Sociedade de Mediação
         Imobiliária, Lda           Ano XXI
         Licença n.º 1736 - AMI     N.º 669
  Av. 25 de ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
  10


     Pampilhosa                                                                ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
                                                                                      ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
  12


   Alunos da Escola Secundária da Mealhada

   Visitas de estudo ao Jornal da M...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
                                                                                      ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
  14


   Biblioteca Municipal da Mealhada                                            ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
                                                                                      ...
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
  16

                         Nacional — 2.ª Divisão — série C                       ...
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007

3.810 visualizações

Publicada em

Versão integral da edição n.º 669 do semanário “Jornal da Mealhada”, que se publica na Mealhada, distrito de Aveiro, Portugal. Director: Nuno Castela Canilho. 05.12.2007.
Visite o site do “Jornal da Mealhada”, em http://www.jornaldamealhada.com

Não se esqueça de que pode ver o documento em ecrã inteiro, bastando para tal clicar na opção “full” que se encontra no canto inferior direito do ecrã onde visualiza os slides.
Também pode descarregar o documento original. Deve clicar em “Download file”. É necessário que se registe primeiro no slideshare. O registo é gratuito.

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.810
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal da Mealhada - n.º 669 – 05.12.2007

  1. 1. Sociedade de Mediação Imobiliária, Lda Ano XXI Licença n.º 1736 - AMI N.º 669 Av. 25 de Abril n.º 7 Preço: 0,60 euros 3050-334 Mealhada www. .com 966 047 177 964 206 118 231 202 387 Director: Nuno Castela Canilho Fax: 231 205 666 Director-adjunto: Afonso Simões Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 Câmara da Mealhada amealha? Acessibilidades na Mealhada IC2, IP3, IC12 e nova auto-estrada juntos Estão no mesmo percurso? 10 milhões Página 2 Exigida a demissão do director de euros do Centro de Saúde no banco, Delfim Martins diz Breda Marques. espera solução em Janeiro Não sabe fazer contas, Página 8 Torneio em Águeda diz Cabral Página 3 Nadadores do GDM Poluição na Alcides Branco conquistam cinco primeiros lugares Carta seguiu para a CCDRC, Página 19 mas nem todos assinaram Página 3 www.rcpfm.com Restaurante quot;O Leitãozinhoquot; [você tem tudo debaixo de olho?] Santa Luzia Leitão à Bairrada, Cabrito grelhado ou assado e mariscos Temos preços especiais para casamentos, baptizados, e comunhões, grupos e empresas. www.alperce.com Serviços Web visit Para a época natalícia temos ementas e preços especiais para empresas Venha saborear este especial prato de e grupos. Antes de fazer a sua festa não se esqueça de nos Festival de Marisco contactar pelo telefone e fax 239 918 110 ou telem. 938 737 849
  2. 2. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 10 Pampilhosa Vacariça Dia Mundial do Não Fumador Feita candidatura para novo edifício da Casa do Povo O s sócios da Casa do Povo da Vacariça, reuniram na noite de 29 de Novembro, quinta-feira, em assembleia-geral pcom vista à discussão de alguns assuntos pendentes, entre os quais o orçamento da instituição para o próximo ano e que rondará os 219 269 mil euros. No início de Janeiro começarão as obras na cozinha do edificio da Casa do Povo , prioritárias para os responsáveis pela IPSS. Esta obra custará cerca de trinta mil euros, segundo nos informou António Lopes, presidente da direcção da Casa do Povo da Vacariça. Na reunião de quinta-feira foi ainda abordada a possibilidade de candidatura a um projecto governamental do sistema PARES. “Gostaríamos de ver construído, nos terrenos da Casa do Povo, um edifício destinado ao acolhimento de pessoas com deficiência, mas para funcionamento das nossas valências de ATL e Centro de Dia. A actual Casa do Povo funcionaria ficaria como museu, no rés-do-chão. Na parte superior funcionaria um lar para idosos. O prédio jamais seria demolido apesar de o edifício estar muito degradado. Este projecto já foi entregue e a resposta só chegará no próximo ano”, disse António Lopes. António Lopes também afirmou: “Sentimo-nos tristes com o abandono a que fomos votados por parte de alguns sócios da Casa do Povo da Vacariça”. RSG Célia Oliveira O Serviço Social do Agrupamento de Escolas de Pampilhosa, no âmbito do Dia Mundial do Não Fumador, 17 de Novembro, apresentou em powerpoint, na biblioteca da escola, Vacariça vai geminar-se nos dias 15, 16 e 19 de Novembro uma acção de sensibilização no sentido da prevenção/ alerta dos alunos para os perigos do consumo directo e indirecto do tabaco. com a vila francesa de Cherbignac As turmas deslocaram-se à biblioteca acompanhadas dos seus professores de Formação Cívica ou Estudo Acompanhado, segundo calendarização previamente definida. R euniu na noite de 29 de Novembro, na A proposta de José Machado Lopes, do Os alunos foram convidados a preencher um inquérito sobre a sua experiência sede da Junta de Freguesia, a GEDEPA, da Pampilhosa, para geminação da relativamente ao consumo de tabaco, sobre o qual, oportunamente, será apresentado um Assembleia de Freguesia da Vacariça, freguesia da Vacariça com a vila francesa relatório. Foram distribuídos marcadores de livro com mensagens alusivas à temática. presidida por Mário Pinheiro Pimenta. A Cherbignac, com cerca de 1200 habitantes, Aderiram também à iniciativa algumas escolas do primeiro ciclo do agrupamento. lista de actividades realizadas pela Junta foi também assunto analisado. “O Luso e a Salienta-se que o convite foi alargado aos pais, pelo que, esteve presente o presidente de Freguesia durante os meses de Pampilhosa também têm geminações. A da Associação de Pais como representante dos mesmos. Setembro, Outubro e Novembro foi o freguesia do Luso não me parece que tenha O tabagismo constitui um problema social, colocando a família e a escola perante principal assunto disctido e apresentada tirado vantagens, ou desvantagens, com a novos desafios, que exigem destes agentes de socialização um vasto conjunto de por José Rosa, presidente da Junta de geminação, mas já a vila da Pampilhosa teve Freguesia, aos membros da assembleia. as suas vantagens, uma vez que os jovens competências. Assim, torna-se necessário mobilizar esforços entre os diferentes Do rol de actividades da Junta de tem intercâmbios com a vila francesa”, disse educadores - pais, professores, psicólogos, assistentes sociais, auxiliares e comunidade Freguesia, descrito na reunião, José Rosa José Rosa, que prosseguiu: “Há verbas geral - dentro e fora da escola, no sentido de uma melhor informação/sensibilização destacou a colocação, em várias povoações destinadas a apoiar esta geminação. Não sobre esta problemática, tendo por objectivo a prevenção desta toxicodependência. da freguesia, de