Ernest hemingway

1.290 visualizações

Publicada em

vida e obra de Ernest Hemingway

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.290
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
730
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ernest hemingway

  1. 1. 1 Ernest Hemingway "Um homem pode ser destruído, mas não derrotado." O Velho e o Mar http://www.biografiasyvidas.com/biografia/h/fotos/hemingway.jpg
  2. 2. 2 Ernest Hemingway nasceu em Oak Park, Illinois, Estados Unidos, EM 1899. Filho de um médico da zona rural, cresceu em contacto com um ambiente pobre e rude, que conheceu ao acompanhar o trabalho do pai na região. Esse ambiente foi descrito no seu livro de contos In Our Time (1925). Devido a problemas na visão, Hemingway é dispensado do exército. No entanto, acabará por participar na Primeira Guerra Mundial, entrando como voluntário para a Cruz Vermelha. Serve, então, o exército italiano. Atingido por estilhaços, passou um período hospitalizado por causa de problemas nas pernas. Hemingway recupera-se das feridas da guerra, em 1918, na Itália http://super.abril.com.br/blogs/historia-sem-fim/files/2013/09/467px- Ernest_Hemingway_recuperates_from_wounds_in_Milan_1918-233x300.jpg
  3. 3. 3 Ernest Hemingway casou quatro vezes. A primeira delas, com Hadley Richardson, com a qual contraiu núpcias em setembro de 1921. O casamento durou cinco anos, justamente o período que abrange o seu primeiro livro a ter alguma repercussão “Em nosso tempo” (1924) e “O Sol Também se Levanta” (1926). Com Hadley teve um filho, John. A segunda Sra. Hemingway foi Pauline Pfeiffer. O casamento durou mais de dez anos. O escritor deixou-a depois de conhecer a jornalista Martha Gelghorn, durante a guerra civil espanhola, da qual ambos tomaram parte como correspondentes para a Aliança de Jornais Norte-Americanos. http://3.bp.blogspot.com/-7EByI-kp2Co/TwuEpOEDYqI/AAAAAAAAGE4/MuJ_pkASLlM/s640/HemingwayandHadleyWedding2.jpg http://4.bp.blogspot.com/- yxF6yDQkgrk/Tg86OScgDQI/AAAAAAAABHE/6hslhej7tqY/s1600/Hemingway+and+MaryWelsh+in+Key+West.jpg
  4. 4. 4 O escritor deixou-a depois de conhecer a jornalista Martha Gelghorn, durante a guerra civil espanhola, da qual ambos tomaram parte como correspondentes para a Aliança de Jornais Norte-Americanos. Em 1946, após a 2ª. Guerra mundial, da qual participara, Hemingway casa-se pela quarta vez, desta feita com Mary Welsh, uma jovem que ele conhecera em Londres. Hemingway encontra nela, também jornalista, embora tímida, uma companheira dedicada que durante quinze anos o acompanharia nas suas aventuras humanas e literárias. http://www.havana-live.com/english/assets/images/havana-live-Pfeiffer.jpg http://downloads.thedaily.com/ui-images/2012/05/30/053012-opinions-history-gellhorn-keenan-2-ss-662w-at-1x.jpg
  5. 5. 5 Em 1937, cobriu como correspondente do North American Newspaper a Guerra Civil Espanhola que depôs o General Franco. O escritor posicionou-se em favor das forças republicanas contra o fascismo. Para Hemingway, a guerra civil espanhola representou um regresso aos palcos de guerra europeus, após a sua participação na I Guerra Mundial. Contudo, ainda antes de partir para Espanha, enquanto correspondente de guerra, Hemingway participava já ativamente na defesa da República ajudando na realização do documentário Spain in Flames e criticando abertamente o fascismo num artigo (Fascism Is A Lie) publicado na revista New Masses. A sua experiência jornalística da guerra, ao longo de 8 meses divididos por 4 períodos distintos entre 1937 e 1938, deu origem à sua única peça teatral, The Fifht Column, e a um dos seus mais memoráveis romances, Por Quem os Sinos Dobram. De regresso aos Estados Unidos, Hemingway manteve o apoio às brigadas internacionais que acompanhou, recolhendo fundos e fazendo a locução do filme de propaganda pró-republicano The Spanish Earth1 . 1 http://www.fmsoares.pt/aeb/dossiers/dossier08_BKP/06b_PesGCE.html http://www.fmsoares.pt/aeb/dossiers/dossier08_BKP/images/ilustra/E-Hemingway.jpg
