Progressões Aritméticas NTEM

4.446 visualizações

Publicada em

Atividade da Semana 3 - Informática Educativa II

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.446
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
189
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Progressões Aritméticas NTEM

  1. 1. SequênciasSequências ouou sucessõessucessões
  2. 2. Uma sequência ,ou sucessão , é umUma sequência ,ou sucessão , é um conjunto de objetos de qualquer naturezaconjunto de objetos de qualquer natureza organizados ou escritos numa ordem bemorganizados ou escritos numa ordem bem definida.definida. Por exemplo, a sequência formada pelosPor exemplo, a sequência formada pelos números ímpares:números ímpares: (1;3;5;7;9;....)(1;3;5;7;9;....) Ou a sequência formada pelos dia daOu a sequência formada pelos dia da semana:semana: (domingo; segunda-feira, terça-feira, quarta-(domingo; segunda-feira, terça-feira, quarta- feira,quinta-feira, sexta-feira, sábado)feira,quinta-feira, sexta-feira, sábado)
  3. 3. Uma sequência pode ser classificadaUma sequência pode ser classificada comocomo finitafinita.. Por exemplo, podemos falar na sequênciaPor exemplo, podemos falar na sequência dos meses do ano:dos meses do ano: (Janeiro, fevereiro,março..., dezembro)(Janeiro, fevereiro,março..., dezembro) EE infinita,, Por exemplo a sequência dos númerosPor exemplo a sequência dos números pares escritos em ordem crescente:pares escritos em ordem crescente: (2,4,6,8,10,12....)(2,4,6,8,10,12....)
  4. 4. Para representar uma sequência,Para representar uma sequência, escrevemos seus elementos, ou termos ,escrevemos seus elementos, ou termos , entre parênteses. Por exemplo, paraentre parênteses. Por exemplo, para representar a sequência dos númerosrepresentar a sequência dos números pares, fazemos assim:pares, fazemos assim: (2,4,6,8,10,12,14,...)(2,4,6,8,10,12,14,...)
  5. 5. É importante destacar que , ao contrárioÉ importante destacar que , ao contrário do que ocorre num conjunto, qualquerdo que ocorre num conjunto, qualquer alteração na ordem dos elementos de umaalteração na ordem dos elementos de uma sequência altera a própria sequência.sequência altera a própria sequência. Por exemplo:Por exemplo: {2,4,6,8}={4,2,8,6}{2,4,6,8}={4,2,8,6} MasMas (2;4;6;8)≠(4;2;8;6)(2;4;6;8)≠(4;2;8;6)
  6. 6. Uma sequência genérica pode serUma sequência genérica pode ser representada por:representada por: (a; a; a; a;...;a;...)(a; a; a; a;...;a;...) 1 2 3 4 n1 2 3 4 n NoteNote que os índices associados à letraque os índices associados à letra aa indicam as posições dos termos naindicam as posições dos termos na sequencia, isto é,sequencia, isto é,
  7. 7. a -a - representa o 1° termorepresenta o 1° termo 11 aa -- representa o 2° termorepresenta o 2° termo 22 .. .. .. a -a - representa o n-ésimo termorepresenta o n-ésimo termo nn
  8. 8. Por exemplo, na sequênciaPor exemplo, na sequência (1;4;9;16;25;36;...)(1;4;9;16;25;36;...) aa = 1,= 1, a =a = 4,4, aa == 9, a9, a = 16 e assim por= 16 e assim por 1 2 3 41 2 3 4 diante.diante.
  9. 9. Três termos consecutivos de umaTrês termos consecutivos de uma sequência qualquer podem sersequência qualquer podem ser representados porrepresentados por a ; a ; aa ; a ; a n-1n-1 nn n+1n+1 Dizemos também que:Dizemos também que: aa é o antecessor deé o antecessor de aa n-1n-1 nn aa é o sucessor deé o sucessor de aa n+1n+1 nn
