Profeta – significa basicamente uma
pessoa que fala em nome de outra.
O profeta da Bíblia falava em nome de
Deus. Ele tinh...
-Nabucodonosor invadiu 3 vezes
Jerusalém, em 605 a.C, 597 a.C e
em 586 a.C, sendo desta vez
quando ele arrasou toda a cida...
Mas apesar da
desobediência, e do caminho
errado tomado pelos judeus,
Deus mandou uma
mensagem de esperança
para os exilad...
1:12 Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se
nos dêem legumes a comer, e água a beber.
dez dias
1:15 E, ao fim dos dez dias, apareceram os
seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de
carne do que todos os j...
1:20 E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento,
sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais
doutos...
2:1 E no segundo ano do reinado de Nabucodonosor,
Nabucodonosor teve sonhos; e o seu espírito se
perturbou, e passou-se-lh...
2:1 E no segundo ano do reinado de Nabucodonosor,
Nabucodonosor teve sonhos; e o seu espírito se perturbou
e passou-se-lhe...
2:2 Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos,
os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei
os seus s...
2:2 Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos,
os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei
os seus s...
2:3 E o rei lhes disse: Tive um sonho; e para saber o sonho
está perturbado o meu espírito.
Tive um sonho
Ainda que o rei
...
2:4 E os caldeus disseram ao rei em aramaico: Ó rei, vive
eternamente! Dize o sonho a teus servos, e daremos a
interpretaç...
2:4 E os caldeus disseram ao rei em aramaico: Ó rei, vive
eternamente! Dize o sonho a teus servos, e daremos a
interpretaç...
2:5 Respondeu o rei, e disse aos caldeus: O assunto me
tem escapado; se não me fizerdes saber o sonho e a sua
interpretaçã...
2:6 Mas se vós me declarardes o sonho e a sua
interpretação, recebereis de mim dádivas, recompensas e
grande honra; portan...
2:7 Responderam segunda vez, e disseram: Diga o rei o
sonho a seus servos, e daremos a sua interpretação.
Responderam segu...
2:8 Respondeu o rei, e disse: Percebo muito bem que vós
quereis ganhar tempo; porque vedes que o assunto me
tem escapado.
...
2:9 De modo que, se não me fizerdes saber o sonho, uma
só sentença será a vossa; pois vós preparastes palavras
mentirosas ...
2:10 Responderam os caldeus na presença do rei, e
disseram: Não há ninguém sobre a terra que possa
declarar a palavra ao r...
2:11 Porque o assunto que o rei requer é difícil; e ninguém
há que o possa declarar diante do rei, senão os deuses,
cuja m...
2:12 Por isso o rei muito se irou e enfureceu; e ordenou
que matassem a todos os sábios de Babilônia.
A severidade da sent...
2:13 E saiu o decreto, segundo o qual deviam ser mortos
os sábios; e buscaram a Daniel e aos seus companheiros,
para que f...
2:14 Então Daniel falou avisada e prudentemente a
Arioque, capitão da guarda do rei, que tinha saído para
matar os sábios ...
2:16 E Daniel entrou; e pediu ao rei que lhe desse tempo,
para que lhe pudesse dar a interpretação
Uma das coisa que enfur...
2:17 Então Daniel foi para a sua casa, e fez saber o caso a
Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros;
Daniel e os seu...
2:19 Então foi revelado
o mistério a Daniel
numa visão de noite;
então Daniel louvou o
Deus do céu.
2:20 Falou Daniel,
dizendo: Seja bendito o
nome de Deus de
eternidade a eternidade,
porque dele são a
sabedoria e a força;...
2:21 E ele muda os tempos e as estações; ele remove os
reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e
conhecimen...
2:23 Ó Deus de meus pais,
eu te dou graças e te louvo,
porque me deste sabedoria e
força; e agora me fizeste
saber o que t...
2:24 Por isso Daniel foi ter com Arioque, ao qual o rei
tinha constituído para matar os sábios de Babilônia;
entrou, e dis...
2:25 Então Arioque depressa introduziu a Daniel na
presença do rei, e disse-lhe assim: Achei um homem
dentre os cativos de...
2:26 Respondeu o rei, e disse a Daniel (cujo nome era
Beltessazar): Podes tu fazer-me saber o sonho que tive e a
sua inter...
Daniel não desejava exaltar-se acima dos
sábios. Pretendia, antes, impressionar o
rei quanto a futilidade de confiar nos s...
