Revista O Índio edução:2

641 visualizações

Publicada em

O Índio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
641
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
449
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista O Índio edução:2

  1. 1. Tales foi o primeiro a explicar o eclipse solar, tendo também previsto um que ocorreu em 585 anos antes de Cristo. Tales de Mileto, foi um filosofo, matemático, astrônomo e ho- mem de negócios Pré- socrático. Foi o primeiro filo- sofo ocidental que se tem noti- cia. Tales é apontado como um dos sete sábios da Grécia Anti- ga. Além disso, foi o fundador da Escola Jônica. Nasceu em Mileto, há 624 anos antes de Cristo e faleceu há 558 anos antes de cristo, sendo que não se sabe ao certo quando nasceu e mor- re. Entre os principais discípulos de Tales de Mileto merecem destaque: Anaxíme- nes que dizia ser o "ar" a subs- tância primária e Anaximandro, para quem os mundos eram infinitos em sua perpétua inter- relação. A sua teoria evolucionista era: "O mundo evoluiu da água por processos naturais", disse ele, aproximadamente 2460 anos antes de Charles Darwin. Sen- do seguido por Empédocles de Agrigento na mesma linha de pensamento evolutivo: "Sobrevive aquele que está melhor capacitado". Tales de Mileto Demócrito Demócrito, foi um filosofo Pré- socrático, Cronologicamente é um erro, já que foi contempo- râneo de Sócrates e, além dis- so, do ponto de vista filosófico, a maior parte de suas obras (segundo a doxografia) tratou da ética e não apenas da physis (cujo estudo caracterizava os pré-socráticos). Nasceu em Abdera, há 460 anos antes de Cristo e faleceu há 370 anos antes de Cristo com 90 anos. A fama de Demó- crito decorre do fato dele ter sido o maior expoente da teo- ria atômica ou do atomismo. Algumas de suas obras foram: Pequena ordem do mundo; Da forma; Do entendimento; Do bom ânimo; Preceitos. REVISTA WEB DE HISTORIA 12/03/2015Ano I, Edição II O Índio Interesses especi- ais:  Edição especial com os filósofos Pré-socráticos  Também você vera uma lista com os principais deuses Gregos e um pouco sobre eles Nesta edição: Demócrito 2 Parmênides 2 Heráclito 2 Anaximandro 3 Anaxímenes 4 Deuses Gregos, e um pouco sobre eles. 5
  2. 2. Parmênides, foi um filosofo grego, supostamente de família rica, sua única obra conhecida e o poema “Sobre a Nature- za” que hoje só sobrou frag- mentos. Neste poema, Parmê- nides descreve duas visões da realidade. Em "O ca- minho da verdade" (a parte do poema), ele explica como realidade (cunhado como "o-que -é") é uma, a mudança é impossível enquanto a existência é atempo- ral, uniforme, necessá- ria e imutável. Nasceu em Eleia, há 530 anos antes de Cristo, faleceu há 460 anos antes de cristo com 70 anos. Seu pensamento era, toda nossa realidade é imutá- vel, estática e sua essência está incorporada na individua- lidade divina do Ser-Absoluto, o qual permeia todo o Univer- so. Esse Ser é onipresente, já que qualquer descontinuidade em sua presença seria equiva- lente à existência de seu opos- to – o Não-Ser. falecel há 547 anos antes de Cristo com 63 anos. Acreditava que o principio de tudo o que existe no mundo foi o apéiron, isto é, algo in- surgido (não surgiu nunca, embora exista) e imortal. Anaximandro se preocupa com os "comos e porquês" das coisas, todas que saem do princípio. Ele considerava que a Terra tinha o formato de um cilindro e que era circundada por várias rodas cósmicas, imensas e cheias de fogo, o Anaximandro foi um filosofo, geografo, matemático, astrô- nomo e, até politico, Pré- socrático, que