SlideShare uma empresa Scribd logo

Celula

O documento discute a célula como a unidade básica da constituição e funcionamento de todos os seres vivos. Detalha a descoberta das células por Robert Hooke usando um microscópio primitivo e o estabelecimento da teoria celular por Schleiden e Schwann no século XIX. Também descreve as partes e funcionamento do microscópio óptico e técnicas para preparar e observar amostras biológicas.

1 de 23
Baixar para ler offline
A CÉLULA–UNIDADENACONSTITUIÇÃODOSSERESVIVOS 
-Como são constituídos os seres vivos. 
-A célula como a unidade básica da constituição e funcionamento de todos os seres vivos. 
-O microscópio: 
--constituição 
--cuidados a ter; 
--funcionamento 
-Como são constituídas as células
Imagem da cortiça observada ao microscópio. 
Robert Hooke, Cientista Inglês (1635-1703) 
A Descoberta da Constituição dos seres Vivos 
…Pude aperceber-me, claramente, que esta era toda perfurada e porosa, assemelhando-se a um favo de mel … Esses poros ou células consistiam num grande número de pequenas caixas …. 
03-02-2013 
2 
Carlos Palma
Microscópio e o sistema de iluminação aumentava a imagem 270 X 
Microscópio óptico 
de Hooke 
Microscópio óptico vulgar 
O Microscópio 
Instrumento óptico com a capacidade de ampliar a imagem. 
03-02-2013 
3 
Carlos Palma
Mathias Schleiden 
Botânico 
Theodor Schwann 
Zoólogo 
Teoria Celular 
Entre 1838 e 1939, os dois cientistas alemães enunciaram a Teoria Celular: 
” A Célula é a unidade básica da constituição e do 
funcionamento de todos os seres vivos. “ 
03-02-2013 
4 
Carlos Palma
Constituição do Microscópio 
Ocular–amplia a imagem 
Tubo óptico –Suporta a ocular 
Braço 
Parafuso Macrométrico – Movimentos rápidos na platina 
Parafuso Micrométrico – Movimentos lentos na platina 
Base 
Espelho 
Diafragma 
Platina 
Objectiva – 
Amplia a imagem 
Revólver 
Pinça 
03-02-2013 
5 
Carlos Palma
ParteÓptica 
ParteMecânica 
Sistema de 
Ampliação 
Sistema de 
Iluminação 
Sistema de 
Focagem 
Sistema de 
Suporte 
-Objectiva 
-Ocular 
-Espelho 
-Diafragma 
-Condensador-Base 
-Parafuso macrométrico 
-Parafuso micrométrico 
-Base 
-Braço 
-Tubo óptico 
-Revólver 
-Platina 
Quanto à sua função, as peças do microscópio podem classificar-se de: 
03-02-2013 
6 
Carlos Palma

Recomendados

Actividade experimental protozoarios
Actividade experimental protozoariosActividade experimental protozoarios
Actividade experimental protozoariosCarlos Moutinho
 
Bg4 qual é a estrutura básica das células
Bg4   qual é a estrutura básica das célulasBg4   qual é a estrutura básica das células
Bg4 qual é a estrutura básica das célulasNuno Correia
 
Relatório científico líquenes - corrigido
Relatório científico   líquenes - corrigidoRelatório científico   líquenes - corrigido
Relatório científico líquenes - corrigidoantoniopedropinheiro
 
Protozoários de água doce
Protozoários de água doceProtozoários de água doce
Protozoários de água doceANDREA_SA
 
Prática cells[1]Primeiras séries
Prática cells[1]Primeiras  sériesPrática cells[1]Primeiras  séries
Prática cells[1]Primeiras sériesIonara Urrutia Moura
 
Protozoários de água doce
Protozoários de água doceProtozoários de água doce
Protozoários de água doceANDREA_SA
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modeloAngela Boucinha
 
Actividade Experimental nº2
Actividade Experimental nº2Actividade Experimental nº2
Actividade Experimental nº2Gabriela Bruno
 
Relatorio dos Líquenes
Relatorio dos LíquenesRelatorio dos Líquenes
Relatorio dos Líquenesclaudiapinto7a
 
Experimento Microscópio Caseiro
Experimento Microscópio CaseiroExperimento Microscópio Caseiro
Experimento Microscópio CaseiroSam Adam
 
Relatorio sobre extração de fungos
Relatorio sobre extração de fungosRelatorio sobre extração de fungos
Relatorio sobre extração de fungosAna Gab
 
