1 perdao necessario isaias

522 visualizações

Publicada em

Série EBD Ipcamp 2015 - O quinto evangelho ISAIAS

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
522
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 perdao necessario isaias

  1. 1. O quinto Evangelho EBD 2015 Profs Marçal e Waldemar
  2. 2. Programa de Curso • Texto Base – O livro de Isaías, com a ótica de Salvação 1. Perdão Necessário – ISAÍAS 1:1-20 2. Renovação Espiritual – ISAÍAS 6:1-8 3. Maravilhosa Salvação – ISAÍAS 12:1-6 4. Paz para os que confiam no SENHOR – ISAÍAS 26:1-12 5. DEUS de Justiça – ISAÍAS 30:18-26 6. O dia da restauração – ISAÍAS 35:1-10 7. Renovação – ISAÍAS 40:1-31 8. Luz – ISAÍAS 42:1-23 9. SALVAÇÃO do cativeiro – ISAÍAS 43:1-28 10. SALVAÇÃO a todos – ISAÍAS 44:1-8 11. Certeza da SALVAÇÃO – ISAÍAS 44:21-28 12. SALVOS, e agora??? – ISAÍAS 45:8-18 13. Consolo para os aflitos – ISAÍAS 49:6-26 14. A promessa da SALVAÇÃO – ISAÍAS 51:1-23 15. A garantia da SALVAÇÃO – ISAÍAS 52:1-12 16. Expiação para os desgarrados – ISAÍAS 53:1-12 17. Visões de SALVAÇÃO – ISAÍAS 55:1-13 18. Liberdade aos cativos – ISAÍAS 61:1-11 19. Recapitulação – ISAÍAS 32:15-20 Palavras de Juízo Palavras de Conforto
  3. 3. ISAÍAS 1:1-20 OBJETIVO: • Mostrar a situação caótica do povo necessitado de perdão; • Destacar a força e a abrangência do perdão DIVINO.
  4. 4. A situação existente Cenário • Nação de ISRAEL dividida em dois reinos: • Reino do Norte (ISRAEL) e Reino do Sul (JUDÁ) • PECADO comum aos dois reinos com maior predominância no reino do Norte. Povo: • Pervertendo a justiça • Oprimindo os pobres • Abandonando a DEUS – voltando-se aos ídolos • ISAÍAS apesar de profeta de JUDÁ tinha sua mensagem também para ISRAEL.
  5. 5. Introdução • O livro de ISAÍAS em extensão é o maior entre os chamados “profetas maiores”. • ISAÍAS é considerado um profeta messiânico devido a quantidade de referências que faz ao MESSIAS e pela forma clara como descreve o martírio de JESUS. Abrangência: • É revelada no início do livro: “Visão de ISAÍAS, filho de Amós, a qual ele viu a respeito de Judá e Jerusalém nos dias de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá (ISAÍAS 1:1) Objetivo: • Revelar os benefícios do glorioso manancial da salvação
  6. 6. A persistência no pecado sempre atraiu a indignação de DEUS (Deuteronômio 32:35). A reprovação divina é como o seu povo lida com um assunto tão sério: a) Peca porque perdeu a razão (ISAÍAS 1:1-3) Exemplos: DAVI, PEDRO e tantos outros. Rompimento da Aliança. b) Peca com o coração (ISAÍAS 1:4-5) O povo estava carregado de pecados, pois os pecados iam se acumulando no dia a dia deles. O pecado sendo uma enfermidade da alma e do cora- ção, necessitava de cura radical e não de paliativos. ISAÍAS ressaltou bem isto. I – Um povo obstinado (ISAÍAS 1:1-9)
  7. 7. c) Aprendeu a conviver com o pecado (ISAÍAS 1:6-9) • Enquanto o povo persistisse em pecar, eles estariam se isolando. Quando você se sentir sozinho e separado de DEUS, lembre-se de que foram nossos pecados que nos afastaram DELE. • O único e seguro remédio contra este tipo de solidão é restaurar um relacionamento sincero com DEUS através da confissão dos pecados, da obediência aos SEUS mandamentos e da constante comunicação com ELE. I – Um povo obstinado (ISAÍAS 1:1-9)