placas de toponímica, sei se terá vantagens ou desvantagens para Nesta linha de pensamento, o serviço social do agrupamento pretende elaborar uma assim como a colocação de bancos de jardim a freguesia, mas com certeza, terá algumas pequena abordagem histórica da origem do tabaco, bem como explanar algumas e de mobiliário para jardim infantil, a vantagens. Acho que isto será um trabalho consequências nocivas a nível individual, social e ambiental do consumo directo e limpeza de valetas e sua cimentação, e a interessante, que poderá trazer frutos”. indirecto desta substância psicoactiva. construção de resguardos para eco–pontos Nelson Fernandes, membro da e contentores de lixo. Segundo informou o assembleia de freguesia, eleito pelo PSD, presidente da Junta de Freguesia, a perguntou se o projecto de recuperação da autarquia continua a assegurar o Charca de Santa Cristina estaria para breve XI Feira do Livro transporte, diário, na sua carrinha, dos ao que o presidente respondeu: “O projecto alunos residentes em Santa Cristina, Quinta ainda está em mãos pois perderam-se de Valongo e Pego para as escolas do documentos, e por isso, está atrasado, mas Travasso e da Vacariça. Outra informação deve estar quase em fase de entrega”. José já está a decorrer dada na reunião foi a de que a sala da sede da junta tinha sido cedida para a realização de cursos do programa governamental Rosa também foi questionado sobre a construção de uma nova extensão de saúde na Vacariça que deveria, segundo disseram Novas Oportunidades. estar pronta em 2005 e até hoje nem projecto A Juventude Operária Católica (JOC), a Liga Operária Católica (LOC) e o Movimento Na reunião foi ainda referido que a existe. Opresidente da junta declarou: “Ainda do Apostolado de Adolescentes e Crianças (MAAC) da Pampilhosa vão realizar a XI proprietária do terreno, onde está prevista tentei acompanhar o projecto, mas entretanto Feira do Livro. O primeiro dia foi no domingo, 2 de Dezembro. Volta a realizar-se no a construção da Casa Mortuária da Vacariça, não se soube mais nada desde 2002, altura dia 8 de Dezembro, sábado, junto à Igreja Paroquial e no domingo na sede dos escuteiros. doou o terreno à Junta de Freguesia, assim em que participei numa reunião em Aveiro. No dia 15 de Dezembro a feira do Livro estará no Mercado da Pampilhosa, das 9h às 13 como foi esclarecido que a Câmara Este projecto não foi inscrito no PIDDAC. horas. Municipal da Mealhada atribuiu 25 mil Escrevemos uma carta à Sub-Região de Saúde “À semelhança de anos anteriores, esta iniciativa pretende sugerir a opção pelo livro euros para a construção da Casa Mortuária. de Aveiro para saber como estava o projecto, A Junta de Freguesia já entregou, na Câmara, que parece nem sequer ter nascido. Não nos como uma boa prenda de Natal, dada a época que se avizinha, proporcionando a toda a o projecto, apesar de ainda não ter sido compete a nós fazer esse edificio, só fazemos população da Pampilhosa o acesso mais fácil, e a um preço acessível, ao livro. Contará pedido um orçamento para a sua o que a lei nos permite”. com grande diversidade de livros do género infanto-juvenil, e depois, entre os livros construção. José Rosa afirmou: quot;Não Segundo o presidente da Junta até ao destinados a adultos, para além dos livros de ficção, contaremos também com outros em estamos a pensar pedir, para já, nenhum final do próximo ano, todas as ruas da áreas tão diversas como a religião, a poesia, a saúde, a educação, a psicologia, o desporto orçamento. Só faremos a obra quando freguesia terão nome, assim como todas as ou os tempos livres”, dizem os organizadores do evento. consideramos que temos dinheiro para a casas terão número de polícia. Garantido Este ano a Feira do Livro terá algumas novidades, sendo a primeira a de incluir livros obra, que deve rondar os 60 mil euros. Os está, també, para o próximo ano o arranjo recomendados pelo Plano Nacional de Leitura, particularmente indicados para o público custos das obras esticam sempre, nunca do muro de suporte, na borda do rio, na infanto-juvenil pela sua importância e contributo para aumentar o gosto pela leitura. A encolhem. Alguns materiais para a obra e a Vacariça, com o apoio da Câmara Municipal mão-de-obra talvez sejam gratuitos”. Em da Mealhada, e a execução do projecto para segunda novidade é o facto de estar inserida, durante o domingo, 9 de Dezembro, numa relação à aprovação do projecto da referida ao arranjo urbanistico no centro da povoação mostra de artesanato e feira do livro, denominada I Gota de Água, uma iniciativa do casa, o presidente da Junta de Freguesia do Pego, também com o apoio da Câmara Grupo de Pioneiros 34, do Agrupamento de Escuteiros da Pampilhosa que decorrerá na da Vacariça disse: “O projecto ainda não foi Municipal da Mealhada, bem como a sede dos escuteiros, que com esta iniciativa pretendem criar uma relação mais sólida aprovado, pois são necessárias três casas- pavimentação do recinto da feira do com a comunidade realizando actividades culturais onde todos são chamados a participar. de-banho e o projecto inicial só tinha duas”. Travasso. Rosa Santos Gonçalves MSL
  3. 3. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 11 Lameira de S. Pedro Luso Festa em honra Junta Freguesia apresentou site de N.ª Sr.ª da Conceição A Junta de Freguesia do Luso lançou, no Gran- Em honra da Nossa Senhora da Conceição, vai realizar- de Hotel do Luso, na se no próximo sábado, 8 de Dezembro, na Lameira de S. noite de sexta-feira, 30 de Pedro, um baile com o conjunto “Nova Dimensão”, a partir Novembro, a nova página das 21horas no largo das festas. na Internet, da autarquia, que ficou online cerca das 22 horas. A página está Travasso acessível em www.jfluso.pt. Jorge Carvalho, secre- tário da Junta de Freguesia Festa da padroeira de Luso, afirmou: “Inves- timos neste projecto, não apenas para correr atrás de uma moda, mas porque N o próximo fim-de- semana, dias 7,8 e 9 de Dezembro realiza-se, no achamos que, nos dias de hoje, este pode ser um Jorge Carvalho, (à esquerda) secretário da Junta de Freguesia de Luso, na apresentação do novo site Travasso, a festa em honra excelente meio de abertura A página está especial- sia poderão, ainda, e estão presentes no site. da Nossa Senhora da da Junta à população. mente destinada ao serviço através da Internet, pedir Jorge Carvalho declarou: Conceição, padroeira do Desejamos pôr à disposição a todos os cidadãos, resi- certificados. “Em breve, será aberto um lugar, organizado pela um espaço de comunicação dentes na freguesia de Luso, Nesta nova página os espaço de Internet na Junta Comissão da Capela. e de interacção com todos, aos turistas e a todos os que comerciantes locais pode- de Freguesia, possível graças No primeiro e no último visitado, e que tenha re- estejam interessados em a rão colocar o link da sua à colaboração da Câmara dia os gaiteiros vão conhecido interesse infor- visitar. Encontrarão, na empresa assim como usu- Municipal da Mealhada”. percorrer as ruas do mativo, permanentemente página, informação sobre o fruir das informações que RSG Travasso. No dia 8, dia da actual, com conteúdos que podem visitar. Infor- solenidade da padroeira, interessantes e oferecendo mações institucionais como pelas 8 horas