A mensagem foi para instrução
de Nabucodonosor, bem como
para a dos governadores e do
povo até o fim dos tempos. O
esboço ...
Neste sonho estão retratados
desenvolvimentos futuros que começam
no tempo de Daniel e Nabucodonosor e
2:29 Estando tu, ó ...
Nabucodonosor tinha
estado meditando sobre
impérios passados e
como eles sumiram e
ficou com presságios
ansiosos em relaçã...
O sonho tão ansiosamente esperando pelo
rei, lhe volta à mente agora pelas palavras
de Daniel. Uma exuberante estátua de
e...
2:32 A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu
peito e os seus braços de prata; o seu ventre e as suas
coxas de cob...
Cabeça de Ouro
Peito e braços de prata
Ventre e coxas de bronze
Pernas de ferro
Pés e dedos ferro/barro
Este plural bem pode indicar que Daniel
classificou os seus companheiros consigo
mesmo. Tinham-se unido em fervorosa
oraçã...
Nas suas inscrições Nabucodonosor
atribuiu o seu sucesso ao seu deus
Marduque, mas Daniel de maneira
benigna, corrige a su...
Uma apresentação apropriada do domínio de
Babilônia no tempo de Nabucodonosor. A
maneira pela qual os reis antigos incluía...
Grande abundancia de
ouro foi usado no
embelezamento de
Babilônia. Heródoto
descreve em termos como
o ouro brilhava nos te...
Em 539 a.C.
mediante um
estratagema de
guerra, os medo-
persas, comandado
por Ciro, o persa,
conquistam
Babilônia.
2:39 E ...
Invasão da cidade
2:39 E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu
e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda
a...
2:39 E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu
e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda
a...
Armadura de bronze
2:40 E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o
ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra
todas as c...
2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em
parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um
reino divi...
2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em
parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um
reino divi...
2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em
parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um
reino divi...
2:42 E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em
parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e
por out...
2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de
lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se
ligarão um ao...
2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de
lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se
ligarão um ao...
1ª - No dia de Natal do ano
800 d.C, Carlos Magno foi
coroado pelo papa como
imperador do Santo Império
Romano.
Na realida...
2ª - Carlos V , em 1519 foi
eleito santo imperador de
Roma. Embora fosse
poderoso governante da
Europa, ele foi incapaz de...
3ª - Luís XIV, “O Grande”,
subiu ao trono da frança em
1643, com cinco anos de
idade. Sob seu comando, a
França foi o pode...
4ª - Napoleão – tentou
conquistar a Europa,
quase consegue.
2:43 Quanto ao que viste do ferro
misturado com barro de lodo,...
2:43 Quanto ao que viste do ferro
misturado com barro de lodo,
misturar-se-ão com semente
humana, mas não se ligarão um ao...
6ª - Adolf Hitler
assombrou o mundo e
marchou sobre a
Europa como um
relâmpago. A Bíblia diz:
“mas não se ligarão”.
2:43 Q...
Neste momento uma 7ª
tentativa esta sendo feita.
2:43 Quanto ao que viste do ferro
misturado com barro de lodo,
misturar-s...
2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo,
misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao...
Cabeça de Ouro = Babilônia
Peito e braços de prata = Medo-Persa
Ventre e coxas de bronze = Grécia
Pernas de ferro = Roma
P...
2:44 Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará
um reino que não será jamais destruído; e este reino não
passará a...
2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada
uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o
bronze, o bar...
2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada
uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o
bronze, o bar...
2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada
uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o
bronze, o bar...
2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada
uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o
bronze, o bar...
2:46 Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e
adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma
oblação e perfu...
2:46 Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e
adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma
oblação e perfu...
2:47 Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o
vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e
revelador de mist...
2:48 Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitas e
grandes dádivas, e o pôs por governador de toda a
província de B...
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo

2.193 visualizações

Publicada em

Livro do profeta Daniel, verso a verso. Daniel revela o sonho do rei da babilonia. Mostra os reinos que surgiriam na historia do mundo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.193
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
205
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro de daniel cap 2 - Os impérios que surgiriam no mundo

  1. 1. Profeta – significa basicamente uma pessoa que fala em nome de outra. O profeta da Bíblia falava em nome de Deus. Ele tinha de comunicar a outros qualquer mensagem que através do Espírito santo, Deus lhes enviasse.
