Guia de Referência do PHP - Variáveis

491 visualizações

Publicada em

Slide da vídeo aula grátis publicada no Blog do JCursos:
http://jcursos.com.br/video-aulas/php-guia-de-referencia-03-variaveis

Link para o Guia no Youtube: http://www.youtube.com/playlist?list=PLdRLfw1rdyFGCCLOp76Sz76jePtsMqIDX

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
491
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia de Referência do PHP - Variáveis

  1. 1. Guia de Referência PHP Variáveis Instrutor: José Stélio Malcher jr. jose@jcursos.com.br
  2. 2. ● Definindo variáveis ● Os tipos de dados ● Tipo Integer ● Tipo de ponto flutuante ● Tipo Bool ● Tipo Null ● Os valores padrão ● Variáveis pré-definidas O que vamos aprender?
  3. 3. Definindo variáveis As variáveis ​​são utilizados para o armazenamento de dados, tais como números ou strings, de modo que eles podem ser usados ​​várias vezes no script. “Variáveis são identificadores utilizados para representar valores mutáveis e voláteis, que só existem durante a execução do programa. Elas são armazenadas na memória RAM e seu conteúdo é destruído após a execução do programa.”(PHP OO Pablo Dall'oglio)
  4. 4. Os tipos de dados Uma variável começa com um sinal de dólar ($) seguida por um identificador, o qual é o nome da variável. $myVar; Um valor pode ser atribuído a uma variável usando o sinal de igual, ou operador de atribuição (=). A variável torna-se então inicializado. $myVar = 10; echo $myVar // "10"
  5. 5. Prática <?php $nome = "Zé"; $sobrenome = "Buduia"; echo "$nome $sobrenome"; ?> RESULTADO Zé Buduia
  6. 6. DICAS ● Nunca inicie a nomenclatura da variável com números ● Nunca utilizar espaços em branco no meio do identificador da variável ● Nunca utilize caracteres especiais (!@#%&*|/{ }[ ]) na nomenclatura das variáveis ● Evite criar variáveis com mais de 15 caracteres em virtude da clareza do código fonte. ● Nomes de variáveis devem ser significativos e transmitir a idéia de seu conteúdo dentro do contexto no qual a variável está inserida. ● Utilize preferencialmente palavras em minúsculo (separadas pelo caractere "_") ou somente as primeiras letras em maiúsculo quando da ocorrência de mais palavras.
  7. 7. Exemplos $4site = 'not yet'; // inválido; começa com um número $_4site = 'not yet'; // válido; começa com um sublinhado $täyte = 'mansikka'; // válido; 'ä' é um caracter ASCII (extendido) 228 $vari#avel = 'not yet'; // inválido $variaveldobotaodeenviar = 'not yet'; // Válido Não Recomendável $btn_enviar = 'not yet'; // Válido Recomendável $btnEnviar = 'not yet'; // Válido Recomendável $botaoenviar = 'not yet'; // inválido
  8. 8. DICA O PHP é case sensitive, ou seja, é sensível a letras maiúsculas e minúsculas. “$codigo” é totalmente diferente da variável “$CODIGO”.
  9. 9. Prática Quando uma variável é atribuída a outra, sempre é criada uma nova área de armazenamento na memória. Veja neste exemplo que, apesar de $b receber o mesmo conteúdo de $a, após qualquer modificação em $b, $a continua com o mesmo valor. <?php $a = 5; $b = $a; $b = 10; echo $a; // resultado = 5 echo $b; // resultado = 10 ?>
  10. 10. Prática Para criar referência entre variáveis, ou seja, duas variáveis apontado para a mesma região da memória, a a atribuição deve ser precedida pelo operador &. Assim, qualquer alteração em qualquer uma das variáveis reflete na outra. <?php $a = 5; $b = &$a; $b = 10; echo $a; // resultado = 10 echo $b; // resultado = 10 ?>
  11. 11. Os tipos de dados PHP é uma linguagem fracamente tipada. Isto significa que o tipo de dados que pode armazenar uma variável não precisa ser especificado. Em vez disso, o tipo de dados de uma variável mudará automaticamente para ser capaz de manter o valor que é atribuído.
  12. 12. Os tipos de dados $myVar = 1; // tipo int $myVar = 1,5; //tipo float Além disso, o valor de uma variável será avaliado de forma diferente, dependendo do contexto em que é usada. // Tipo Float avaliada como tipo string echo $myVar; // "1.5"
  13. 13. Por causa dessas conversões de tipo implícito, sabendo o tipo subjacente de uma variável nem sempre é necessário. No entanto, é importante ter uma compreensão dos tipos de dados PHP funciona com no fundo. Estes nove tipos listados na tabela seguinte: Os tipos de dados