haverá uma salva de vinte um tiros e às facilidades de diálogo com a Junta de Freguesia. Dese- a da constituição do exe- cutivo da Junta, da Venda de Natal 15 horas haverá missa, jamos, também, que se torne assembleia de freguesia, um instrumento dinâmico a dados sobre a população, Vai realizar-se, no próximo sábado, dia 8 de seguida de procissão, acompanhada pela Filarmónica Pampilhosense. beneficiar sistematicamente sobre a história da fre- Dezembro, no Centro Paroquial de Luso, uma O Rancho da Vimieira actuará por voltas das 18 horas, dos contributos de todos, guesia, oportunidades, Venda de Natal com doçaria, pão, têxtil e em frente à Capela ou no Centro Recreativo, Cultural e sempre em processo de destaques, notícias e even- produtos agrícolas, promovida pela Associação de Desportivo do Travasso, dependendo do estado do tempo. melhoria e enriquecimento tos, pontos de interesse, Jovens Cristãos de Luso. Esta iniciativa decorrerá No domingo, 9 de Dezembro, actuará a banda Big Band assim como de promoção da como monumentos, aloja- na parte da manhã entre as 10 h e as 13horas, e, – Orquestra Ligeira, da Filarmónica Pampilhosense, a partir imagem da freguesia do mento e restauração. da parte da tarde, entre as 14h 30m e as 19h 30m. das 16 horas. Luso no exterior”. Os cidadãos da fregue- Quinta do Valongo Lameira de S. Geraldo Presépio para dar as Reconstruído o chafariz Boas Festas a quem passa e alterada a entrada da capela A comissão de festas do N.º Senhor da Vida, na Quinta de Valongo, inaugurou na passada sexta-feira. 30 de Novembro, um presépio para evocar a época festiva natalicia que se aproxima. “Quisemos embelezar a nossa terra. Todos os que inauguração, à meia-noite, Todas as imagens do passam pela Quinta de houve até fogo-de-artifício. presépio foram feitas pelos Valongo têm de passar nesta A capela foi iluminada e membros da comissão de rotunda, por isso todos houve uma castanhada festas, que disseram: “Só vêem o nosso trabalho, este para os habitantes trocarem queremos que o nosso é um sítio estratégico. ideias sobre este feito. “Os trabalho seja preservado e Queremos mostrar que a habitantes ajudaram em que, no próximo ano, que Quinta de Valongo está tudo o que era necessário, volte a ser feito, e talvez até A Junta de Freguesia da vacariça e a Comissão da Capela da Lameira de São Geraldo viva”, afirmaram os mor- associaram-se à nossa em melhores condições. Este reconstruiram, recentemente, no largo da localidade o chafariz que havia sido domos e promotores da ideia, e o presidente da Junta é um presente para a demolido aquando do alargamento da estrada. A parceria entre Junta e Comissão iniciativa. de Freguesia da Vacariça população”. da Capela resultou, também, na remodelação da entrada da capela, que fica em frente ao Esta é a primeira vez que cedeu este espaço para Nos dias 21, 22, 23, 24 e chafariz. um presépio assim é feito mostramos o nosso 25 de Dezembro realizar-se- Durante a próxima semana será feita uma calçada no espaço do largo, e, no próximo nesta aldeia da freguesia da trabalho”, disseram os á, na Quinta do Valonfo, a ano, serão plantadas árvores e colocados alguns bancos de jardim. “Vamos criar aqui Vacariça e a inauguração foi responsáveis da comissão festa do padroeiro, N.º uma zona de lazer para a população da Lameira de S. Geraldo”, disse ao Jornal da Mealhada feita a preceito. Na de festas. Senhor da Vida. RSG José Rosa, presidente da Junta de Freguesia da Vacariça. RSG
  4. 4. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 12 Alunos da Escola Secundária da Mealhada Visitas de estudo ao Jornal da Mealhada N os dias 25 de Outubro e 2 de Novembro, duas turmas do oitavo ano da Escola Secundária da Mealhada visitaram a redacção do Jornal da Mealhada. Quiseram conhecer todo o processo de escrita, paginação e edição do jornal. À saída deixaram o compromisso de nos enviar, para publicação, um texto jornalístico sobre a visita. Jovens jornalistas? A turma B do 8º ano da Escola Secundária da Mealhada realizou uma visita de estudo ao Jornal da Mealhada, no passado dia 25 de Outubro, quinta-feira. Os alunos reuniram-se no átrio da escola pelas 10h05, contudo uma colega compareceu lesionada não podendo fazer a caminhada, pelo que foi fulcral a ajuda do presidente do Conselho Executivo para resolver a situação e possibilitar a sua ida à visita de estudo. Quando chegámos à redacção do jornal, acompanhados pela professora de Língua Portuguesa, fomos recebidos pelo director adjunto, Afonso Simões, que nos apresentou Isabel Canilho, responsável pela composição e paginação, e a jornalista estagiária Rosa Santos Gonçalves. Após alguns esclarecimentos Isabel Canilho sentou-se ao computador, e explicou, exemplificando, como se faz o jornal e foi ainda respondendo às questões dos alunos, conjuntamente com o responsável pela parte desportiva, Afonso Simões, enquanto a estagiária Rosa ia tirando algumas fotografias. Depois de devidamente esclarecidos os visitantes foram conduzidos à sala de reuniões, onde se encontra o arquivo do jornal. Lá encontraram exemplares de todos os números publicados, estando os mais antigos já encadernados em livro. Depois desta visita guiada regressaram à escola com novos conhecimentos. O Jornal da Mealhada visto por dentro Os alunos do 8º A da Escola Secundária da Mealhada visitaram o “Jornal da Mealhada”, no passado dia 2 de Novembro. Esta visita de estudo foi efectuada no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, a propósito do estudo do texto jornalístico, pelo que os alunos foram acompanhados pela professora Hélia Marques. Saíram da escola às 9h 30m e dirigiram-se, a pé, até à redacção do Jornal da Mealhada, onde chegaram vinte minutos depois. Lá esperava-os o Afonso Simões, director adjunto do Jornal da Mealhada e o responsável pela parte desportiva, bem como a Isabel Canilho, responsável pela composição e paginação, e as jornalistas estagiárias Rosa Santos Gonçalves e Mónica Sofia Lopes. Isabel Canilho explicou como se obtem a informação para a publicação no jornal, como a tratam e como a colocam no jornal, exemplificando no computador, e desafiando os alunos a também participar, activamente, como colaboradores, enviando notícias e outros textos para o jornal. Depois de devidamente esclarecidos fomos encaminhados para uma sala contígua onde nos foi mostrado o arquivo do jornal e onde tivemos a oportunidade de ver as diferentes edições do jornal, desde a primeira até à última. Afonso Simões, como responsável pela parte desportiva, já conhecia alguns dos jovens e mostrou, a todos, algumas fotografias deles e as respectivas notícias já publicadas. Às 11h 30m os alunos regressaram à Escola tendo a certeza de que enriqueceram os seus conhecimentos e as suas relações interpessoais. Foto Rei Rua Dr. José Cerveira Lebre, 81 Telf: 231 202 189 Mealhada