  2. 2. -Nabucodonosor invadiu 3 vezes Jerusalém, em 605 a.C, 597 a.C e em 586 a.C, sendo desta vez quando ele arrasou toda a cidade e levou o restante dos habitantes como escravos (II Reis Cap. 24 e 25).
  3. 3. Mas apesar da desobediência, e do caminho errado tomado pelos judeus, Deus mandou uma mensagem de esperança para os exilados (Jer 29:1- 10), E escolheu um homem para ser libertador de seu povo na Babilônia, que foi Ciro, o Persa. (Isa 44: 28, 45: 1-6)
  4. 4. 1:12 Experimenta, peço-te, os teus servos dez dias, e que se nos dêem legumes a comer, e água a beber. dez dias
  5. 5. 1:15 E, ao fim dos dez dias, apareceram os seus semblantes melhores, e eles estavam mais gordos de carne do que todos os jovens que comiam das iguarias do rei. ao fim dos dez dias
  6. 6. 1:20 E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino.
  7. 7. 2:1 E no segundo ano do reinado de Nabucodonosor, Nabucodonosor teve sonhos; e o seu espírito se perturbou, e passou-se-lhe o sono. teve sonhos O objeto dos pensamentos de Nabucodonosor ao recolher-se para dormir, tornou-se objeto de seus sonhos. Os pensamentos dele giravam entorno do futuro e bem estar de seu reino.
  8. 8. 2:1 E no segundo ano do reinado de Nabucodonosor, Nabucodonosor teve sonhos; e o seu espírito se perturbou e passou-se-lhe o sono. espírito se perturbou Deus aproximou-se de Nabucodonosor através de um sonho, porque este era o meio mais eficiente de impressionar a sua mente com a importância da mensagem a ser comunicada e assim
  9. 9. 2:2 Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos, os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei os seus sonhos; e eles vieram e se apresentaram diante do rei. Um grupo de homens poderosos se reuniu em volta do rei! Eles representavam a sabedoria e a erudição de todas as nações. Eram sacerdotes e profetas dos deuses de Babilônia, que eram considerados os maiores de todos os deuses.
  10. 10. 2:2 Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos, os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei os seus sonhos; e eles vieram e se apresentaram diante do rei. magos - diziam ser capazes de revelar os segredos dos deuses através de mágica e adivinhação. astrólogo - eles diziam ser capazes de predizer o futuro através do estudo da posição das estrelas e planetas. Eles acompanharam os governantes, dizendo-lhes o momento propício para tomada de decisões. encantadores - eram responsabilidades deles proteger o povo, repelindo espíritos maus. Caldeus – Grupo dominante em Babilônia, o pai de Nabucodonosor era oriundo dessa tribo, e é compreensível que o rei os
  11. 11. 2:3 E o rei lhes disse: Tive um sonho; e para saber o sonho está perturbado o meu espírito. Tive um sonho Ainda que o rei estivesse bastante impressionado pelo sonho, quando
  12. 12. 2:4 E os caldeus disseram ao rei em aramaico: Ó rei, vive eternamente! Dize o sonho a teus servos, e daremos a interpretação. em aramaico A família real e a classe dominante eram caldeus de fala aramaica originários do sul da Mesopotâmia. Por isso eles não falaram em babilônico, língua da população nativa da Babilônia. Deste verso até o fim do cap 7, o relatório é em aramaico e não em hebraico como a parte
  13. 13. 2:4 E os caldeus disseram ao rei em aramaico: Ó rei, vive eternamente! Dize o sonho a teus servos, e daremos a interpretação. Dize o sonho a teus servos Como Deus tinha um plano para este rei, certamente o sonho foi propositadamente tirado do rei para que os sábios não lhe dessem uma interpretação falsa.O rei normalmente relatava o sonho, e esses homens sábios retiravam-se para supostamente, consultar os deuses. Mas, na verdade, iam discutir entre sim uma
  14. 14. 2:5 Respondeu o rei, e disse aos caldeus: O assunto me tem escapado; se não me fizerdes saber o sonho e a sua interpretação, sereis despedaçados, e as vossas casas serão feitas um monturo. sereis despedaçados Uma tal crueldade como aqui é mencionada, era comum no mundo antigo, os assírios e os babilônios foram notórios pela severidade e barbaridade do seu tratamento aos ofensores.
