FENÍCIOS, O IMPÉRIO DO         MAR
* 3.000 a.C COMEÇA A SURGIR OSPRIMEIROS INDÍCIOS DACIVILIZAÇÃO FENÍCIA* ESTAVAM LOCALIZADOS ONDESE ENCONTRA HOJE O LÍBANO•...
SUAS PRINCIPAISCIDADES NO ORIENTE     FORAM:       •TIRO      •SÍDON      •BIBLOS     •UGARIT
• CADA UMA ERA UM ESTADO INDEPENDENTE, AS  VEZES EM ALIANÇA COM OUTRAS, MAS EM GERAL,  AGINDO SOZINHAS.• POSSUIAM UM REI, ...
COMÉRCIO• ARTESÃOS POSSUÍAM GRANDE HABILIDADE   NO MANEJO DO VIDRO, ADQUIRIDA DOS                EGÍPCIOS. • SUA CERÂMICA ...
RELIGIÃO                • OS FENÍCIOS ACREDITAVAM NO PÓS-VIDA.  • BUSCAVAM MANTER O CORPO DO FALECIDO EM LOCAL SEGURO.    ...
O CULTO  • OS TEMPLOS FENÍCIOS ERAM CONSTRUÍDOS EM LUGARES                        ELEVADOS  • O TEMPLO CONSISTIA ESSENCIAL...
PANTEÃO FENÍCIO• ALÉM DE SEU DEUS PROTETOR, CADA CIDADE FENÍCIA POSSUÍA OUTRAS      DIVINDADES NACIONAIS E ESTRANGEIRAS, P...
ALFABETO     Por muito tempo a sua escrita foi     cuneiforme; mais tarde, quando odesenvolvimento do seu comércio exigiu ...
COLONIZAÇÃO   • OS FENÍCIOS ERAM EXÍMIOS NAVEGADORES, EM FUNÇÃO DE SUAS  ATIVIDADES COMERCIAIS. EM SUAS VIAGENS, ORIENTAVA...
Fenícia
Fenícia
Fenícia
Fenícia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fenícia