  5. 5. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 13 Lisboa - Dakar 2008 Aventura 21 apoia dois pilotos da Bairrada na viagem N a edição passada do Jornal da Mealhada pilotos para verem o parque de assistência do Dakar. noticiámos a ida de quatro amigos, ligados à Também neste local, a Aventura 21 tem previsto um Mealhada, no próximo dia 5 de Janeiro de 2008, acampamento; no dia 8 de Janeiro, chegam a Ourzazate e até ao Dakar, mais concretamente ao Senegal, nas margens no dia seguinte alcançarão Casablanca para um dia de do Lago Rosa. Da Bairrada também a empresa de descanso; no dia 10 de Janeiro, regressam a Tânger e no dia organização de eventos, Aventura 21, vai fazer parte da seguinte partem para Lisboa. expedição a Marrocos para acompanhar as primeiras Sobre os pontos altos desta expedição, Pedro Pega etapas do Lisboa-Dakar 2008. “O Grupo Filarte patrocina garante: “Sem dúvida que os pontos altos da viagem serão dois pilotos da Bairrada, que são motards, João Rolo e os encontros com a caravana do Dakar. O facto de podermos Nuno Santos, que vão participar com duas motas nesta assistir às partidas e às chegadas dos concorrentes, e vê- viagem. Essa empresa proporcionou aos seus los passar nas etapas, em pleno continente africano, vai colaboradores uma expedição a Marrocos acompanhando ser um privilégio. Também vamos dormir uma noite no estes dois concorrentes. Como a Aventura 21 é sediada na deserto com aquele céu estrelado de África que será, de Bairrada, solicitaram-nos para fazer este trabalho”, certeza, uma experiência única”. explicou Pedro Pega, gerente da Aventura 21. A Sociedade da Água de Luso e o Grande Hotel do Luso Em relação à organização desta viagem, Pedro Pega são os principais apoios da Aventura 21. “De resto é a declarou: “A Aventura 21 organiza tudo desde os transportes, Filarte que se encarrega de todas as despesas”, disse Pedro passando pela alimentação até à estadia. A partir do Pega. momento que se sair de Lisboa tudo vai ficar a nosso cargo”. A Aventura 21 parte para uma viagem deste tipo, pela São cerca de cinquenta pessoas as que vão apoiar estes primeira vez, contudo, Pedro Pega assevera: “Sempre dois concorrentes nesta prova, sendo que Aventura 21 vai pensámos neste tipo de projectos, só que não tínhamos levar oito membros, usando quatro jipes para acompanhar suporte financeiro para os realizar. Agora temos o objectivo a viagem. O percurso até ao Casablanca será o seguinte: no participantes e acompanhantes vão jantar e dormir; no de realizar isto muito mais vezes. Este ano esperemos que dia 4 de Janeiro, sexta-feira, em Lisboa, irá realizar-se as dia 6 de Janeiro, decorre a etapa de Portimão até Tânger; tudo corra como estamos a planear porque, depois, outras verificação técnica das viaturas; no dia seguinte dá-se a no dia 7 seguem para Merzuga, onde decorre uma prova oportunidades se seguirão”. partida de Lisboa e a etapa parará em Portimão, onde os classificativa e os acompanhantes encontram-se com os Mónica Sofia Lopes ARMÉNIO E. S. BAPTISTA,Lda TRANSPORTES ALUGUER DE MÁQUINAS ALUGUER DE CONTENTORES| SURRIVAS Rua da Vacariça_ Reconco_3050-381 Mealhada 231 202 736 968 045 778 / 965 506 203 armeniobatista@hotmail.com 231 208 551
  6. 6. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 14 Biblioteca Municipal da Mealhada Peça traz actores conceituados à Mealhada Colóquio sobre “Abandono, solidão “A Mealhada está no roteiro do e maus tratos na terceira idade” melhor teatro português”, afirmou Celso Cleto N a sexta-feira, 7 de Dezembro, vai decorrer, no auditório da Biblioteca Municipal da Mealhada, um colóquio subordinado ao tema “Abandono, solidão e maus-tratos na terceira idade”, entre as 9h 30m e as 13 horas. A sessão é dirigida a profissionais das “Felizmente não é Natal!” foi a peça de teatro que esteve, no passado sábado, 1 de áreas da Saúde e das Ciências Sociais, e de Instituições Particulares de Solidariedade Dezembro, em exibição no palco do cineteatro Messias, na Mealhada. Lourdes Norberto, Social (IPSS) e à comunidade em geral. Maria Manuela, Álvaro Faria e Paula Lobo Antunes são os actores que contracenam nesta A iniciativa, levada a cabo pela Câmara Municipal da Mealhada, no âmbito do Ano peça, dirigida e encenada por Celso Cleto. Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos, conta com o apoio da Santa Casa da Trata-se de uma comédia do catalão Carles Alberola, que conta a história de duas Misericórdia da Mealhada, e procura sensibilizar para a existência de discriminação na viúvas, com personalidades diferentes, que vivem há anos abandonadas num lar de idosos. terceira idade, perceber o impacto psicológico dos maus tratos, abandono e solidão na Lourdes Norberto é Fernanda, a viúva irónica e mordaz, que bebe e fuma sem regras, que terceira idade, analisar a importância das instituições na vida do idoso e promover uma ignora os conselhos do médico e saboreia cada instante da vida. Já Maria Manuela é maior mobilização dessas, da família e da sociedade, no acompanhamento do idoso. Leonor, ansiosa e fantasista, aquela que constrói o seu próprio mundo, inventando O colóquio contará com a participação da assistente social, mestre em Geriatria e Gerontologia pela Universidade de Aveiro, Mónica Teixeira, que irá fazer uma abordagem sucessivas visitas do filho, que há muito tempo não vê. “Esta peça representa para mim a reflexiva sobre a solidão acompanhada, da técnica superior de Serviço Social, Rita Costa, visão triste dos idosos porque não é agradável sentirmos o tempo a passar e notar que que irá abordar a temática da institucionalização do idoso e, por último, da psicóloga, estamos menos aptos. É bom representar este texto e sentir o público mais velho menos especializada em psico-gerontologia, Carminda Braga Gomes, que falará sobre maus triste!”, disse Lourdes Norberto ao Jornal da Mealhada. tratos e negligência na terceira idade. O dia-a-dia destas duas mulheres é, apenas, pontuado pelas visitas ocasionais da As inscrições para o colóquio “Abandono, solidão e maus-tratos na terceira idade” enfermeira Salomé (Paula Lobo Antunes) e pelas visitas imaginárias do filho de Leonor, são gratuitas e podem ser efectuadas até quinta-feira, 6 de Dezembro, junto do Gabinete Alberto (Álvaro Faria). Porém, tudo irá mudar quando Alberto resolve mesmo aparecer, de Serviço Social da Câmara Municipal da Mealhada. MSL sete anos depois de uma dolorosa ausência. Um espectáculo que retrata, de uma forma bem-humorada, inteligente e mordaz, a velhice nos dias de hoje. “Esta peça de teatro é muito importante para duas faixas etárias: pais e filhos. É sempre um prazer trabalhar Exposição temporária no cineteatro Messias com duas grandes actrizes que ainda tornam a peça mais interessante”, elogiou Álvaro Faria. “O fascínio da imagem” “Esta peça mostra-nos o retrato da vida. É uma realidade muito actual. Já passou por todo o país e em Janeiro vai ser gravada em telefilme para a RTP. O objectivo é divertir o público e ao mesmo tempo ‘obrigá-lo’ a reflectir”, explicou Celso Cleto. Questionado em exposição até finais de Janeiro sobre a frequência com que traz peças de teatro ao cineteatro da Mealhada, o encenador afirmou: “A Mealhada tem um excelente teatro e um excelente público. Esta cidade está no roteiro do teatro português, tem tido muito mais exibições do que, propriamente, Coimbra, por exemplo. A minha intenção é continuar apresentar peças aqui. A administração camarária ajuda muito nisto e sentimos que eles gostam de teatro e isso é o mais importante”. Lourdes Norberto afirmou: “Estou muito contente por estar aqui. O teatro está muito bem equipado”. Maria Manuela acrescentou: “Já aqui vim diversas vezes