  15. 15. 2:6 Mas se vós me declarardes o sonho e a sua interpretação, recebereis de mim dádivas, recompensas e grande honra; portanto declarai-me o sonho e a sua interpretação. recebereis de mim dádivas o rei estava impressionado com o sonho, que estava disposto a premiar os sábios com riquezas e honras, caso revelassem o que sonhara.
  16. 16. 2:7 Responderam segunda vez, e disseram: Diga o rei o sonho a seus servos, e daremos a sua interpretação. Responderam segunda vez Agora os sábios estavam aterrorizados e novamente rogaram ao rei revelar-lhes o sonho para que pudessem interpretar.
  17. 17. 2:8 Respondeu o rei, e disse: Percebo muito bem que vós quereis ganhar tempo; porque vedes que o assunto me tem escapado. quereis ganhar tempo o rei os acusou de quererem ganhar tempo. É possível que eles esperassem que se pudessem ganhar um pouco de tempo, o rei pudesse lembrar se do sonho ou talvez perdesse o interesse no que sonhara. E com
  18. 18. 2:9 De modo que, se não me fizerdes saber o sonho, uma só sentença será a vossa; pois vós preparastes palavras mentirosas e perversas para as proferirdes na minha presença, até que se mude o tempo; portanto dizei-me o sonho, para que eu entenda que me podeis dar a sua interpretação. palavras Com o seu repetido pedido para revelar-lhes o sonho, já estava imaginando que estes combinaram palavras mentirosas e perversas para dizerem. mentirosas e perversas
  19. 19. 2:10 Responderam os caldeus na presença do rei, e disseram: Não há ninguém sobre a terra que possa declarar a palavra ao rei; pois nenhum rei há, grande ou dominador, que requeira coisas semelhantes de algum mago, ou astrólogo, ou caldeu. Não há ninguém sobre a terra Os Caldeus foram obrigados a reconhecer a sua incapacidade de revelar o sonho.
  20. 20. 2:11 Porque o assunto que o rei requer é difícil; e ninguém há que o possa declarar diante do rei, senão os deuses, cuja morada não é com a carne. ninguém O rei percebeu a fragilidade do argumento. Eles diziam está em contato com os deuses e que suas interpretações vinham deles. Se os deuses podiam interpretar, porque não podia revelar o sonho para os sábios que estavam em contato com eles? há que o possa declarar Os sábios estavam admitindo que não estão em contato com os deuses. Deus estava preparando Nabucodonosor para aceitar o
  21. 21. 2:12 Por isso o rei muito se irou e enfureceu; e ordenou que matassem a todos os sábios de Babilônia. A severidade da sentença não estava fora da harmonia com os costumes do tempo. Foi, contudo um passo imprudente do rei, pois os homens cuja a morte ele ordenou, constituíam a classe douta da sociedade. que matassem
  22. 22. 2:13 E saiu o decreto, segundo o qual deviam ser mortos os sábios; e buscaram a Daniel e aos seus companheiros, para que fossem mortos. Este fato revela que Daniel, Azarias, Mizael e Hananias já pertenciam à classe dos sábios. o fato que tivessem sido graduados recentemente é suficiente para explicar o porque não foram chamados para interpretar o e buscaram a Daniel e aos seus companheiros
  23. 23. 2:14 Então Daniel falou avisada e prudentemente a Arioque, capitão da guarda do rei, que tinha saído para matar os sábios de Babilônia. 2:15 Respondeu, e disse a Arioque, capitão do rei: Por que se apressa tanto o decreto da parte do rei? Então Arioque explicou o caso a Daniel.
  24. 24. 2:16 E Daniel entrou; e pediu ao rei que lhe desse tempo, para que lhe pudesse dar a interpretação Uma das coisa que enfureceu o rei foi os sábios procurarem adiar a resposta. Obviamente o rei ainda se achava perturbado pelo sonho, e deve ter sido propício a nova perspectiva de achar a solução para o mistério que esta assolando o seu espírito. No seu contato anterior com este jovem judeu, Nabucodonosor ficou impressionado com sua pediu ao rei que lhe desse tempo A anterior fidelidade de Daniel nas coisa mínimas abriu-lhe a porta para encarar as
  25. 25. 2:17 Então Daniel foi para a sua casa, e fez saber o caso a Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros; Daniel e os seus amigos podiam aproximar-se de Deus com um forte fé e confiança porque, para o melhor do seu conhecimento e capacidade, estavam vivendo em harmonia com Sua vontade revelada. Tinham a consciência de que estavam no lugar onde Deus queria que estivessem, e de que estavam fazendo a obra que os céus designaram que fizessem. Se na sua experiência anterior tivessem transigido contra Daniel foi para a sua casa
  26. 26. 2:19 Então foi revelado o mistério a Daniel numa visão de noite; então Daniel louvou o Deus do céu.
