz, milho e paus de mandioca. 25 – 11 -> Retorno de Macaé a Cabo Frio. ____,,____ 21 – 8 – 1656 – Sr. João de Castilho Pinto vendeu sua parte ao senhor Riscado.
  3. 3. 12 – 9 – 36 -> Falecimento Sr. Sencislo Correa deixou quinhão de na herança a seu irmão e filhos. A Cobiça alheia Descoberta dos ‘’Campos’’ suscitou a cobiça de vários personagens, que antes, tentaram comprar as terras dos capitães. Principais cobiçadores: abade beneditino RJ e o governador do RJ.1637 -> Senhores Barcelos, Monteiro e Antonio Pinto foram levar o gado p/os cussaes. 1645 – Faleceu o capitão Riscado. 1647 ( 13/10 ) -> Maria Riscado p/os campos de morada no NF. 1948 -> Conflito com índios. 1649 – Reboliço c/franceses e holandeses no RJ. Chegada de Salvador corra de Sá e Benevides, o visconde de Assecas. O governador Correa de Sá fica sabendo das terras e convoca os capitães há uma reunião. O general governador interroga os 2 gapitões e conclui que os mesmos não se opõe aos índios, colocando – se como ‘’salavader’’. O governador usa os índios como ‘’bodes expiatórios’’ e propõe uma redívisão:  12 quinhões  Excluem – se os herdeiros dos outros 5 capitães , que são dependidos pelos 2 capifões sestautes. Lavrou – se uma nova escritora, tendo por base a redivisão das terras em 12 partes – foi a ‘’Escritura Endiabrada’’. Retorno aos campos para expulsos gentios e remarcar as terras. No entanto, os gentios não ofereceram resistências. Os Capitães sobreviventes não acompanharam os novos exploradores da região. Os índios foram aldeados pelos jesuítas, que com licença de dona Maria Riscadoergueram uma hermida. Na ermida foi colocada a imagem de S. Salvador, indicação do general salvador Correa. Os herdeiros dos capitães e os sobreviventes pensam em ‘’anular’’ a escritura. 13 – 10 – 1655 – faleceu Antonio Pinto Pereira. 21 – 02 – 1657 – finaliza os escritos, o capitão Miguel Ayres Maldonado.

×