Guia importacao registos

402 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
402
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia importacao registos

  1. 1. BIBLIOTECA Rui LúcioDezembro de 2007 1
  2. 2. 1. IMPORTAÇÃO DE REGISTOSO , sistema utilizado pela ! " " # $ % $& permite importar os registos bibliográficos, em formato Marc, a partir de diversos catálogos existentes na Web, por exemplo: sistemasAleph, ISIS, Innopac, Biblioteca do Congresso (EUA) com conversão deMARC21 para UNIMARC. Para além destes, podemos importar registos docatálogo da Biblioteca Nacional (Portugal).1 - Escolher o catálogo necessário para a importação do registo, acessívelatravés da Internet2 - Pesquisar no catálogo seleccionado de forma a encontrar/identificar oregisto pretendidoFigura 1 - Pesquisa pelo título no catálogo da Biblioteca do Congresso 2
  3. 3. Figura 2 - Resultado da pesquisa3 - Visualizar o registo no formato MARC. Para isto, dependendo do catálogoter-se-á de tomar uma acção: no caso do catálogo da Biblioteca do Congresso,seleccionar o modo de visualizar o registo em MARC; no caso do catálogo daBiblioteca Nacional ter-se-á de seleccionar o número que antecede o registo;no catálogo da Universidade do Minho, tem de se alterar o último número doendereço electrónico do registo de 2 para 1, etc., conforme o catálogo. 3
  4. 4. Figura 3 - Registo bibliográfico em formato Marc4 - Seleccione e copie o texto – Copy/Paste5 - Abra o Bibliobase no Módulo de Catalogação e Pesquisa, seleccione omenu “Editar” e faça “Colar Especial (Registo MARC) Ctrl+C6 - Se a origem do registo for um catálogo que não use o UNIMARC e sim oMARC21, como é o caso do da Biblioteca do Congresso americano, antes de oguardar deve fazer a conversão na opção disponível.7 - Depois do registo visualizado em modo de edição, faça as correcções decampos, acrescentando os campos do UNIMARC local e apagando os camposque não se aplicam ao nosso catálogo. Para isso pode usar o sinal de +amarelo (adicionar campos) ou a X encarnada (apagar campos). Depois deguardado o registo poderá fazer todas as alterações que entender no modo deedição de registos no catálogo. 4
  5. 5. Figura 4 – Conversão do registo para formato UnimarcExemplos de campos a editar:Campos obrigatórios para monografias impressas, segundo as DirectivasTécnicas PORBASE (Informação Técnica n.º 2/2006):100 $a No sub campo alterar para 1 (Código de registo modificado)101 $a102 $a200 $a210 $a $c $d215 $a675 $a7XX801 $a $b $g $ ( # – Criar um novo campo 801 e alterar o indicador de função para (2) Agência modificadora. $ " #$ " (ex. Bib. Congresso) - alterar o indicador de função para (2) Agência modificadora937 Alterar para 1 (Registo Modificado)966 $l $s 5
  6. 6. Utilização do campo 856 $u, $z, relevante para mais informação sobre apublicação, de uso facultativo.8 - Seleccione o ícone disponível e grave o registo.9 – Registo final.Figura 5 – Visualização do registo finalObs: Para importar vários registos ao mesmo tempo consulte “Dicas &Truques“ da BIBLIOSOFT publicado em:) !*+ , , - +, .- + / + ! " 0 ! ) 0 !0 / 112- / )Nota:Nota:Alguns OPACs disponíveis com visualização em formatoMARC- Biblioteca do Congresso http://catalog.loc.gov/- Biblioteca Nacional (Portugal) http://sirius.bn.pt/sirius/sirius.exe- Biblioteca da Universidade de Aveiro http://naleph.doc.ua.pt- Biblioteca da Universidade de Coimbra http://webopac.sib.uc.pt 6
  7. 7. - Biblioteca da Universidade do Porto http://sigarra.up.pt/up/web_base.gera_pagina?p_pagina=1831- Biblioteca da Universidade do Minhohttp://aleph.sdum.uminho.pt/F/ML2HXNJ3J8BMGKFX9BGU6XYTRFLQ6YAH6DNJ6T5TLACVTHQ2HH-40432?func=file&file_name=find-bObs: Biblioteca da Universidade do Minho – para visualizar o registo emUNIMARC deve alterar o endereço URL de 113 ! " 114 7

×