estudou muito Atribui-se a Anaximandro a confecção de um mapa do mundo habitado, a introdução na Grécia do uso do Gnômon (relógio solar) e a medição das distâncias entre as estrelas e o cálculo de sua magnitude (é o iniciador da astronomia gre- ga). Nasceu na Grécia há 610 anos antes de Cristo e Sol era um furo, numa des- sas rodas cósmicas que deixava o fogo escapar. À medida que essa roda gira- va, o Sol também girava. Se pode sempre supor que Anaximandro tenha chega- do em sua época, às mes- mas conclusões a que mui- tos cientistas chegaram hoje, ainda que por meios diferentes; (pois Anaximan- dro dispunha apenas de sua observação e de sua refle- xão); assim como se pode Parmênides Anaximandro Heráclito Cristo com 60 anos. “Não se pode per- correr duas vezes o mesmo rio e não se pode tocar duas vezes uma substância mortal no mesmo estado; por causa da impetuosidade e da veloci- dade da mutação, esta se dis- persa e se recolhe, vem e vai”. Dentro do pensa- mento de Heráclito, Deus não tinha a aparência de um ho- mem nem de outro animal qualquer. Em seu pensamento, Deus não era nem criador, nem onipotente. Heráclito limitava-se a identificá-lo com os opostos, os quais persistem apesar de suas mudanças e assim são capazes de compre- ender sua própria unidade. Heráclito, foi um filósofo, Pré-socrático consi- derado o "pai da dialética". Recebeu a alcunha de "Obscuro" principalmente em razão da obra a ele atribuída por Diógenes Laércio, Sobre a Natureza em estilo obscuro, próximo ao das sentenças oraculares. Nasceu em Éfeso, há 535 anos antes de Cristo, faleceu há 475 anos antes de “Não se pode percorrer duas vezes o mesmo rio e não se pode tocar duas vezes uma substância mortal no mesmo estado; por causa da impetuosidade e da velocidade da mutação, esta se dispersa e se recolhe, vem e vai”. Página 2 O Índio
  3. 3. Anaxímenes foi um filosofo Pré-socrático, que dedicou-se especialmente a meteorologia, foi o primeiro a afirmar que a luz da lua e proveniente a do sol e das estrelas. Nasceu em Mileto há 588 anos antes de Cristo e faleceu há 524 anos antes de Cristo com 64 anos. Anaxímenes usou as suas ob- servações e o raciocínio para providenciar as causas de outros fenómenos naturais, como os terremotos. Escre- veu a obra “Sobre a Nature- za”, em prosa. Anaxímenes foi o primeiro a analisar geometricamente aspectos das sombras para medir as partes e divisões do dia, e desenhou um relógio de sol que denominava Sciotheri- con. Tendo concluído que tudo no mundo é composto de ar, Anaxímenes usou depois a sua teoria para desenvol- ver um esquema que expli- casse as origens de nature- za da terra e dos corpos celestes ao seu redor. supor que tais teorias físicas tenham sido inspiradas na leitura por parte dos cientistas de Anaximandro. Em qualquer das hipóteses, pode-se notar que o filósofo era uma pessoa notável. era o deus dos mares. Repre- sentado como um homem forte, com barbas e segurando sempre um tridente. Era filho do titã Cronos e Rea, irmão de Zeus (deus dos deuses) e de Hades (deus das almas dos mortos, do subterrâneo). Hera: Na mitologia grega, Hera representava a divindade do casamento, protetora das mulheres e dos nascimentos. Esposa e irmã de Zeus, ela possuía uma personalidade Dionísio: Na mitologia grega, Dionísio era o deus do vinho, pois possuía os conhecimentos e segredos do plantio e colheita da uva. Possuía também os segredos da produção do vinho. Era também associado às festas e atividades relacio- nadas ao prazer material. Era filho de Zeus (deus dos deu- ses) com a princesa