  6. 6. 6 A GERAÇÃO PERDIDA Hemingway Foi um dos principais representantes do ciclo literário norte-americano iniciado nos anos 20, o da “geração perdida”. Famoso pelo estilo de vida aventureiro, A sua biografia e obra têm como cenários touradas na Espanha, caça submarina em Cuba e safaris na África. Jornalista na juventude, leva para a literatura o estilo sintético do jornalismo. Nota-se essa concisão principalmente em obras que refletem a sua experiência pessoal. No livro "O sol se levanta" relata o quotidiano de um grupo de expatriados boémios, ingleses e norte-americanos, em Paris e Pamplona, depois da Primeira Guerra Mundial. No romance "Por quem os sinos dobram" relata a história passada na Guerra Civil Espanhola, de um americano que se ligara à causa da legalidade na Espanha.
  7. 7. 7 Ernest Hemingway pertencia à comunidade de escritores expatriados em Paris, ao final da 1ª. Guerra Mundial. A cidade, considerada o berço da vanguarda da cultura e das artes da época, recebeu naquele período, inúmeros escritores, pintores e músicos. São contemporâneos de Hemingway, o também escritor Francis Scott Fitzgerald (do qual era amigo), o poeta Ezra Pound, o pintor cubista Pablo Picasso, além do poeta e cineasta Jean Cocteaue do pintor Henry Matisse. http://www.findingdulcinea.com/docroot/dulcinea/fd_images/features/profiles/f/f-scott-fitzgerald/features/0/image.jpg http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/8/87/Ezra_Pound_2.jpg http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/thumb/4/41/Portrait_of_Pablo_Picasso%2C_1908-1909%2C_anonymous_photographer%2C_Mus%C3%A9e_Picasso%2C_Paris...jpg/220px- Portrait_of_Pablo_Picasso%2C_1908-1909%2C_anonymous_photographer%2C_Mus%C3%A9e_Picasso%2C_Paris...jpg http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/ae/Jean_Cocteau_b_Meurisse_1923.jpg/220px- Jean_Cocteau_b_Meurisse_1923.jpg http://www.moma.org/images/dynamic_content/exhibition_page/44778.jpg
  8. 8. 8 Foi a escritora Gertrude Stein, que ali chegara antes de todos deles, quem dera respaldo àqueles jovens desiludidos, embora talentosos, os quais batizara como the lost generation (a geração perdida). Stein, também escritora, viúva, americana de origem austríaca, e de refinada cultura (estudara em Paris e Viena) exerceu forte influência sobre a formação literária de Hemingway, ajudando-o a encontrar e aprimorar o seu estilo, como ele mesmo admite em “Paris é uma Festa” (A Moveable Feast), livro póstumo, no qual, o escritor relata aquele período, em que, já casado com Hadley Richardson era um sujeito introvertido, que se vestia com displicência e bebia muito. Trabalhava como correspondente estrangeiro do Toronto Star, e era sempre visto circulando pelos cafés do Boulevard Montparnasse, bairro que abrigava artistas e boémios pertencentes à “geração perdida”, os quais tinham por hábito reunir-se no apartamento da Rue Fleurus pertencente à Gertrude Stein. http://media.npr.org/assets/img/2011/06/10/gertrudestein1_lg_custom-0ce2032442cfaac4f487660db9cfff62f2a04872-s6-c30.jpg