  14. 14. Tipo de dado Categoria Descrição int Escalar Inteiro float Escalar Ponto flutuante bool Escalar Valor booleano string Escalar Série de caracteres array Composto Coleção de valores object Composto Dados definidos pelo usuário resource Especial Recurso externo callable Especial Funções ou métodos null Especial Valor nulo
  15. 15. Tipo Integer Um integer ou inteiro é um número. Eles podem ser especificados em notação decimal (base 10), hexadecimal (base 16), octal (base 8) ou binário (base 2). Números hexadecimais são precedidos com um "0x", octal com "0" e os números binários com "0b".
  16. 16. Tipo Integer $myInt = 1234, número // decimal $myInt = 0b10 // número binário (2 decimal) $myInt = 0123 // número octal (83 decimal) $myInt = 0x1A // número hexadecimal (26 decimal)
  17. 17. Tipo Integer Inteiros em PHP são sempre assinados e, portanto, pode armazenar valores positivos e negativos. O tamanho de um inteiro depende do tamanho da palavra do sistema, de modo que em um sistema de 32 bits o maior valor é armazenável 2 ^ 32-1. . Se PHP encontra um valor maior ele será interpretado como um ponto flutuante.
  18. 18. Tipo de ponto flutuante O tipo float ou ponto flutuante pode armazenar números reais. Estes podem ser atribuídos usando decimal ou notação exponencial. $myFloat = 1.234; $myFloat = 3e2 // 3 * 10 ^ 2 = 300
  19. 19. Tipo de ponto flutuante A precisão de um float é dependente de plataforma. Comumente o formato IEEE 64-bit é usado, que pode conter cerca de 14 dígitos decimais e um valor máximo de 1.8x10 308.
  20. 20. Tipo Bool O tipo bool pode armazenar um valor booleano, que é um valor que só pode ser verdadeira ou falsa. Esses valores são especificados com “true” ou “false”. $myBoolOne = true; $myBoolTwo = false;
  21. 21. Tipo Null Os null são constantes maiúsculas e minúsculas usada para representar uma variável sem valor. Tal variável é considerado como sendo do tipo de dados nulo especial. $myNull = null // variável é definido como nulo
  22. 22. Tipo Null Assim como com outros valores, o valor nulo irá avaliar de forma diferente, dependendo do contexto em que a variável é utilizada. Se avaliada como um booleano torna- se falsa, como um número torna-se zero (0), e como uma seqüência torna-se uma cadeia vazia (""). $myInt = $myNull + 0 // contexto numérico (0) $myBool = $myNull == true; //contexto bool (false) echo $myNull; // contexto string ("")
  23. 23. Os valores padrão Em PHP é possível utilizar variáveis ​​que não foram atribuídos um valor. Tais variáveis ​​ indefinidas, então, automaticamente são criados com o valor nulo. echo $myUndefined; // variável é definida como null
  24. 24. Os valores padrão Embora esse comportamento é permitido, é uma boa prática de codificação definir as variáveis ​​antes de serem usadas, mesmo se as variáveis ​​são apenas nulos. Como um lembrete, o PHP irá emitir um aviso de erro quando variáveis ​​indefinidas são usados. Dependendo das configurações de relatório de erros PHP, esta mensagem pode ou não pode ser exibido. “Notice: Undefined variable: myUndefined in C:xampphtdocsmypage.php na linha 10”
  25. 25. Variáveis pré-definidas PHP provê um grande número de variáveis pré-definidas. As variáveis representam variáveis externas à variáveis nativas de ambiente, última mensagem de erro à último cabeçalho recebido.
  26. 26. Variáveis pré-definidas ● Superglobais — Superglobais são variáveis nativas que estão sempre disponíveis em todos escopos ● $GLOBALS — Referencia todas variáveis disponíveis no escopo global ● $_SERVER — Informação do servidor e ambiente de execução ● $_GET — HTTP GET variáveis ● $_POST — HTTP POST variables ● $_FILES — HTTP File Upload variáveis ● $_REQUEST — Variáveis de requisição HTTP ● $_SESSION — Variáveis de sessão ● $_ENV — Variáveis de ambiente ● $_COOKIE — HTTP Cookies ● $php_errormsg — A mensagem de erro anterior ● $HTTP_RAW_POST_DATA — Informação não-tratada do POST ● $http_response_header — Cabeçalhos de resposta HTTP ● $argc — O número de argumentos passados para o script ● $argv — Array de argumentos passados para o script
  27. 27. Variáveis pré-definidas $this é uma variável especial que não pode ser atribuída. Quando uma classe é instanciada em um objeto, e utilizamos a variável $this, essa variável se refere ao objeto que estamos utilizando.
  28. 28. Dúvidas? http://jcursos.com.br/ http://jcursos.com.br/comunidade

×