977 visualizações

Publicada em

fenicia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fenícia

  1. 1. FENÍCIOS, O IMPÉRIO DO MAR
  2. 2. * 3.000 a.C COMEÇA A SURGIR OSPRIMEIROS INDÍCIOS DACIVILIZAÇÃO FENÍCIA* ESTAVAM LOCALIZADOS ONDESE ENCONTRA HOJE O LÍBANO• NA SUA REGIÃO, ERAM CONHECIDOS COMO “CANANEUS”• OS GREGOS OS CHAMARAM DE “PHOINOS”• OS ROMANOS OS CHAMARAM DE “PÚNICOS”• ORIGEM SEMITA
  3. 3. SUAS PRINCIPAISCIDADES NO ORIENTE FORAM: •TIRO •SÍDON •BIBLOS •UGARIT
  4. 4. • CADA UMA ERA UM ESTADO INDEPENDENTE, AS VEZES EM ALIANÇA COM OUTRAS, MAS EM GERAL, AGINDO SOZINHAS.• POSSUIAM UM REI, QUE É SUCEDIDO HEREDITARIAMENTE.• EXISTÊNCIA DE UM CONSELHO DE ANCIÃOS, CHAMADOS DE SUFETAS.• OS FENÍCIOS NÃO CONSTRUÍRAM UM IMPÉRIO COMO SEUS CONTEMPORÂNEOS EGÍPCIOS E MESOPOTÂMICOS E SIM DESENVOLVERAM CIDADES AUTÔNOMAS E INDEPENDENTES CONTROLADAS POR UMA ELITE MERCANTIL (TALASSOCRACIA).
  5. 5. COMÉRCIO• ARTESÃOS POSSUÍAM GRANDE HABILIDADE NO MANEJO DO VIDRO, ADQUIRIDA DOS EGÍPCIOS. • SUA CERÂMICA FOI POR MUITO TEMPO A MAIS COMERCIALIZADA DO MUNDO ANTIGO, ATÉ O AUGE DE CORINTO NA GRÉCIA• EXPORTAÇÃO DO “CEDRO” PARA DIVERSAS REGIÕES , PRINCIPALMENTE O EGITO.• PRODUÇÃO EM MASSA DE ARTIGOS TÊXTEIS TINGIDOS.
  6. 6. RELIGIÃO • OS FENÍCIOS ACREDITAVAM NO PÓS-VIDA. • BUSCAVAM MANTER O CORPO DO FALECIDO EM LOCAL SEGURO. • TÚMULOS ERAM MANTIDOS EM SEGREDO.• MALDIÇÕES ERAM ESCRITAS NOS SARCÓFAGOS CORRIQUEIRAMENTE.• "Eu, Tabnit, sacerdote de Ashtart, rei dos Sidônios, filho do Eshmunazar, sacerdote de Ashtart, rei dos Sidônios, descanso nesta caixa. Quem quer que sejas, que encontrares esta caixa, não abras meu túmulo, não me perturbes, pois não existe aqui prata, não existe aqui ouro. Despojado, em repouso sozinho nesta caixa. Oh! Não abras meu túmulo e não me perturbes, pois é uma coisa abominável a Ashtart, e se te ousares abrir meu túmulo e se tu ousares perturbar-me, que não tenhas nem progenitura entre os vivos sob o sol, nem leito de repouso como as rephaim (sombras)".• ADQUIRIRAM O RITO DA MUMIFICAÇÃO COM OS EGÍPCIOS (SOMENTE PARA OS MAIS RICOS)
  7. 7. O CULTO • OS TEMPLOS FENÍCIOS ERAM CONSTRUÍDOS EM LUGARES ELEVADOS • O TEMPLO CONSISTIA ESSENCIALMENTE EM UM RECINTO SAGRADO SITUADO EM PLENO AR LIVRE E POSSUINDO, AO CENTRO, UMA CAPELA OU UMA PEDRA SAGRADA. DIANTE DA CAPELA OU DA PEDRA HAVIA UM ALTAR PARA OS SACRIFÍCIOS.• NESSES TEMPLOS EXISTIA UM NUMEROSO CLERO DIVIDIDO EM DIVERSAS CATEGORIAS DE ACORDO COM A FUNÇÃO DESEMPENHADA. ENCONTRAMOS, ASSIM, OS ADIVINHOS QUEPROFERIAM ORÁCULOS, OS BARBEIROS SAGRADOS ENCARREGADOSDE CORTAR O CABELO DOS QUE O DEDICASSEM AOS DEUSES, ETC. O PESSOAL DOS TEMPLOS ERA COMPLETADO PELOS HIERÓDULOS DOS DOIS SEXOS QUE SE DEDICAVAM À PROSTITUIÇÃO SAGRADA.• SACRIFÍCIO DE ANIMAIS E CRIANÇAS EM HONRA AOS DEUSES.
  8. 8. PANTEÃO FENÍCIO• ALÉM DE SEU DEUS PROTETOR, CADA CIDADE FENÍCIA POSSUÍA OUTRAS DIVINDADES NACIONAIS E ESTRANGEIRAS, PRINCIPALMENTE MESOPOTÂMICAS, EGÍPCIAS E GREGAS. AO LADO DO CULTO AOS DEUSES PROPRIAMENTE DITOS, OS FENÍCIOS VENERAVAM AS MONTANHAS, AS ÁGUAS, AS PEDRAS E AS ÁRVORES SAGRADAS. ESTAS ERAM CONSIDERADAS HABITAÇÕES DOS DEUSES.• “EL” ERA CONSIDERADO O SENHOR DOS DEUSES, CRIADOR DE TODAS AS COISAS. • “BAAL” DEUS DO SOL, DAS TEMPESTADES E DAS CHUVAS. • “ALIYAN BAAL” ERA O FILHO DE BAAL, REGIA AS FONTES DE ÁGUA SUBTERRÂNEAS. • DAGON ERA O DEUS DO TRIGO E DAS COLHEITAS • ASTARTE ERA FILHA DE BAAL, DEUSA DA LUA, GUERRA E DA SEXUALIDADE.
  9. 9. ALFABETO Por muito tempo a sua escrita foi cuneiforme; mais tarde, quando odesenvolvimento do seu comércio exigiu meios mais fáceis de registrar as suas operações, é que adotaram a escrita dosegípcios, a qual simplificaram e criaram oalfabeto com 22 letras. Transmitidas Estas aos gregos, deram origem ao nosso alfabeto.
  10. 10. COLONIZAÇÃO • OS FENÍCIOS ERAM EXÍMIOS NAVEGADORES, EM FUNÇÃO DE SUAS ATIVIDADES COMERCIAIS. EM SUAS VIAGENS, ORIENTAVAM-SE DURANTE O DIA PELO SOL E DURANTE A NOITE PELA URSA MAIOR. UTILIZAVAM EM SEUS BARCOS A COMBINAÇÃO DE REMOS E VELAS, O QUE LHES PROPORCIONAVA MAIOR VELOCIDADE. COMERCIAVAM TODAS AS "MERCADORIAS" IMAGINÁVEIS ( INCLUSIVE ESCRAVOS) E ISSO FEZ COM QUE NAVEGASSEM A LUGARES MUITO DISTANTES PARA A ÉPOCA. OS COMERCIANTES DE TIRO CHEGARAM À ILHA DE MALTA, ONDE ESTABELECERAM UMA DE SUAS PRINCIPAIS BASES. FUNDARAM COLÔNIASDESDE A SICÍLIA ATÉ O ESTREITO DE GIBRALTAR, DESTACANDO-SE CARTAGO. ADOTAVAM TRÊS SISTEMAS PARA O ESTABELECIMENTO DE BASES COMERCIAIS: SIMPLES ENTREPOSTOS, ASSOCIAÇÃO COM OUTROS POVOS E COLÔNIAS DE DOMINAÇÃO. SEGUNDO HERÓTODO, ESSE POVO FOI O PRIMEIRO A CONTORNAR O CONTINENTE AFRICANO, A SERVIÇO DO FARAÓ NECAO.

×