Aulas 01-histórico-e-microscopia
Aulas 01-histórico-e-microscopiaAulas 01-histórico-e-microscopia
Aulas 01-histórico-e-microscopiaVitinho Yukio
 
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)João Raimundo
 
Relatorio cientifico
Relatorio cientificoRelatorio cientifico
Relatorio cientificoandrepaiva7a
 
Relatório observação de cromossomas 9D
Relatório  observação de cromossomas 9DRelatório  observação de cromossomas 9D
Relatório observação de cromossomas 9DAntónio Morais
 

Mais procurados (19)

Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modelo
 
1S_Roteiro pratica de célula
1S_Roteiro pratica de  célula1S_Roteiro pratica de  célula
1S_Roteiro pratica de célula
 
betelgeuse
betelgeusebetelgeuse
betelgeuse
 
Actividade Experimental nº2
Actividade Experimental nº2Actividade Experimental nº2
Actividade Experimental nº2
 
Relatorio dos Líquenes
Relatorio dos LíquenesRelatorio dos Líquenes
Relatorio dos Líquenes
 
Experimento Microscópio Caseiro
Experimento Microscópio CaseiroExperimento Microscópio Caseiro
Experimento Microscópio Caseiro
 
Relatório líquenes
Relatório   líquenesRelatório   líquenes
Relatório líquenes
 
Relatorio sobre extração de fungos
Relatorio sobre extração de fungosRelatorio sobre extração de fungos
Relatorio sobre extração de fungos
 
Aulas 01-histórico-e-microscopia
Aulas 01-histórico-e-microscopiaAulas 01-histórico-e-microscopia
Aulas 01-histórico-e-microscopia
 
Apostila bce
Apostila bceApostila bce
Apostila bce
 
Fungi 2010
Fungi   2010Fungi   2010
Fungi 2010
 
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)
Observação da organização de uma célula eucariótica vegetal (2012/2013)
 
Moc
MocMoc
Moc
 
Microscópio com laser
Microscópio com laserMicroscópio com laser
Microscópio com laser
 
Doc bcm
Doc bcmDoc bcm
Doc bcm
 
Relatorio cientifico
Relatorio cientificoRelatorio cientifico
Relatorio cientifico
 
Prática cells
Prática cellsPrática cells
Prática cells
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
Relatório observação de cromossomas 9D
Relatório  observação de cromossomas 9DRelatório  observação de cromossomas 9D
Relatório observação de cromossomas 9D
 

Semelhante a Celula

Roteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia CelularRoteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia CelularNathália Vasconcelos
 
Microscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularMicroscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularTânia Reis
 
Microscópio
MicroscópioMicroscópio
Microscópiotjlc
 
Relatório de ciências
Relatório de ciências Relatório de ciências
Relatório de ciências Sasuke Sakura
 
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptx
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptxaula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptx
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptxLuisFelipeFerreirada3
 
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoAula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoHamilton Nobrega
 
03. intro microscopia
03. intro microscopia03. intro microscopia
03. intro microscopiaruiricardobg
 
4 moc - constituição e história.
4   moc - constituição e história.4   moc - constituição e história.
4 moc - constituição e história.Mina Covas
 
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducaoApostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducaoJunior Moreira
 

Semelhante a Celula (20)

Celula
CelulaCelula
Celula
 
4. m0 c 2021
4. m0 c 20214. m0 c 2021
4. m0 c 2021
 
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia CelularRoteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
Microscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularMicroscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria Celular
 
Biomoleculas
BiomoleculasBiomoleculas
Biomoleculas
 
Célula
CélulaCélula
Célula
 
4 a descoberta da célula
4 a descoberta da célula4 a descoberta da célula
4 a descoberta da célula
 
Microscópio
MicroscópioMicroscópio
Microscópio
 
Moc
MocMoc
Moc
 
Relatório de ciências
Relatório de ciências Relatório de ciências
Relatório de ciências
 
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptx
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptxaula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptx
aula02-microscopioetcnicasdeobservaoecolorao-160322183217.pptx
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
Biomoleculas
BiomoleculasBiomoleculas
Biomoleculas
 
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e ColoraçãoAula 02   Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
Aula 02 Microscopio de Luz e Técnicas de Observação e Coloração
 
03. intro microscopia
03. intro microscopia03. intro microscopia
03. intro microscopia
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
4 moc - constituição e história.
4   moc - constituição e história.4   moc - constituição e história.
4 moc - constituição e história.
 