  27. 27. 2:20 Falou Daniel, dizendo: Seja bendito o nome de Deus de eternidade a eternidade, porque dele são a sabedoria e a força; Em recebendo a revelação divina, o primeiro pensamento de Daniel foi render o devido louvor ao Revelador dos segredos, um digno exemplo do que todos Seja bendito o nome de Deus
  28. 28. 2:21 E ele muda os tempos e as estações; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e conhecimento aos entendidos. Aqui esta retrata a verdadeira filosofia da história humana. Reis e governadores se acham definitivamente sob a direção e controle de um Potentado todo Poderoso. ele dá sabedoria E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Tiago 1:5 ele remove os reis e estabelece os reis O Senhor deleita-se em conceder sabedoria aos que usam sabiamente. Ele fez isto para com Daniel, e fá-lo-á hoje para com cada
  29. 29. 2:23 Ó Deus de meus pais, eu te dou graças e te louvo, porque me deste sabedoria e força; e agora me fizeste saber o que te pedimos, porque nos fizeste saber este assunto do rei. Ainda que o sonho tivesse sido revelado a Daniel, este não tomou toda a honra, mas incluiu os seus companheiros que oram com ele. o que te pedimos
  30. 30. 2:24 Por isso Daniel foi ter com Arioque, ao qual o rei tinha constituído para matar os sábios de Babilônia; entrou, e disse-lhe assim: Não mates os sábios de Babilônia; introduze-me na presença do rei, e declararei ao rei a interpretação. O primeiro cuidado de Daniel foi pleitear pelos sábios de Babilônia, para que a sentença de morte proferida sobre eles fosse cancelada. Não fizeram nada para conseguir a suspensão da sua pena, mas foram salvos por causa da presença de um homem justo no meio deles. Freqüentemente acontece assim. Os justos são o “sal da terra” . Têm um cordão preservador. Por causa da presença de Paulo no navio, os marinheiros e todos os que estavam a bordo Não mates os sábios Os ímpios não sabem quanto deve aos justos. Contudo, freqüentemente ridicularizam e perseguem os mesmos a quem deviam agradecer
  31. 31. 2:25 Então Arioque depressa introduziu a Daniel na presença do rei, e disse-lhe assim: Achei um homem dentre os cativos de Judá, o qual fará saber ao rei a interpretação.
  32. 32. 2:26 Respondeu o rei, e disse a Daniel (cujo nome era Beltessazar): Podes tu fazer-me saber o sonho que tive e a sua interpretação? Naturalmente, quando Daniel se apresentava diante do rei Nabucodonosor, assumia o seu nome babilônico Beltesazar. ( Bel proteja a vida do rei). Beltessazar
  33. 33. Daniel não desejava exaltar-se acima dos sábios. Pretendia, antes, impressionar o rei quanto a futilidade de confiar nos seus sábios para deles obter conselhos e ajuda. Deseja voltar os olhos do rei para o grande Deus dos céus, o Deus a quem Daniel adorava. O Deus dos hebreus, 2:27 Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei; nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei
  34. 34. A mensagem foi para instrução de Nabucodonosor, bem como para a dos governadores e do povo até o fim dos tempos. O esboço da profecia transporta- nos dos dias de Nabucodonosor até o fim do mundo e a segunda vinda de Cristo. Deus revelou-lhe o futuro, não para lhe satisfazer 2:28 Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes: nos últimos dias
  35. 35. Neste sonho estão retratados desenvolvimentos futuros que começam no tempo de Daniel e Nabucodonosor e 2:29 Estando tu, ó rei, na tua cama, subiram os teus pensamentos, acerca do que há de ser depois disto. Aquele, pois, que revela os mistérios te fez saber o que há de ser. depois disto
  36. 36. Nabucodonosor tinha estado meditando sobre impérios passados e como eles sumiram e ficou com presságios ansiosos em relação ao 2:30 E a mim me foi revelado esse mistério, não porque haja em mim mais sabedoria que em todos os viventes, mas para que a interpretação se fizesse saber ao rei, e para que entendesses os pensamentos do teu coração.os pensamentos do teu coração
  37. 37. O sonho tão ansiosamente esperando pelo rei, lhe volta à mente agora pelas palavras de Daniel. Uma exuberante estátua de esplendor excelente e “aparência terrível” . 2:31 Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; esta estátua, que era imensa, cujo esplendor era excelente, e estava em pé diante de ti; e a sua aparência era terrível. uma grande estátua
  38. 38. 2:32 A cabeça daquela estátua era de ouro fino; o seu peito e os seus braços de prata; o seu ventre e as suas coxas de cobre; 2:33 As pernas de ferro; os seus pés em parte de ferro e em parte de barro. 2:34 Estavas vendo isto, quando uma pedra foi cortada, sem auxílio de mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou. 2:35 Então foi juntamente esmiuçado o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro, os quais se fizeram como pragana das eiras do estio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para eles; mas a pedra, que feriu a estátua, se tornou grande monte, e encheu toda a terra.
