das práticas de literacia digital dos adolescentes à promoção da leituranas bibliotecasPERCORRER O CAMINHO AOCONTRÁRIO   M...
Literacia digitalInsere-se no campodas literacias dainformação;Não há uma definiçãoconsensual;Mais do que acapacidade d...
Literacia digital Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
Da literacia da informação àliteracia digitalExplorar a informação(identificar, localizar,seleccionar);Interagir com ain...
Literacia digital“A capacidade parasintetizar e integrarinformação a partirde fontes diversas”,tendo como factorbase o uso...
Literacia digital: principaiscompetênciasLeitura e compreensãode recursos digitais enão digitais;Criação e comunicaçãode...
Atitudes, valores e competênciasinscritos na literacia digitalAprendizagemautónoma,Responsabilidade social no uso ecomun...
Literacia digital: e osadolescentes?Não só usarinformação,pensar ecriar, usandodiversosformatos, meios elinguagens deleitu...
A literacia digital e osadolescentesJones (2007): osadolescentesolham para os                                       Para q...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digit...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digit...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digit...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digit...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Bulfin e North (2007):Práticas de literacia d...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Práticas de literacia digital em adolescentes...
Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Práticas de literacia digital em adolescentes...
Conclusões gerais dos estudos sobrepráticas de literacia digital entre osadolescentes Tecnologia como aspecto integrante ...
Recomendações gerais dos estudos sobrepráticas de literacia digital entre osadolescentes Para continuarem a ser relevante...
Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Arnau é um jovem catalão que afirma de si   pr...
Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Para fazer os testes da escola, o que faz Arna...
Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Para fazer os testes da escola, o que faz Arna...
Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Conclusões:     Para Arnau, a prática leitora...
Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Conclusões:  Não cumprindo o que a escola lhe...
Literacia digital, promoção da  leitura e da aprendizagem  Um  desafio  para a  biblioteca  escolarMuito obrigada pela vos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Literacia digital barcelos 2012

1.563 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.563
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
144
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literacia digital barcelos 2012