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducaoApostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
 
Microscopio
MicroscopioMicroscopio
Microscopio
 

Mais de malikfasihabid

Techonology in Education
Techonology in EducationTechonology in Education
Techonology in Educationmalikfasihabid
 
Present tenses perfect
Present tenses perfectPresent tenses perfect
Present tenses perfectmalikfasihabid
 
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...malikfasihabid
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferamalikfasihabid
 
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]malikfasihabid
 
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01malikfasihabid
 

Mais de malikfasihabid (20)

Rivers
RiversRivers
Rivers
 
Techonology in Education
Techonology in EducationTechonology in Education
Techonology in Education
 
Teenage life
Teenage life Teenage life
Teenage life
 
Present tenses perfect
Present tenses perfectPresent tenses perfect
Present tenses perfect
 
Present tenses 10_c
Present tenses 10_cPresent tenses 10_c
Present tenses 10_c
 
Senciênci..
Senciênci..Senciênci..
Senciênci..
 
Salvador .. 1 final
Salvador .. 1 finalSalvador .. 1 final
Salvador .. 1 final
 
Dia de filosfia
Dia de filosfiaDia de filosfia
Dia de filosfia
 
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...
O cognitivismo defende uma imagem de ser humano plenamente compatível com a d...
 
Arte e conhecimento
Arte e conhecimentoArte e conhecimento
Arte e conhecimento
 
Cognitivismo
CognitivismoCognitivismo
Cognitivismo
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
 
Ii
IiIi
Ii
 
Fotossíntese
FotossínteseFotossíntese
Fotossíntese
 
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]
Contributos para o conhecimento da estrutura da terra[1]
 
Biomolã©culas
Biomolã©culasBiomolã©culas
Biomolã©culas
 
Fotosintese
FotosinteseFotosintese
Fotosintese
 
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01
Bg13 obtenodematria-fotossintesei-100419022030-phpapp01
 
Terra
TerraTerra
Terra
 
Terremoto da Caxemira
Terremoto da CaxemiraTerremoto da Caxemira
Terremoto da Caxemira
 

Último

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...DL assessoria 29
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...azulassessoriaacadem3
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 