a este teatro. Ainda sou dos primeiros tempos de existência deste espaço, antes de ter estado fechado alguns anos”. Sobre a situação do teatro em Portugal Celso Cleto concluiu: “O teatro é o reflexo duma sociedade e, neste momento, está como está o país, em crise! Esta é uma profissão fascinante que requer muito trabalho, mas que tem muita gente nova com talento. Claro que só atingem o estrelato, aqueles que nunca desistiram!” Mónica Sofia Lopes F oi aberta no sábado, e estará patente ao público até 31 de Janeiro de 2008, a segunda edição da exposição sobre cinema: quot;A Descoberta do Óscar II - O fascínio da Imagemquot;, no cineteatro Messias, na Mealhada. A Junta de Turismo de Luso – Buçaco, pela mão de Justino Melo, é a promotora da iniciativa que conta com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada. Na cerimónia esteve presente um conjunto alargado de personalidades da vida política, associativa e cultural do concelho da Mealhada. “O objectivo desta exposição é sensibilizar o público, sobretudo o público jovem, para a história da arte de fazer cinema. A imagem é uma marca do nosso tempo, aparentemente banal, porque faz parte do nosso quotidiano. Mas não nasceu do nada, é fruto de muita investigação e tem atrás de si alguns séculos de história”, explicou Justino Melo, vogal da Junta de Turismo de Luso-Buçaco. Na cerimónia de abertura Justino Melo falou da colaboração que teve na concretização desta exposição: “Tivemos a colaboração do Museu da Imagem em Movimento, de Leiria, e do cineclube de Avanca, com a cedência de algumas máquinas que aqui estão. João Oliveira e Ana David foram, também, dois elementos que me ajudaram bastante na organização desta mostra”. Depois de uma breve apresentação teórica a propósito do material exposto João Oliveira declarou: “Um filme é um todo de toda a gente. Tanto é importante o maquilhador como o actor”. Ana David, por sua vez, acrescentou: “O cinema fascina-nos porque nós também somos actores. Fazemos parte daquela imagem em movimento”. Da direita para a esquerda: Álvaro Faria, Manuela Maria, a repórter do Jornal Em explicação de como surgiu a ideia desta exposição, Justino Melo afirmou ao Jornal da da Mealhada, Mónica Sofia Lopes, e Lourdes Norberto. Foto de Rosa Santos Gonçalves. Mealhada: “Esta ideia partiu de mim, porque sendo eu um representante, na Mealhada, da Junta de Turismo de Luso – Buçaco, sinto-me na obrigação de organizar este tipo de actividades. Mas o que poderia eu fazer? Teria de falar de cinema, que é realmente aquilo que me fascina! A intenção principal foi ter contacto com as escolas e com os escuteiros do concelho porque julgo que lhes passa um bocado ao lado aquilo que vêm na televisão, todos os dias. Não fazem ideia FAÇA-SE ASSINANTE DO do trabalho que houve ao longo de todos estes anos para que pudesse haver televisão. Quero alertá-los que não é fácil e que há um trabalho exaustivo que merece ser compreendido. A partir JORNAL DA MEALHADA daqui poderão ver a imagem com outros olhos”. Junte a importância de 15 euros, por cheque ou vale dos CTT, para: As visitas de grupos, de escolas e de escuteiros do concelho vão acontecer de acordo com Apartado 30 - 3050 MEALHADA - tel e fax: 231 203 167 horários pré-estabelecidos. “Cada grupo está cerca duma hora. São vinte minutos de explicação e outros vinte de exibição dum filme que também já foi escolhido: ‘Suspeita’, de José Miguel Nome.............................................................................................................................................................................................................. Ribeiro. Quem vai estar a fazer esse trabalho pedagógico de cicerone e explicador é o professor João Oliveira”, concluiu Justino Melo. Morada............................................................................................................................................................................................................. Os interessados podem ver esta exposição até 31 de Janeiro de 2008, nos dias e no horário em que há exibição de cinema no cineteatro Messias. Mónica Sofia Lopes ............................................................................................................................................................Telem.......................................................
  7. 7. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 15 Afonso Simões Crónica da jornada de 2 de Dezembro Liga “Bwin” O Oliveira do Bairro, equipa sensação deste encontro anterior, a nossa opinião era a de que a vitória Depois duma jornada europeia nada positiva para as campeonato e a que ocupa a segunda posição na tabela só poderia sorrir para a equipa da casa. E foi o que veio a equipas portuguesas, jogou-se no Estádio da Luz, em Lisboa, classificativa no final da primeira volta, defrontou no acontecer. As meninas do GDM saíram vencedoras da o grande dérbi nacional entre o Benfica e o Futebol Clube estádio da sua terra a equipa do Benfica e Abrantes e voltou partida por um concludente 8-0. do Porto. Era uma jornada importante para ambos os a vencer, desta vez por 1-0. Infantis clubes, uma vez que se encontravam separados por quatro O Anadia viajou até às Caldas da Rainha, onde jogou A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada jogou no pontos. Ou o Benfica encurtava a distância entre ambos ou com a equipa local. O jogo não era tarefa nada fácil para campo de Santa Margarida, em Águas Boas, com a equipa o Futebol Clube do Porto a aumentava. Estes encontros os “Trevos da Bairrada” mas eles impuseram-se e venceram local e perdeu por 5-2. Foi um resultado bastante provocam sempre grande emoção nos adeptos. os caldenses por 3-1. surpreendente, uma vez que os mealhadenses já provaram Acorreram aos Estádio da Luz cerca de cinquenta mil Taça de Aveiro — 2.ª eliminatória serem um conjunto bem organizado e o que pratica melhor almas, para presenciarem, ao vido, este despique. Foi um Os campeonatos distritais estiveram parados para futebol. jogo empolgante, bem disputado e sem casos de arbitragem. darem lugar à segunda eliminatória da Taça de Aveiro. É A equipa B do mesmo clube deslocou-se ao campo do O Futebol Clube do Porto saiu vencedor por 1-0. uma competição sem interesse para os clubes uma vez Águeda, onde venceu por 7-3. À primeira vista o Sporting iria ter uma tarefa mais que só lhes dá prejuízo. Duma maneira geral há poucas O Futebol Clube da Pampilhosa defrontou o fácil ao receber, no Estádio Alvalade XXI, o União de Leira. pessoas a presenciarem os jogos e, por vezes, as Vilaverdense no seu recinto e perdeu por 2-0. Esta equipa ocupa o último lugar na tabela classificativa e deslocações acarretam despesas que os clubes não Escolas esperava-se, por isso, que o Sporting somasse, sem conseguem suportar. A equipa A do Grupo Desportivo da Mealhada defrontou, dificuldades, mais três pontos. Os leirienses, no entanto, O sorteio ditou um dérbi concelhio, ou seja, o jogo no seu campo, o Oliveira do Bairro e teve imensas jogaram o suficiente para conseguirem um resultado entre a equipa do Grupo Desportivo da Mealhada e a do dificuldades, uma vez que os atletas oliveirenses são mais positivo. Empataram a uma bola. O jogador sportinguista Sport Clube do Carqueijo. O encontro realizou-se no campo robustos. O encontro terminou empatado, sem golos, com Polga falhou uma grande penalidade. deste clube. Estes encontros são sempre escaldantes por muitas oportunidades desperdiçadas pelos locais No encontro Estrela da Amadora - Leixões, a equipa da se tratar de equipas vizinhas. O Carqueijo não suportou o A equipa B do mesmo clube deslocou-se ao campo do Reboleira arrecadou os três pontos ao vencer por 2-0. maior caudal ofensivo dos mealhadenses e estes venceram Águeda e também perdeu, por 8-0. A Naval 1.