  1. 1. das práticas de literacia digital dos adolescentes à promoção da leituranas bibliotecasPERCORRER O CAMINHO AOCONTRÁRIO Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  2. 2. Literacia digitalInsere-se no campodas literacias dainformação;Não há uma definiçãoconsensual;Mais do que acapacidade de utilizarrecursos de informaçãodigital, é uma formaespecial de pensar eagir face à informação:é a literacia da eradigital (Gilster, 1997). Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  3. 3. Literacia digital Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  4. 4. Da literacia da informação àliteracia digitalExplorar a informação(identificar, localizar,seleccionar);Interagir com ainformação (avaliar,pensar criticamente);Usar a informação(transformar,comunicar, aplicar).  Através de múltiplos meios;  Utilizando técnicas especícias;  Utilizando linguagens específicas;  Não-linearidade. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  5. 5. Literacia digital“A capacidade parasintetizar e integrarinformação a partirde fontes diversas”,tendo como factorbase o uso docomputador e daInternet, mas nãoexcluindo o uso deoutro tipo derecursos, eimplicando acomunicaçãoresponsável. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  6. 6. Literacia digital: principaiscompetênciasLeitura e compreensãode recursos digitais enão digitais;Criação e comunicaçãode informação digital; Avaliação dainformação; Integração doconhecimento; Literacia dainformação; Literacia dos media(formatos decomunicação);Colaboração;Criatividade. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  7. 7. Atitudes, valores e competênciasinscritos na literacia digitalAprendizagemautónoma,Responsabilidade social no uso ecomunicação dainformação e dosseus meios(literacia social);Ética dainformação(questões legais,de segurança eprivacidade). Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  8. 8. Literacia digital: e osadolescentes?Não só usarinformação,pensar ecriar, usandodiversosformatos, meios elinguagens deleitura e produção(texto, vídeo,som, imagens,espaço…) Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  9. 9. A literacia digital e osadolescentesJones (2007): osadolescentesolham para os Para que o processo dotelefones móveis, ensino/aprendizagem sejaas mensagensinstantâneas e a bem sucedido, é essencialInternet como que os professores (e osextensões bibliotecários) entendamde si esta realidade.próprios. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  10. 10. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digitais de adolescentes fora da escola: demonstração de competências em múltiplasliteracias, tais como:  participação em grupos de discussão em linha;  criação de sites, web fanzines e objectos artísticos digitais; Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  11. 11. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digitais de adolescentes fora da escola: questões de aprendizagem:  nenhum apoio da escola no design ou construção de conteúdos dos sites;  apoio de comunidades em linha, com orientação personalizada e gratuita e integração em redes sociais enqriquecedoras. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  12. 12. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digitais de adolescentes fora da escola: resultados observados na qualidade de vidadas adolescentes:  reconhecimento social e novas amizades no contexto das redes e comunidades em linha;  conservação e enriquecimento das relações sociais tradicionais, em consequência do aumento da auto-estima provocado pelo reconhecimento como designers e utilizadoras competentes de ferramentas tecnológicas. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  13. 13. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos1. Chandler-Olcott e Mahar (2003):Práticas digitais de duas adolescentes fora daescola: recomendações dos autores:  a escola deve proporcionar oportunidades para a composição multimedia sustentadas nos interesses dos estudantes (através, por ex., da formação em literacia digital oferecida pela biblioteca). O uso de ferramentas móveis e em linha aumenta o interesse dos alunos na aprendizagem . Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  14. 14. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Bulfin e North (2007):Práticas de literacia digital em adolescentes de 15 e16 anos, conexões e desconexões entre a vidaquotidiana e a escola.  tecnologia, particularmente telefones móveis, ipods, jogos electrónicos e mensagens instantâneas como parte integrante do dia-a- dia dos adolescentes;  acesso negociado: divisão do tempo de acesso por situações (escola/ aulas/ tempo livre); Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  15. 15. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Práticas de literacia digital em adolescentesde 15 e 16 anos, conexões e desconexões entrea vida quotidiana e a escola.  no entanto: dentro da escola, os alunos: entravam em sites bloqueados; introduziam jogos no disco duro dos computadores, ultrapassando os bloqueios de downloads; utilizavam os telemóveis e ipods, mesmo dentro das salas de aula. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  16. 16. Estudos que demonstram a desconexão entreo ensino e as práticas dos alunos2. Práticas de literacia digital em adolescentesde 15 e 16 anos, conexões e desconexões entrea vida quotidiana e a escola.  Conclusões:  os adolescentes não distinguem questões de autoria nem de autoridade no uso da informação;  a disponibilidade e diversidade das tecnologias resultam numa crescente indistinção entre os vários espaços de vida dos adolescentes: a casa, a escola, a rua, on line, off line. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  17. 17. Conclusões gerais dos estudos sobrepráticas de literacia digital entre osadolescentes Tecnologia como aspecto integrante da vida dos adolescentes; Domínio de competências variadas no âmbito da literacia digital, nomeadamente no uso de ferramentas, suportes e software, em estratégias de comunicação, incluindo linguagem, rapidez de raciocínio, criatividade e tomada de decisões, sempre que em ambiente virtual; Falta de competências de literacia digital no âmbito da avaliação, autoria, autoridade e responsabilidade social. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  18. 18. Recomendações gerais dos estudos sobrepráticas de literacia digital entre osadolescentes Para continuarem a ser relevantes para os alunos e para promoverem a aquisição de competências de literacia digital mais sustentadas e, consequentemente, o sucesso educativo, as escolas devem ter em consideração os usos que os adolescentes fazem da tecnologia, bem como os seus interesses, adaptando os curricula às novas formas de usar e produzir informação. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  19. 19. Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Arnau é um jovem catalão que afirma de si próprio: “apesar de não ler, sei que sou esperto”. Arnau tem vergonha de não ler e, sobretudo, não quer desiludir a mãe, que lhe oferece livros: às vezes inventa histórias, que lhe conta como sendo as dos livros que não leu (isto é, Arnau é criativo e bom rapaz). Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  20. 20. Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Para fazer os testes da escola, o que faz Arnau?  o seu primeiro recurso são os resumos feitos pelos colegas;  a seguir pesquisa resumos na Internet  Pergunta: e quando não encontras nada na Internet?  Resposta: “(…) uso alguns truques (…). Se não encontro logo no google penso em palavras parecidas e procuro outra vez… e depois escolho dos trabalhos que encontre… o que tiver mais páginas… ou menos páginas…” Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  21. 21. Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Para fazer os testes da escola, o que faz Arnau?  Outras estratégias:  Dar-se bem com a miúda mais esperta da turma;  Num grupo de amigos, encontrar maneiras de aceder clandestinamente aos testes;  Faz cábulas para memorizar a matéria Ou seja: Arnau sofre o cabo dos trabalhos para saber a matéria, usa estratégias complexas e acaba por ler bastante, acabando por conhecer o conteúdo dos livros sem os chegar a ler, e sem seguir o percurso académico convencional. Arnau usa estratégias de não leitura. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  22. 22. Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Conclusões:  Para Arnau, a prática leitora tem dois significados distintos, dependendo de ser para a vida ou para a escola;  para ele, a leitura para a vida é uma actividade social, funcional e efémera, enquanto que a leitura escolar é uma prática sofisticada e um exercício intelectual que admira, mas a que acha que não consegue corresponder; Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  23. 23. Maneiras de ler: a históriade Arnau (estudo de Cassany, Aliagas y Castellà) Conclusões:  Não cumprindo o que a escola lhe pede, Arnau aprendeu coisas sobre o mundo leitor e usa a leitura em situações naturais da vida; Segundo o juízo tradicional, Arnau é um mau leitor, ou até um não leitor; no entanto, se seguirmos a teoria social da leitura, Arnau apenas é pouco leitor de textos académicos e de literatura convencional.  Arnau tem uma identidade leitora. Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012
  24. 24. Literacia digital, promoção da leitura e da aprendizagem Um desafio para a biblioteca escolarMuito obrigada pela vossa atenção! Manuela Barreto Nunes - II Encontro de Bibliotecas Escolares de Barcelos - 9 Mar. 2012

×