  39. 39. Cabeça de Ouro Peito e braços de prata Ventre e coxas de bronze Pernas de ferro Pés e dedos ferro/barro
  40. 40. Este plural bem pode indicar que Daniel classificou os seus companheiros consigo mesmo. Tinham-se unido em fervorosa oração para que a interpretação pudesse ser revelada, e Daniel deve ter desejado 2:36 Este é o sonho; também a sua interpretação diremos na presença do rei. diremos
  41. 41. Nas suas inscrições Nabucodonosor atribuiu o seu sucesso ao seu deus Marduque, mas Daniel de maneira benigna, corrige a sua idéia errada. Afirma que é o Deus do Céu quem lhe concedeu tal poder 2:37 Tu, ó rei, és rei de reis; a quem o Deus do céu tem dado o reino, o poder, a força, e a glória. o Deus do céu tem O território sobre o qual Nabucodonosor reinou tinha tido uma história longa e agitada e tinha estado sob a liderança de diferentes povos e reinos. De acordo com Gênesis, a cidade de Babilônia fez parte do reino fundado por dado o reino
  42. 42. Uma apresentação apropriada do domínio de Babilônia no tempo de Nabucodonosor. A maneira pela qual os reis antigos incluíam o animal do campo na sua esfera de domínio é ilustrada por um relatório de Samanasar III 2:38 E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro. animais do campo
  43. 43. Grande abundancia de ouro foi usado no embelezamento de Babilônia. Heródoto descreve em termos como o ouro brilhava nos templos sagrados da cidade. A imagem de Marduque, o trono em que era assentado, a mesa e o altar eram feitos de ouro. O 2:38 E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro.tu és a cabeça de ouro Seu reino dominou cerca de 609 a 539 a.C,
  44. 44. Em 539 a.C. mediante um estratagema de guerra, os medo- persas, comandado por Ciro, o persa, conquistam Babilônia. 2:39 E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra. outro reino
  45. 45. Invasão da cidade
  46. 46. 2:39 E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra. outro reino, inferior ao teu Seu reino dominou de 539 a 331 a.C, cerca O peito representa o Império Medo-Mersa. Os braços representam a aliança entre povos irmãos, os medos e os persas, unificado por Ciro. Em todas as línguas semíticas a palavra “prata”, também era usada para “dinheiro”. Eles desenvolveram um abrangente sistema de
  47. 47. 2:39 E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra. terceiro reino, de bronze Seu reino dominou de 331 a 168 a.C, cerca A Grécia foi representado na profecia como o império de bronze. Os soldados gregos usavam capacete de bronze, peitoral de bronze, escudo de bronze e espada de bronze. Eram conhecidos como “gregos forrados de bronze”. Alexandre Magno estabeleceu a
  48. 48. Armadura de bronze
  49. 49. 2:40 E o quarto reino será forte como ferro; pois, como o ferro, esmiúça e quebra tudo; como o ferro que quebra todas as coisas, assim ele esmiuçará e fará em pedaços. quarto reino será forte como ferro Seu reino dominou de 168 a.C a 476 d.C, Roma, a monarquia de ferro, a senhora do mundo. Este quarto reino foi o mais duradouro e extenso dos quatro, estendendo-se da Bretanha ao Eufrates. Roma foi o maior e o mais forte império que o mundo conhecera até
  50. 50. 2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo. pés e dos dedos
  51. 51. 2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo. parte de barro de oleiro, e em parte de ferro Roma perdera sua tenacidade e sua resistência férrea, seus sucessores foram manifestados
  52. 52. 2:41 E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo. haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro Roma continuará com sua força, bem que reduzida, mas influenciando a muitos até o fim dos tempos.