º de Maio, depois de uma saborosa vitória na a eliminatória por 3-0. A equipa C defrontou o Anadia, no reduto deste clube, e Madeira, frente ao Marítimo, recebeu a formação do Paços O Desportivo do Luso deslocou-se ao Campo do Olival, foi derrotada por 12-0. de Ferreira, que não tem feito um bom percurso neste em Couvelha, para jogar esta eliminatória com a equipa O Futebol Clube da Pampilhosa foi ao campo do Anadia, campeonato. Os figueirenses, embalados pelo bom local. Os lusenses não conseguiram ultrapassar a bem onde perdeu por 5-0. resultado obtido na jornada anterior, bateram o pé ao seu organizada equipa anfitriã e perderam por 3-1. Futsal adversário e saíram vitoriosos do encontro, por 2-1. Distrital O Atlético Desportivo do Luso deslocou-se ao Pavilhão O Vitória Setúbal, a jogar em casa, parece querer Juniores do Silvalde e perdeu por 5-3. adormecer. Foi surpreendido por um Belenenses muito atrevido, que conseguiu um precioso empate, a uma bola, e 1.ª Divisão — zona sul O Grupo Desportivo da Mealhada jogou no Pavilhão da A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada jogou fora ADREP, na Palhaça, e venceu por 4-1, com uma boa exibição. que esteve sempre muito perto da vitória. A equipa de juniores do Atlético Desportivo do Luso, na Depois de uma jornada surpreendente para a Taça UEFA, do seu reduto. Deslocou-se ao campo do Taboeira, onde, para os visitantes, é muito difícil jogar, e voltou a perder, sua deslocação ao Pavilhão do Beira-Ria, na Gafanha do onde deixou uma boa imagem, o Sporting de Braga recebeu Carmo, perdeu por 9-5. e venceu o Marítimo por 2-1. O golo da vitória dos agora por 4-1. bracarenses apareceu já em período de descontos e quando A equipa do Futebol Clube da Pampilhosa foi ao campo o Marítimo jogava apenas com dez unidades, por expulsão do Avanca, onde venceu por 4-2. É um resultado que coloca Disciplina de Makukula. novamente a equipa pampilhosenses a caminho da segunda fase na série dos primeiros. O conselho de disciplina da Associação de Futebol de Liga de Honra “Vitalis” Aveiro aplicou os seguintes castigos, relativos aos O Rio Ave, comandante da Liga de Honra “Viatlis”, 2.ª Divisão — série D campeonatos distritais. defrontou, no seu campo, a equipa do Trofense. São duas O Antes, que tem vindo a realizar um campeonato muito Seniores — 1.ª Divisão equipas vizinhas e, quando assim é, a rivalidade desportiva regular, fez uma deslocação a Mourisca do Vouga um tanto Sanguedo: André Manuel Dolores Azevedo, 3 jogos de torna-se mais acentuada. Foi um jogo bem disputado, ainda complicada, uma vez que o Mourisquense, no seu reduto, suspensão. Estarreja: António Paulo Gonçalves Pinto, dirigente, 100 é sempre um conjunto difícil para qualquer equipa. Perdeu euros de multa e 1 mês de suspensão. Cortegaça: 15 euros de multa que realizado a uma hora imprópria — teve início às onze ao clube. Pessegueirense: Vítor Manuel Soares Santos, 2 jogos de horas e quarenta e cinco minutos, na manhã de domingo. por 3-0. suspensão. Águeda: Manuel Varandas Sanches, dirigente, 100 O Trofense esteve a vencer o jogo até aos instantes finais Juvenis — 2.ª Divisão — série F euros de multa e 1 mês de suspensão. Canedo: Cristiano Lopes A equipa do Grupo Desportivo da Mealhada, depois de Robalinho, 2 jogos de suspensão. do prolongamento concedido pelo árbitro, seis minutos, 2.ª Divisão — zona sul mas, nessa altura, a equipa do Rio Ave conseguiu chegar ter efectuado o jogo em atraso no dia 28 do mês findo, no Macinhatense: 15 euros de multa ao clube e advertência. ao empate. campo do Bustos, onde perdeu por 3-0, deslocou-se a Oiã, Paredes do Bairro: Acácio Jorge Cruz Rodrigues, dirigente, 100 euros Um dos candidatos ao primeiro lugar da Liga de Honra, para defrontar a equipa local. Nesta deslocação as coisas de multa e 1 mês de suspensão. Águas Boas: Alcides Samuel Martins correram de feição para os mealhadenses, que venceram Conceição e Nuno Miguel Oliveira Cardoso, 2 jogos de suspensão mas que tem vindo a fracassar nos últimos encontros, é o cada. Couvelha: Mário Jorge Pessoa Branco, 2 jogos de suspensão. Santa Clara. Deslocou-se ao campo do Varzim e voltou a por 7-1. 3.ª Divisão — zona sul perder, agora por 3-1. O Futebol Clube da Pampilhosa defrontou a LAAC, no Gafanha d’Aquém: Nelson Pereira Teixeira, dirigente, 100 euros O Beira-Mar, a equipa com mais empates na Liga da campo Municipal Carlos Duarte, e o jogo terminou de multa e 1 mês de suspensão. empatado a duas bolas. Juniores — 1.ª Divisão — zona sul Honra, foi a Gondomar para medir forças com o conjunto Águeda: Ao clube, processo disciplinar sem suspensão. A Pedro local. Perdeu, por 1-0, deixando fugir-lhe, na classificação Iniciados — 2.ª Divisão — série F Almeida Marques e David Emanuel Rodrigues Silva, 2 jogos de geral, os seus mais directos adversários. Um dérbi entre duas equipas jovens disputou-se na suspensão cada. Gafanha: Marco André Simões Costa, 2 jogos de O Vizela, que era o segundo classificado, recebeu e Pampilhosa entre a equipa local e a do Grupo Desportivo suspensão. 2.ª Divisão — série D venceu o Desportivo das Aves por 2-0. Com esta vitória da Mealhada. A equipa do Futebol Clube da Pampilhosa Eixense: Flávio André Henriques Ferreira, 2 jogos de suspensão. alcançou o mesmo número de pontos do Rio Ave, tem feito um bom campeonato e o mesmo se tem verificado Águas Boas: Fábio André Ferreira Pires, 2 jogos de suspensão. partilhando ambos o primeiro lugar da tabela classificativa. com o seu adversário. Com estes ingredientes esperava-se Iniciados — 2.ª Divisão — série F Nacional um bom jogo de futebol, o que veio a verificar-se, Venceu o Pampilhosa: Luís Carlos Silva R.Bernardo, 2 jogos de suspensão. Futsal — Seniores — 2.ª Divisão — zona sul 2.ª Divisão — série C jogo a equipa do Grupo Desportivo da Mealhada, por 4-2. Casa do Povo Esgueira: Flávio Jorge Pinto Ramos, 2 jogos de O Futebol Clube da Pampilhosa recebeu, no Campo Femininos suspensão. Lourizela: Ao clube, 15 euros de multa, a Cláudio Germano Godinho, a equipa do Tourizense e perdeu por 2- Campeonato Distrital Fonseca Soares, dirigente, 25 euros de multa, a Rui Filipe Tavares Ventura, 1 jogo de suspensão, e a José Ricardo Rocha Fogueiras, 0. Baixou, assim, na classificação geral, vendo passar o Para a segunda jornada do Campeonato Distrital processo disciplinar sem suspensão. Anadia para a sua frente. Estas equipas — o F.C. da Feminino de Futebol a equipa do Grupo Desportivo da Juniores Pampilhosa e o Anadia — vão defrontar-se na próxima Mealhada (GDM) recebeu no Campo Dr. Américo Couto a Atlético Desportivo do Luso: José Luís Rodrigues Midões, 2 jogos jornada na Pampilhosa. formação do Eirolense. Pelo que tínhamos presenciado no de suspensão.