Celula

  • 1. A CÉLULA–UNIDADENACONSTITUIÇÃODOSSERESVIVOS -Como são constituídos os seres vivos. -A célula como a unidade básica da constituição e funcionamento de todos os seres vivos. -O microscópio: --constituição --cuidados a ter; --funcionamento -Como são constituídas as células
  • 2. Imagem da cortiça observada ao microscópio. Robert Hooke, Cientista Inglês (1635-1703) A Descoberta da Constituição dos seres Vivos …Pude aperceber-me, claramente, que esta era toda perfurada e porosa, assemelhando-se a um favo de mel … Esses poros ou células consistiam num grande número de pequenas caixas …. 03-02-2013 2 Carlos Palma
  • 3. Microscópio e o sistema de iluminação aumentava a imagem 270 X Microscópio óptico de Hooke Microscópio óptico vulgar O Microscópio Instrumento óptico com a capacidade de ampliar a imagem. 03-02-2013 3 Carlos Palma
  • 4. Mathias Schleiden Botânico Theodor Schwann Zoólogo Teoria Celular Entre 1838 e 1939, os dois cientistas alemães enunciaram a Teoria Celular: ” A Célula é a unidade básica da constituição e do funcionamento de todos os seres vivos. “ 03-02-2013 4 Carlos Palma
  • 5. Constituição do Microscópio Ocular–amplia a imagem Tubo óptico –Suporta a ocular Braço Parafuso Macrométrico – Movimentos rápidos na platina Parafuso Micrométrico – Movimentos lentos na platina Base Espelho Diafragma Platina Objectiva – Amplia a imagem Revólver Pinça 03-02-2013 5 Carlos Palma
  • 6. ParteÓptica ParteMecânica Sistema de Ampliação Sistema de Iluminação Sistema de Focagem Sistema de Suporte -Objectiva -Ocular -Espelho -Diafragma -Condensador-Base -Parafuso macrométrico -Parafuso micrométrico -Base -Braço -Tubo óptico -Revólver -Platina Quanto à sua função, as peças do microscópio podem classificar-se de: 03-02-2013 6 Carlos Palma
  • 7. No Transporte: Na Colocação Sobre a Mesa: Cuidados a ter com o microscópio - A caixa deve ser transportada sempre fechada à chave. - Retira-o com as 2 mãos: uma na base e a outra no braço do microscópio. Coloca-o na mesa afastado do bordo, para não cair 03-02-2013 7 Carlos Palma
  • 8. Limpeza Verificações Após a utilização do microscópio: Limpar a lente e o espelho com um pano apropriado Deves rodar o revólver para colocares a objectiva de menor ampliação alinhada com a janela da platina Não esqueças de tapar o microscópio com o guarda-pó e fechar a caixa à chave. 03-02-2013 8 Carlos Palma
  • 9. 1. Colocar a objectiva de menor ampliação na direcção da janela da platina 2. Olhando através da ocular, devemos abrir o diafragma e orientar o espelho Regras para fazer uma observação ao microscópio 1. Como iluminar o campo do microscópio 03-02-2013 9 Carlos Palma
  • 10. 1.1.Colocar a preparação sobre a platina 2. Depois de iluminado o campo do microscópio, o que devemos fazer A preparação deve ser colocada na platina, centrada com o orifício 03-02-2013 10 Carlos Palma
  • 11. 2.Focar e Observar 1.Aproximaraplatinadaobjectiva.(Utilizaroparafusomacrométrico) 2.Olhandoatravésdaocular,utilizaroparafusomacrométricoatéàvisualizaçãodoobjecto. 3.Focagemfinal,utilizandooparafusomicrométrico. 03-02-2013 11Carlos Palma
  • 12. Objecto Imagem Características da imagem ao microscópio Ampliada Invertida Simétrica O poder de ampliação de um microscópio determina-se multiplicando o poder de am-pliação da objectiva pelo poder de ampliação da ocular. Objectiva 40X Ocular 15 X Ampliação = 40X15= 600 X 03-02-2013 12 Carlos Palma
  • 13. Como se Faz uma Preparação Temporária Deita-se uma gota de água no centro da lâmina. Coloca-se o material a observar na gota de água. Encosta-seumalamelaàgotadeáguaedeixa-secairlentamente Coloca-seumcorantejuntodalamelaenaoutraextremidade,compapeldefiltro,absorve-seoexcessodecorante 03-02-2013 13 Carlos Palma
  • 14. Observação da película das escamas do bolbo da cebola Retira-se uma películafina Coloca-se dentro de água Coloca-se uma gota de corante sobre a lâmina Tapa-se com a lamela 03-02-2013 14 Carlos Palma
  • 15. Tecido da película das escamas da cebola 1 2 3 4 1-Núcleo 2-Citoplasma 3-Membrana Celular 4-Parede Celular 03-02-2013 15 Carlos Palma
  • 16. Umagotadeazul-de- -metilenosobraalâmina Raspasuavemente a língua com uma espátula. Coloca o conteúdo da espátulanocorante Coloca a lamela suavemente sobre a lamela com a ajuda da agulha de dissecação Observação das células da mucosa bucal 03-02-2013 16 Carlos Palma
  • 17. Observação das células da mucosa bucal 03-02-2013 17 Carlos Palma
  • 18. Célula da mucosa bucal Observa as diferenças entre uma célula vegetal e animal 1 1 - membrana celular 2 - citoplasma 3 - núcleo 03-02-2013 18 Carlos Palma
  • 19. 1 – membrana celular 2 – citoplasma 3 – núcleo 4 – parede celular 5 – cloroplastos 6 - estomas  Células da folha da erva da fortuna 03-02-2013 19 Carlos Palma
  • 20.  É necessário um frasco de boca larga, água, palha, salsa, alface … Deixar repousar ás escuras durante uma semana. 1. Infusão 2. Preparação Observação, ao microscópio, de seres vivos unicelulares 03-02-2013 20 Carlos Palma
  • 21. Alguns seres vivos unicelulares que se podem observar numa infusão 03-02-2013 21 Carlos Palma
  • 22.  As células adaptam-se a uma função específica Morfologia da Célula As células nervosas são estreladas, para transmitir mensagens em várias direcções. As células musculares são alongadas para poderem contrair e distender. 03-02-2013 22 Carlos Palma
  • 23. Organização das células num ser pluricelular As células idênticas reúnem-se em tecidos. Os tecidos agrupam-se e formam os órgãos. Os órgãos agrupam-se para realizar uma tarefa específica e formam o sistema. O conjunto de todos os sistemas formam o organismo. 03-02-2013 23 Carlos Palma