Sêmele. Poseidon Na mitologia grega, Poseidon forte, marcada pela agressivi- dade, orgulho e pelo ciúme. Este comportamento fazia com que ela ficasse perseguin- do as amantes de Zeus. Num dos mitos, Hera tenta matar o herói grego Hércules, quando este ainda era apenas um be- bê. Ártemis Na mitologia grega, Ártemis era a deusa da caça, da luz suave e da vida selva- gem. Era filha de Zeus com Leto (deusa da noite clara).Era Anaxímenes Deuses Gregos Ares, na mitologia grega, era o deus da guerra. Filho de Zeus. Ares tinha uma quadriga (carroça puxada por 4 cavalos). Os garanhões eram imortais e soltavam fogo pelas narinas. Os gregos costuma- vam fazer sacrifícios de ani- mais na noite anterior aos combates, para conseguir a ajuda do deus Ares. Apolo: Na mitologia grega, Apolo era o deus das artes, da música, da profecia, da verdade, da poesia, da harmo- nia, da perfeição e da cura. Considerado um dos mais impor- tantes, versáteis e venerados deuses da Grécia Antiga, pois era um dos deuses olímpicos. Era impor- tante também na mitologia romana. Apolo era representado com um jovem bonito e saudável. Em suas mãos estava uma lira ou um arco e flechas. Atena Na mitologia grega, Atena,ou Palas-Atena , era a deusa da sabedoria, da guerra, das artes, da estratégia e da justiça. De acordo com a mi- tologia grega, Atena nasceu (já armada) da parte interior da cabeça de seu pai, Zeus (deus dos deuses). Ela era um dos doze deuses olímpicos e uma das principais deusas da Gré- cia Antiga. Ares Página 3Ano I, Edição II
  4. 4. Tel: (82)9166-9493 Email: mamfress@gmail.com considerada, na mitologia grega, como a mais pura de todas as deusas. Deméter: Na mitologia grega, Deméter era a deusa da agricultura e da colheita. Era ela quem nu- tria a terra com a vegetação verde. Era considerada também como a deusa protetora do casamen- to e da lei sagrada. Era venerada como a responsável pelas estações do ano. Deméter e sua filha Perséfone eram as principais personagens dos mistérios eleusinos (rituais de iniciação realizados na cidade grega de Eleusis). Hefestos: O deus do fogo e das erupções vulcânicas. Ele era aleijado e por causa da sua deficiência e feiura foi rejeitado por sua mãe Hera e expulso do Olimpo. Por essa razão, o deus tornou-se a representação da fúria dos vulcões e do poder de devastação do fogo, no entanto ele também tinha a magia da transformação do metal em obra de arte. REVISTA O ÍNDIO aproximadamente 2460 anos antes de Charles Darwin. Sendo seguido por Empédo- cles de Agrigento na mesma linha de pensamento evoluti- vo: "Sobrevive aquele que está melhor capacitado". Tales de Mileto, foi um filoso- fo, matemático, astrônomo e homem de negócios Pré- socrático. Foi o primeiro filo- sofo ocidental que se tem noticia. Tales é apontado co- mo um dos sete sábios da Grécia Antiga. Além disso, foi o fundador da Escola Jônica. Nasceu em Mileto, há 624 anos antes de Cristo e faleceu há 558 anos antes de cristo, sendo que não se sabe ao certo quando nasceu e morre. Entre os principais discípulos de Tales de Mileto merecem destaque: Anaxíme- nes que dizia ser o "ar" a subs- tância primária e Anaximan- dro, para quem os mundos eram infinitos em sua perpé- tua inter-relação. A sua teoria evolucionista era: "O mundo evoluiu da água por processos naturais", disse ele, Tales foi o primeiro a explicar o eclipse solar, tendo também previsto um que ocorreu em 585 anos antes de Cristo. Segundo Aristóteles, Tales foi o responsável pelo inicio da Filosofia. Tales de Mileto Slogan ou Lema da Empresa MAMF Press www.mamfnews.tk

×