  8. 8. Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007 16 Nacional — 2.ª Divisão — série C Resultados Superliga quot;Bwinquot; E. Amadora - Leixões 2-0 Pampilhosa, 0 — Tourizense, 2 V. Setúbal - Belenenses Benfica - Porto V. Guimarães - Académica 1-1 0-1 2-1 Nacional - Boavista 2-0 José Oliveira Quem não marca... perde! Naval - Paços Ferreira Sp. Braga - Marítimo 2-1 2-1 Sporting - U. Leiria 1-1 Liga de Honra quot;Vitalisquot; Pampilhosa: Miguel Matos, Jonathan (Moleiro, 49m), Ivo (Luís Miguel, melhores jogadas na primeira parte. Eduardo, sempre atento, evitou Varzim - Santa Clara 3-1 61m), Pedro Silva, Silvestre, Penela (cap.), Ricardo Suíço, Bebé, Alex, que os locais chegassem ao empate. Evitou, com um par de boas Rio Ave - Trofense 1-1 Félix, Chano. defesas, que Chano e Jonathan igualassem o marcador. Feirense - Estoril 2-1 Treinador: Luís Simões. A vantagem dos visitantes, pela diferença mínima, ao intervalo era Gondomar - Beira-Mar 1-0 Portimonense - Olhanense 2-1 Tourizense: Eduardo, David, Fábio Santos, Gonçalo, Hugo Simões, penalizadora para o Pampilhosa, que não conseguia traduzir em golos Fátima - Penafiel 0-3 Licá (Traquina, 70m), Rui Miguel, Xavier, Litos, André Fontes (cap.), Éder o seu maior domínio, nos primeiros 45 minutos. Gil Vicente - Freamunde 1-0 (Ito, 81m). Após o descanso a equipa da casa entrou mais acutilante. Félix, Vizela - desp. Aves 2-0 Treinador: Tó Margarido. logo nos primeiros minutos, com um bom trabalho dentro da área 2.ª Divisão Nacional - série C Pampilhosa - Tourizense 0-2 Jogo no Campo Germano Godinho. adversária, enviou, com violência, o esférico ao poste, esquerdo, da Caldas - Anadia 1-3 Cerca de 300 espectadores. baliza de Eduardo. Sátão - Benfica C. Branco 1-0 Árbitro: Pedro Ribeiro (Lisboa), auxiliado por Pedro Vieira e José Com a equipa da casa à procura do golo da igualdade foi o Tourizense Oliv. Bairro - Abrantes 1-0 Pires. que aumentou a diferença, desta vez, por Éder. Numa jogada, rápida de Rio Maior - Penalva Castelo 2-1 Nelas - Sp. Covilhã 2-3 Marcadores: Licá (12m) e Éder (65m), para o Tourizense. contra-ataque, conduzido pela esquerda, a bola sobra para Éder, após Eléctrico - Torreense 3-1 Acção disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Silva (27m), Penela Silvestre ter falhado a intersecção, aproveitando este para bater pela 3. ª Divisão - série C (68m) e Félix (91m e 94m), do Pampilhosa, Éder (29m), Litos (67m), segunda vez Miguel Matos. Figueirense - Tocha 1-2 Hugo Simões (80m) e Eduardo (91m), do Tourizense. A equipa do Tourizense com a vantagem em dois golos recuou e União de Lamas - S. João de Ver 2-1 D. Sandinenses - Milheiroense 1-5 Cartão vermelho para Félix (94m, p.a.), do Pampilhosa. tentou gerir a dita vantagem. A equipa bairradina continuou à procura Oliv. Hospital - Ac. Viseu 1-1 do golo mas os seus jogadores estavam em tarde de desacerto com a Sanjoanense - Valonguense 3-0 Antevia-se um jogo equilibrado pela posição que ambas as equipas baliza adversária. Tondela - Valecambrense 1-1 Arouca - Social de Lamas 3-1 ocupavam na tabela classificativa, distanciadas, apenas, por dois As oportunidades eram desperdiçadas, algumas de forma inglória, Distrital - 1.ª Divisão pontos. O desafio foi muito disputado com os locais a serem mais como por exemplo a de Silvestre ao terminar a partida, que atirou, Gafanha - Cucujães 2-0 dominadores mas com os visitantes a marcarem, aproveitando da mais uma vez, ao poste esquerdo, da baliza de Eduardo. Sanguedo - S. Roque 1-0 melhor forma duas desatenções defensivas. A vitória assenta bem ao Tourizense pela sua acutilância atacante, Cortegaça - Canedo 0-3 Águeda - Carregosense 2-1 A equipa de Touriz chegou cedo à vantagem por intermédio de Licá. aproveitando da melhor forma as desatenções da defensiva adversária. Alba - Fermentelos 1-0 Xavier cobrou livre, ainda no meio campo adversário, batendo para o O conjunto de Luís Simões só se pode queixar da quantidade de Oiã - Estarreja 1-0 poste mais afastado, Miguel Matos facilitou e Licá de cabeça fez o golo oportunidades desperdiçadas, demasiado perdulária. Cesarense - BARC 3-0 fácil. A equipa de arbitragem não esteve bem, fica na retina dois golos Paços Brandão - Oliveirinha 2-0 Pessegueirense - Arrifanense 1-0 Após o golo a equipa bairradina assumiu o comando do jogo e anulados por pretenso fora-de-jogo a Licá e a Penela e uma grande Taça de Aveiro - 2.ª eliminatória procurou mudar o rumo do marcador. Foram da equipa local as penalidade por marcar nos segundos finais a Félix. Paivense - R.D. Mosteirô 4-5 * Pinheirense - Amigos Visconde 0-1 Santiais - Lobão 1-0 Taça de Aveiro Juniores — 2.