  9. 9. 9O Velho e o Mar, publicado em 1952, foi escrito em Cuba onde Hemingway viveu durante 22 anos e permanecera até 1960, quando se viu forçado a deixar a ilha por causa da revolução liderada por Fidel Castro, ocorrida um ano antes. Em Havana, Hemingway conquistara a simpatia dos habitantes porque adotara a cidade como sua. Ali, tinha o seu barco de nome Pilar, capitaneado por Gregorio Fuentes, que, muitos afirmam, ter sido a inspiração para o personagem Santiago de “O Velho e o Mar”, publicado em 1952, e com o qual o escritor ganhara os prémios Pulitzer e Nobel de Literatura (1954). http://3.bp.blogspot.com/_zmOR2uMl5mI/TQbBLUlcPwI/AAAAAAAAAEE/BUPVF0BUapc/s1600/velhoemar.gif
  10. 10. 10 O mundo de Ernest Hemingway Momentos marcantes do século XX foram cenário para vida e obra do escritor2 . Anos: 1899-1917 Fase do escritor: Nasce em Oak Park, Illinois. Aos 18 anos, começa a trabalhar no jornal The Kansas City Star. Logo depois, participa como voluntário na Primeira Guerra. As suas primeiras criações literárias aparecem após Hemingway se juntar a outros escritores autoexilados em Paris na década de 20. O grupo, que inclui Scott Fitzgerald e Ezra Pound, fica conhecido como a "geração perdida". O Sol Também se Levanta Ano de publicação: 1926 Personagem do livro: Jake Barnes, um jornalista americano que vive em Paris e busca um ideal de vitalidade nas touradas da Espanha. É o primeiro personagem autobiográfico do escritor. Momento histórico: Os eufóricos anos 20, época em que o mundo fervilhava ao som de jazz, com jovens exilados desfrutando uma súbita riqueza e em busca de valores que pareciam perdidos no seu país de origem. 2 http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-historia/mundo-ernest-hemingway-518153.shtml (com adaptações)
  11. 11. 11 Adeus às Armas Ano de publicação: 1929 Personagem do livro: A exemplo de Hemingway, o seu protagonista, Frederic Hendry, alista-se como motorista de ambulância da Cruz Vermelha durante a Primeira Guerra. Ferido em combate na Itália, tem um caso com uma enfermeira em Milão - amor correspondido no livro, mas não na vida real. Momento histórico: A Primeira Guerra (1914-1918), relatada de maneira seca, concisa e realista. As Verdes Colinas da África Ano de publicação: 1935 Personagem do livro: O próprio Hemingway, na sua primeira obra de não-ficção. Momento histórico: Enquanto o mundo assiste ao fortalecimento acelerado do fascismo e do nazismo, prenúncios da Segunda Guerra, o escritor caça animais selvagens nos safaris africanos. Por Quem os Sinos Dobram Ano de publicação: 1940 Personagem do livro: Robert John, um dinamitador americano que luta ao lado dos republicanos contra as tropas do general Franco, questiona-se quanto à validade da sua dedicação à guerra. Momento histórico: A Guerra Civil Espanhola (1936-1939), uma das mais sangrentas do século XX. O próprio Hemingway participou do conflito como voluntário das brigadas internacionais, de esquerda.
  12. 12. 12 O Velho e o Mar Ano de publicação: 1952 Personagem do livro: Santiago, um velho pescador que enfrenta um marlim gigantesco, é um dos raros personagens não inspirados no próprio autor - que, um ano depois, receberia o Prémio Nobel de Literatura. Momento histórico: A bucólica Cuba, retratada no livro, tem o socialismo implantado em 1959. O escritor, que naquele momento ainda vive na ilha, apoia o golpe e fica amigo de Fidel Castro. Morte Ano: 1961 Fase do escritor: Após a saúde começar a cobrar o preço por décadas de aventuras e excessos, o já lendário romancista enfrenta crises de depressão e internações em clínicas de reabilitação. Em 2 de julho, ao constatar uma gradativa perda de memória e temendo a impossibilidade de escrever, suicida-se com um tiro de espingarda em uma cabana em Ketcham, Idaho.

×