  8. 8. Para piorar, aqueles que viviam transgredindo a LEI de DEUS, atrevidamente ofereciam os seus cultos à DEUS, talvez considerando que isto aplacaria a ira de DEUS e expurgaria através dos sacrifícios os seus pecados. No entanto este culto foi rejeitado. II– Um culto abominável (ISAÍAS 1:10-15)
  9. 9. a) Porque os mandamentos do SENHOR são desprezados (ISAÍAS 1:10) ISAÍAS compara os Reis e o Povo de Judá aos Reis e Povo de Sodoma e Gomorra. O Povo fechou os ouvidos à PALAVRA de DEUS. Quando não conseguimos ouvir a mensagem de DEUS é porque provavelmente não estamos LHE dando a devida atenção. II– Um culto abominável (ISAÍAS 1:10-15)
  10. 10. b) Porque o ritual é oferecido em lugar da devoção (ISAÍAS 1:11-14) Os sacrifícios constituíam um ritual de um sinal exterior da FÉ em DEUS, porém este sinal estava se tornando desprovido de qualquer sentido, pois a FÉ não mais existia. II– Um culto abominável (ISAÍAS 1:10-15)
  11. 11. c) Porque a confissão de pecados é desprezada (ISAÍAS 1:15) O mais grave na prática do pecado é a falta de confissão. A repreensão de DEUS é clara e revela todo o descontentamento com o SEU Povo. II– Um culto abominável (ISAÍAS 1:10-15)
  12. 12. O convite é uma garantia de que ELE deseja paz e está disposto a perdoar e ANSIOSO por endireitar-nos. Este convite é extensivo: • Aos que se arrependem (ISAÍAS 1:16 e 17) O arrependimento envolve vontade e emoção. Devemos expressar nossa angústia por ter errado o alvo e desprezado AQUELE que carinhosamente nos estendeu a mão para nos SALVAR. É exatamente isto que o SENHOR quer de nós pecadores: ARREPENDIMENTO... III– Uma oferta irrecusável (ISAÍAS 1:16-20)
  13. 13. • Aos que admitem seus pecados (ISAÍAS 1:18a) O SENHOR mostra interesse em nos ajudar ao identificar nosso estado deplorável e ao prometer reverter nossa situação. III– Uma oferta irrecusável (ISAÍAS 1:16-20)
  14. 14. Apesar da mancha do pecado parecer impossível de se remover, DEUS consegue retirá-la de nossa vida. A PALAVRA de DEUS nos assegura que se formos obedientes e dispostos, CRISTO nos perdoará e removerá todas as manchas indeléveis. • Aos que aceitarem as condições de DEUS (ISAÍAS 1:19 e 20) O convite se prende ao requisito: “Se quiserdes...” O arrependimento depende da vontade do homem de abandonar o pecado e do desejo de ser RESTAURADO e ABENÇOADO. III– Uma oferta irrecusável (ISAÍAS 1:16-20)
  15. 15. Conclusão ISAÍAS nesta lição nos advertiu quanto à necessidade de nos arrependermos do pecado e buscar em DEUS o perdão e a restauração. Atentemos sempre para o que o ESPÍRITO SANTO nos ensina referente ao nosso culto, nossas ofertas e tudo mais que fazemos na pretensão de agradar a DEUS. Lembremos que se fizermos estas coisas com o efeito de minimizar os efeitos de nossa iniquidade em nós, estes rituais jamais serão aceitos pelo SENHOR. Por outro lado se formos sinceros e confessarmos nossos pecados ELE nos oferece copiosa purificação.
  16. 16. Próxima Aula Renovação Espiritual – ISAÍAS 6:1-8

×