ª Divisão — série D Argoncilhe - Sardoura 0-1 Romariz - Macieira de Cambra 0-1 Aguinense, 2 — NEGE, 1 Mourisquense, 3 — Antes, 0 Sp. Feira - Macieirense Mosteirô F.C. - Palmaz 2-3 * 4-1 Mansores - S. Vicente Pereira 4-2 * Bustelo - Amigos Cavaco 2-0 Aguinense segue em frente Exibição para esquecer Alvarenga - Beira-Vouga Carqueijo - Mealhada 1-0 0-3 Serém - Requeixo 5-6 * Jogo no Campo Afonso Bandarra, em Aguim. Jogo no Campo Castro Azevedo, em Mourisca do Vouga. Mamarrosa - Bonsucesso 2-3 Árbitro: Carlos Silva, auxiliado por Bruno Rocha e Rui Silva Árbitro: Eunice Mortágua, auxiliada por Pedro Gomes e Fernando Águas Boas - Paredes Bairro 5-3 * Aguinense: Filipe, Eurico, Rui I, Sérgio I, Luciano, Sérgio II, Nelson Jesus Macinhatense - Calvão 3-2 (Caló, 60m), Rui II (Diogo, 80m), Paulito (cap.), Ivan (Ricardo, 70m) e Mourisquense: Renato, Filipe (Fábio, 59m), Pires, Hugo, Luís Paulo, Couvelha - Luso 3-1 Bustos - Mourisquense 4-5 * Eduardo. Figueiredo, Paulo Ricardo (cap.), Daniel, Sousa, Almeida e Luís Pedro. Gafanha d' Aquém - CRAC 2-1 Treinador: Amadeu Ferreira Treinador: João Coutinho Aguinense - NEGE 2-1 NEGE: Flávio (Luís, 66m), Rogério, Pedro I, Ivo, Pauto (Pedro III, 73m), Antes: Fábio, Bruno Miguel (Cláudio, 88m), Peseta, Martins (cap.), LAAC - Eirolense 4-0 José João, Hugo (cap.), Ricardo, Pedro II, Eugénio e Tiago (Fidalgo, 58m). Flávio, David (Melo, 59m), Maia, Bicas, André Santos, Vasco (Pedro, 40m) * Na marcação grandes penalidades. Juniores - 1.ª Divisão zona sul Treinador: Nuno Costa e Chico. Avanca - Pampilhosa 2-4 Ao intervalo: 1-1 Treinador: João Castro Oliv. Bairro - Anadia 3-2 Marcadores: Paulito (27m) e Rui II (48m), para o Aguinense, e Tiago Ao intervalo: 1-0 Gafanha - Águeda 0-3 (40m), para o NEGE. Marcadores: Sousa (28m), Martins (90m, pb) e Paulo Ricardo (92m). Estarreja - Fermentelos 6-2 Taboeira - Mealhada 4-1 2.ª Divisão - série D Perante bastante público, o Aguinense foi sempre superior ao seu A equipa visitante foi uma sombra de si mesmo, fazendo a pior Oiã - Bustos 0-2 adversário, merecendo, por isso, a passagem à eliminatória seguinte exibição da corrente época, com culpas da derrota a serem repartidas LAAC - Águas Boas 3-0 da Taça de Aveiro. entre direcção técnica e os atletas utilizados. Eixense - Bonsucesso 5-2 Mourisquense - Antes 3-0 O resultado final poderia ter sido mais dilatado, não fossem alguns A equipa visitada aproveitou as facilidades dadas pelo seu opositor Juvenis - 2.ª Divisão série F falhanços do sector atacante da equipa visitada. e, sem fazer nada por isso, conseguiu marcar três golos, nas poucas Oiã - Mealhada 1-7 Pela negativa há a registar os excessos de linguagem de alguns oportunidades havidas durante os noventa minutos. Pampilhosa - LAAC 2-2 Águas Boas - Calvão 0-7 atletas, que obrigaram o árbitro a expulsar quatro deles, de ambas as O Antes terminou o jogo apenas com nove elementos, por expulsão Bustos - Arviscal 11-0 equipas. de Maia e Chico. E o Mourisquense somente com dez, por expulsão de Iniciados Bom serviço da equipa de arbitragem. Tofê Pires. A melhor equipa em campo foi o trio de arbitragem. Tofê Anadia - Oliv. Bairro 2-0 Pampilhosa - Mealhada 2-4 Arviscal - LAAC 0-1 Dezembro desportivo no concelho da Mealhada Águas Boas - Bustos Infantis Águas Boas - Mealhada A 2-0 5-2 Promovida pela Câmara Municipal, irá realizar-se no concelho Divisão Nacional. O jogo terá início às 14 horas e 20 minutos e terá Pampilhosa - Vilaverdense 0-2 da Mealhada, durante este mês de Dezembro, uma série de provas transmissão em directo pela SIC. Os bilhetes já estão à venda. Águeda - Mealhada B 3-7 Escolas desportivas abrangendo as seguintes modalidades: ténis, hóquei Em 29 e 30 de Dezembro, no Pavilhão Municipal do Luso e no Mealhada A - Oliv. Bairro 0-0 em patins, futsal e futebol. Pavilhão Municipal da Mealhada — Torneio Inter-Associações Anadia - Pampilhosa 5-0 TÉNIS: Nos dias 8 e 9 — Torneio de Inauguração dos Campos Feminino de Sub-19. Águeda - Mealhada B 8-0 Municipais de Ténis, junto da Piscina Municipal. A prova é aberta a FUTEBOL: Em 16 de Dezembro, no Centro de Estágios do Luso — Anadia - Mealhada C 12-0 Femininos - toda a população. Quem estiver interessado em participar deverá Jogo entre as equipas de juvenis da Académica de Coimbra e do Mealhada - Eirolense 8-0 inscrever-se já. HÓQUEI EM PATINS: Nos dias 7, 8 e 9, no Pavilhão Boavista e entre as equipas de juniores da Académica de Coimbra e Futsal - Seniores Municipal do Luso — Torneio Inter-regional de Sub-18. do Freamunde. Um mês de Dezembro cheio de boas oportunidades Silvalde - Luso 5-3 FUTSAL: Em 16 de Dezembro, no Pavilhão Municipal da Mealhada para se assistir a bons espectáculos desportivos. É só uma questão ADREP - Mealhada 1-4 Futsal - Juniores — Encontro de futsal entre o Benfica e o Boavista, equipas da Primeira de preferências e de escolha. Beira-Ria - Luso 9-5

×