  10. 10. Assim, na sequênciaAssim, na sequência (1;4;9;16;25;36;...)(1;4;9;16;25;36;...) 9 é o9 é o antecessorantecessor de 16 e 25 é ode 16 e 25 é o sucessorsucessor de 16.de 16. Determinação de uma sucessão:Determinação de uma sucessão: As sucessões são dadas, em sua maioria,As sucessões são dadas, em sua maioria, por meio de uma regra chamadapor meio de uma regra chamada lei delei de formaçãoformação e que nos permite calculare que nos permite calcular qualquer termo da sucessão.qualquer termo da sucessão.
  11. 11. Exemplos:Exemplos: Escrever a sucessão em queEscrever a sucessão em que a = 2.na = 2.n ee nn nn ЄЄ {1,2,3,4}{1,2,3,4} Solução:Solução: aa= 2.1= 2.1 =2;=2;aa= 2.2=4;= 2.2=4;aa== 2.3=6;2.3=6;aa= 2.4= 8= 2.4= 8 1 2 3 41 2 3 4 A sucessão procurada é:A sucessão procurada é: ( 2;4;6;8)( 2;4;6;8)
  12. 12. Progressões aritméticas:Progressões aritméticas: Chama-se progressão aritmética (P.A)Chama-se progressão aritmética (P.A) toda sequência numérica em que cadatoda sequência numérica em que cada termo, a partir do segundo, é igual à somatermo, a partir do segundo, é igual à soma de seu antecessor com um númerode seu antecessor com um número constante r.constante r. a = a + r (n ≥ 2)a = a + r (n ≥ 2) n n-1n n-1 A constante r é a razão da P.AA constante r é a razão da P.A
  13. 13. Vejamos estes exemplos:Vejamos estes exemplos: a) (2 ; 6 ; 10 ; 14 ; 18;...) P.A de razão 4a) (2 ; 6 ; 10 ; 14 ; 18;...) P.A de razão 4 +4 +4 +4 +4+4 +4 +4 +4 b) (5 ; 2 ; -1 ; -4 ; -7 ; ...) P.A de razão -3b) (5 ; 2 ; -1 ; -4 ; -7 ; ...) P.A de razão -3 -3 -3 -3 -3-3 -3 -3 -3 c) (6 ; 6; 6; 6; 6; 6 ;...) P.A de razão 0c) (6 ; 6; 6; 6; 6; 6 ;...) P.A de razão 0
  14. 14. Observações!!!!Observações!!!! Uma p.a pode ser definida como umaUma p.a pode ser definida como uma sequência em que a diferença entre cadasequência em que a diferença entre cada termo e seu antecessor é constante. Istotermo e seu antecessor é constante. Isto é,é, a = a + r a – a = r (n ≥ 2)a = a + r a – a = r (n ≥ 2) n n-1 n n-1n n-1 n n-1
  15. 15. Por exemplo, na p.aPor exemplo, na p.a (2; 9; 16; 23; 30...) de razão 7(2; 9; 16; 23; 30...) de razão 7 tem-se:tem-se: aa -- aa = 9 - 2= 9 - 2 aa –– aa = 7= 7 2 1 2 12 1 2 1 aa -- aa = 16 - 9= 16 - 9 aa –– aa = 7= 7 3 2 3 23 2 3 2 aa -- aa = 23 -19= 23 -19 aa –– aa = 7= 7 4 3 4 34 3 4 3
  16. 16. Uma p.a de razão r é dita:Uma p.a de razão r é dita: Crescente , se r › 0Crescente , se r › 0 ex.:ex.: (2 ; 6 ; 10 ; 14 ; 18;...)(2 ; 6 ; 10 ; 14 ; 18;...) p.a de razão 4p.a de razão 4 Decrescente, se r‹0Decrescente, se r‹0 ex.: (5 ; 2 ; -1 ; -4 ; -7 ; ...)ex.: (5 ; 2 ; -1 ; -4 ; -7 ; ...) p.a de razão -3p.a de razão -3 Constante, se r=0Constante, se r=0 ex.: (6 ; 6; 6; 6; 6; 6 ;...)ex.: (6 ; 6; 6; 6; 6; 6 ;...)
  17. 17. Termo geral de uma p.aTermo geral de uma p.a O termo geral de uma p.a é dado pelaO termo geral de uma p.a é dado pela fórmula:fórmula: a = a + (n-1) . ra = a + (n-1) . r n 1n 1 Sua tradução para a linguagem comum é aSua tradução para a linguagem comum é a seguinte:seguinte: ““ Para obter o enésimo termo de uma p.a,Para obter o enésimo termo de uma p.a, basta somar n-1 vezes à razão aobasta somar n-1 vezes à razão ao primeiro termo. “primeiro termo. “
  18. 18. Por exemplo, para determinar o 10° termoPor exemplo, para determinar o 10° termo de uma p.a basta somar 9 vezes a razãode uma p.a basta somar 9 vezes a razão ao 1° termo. Logo, na p.a,ao 1° termo. Logo, na p.a, (1;4;7;10;13;16;19;...) p.a de razão 3(1;4;7;10;13;16;19;...) p.a de razão 3 Temos:Temos: aa == a + 9r aa + 9r a == 1 + 9. 31 + 9. 3 .: a.: a=28=28 10 1 1010 1 10 1010 Da mesma forma que ,Da mesma forma que , aa == a +50r aa +50r a = 1 + 50.3 .:= 1 + 50.3 .: aa= 151= 151 51 1 5151 1 51 5151
