DI - Questionários e entrevistas

743 visualizações

Publicada em

Questionários e entrevistas

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
743
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DI - Questionários e entrevistas

  1. 1. Questionários
 e entrevistas Marcello de Campos Cardoso
 mcardoso@gmail.com
  2. 2. Relembrando o framework…
  3. 3. o designer de interação é estratégico, é um pensador.
  4. 4. …que precisa dar um passo atrás para ver além…
  5. 5. a sua jornada pode mudar.
  6. 6. be water, my friend.
  7. 7. 1a reunião - Diagnóstico 1. Empresa 2. Equipe 3. Produto (pitch) 4. Papéis 5. Diferenciais 6. Desafios 7. Concorrentes/ referências 8. Requisitos 9. Modelo de negócios 10. Regras de negócios
  8. 8. 2a reunião - proposta: 1. Problem framing 2. Diagrama da inovação 3. Priorização das metas de usabilidade 4. Referências diretas e indiretas 5. Plano de trabalho (comercial/executivo) 6. Técnicas, dedicação, investimento e prazo
  9. 9. Entrega 1. Telas 2. Relatórios (críticas e recomendações!) 3. Personas, demandas dos usuários 4. Remodelagem do modelo de negócios (pivot tecnológico ou comercial)
  10. 10. pesquisa prototipação validação CICLO DE VIDA DO PRODUTO
  11. 11. pesquisa planejamento Validar e descobrir novas
 DEMANDAS
  12. 12. pesquisa desenvolvimento validação Questionários eentrevistas personas prototipação Story mapping Benchmarking Card Sorting Análise Heurística Percurso Cognitivo MIS
 Método de Inspeção Semiótica ocus group etnografia testes de usabilidade MAC
 Método de Avaliação de comunicabilidade netnografia
  13. 13. Pesquisa é minerar dados e colher informações.
  14. 14. Algumas técnicas de pesquisa: ‣ Avaliação do SAC, feedback, ‣ Análise métrica, ‣ Benchmarking, ‣ Etnografia online, ‣ Entrevistas, ‣ Questionários, ‣ Focus group ‣ etc...
  15. 15. pesquisa planejamento Para evitar
 dor de cabeça...
  16. 16. Entrevistasexplorando a campo
  17. 17. Entrevistasexplorando a campo Podem ser pensadas como uma conversação com um propósito. (Kahn e Cannel, “The dynamics of interviewing”, 1957)
  18. 18. Entrevistasexplorando a campo Dividem em 4 tipos 1. Não estruturadas (open ended. escopo aberto) 2. Estruturadas (escopo fechado) 3. Semi-estruturadas (adaptáveis) 4. Focus group - (Conduzida por tópicos) quanto exploratórias, aberto o escopo + +
  19. 19. Entrevistasexplorando a campo Regrinhas de ouro - antes 1. Elabore um roteiro 2. Prepare um termo de confidencialidade e consentimento 3. Certifique se tudo está impresso antes de começar 4. Verifique e teste equipamento de gravação (Robson, “Real World Research”, 1993)
  20. 20. Entrevistasexplorando a campo Teste piloto - antes Realize a entrevista para validar perguntas, estrutura, tempo. Adapte e refaça o teste piloto se necessário.
  21. 21. Entrevistasexplorando a campo Regrinhas de ouro - durante 1. SIGA o roteiro! 2. Vista e comporte +/- como o entrevistado 3. Apresente-se cordialmente 4. Explique o objetivo da pesquisa 5. Peça que assine os termos (confidencialidade e consentimento) continua... >
  22. 22. Entrevistasexplorando a campo Regrinhas de ouro - durante 6. Avise então que começará a gravar 7. Informe que o participante pode desistir a qualquer momento 8. Inicie a gravação.
  23. 23. Entrevistasexplorando a campo Regrinhas de ouro - depois Agradeça ao participante e pergunte se há algo que ele gostaria de acrescentar.
  24. 24. Chame o entrevistado pelo nome. E comece por perguntas fáceis, mesmo que
 você saiba a resposta. #1
  25. 25. Vamos começar? Qual o maior constrangimento profissional que você já passou na sua vida? #1
  26. 26. Então Camila, você fez alguma viagem recentemente? #1
  27. 27. Evite perguntas longas!
 Treine seu poder de síntese e clareza. #2
  28. 28. Na atual conjuntura sócio-econômica e política do Brasil contemporâneo, qual sua perspectiva acerca da realidade singular musical do proto-gueto das comunidades cariocas? #2
  29. 29. O que você acha do samba-de-roda tradicional carioca? #2
  30. 30. Evite sentenças compostas
 difíceis de entender e de anotar as respostas #3
  31. 31. O que você acha deste tipo de portal de notícias, e comparado a outros tipos de portais? #3
  32. 32. O que você acha deste portal de notícias? #3