  53. 53. 2:42 E como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim por uma parte o reino será forte, e por outra será frágil. Assim como o barro não se mistura com o ferro, surgiriam nações e reinos fortes como o ferro e outros fracos como o barro, na historia que envolve este quarto reino de Daniel 2. assim por uma parte o reino será forte por outra será frágil
  54. 54. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. A Europa em guerra pode ser comparada a uma briga em família. As casas reais, especialmente os países mais fortemente relacionados à guerra, são praticamente do mesmo tronco germânico (Alemanha), e quase do mesmo sangue. misturar-se-ão com semente humana Estadista iludidos obcecados com a idéia de que, se misturassem o sangue, isso faia com que as nações se unissem. Se todos na Europa se tornassem parentes, não poderia haver discórdias que levassem a guerra.
  55. 55. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. Essa frase profética nos garantem que nunca haverá uma fusão completa do que resultou da divisão do antigo império romano. Eles continuarão a se dividir até a vinda de Cristo. Houve sete grandes tentativas para provar que mas não se ligarão um ao outro
  56. 56. 1ª - No dia de Natal do ano 800 d.C, Carlos Magno foi coroado pelo papa como imperador do Santo Império Romano. Na realidade era não era romano, mas franco. E só conseguiu expandir o reino 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  57. 57. 2ª - Carlos V , em 1519 foi eleito santo imperador de Roma. Embora fosse poderoso governante da Europa, ele foi incapaz de conter a expansão do Luteranismo. Gastou muito tempo lutando contra Francisco I, da França. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  58. 58. 3ª - Luís XIV, “O Grande”, subiu ao trono da frança em 1643, com cinco anos de idade. Sob seu comando, a França foi o poder militar mais poderoso da Europa. Grandes países se aliaram contra ele, sofreu grandes derrotas militares. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  59. 59. 4ª - Napoleão – tentou conquistar a Europa, quase consegue. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  60. 60. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. 5ª - Kaiser Guilherme – tentou conquistar a Europa na 1ª Guerra Mundial, Kaiser falhou. mas não se ligarão
  61. 61. 6ª - Adolf Hitler assombrou o mundo e marchou sobre a Europa como um relâmpago. A Bíblia diz: “mas não se ligarão”. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  62. 62. Neste momento uma 7ª tentativa esta sendo feita. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  63. 63. 2:43 Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão com semente humana, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. mas não se ligarão
  64. 64. Cabeça de Ouro = Babilônia Peito e braços de prata = Medo-Persa Ventre e coxas de bronze = Grécia Pernas de ferro = Roma Pés e dedos ferro/barro = Europa Ocidental
  65. 65. 2:44 Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre,
  66. 66. 2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação. uma pedra
  67. 67. 2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação. uma pedra
  68. 68. 2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação. uma pedra
  69. 69. 2:45 Da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação. uma pedra
  70. 70. 2:46 Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves. caiu sobre a sua face adorou a Daniel
  71. 71. 2:46 Então o rei Nabucodonosor caiu sobre a sua face, e adorou a Daniel, e ordenou que lhe oferecessem uma oblação e perfumes suaves. Certamente a sinceridade do coração do rei naquele momento tomado de admiração, foi adorar o Deus verdadeiro através de Daniel. adorou a Daniel
  72. 72. 2:47 Respondeu o rei a Daniel, e disse: Certamente o vosso Deus é Deus dos deuses, e o Senhor dos reis e revelador de mistérios, pois pudeste revelar este mistério. Nabucodonosor chamava a seu deus Marduque de ‘senhor dos deuses’, agora reconhece que o Deus de Daniel é infinitamente superior a qualquer dos vosso Deus é Deus dos deuses
  73. 73. 2:48 Então o rei engrandeceu a Daniel, e lhe deu muitas e grandes dádivas, e o pôs por governador de toda a província de Babilônia, como também o fez chefe dos governadores sobre todos os sábios de Babilônia. O rei ficou profundamente comovido e emocionado, após as dramáticas revelações feitas por Daniel, que tomou a imediata decisão de torná-lo o seu governador, bem como o “chefe de pôs por governador

×