  19. 19. Termos equidistantes de uma p.aTermos equidistantes de uma p.a Numa sequência finita o primeiro e oNuma sequência finita o primeiro e o último termo são chamados extremos.Porúltimo termo são chamados extremos.Por exemplo,1 e 15 são os extremos da p.a,exemplo,1 e 15 são os extremos da p.a, (1;3;5;7;9;11;13;15)(1;3;5;7;9;11;13;15) Dizemos que dois termos são de umaDizemos que dois termos são de uma sequência são equidistantes dossequência são equidistantes dos extremos se o número de termos queextremos se o número de termos que antecede um é igual ao número de termosantecede um é igual ao número de termos que sucedem o outro.que sucedem o outro.
  20. 20. Então , na p.a do exemplo dado, temos:Então , na p.a do exemplo dado, temos: (1;3;5;7;9;11;13;15)(1;3;5;7;9;11;13;15) Onde os pares de termos 3 e 13, 5 e 11, 7Onde os pares de termos 3 e 13, 5 e 11, 7 e 9 são equidistantes dos extremos.e 9 são equidistantes dos extremos. Propriedade:Propriedade: Numa p.a finita, a soma de quaisquer dois termos equidistantes dos extremos é igual a soma dos extremos.
  21. 21. Utilizando ainda o exemplo dado temos :Utilizando ainda o exemplo dado temos : (1;3;5;7;9;11;13;15)(1;3;5;7;9;11;13;15) Onde:Onde: 1 e 15 são os extremos, sua soma é dada1 e 15 são os extremos, sua soma é dada por: 1+15= 16. A partir daí temos,por: 1+15= 16. A partir daí temos, 3 e 13 , 5 e 11 ,7 e 9 são termos3 e 13 , 5 e 11 ,7 e 9 são termos equidistantes desta p.a.Sua soma é dadaequidistantes desta p.a.Sua soma é dada por:por: 3+13 = 5+11 = 7+9 = 1+15 =16.3+13 = 5+11 = 7+9 = 1+15 =16.
  22. 22. Soma dos termos de uma p.a finitaSoma dos termos de uma p.a finita A soma dos n primeiros termos de umaA soma dos n primeiros termos de uma p.a finita é dada pela fórmula:p.a finita é dada pela fórmula: s = (a + a). ns = (a + a). n n 1 nn 1 n 22 Por exemplo:Por exemplo: Calcular a soma dos 15 primeiros termosCalcular a soma dos 15 primeiros termos de uma p.a onde,de uma p.a onde, aa = 12 e= 12 e rr= 3= 3 11
  23. 23. Solução:Solução: Antes de calcular a soma temos de acharAntes de calcular a soma temos de achar aa .. 1515 aa = 12 + 14.3 .:= 12 + 14.3 .: aa =56=56 15 1515 15 Daí a soma dos 15 termos da p.a éDaí a soma dos 15 termos da p.a é s = (12 + 56) . 15 /2 .:= (12 + 56) . 15 /2 .: ss =510=510 1515 1515
  24. 24. Exercícios:Exercícios: 1-Determine o 21°, 73° e 139° termos da1-Determine o 21°, 73° e 139° termos da p.a (-17,-11;-5;...)p.a (-17,-11;-5;...) 2-calcule o primeiro termo de uma p.a , nos2-calcule o primeiro termo de uma p.a , nos seguintes casos:seguintes casos: a) a= 92 e r=3 b) a= 81 e r = -4a) a= 92 e r=3 b) a= 81 e r = -4 34 8134 81 3-Quantos termos possui a seguinte p.a?3-Quantos termos possui a seguinte p.a? (-19;-15;...;205)(-19;-15;...;205)
  25. 25. 4- Seja uma p.a em que a =-10 e r = 5.4- Seja uma p.a em que a =-10 e r = 5. 11 Calcule s e s.Calcule s e s. 10 2010 20 5-Calcule a soma dos 30 primeiros termos5-Calcule a soma dos 30 primeiros termos da p.a: (52;48;44;...)da p.a: (52;48;44;...)
  26. 26. Bibliografia:Bibliografia: Matemática 2- 2° grauMatemática 2- 2° grau José Ruy GiovanniJosé Ruy Giovanni José Roberto BonjornoJosé Roberto Bonjorno Matemática – 2° grau – Volume únicoMatemática – 2° grau – Volume único Manoel Jairo BezerraManoel Jairo Bezerra José Carlos PutnokiJosé Carlos Putnoki
  27. 27. Novas Tecnologias no Ensino daNovas Tecnologias no Ensino da MatemáticaMatemática Pólo SaquaremaPólo Saquarema Informática Educativa IIInformática Educativa II Maria Angélica Barbosa de SouzaMaria Angélica Barbosa de Souza

×