  33. 33. E comparado a outros tipos de portais? #3
  34. 34. Evite jargões e termos técnicos
que o entrevistado pode desconhecer e não admitir por constrangimento #4
  35. 35. O que você pensa sobre uma Start Up realizar Pivot tecnológico antes do lançamento de seu MVP? #4
  36. 36. O que você acha sobre uma empresa mudar o foco do seu produto antes de lançá-lo? #4
  37. 37. Evite tendenciamento e suposições.
 Tenha bom-senso. Busque sempre a neutralidade em seu tom e suas palavras.
 #5
  38. 38. Quais as coisas que você mais gosta nessa área do portal? #5
  39. 39. O que você acha desta área do portal? #5
  40. 40. Busque uma consistência narrativa A ordem das perguntas influencia as respostas
 #6
  41. 41. #6 Qual sua pretenção salarial para daqui a 2 anos? 8 mil. Você fuma!?
  42. 42. Entrevistasexplorando a campo Entrevistas não ou semi-estruturadas 1. Tenha um objetivo claro, uma agenda 2. Estruture os temas que precisa abordar em tópicos
  43. 43. Entrevistasexplorando a campo Entrevistas não ou semi-estruturadas vantagens desvantagens geram dados ricos exigem mais experiência levam a descobertas disruptivas levam tempo pra serem analisadas (dados desestruturados)
  44. 44. Entrevistasexplorando a campo Focus Group (entrevistas em grupo) 1. De 3 a 10 participantes, representativos dos grupos em estudo 2. Um orientador dirige os tópicos de discussão
  45. 45. Entrevistasexplorando a campo vantagens desvantagens Explora o contexto social e a interação entre os envolvidos (ambiente, contexto) O Lead user pode ser um problema É prático para validar uma ideia com um grupo de mercado. O recrutamento é complicado, já que a agenda de muitos é considerada Focus Group (entrevistas em grupo)
  46. 46. Questionáriosvalidando hipóteses
  47. 47. oferecem quase sempre opções fechadas de respostas quanto objetivo, fechado o escopo + + QuestionáriosValidando hipóteses
  48. 48. QuestionáriosValidando hipóteses Vantagens 1. São mais fáceis de serem analisados 2. Podem abranger um maior número de questões, por serem mais objetivos 3. São replicados com maior facilidade
  49. 49. QuestionáriosValidando hipóteses Vantagens 4. Ajudam a definir subgrupos (Ex: grupo internautas. Qual subgrupo? Experiente, intermediário ou iniciante?) 5. Podem ser projetados com variações para cada grupo específico 6. Questionários longos podem ser subdivididos em partes para facilitar preenchimento
  50. 50. QuestionáriosValidando hipóteses Cuidado com as faixas de respostas! Podem se sobrepor a) 10-20 b) 20-30 c) 30-40 d) 40-50 Podem faltar a) 500 e 1 mil b) 2 e 3 mil c) 4 e 5 mil d) Acima de 6 mil
  51. 51. QuestionáriosValidando hipóteses Cuidado com as faixas de respostas!
  52. 52. QuestionáriosValidando hipóteses Respostas também podem ser binárias... 1. sim/não 2.curti/não curti
  53. 53. QuestionáriosValidando hipóteses ...ou analógicas.
  54. 54. QuestionáriosValidando hipóteses Cuidados com questionários Qual sua nota para o sorvete de Pistache? a) -2 b) -1 c) 0 d) 1 e) 2 Evite respostas com escalas negativas
  55. 55. QuestionáriosValidando hipóteses 1. Gosto do meu cereal ao leite bem crocante pela manhã. a) Concordo plenamente b) Concordo c) Não concordo nem discordo d) Discordo e) Discordo plenamente Escala Likert Afirmativas curtas seguidas de uma escala bipolar de respostas graduais.
  56. 56. QuestionáriosValidando hipóteses 1. Gosto do meu cereal ao leite bem crocante pela manhã. a) Concordo plenamente b) Concordo c) Discordo d) Discordo plenamente Escala Likert Use número par se quiser forçar um posicionamento
  57. 57. QuestionáriosValidando hipóteses Escala Likert Use o mesmo número de afirmações positivas e negativas. Se vai misturá-las ou agrupá-las, é seu critério, e as opiniões são divididas entre os autores sobre isto.
  58. 58. QuestionáriosValidando hipóteses Escala de diferencial semântico Menos utilizada que as escalas likert, utilizam adjetivos opostos, normalmente em uma grade. O usuário deve marcar a posição que melhor representa sua opinião para cada item.
  59. 59. Interpretando dados 1. Procure padrões e tendências 2. Para menos de 60 participantes, respostas com número reais. Para mais, porcentagens. 3. Para interpretar entrevistas, é ideal manter alguma métrica ou código
  60. 60. obrigado!

×