Livro das profissões monforte

1.185 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
232
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro das profissões monforte

  1. 1. Profissões Enquadradas as profissões em quadras PIEF de Monforte área curricular de Formação Vocacional <ul><li>trabalho elaborado pelos alunos </li></ul><ul><li>e pela equipa técnico-pedagógica do </li></ul><ul><li>PIEF </li></ul><ul><li>Programa Integrado de Educação e Formação </li></ul><ul><li>AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONFORTE </li></ul><ul><li>ano letivo 2011-2012 – </li></ul>
  2. 2. Com fato-de-macaco se veste E com óleo se bronzeia Chaves, velas e roquete O trabalhador passeia mecânico 1
  3. 3. Com a máquina em acção As imagens captura No laboratório de revelação Vê as vidas de aventura fotógrafo 2
  4. 4. Vive as vidas a fingir No palco ouve as palmas Às câmaras gosta de fugir O que importa são as almas actor 3
  5. 5. Com o martelo põe a ordem Com a palavra sabedoria Não permite a desordem Mesmo de um grande rufia juiz 4
  6. 6. Com os peixes se debate De um mar enfurecido Esperando a melhor parte De um lobo do mar esquecido pescador 5
  7. 7. De sol a sol trabalha De enxada na mão O coelho atrapalha A cultura do hortelão agricultor 6
  8. 8. Com capacete se protegem De um fogo destruidor São heróis de coragem E o povo o seu louvor bombeiro 7
  9. 9. De noite fazem a recolha Para passarmos bem dia Não é nossa escolha Mas o seu dia-a-dia recolhedor de lixo 8
  10. 10. Com garbo enfrenta o touro E com risco de se magoar Para ele é um tesouro Esta coisa de pegar forcado 9
  11. 11. Entre tachos e panelas Fazem a sua arte Servem em baixelas Sempre a melhor parte cozinheiro 10
  12. 12. Tratam das doenças De amigos domésticos Com as suas presenças Tornam-nos energéticos veterinário 11
  13. 13. Paciente e amigo Os jovens são uma vocação Mesmo após um castigo São a sua maior paixão professor 12
  14. 14. Por infinitos trilhos Guia o TIR com alegria Esperando ver mulher e filhos Quando chega ao fim do dia camionista 13
  15. 15. Com fato de protecção Necessita de trabalhar A rainha o coração De quem quer adoçar apicultor 14
  16. 16. De terra em terra mantêm a banca Com o pregão fazem dinheiro Na carrinha a alavanca Com que partem o mealheiro feirante 15
  17. 17. Pouca terra, pouca terra Vai vendo o seu caminho O rio, os campos e a serra Os passarinhos no ninho maquinista 16
  18. 18. Gosta de tudo limpinho Esteja frio ou calor Por onde faz o seu caminho Deixa tudo num primor varredor 17
  19. 19. De trincha e rolo trabalha Leva o dia a pintar A sua maior tralha É o andaime montar pintor 18
  20. 20. Máscara, óculos e avental Para os metais soldar O seu pior mal É o ouro não toldar serralheiro 19
  21. 21. De chave de bocas na mão Os canos e as porcas aperta O esgoto deita um cheirão Que toda a rua desperta canalizador 20
  22. 22. Presta cuidados paliativos Com toda a dedicação Vai fazendo os curativos Com amor no coração enfermeiro 21
  23. 23. Com toda a delicadeza Limas, tesoura e verniz Arranja as mãos à princesa Que à saída vai feliz manicure 22
  24. 24. De vaso na mão E argila no forno As peças no chão E a roda a servir de torno oleiro 23
  25. 25. Com o busca-pólos na mão A energia procura Apesar do trovão Enfrenta o choque com bravura eletricista 24
  26. 26. Entre desenhos e maquetas O seu trabalho realiza Os edifícios nas carpetes Que o homem concretiza arquiteto 25
  27. 27. Para a sua construção O tijolo e a massa usa A colher na projeção E a betoneira confusa pedreiro 26
  28. 28. De noite trabalha Depois de muito amassar Com a pá na fornalha A côdea não pode passar padeiro 27
  29. 29. Concentrado na estrada Não tira o pé do acelerador Tem uma vida arriscada Mas a velocidade é o seu amor piloto de automóveis 28
  30. 30. Entre animadas conversas Embeleza muita gente As opções são diversas “ Cabelo liso ou permanente?” cabeleireira 29
  31. 31. Com música no coração O seu instrumento é a voz Na letra de uma canção Põe a vida de todos nós cantor 30
  32. 32. Da árvore vem o material Que lhe dá o ganha-pão Serra, prega, cola e tal… E está feita a construção carpinteiro 31
  33. 33. De transporte ou a andar Procura as nossas moradas Para lá nos colocar As mensagens enviadas carteiro 32
  34. 34. Sempre de agulha e dedal Faz arranjos e bainhas Tanto num fato normal Como em vestes de rainhas costureira 33
  35. 35. Põe-nos de boca aberta E analisa a situação Procura a solução certa Para cada dentição dentista 34
  36. 36. Dá papa, mudas fraldinhas Vai ensinando a brincar Põe os meninos nas caminhas Com um canção de embalar educadora de infância 35
  37. 37. Malha no ferro em brasa Com força para o domar A fornalha aquece a casa E o calor faz transpirar ferreiro 36
  38. 38. Sem parar de trabalhar Ensaia lindos cantares O seu serviço é limpar Escolas, escritórios ou lares funcionária de limpeza 37
  39. 39. Controla pelos botões Guindastes e escavadoras Não pode haver distrações Com máquinas tão assustadoras operador de máquinas 38

×