SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
SECRETARIA EDUCAÇÃO DE TRAJANO DE MORAIS-RJ
PLANEJAMENTO 1º E 2º BIMESTRES DE 2015
BERÇÁRIO e Maternal I – CRECHE MUNICIPAL VOVÓ ROSA PECLY.
1º BIMESTRE: FEVEREIRO/MARÇO/ABRIL.
IDENTIDADE E AUTONOMIA PARA BEBÊS.
• Olhar-se no espelho
• Reconhecer a si mesmo
• Observar fotos suas e reconhecê-la.
• Conversar com a criança chamando-a pelo nome.
• Cantar músicas que envolvam o nome da criança.
• Conversar com a criança de maneira correta, ou seja, pronunciando bem as palavras para que a criança ao ouvi-la aprenda a pronunciá-la de forma
correta.
• Permitir que a criança ouça a sua própria voz estimulando o balbucio.
• A criança usa balbucio para representar as palavras.
• Estabelecer o contato físico quando necessário. Dar colo quando a criança ficar cansada, machucada, triste,com sono para que a criança se sinta
bem e esqueça o que lhe está incomodando.
OBS: Os primeiros de vida através do contato social com os pais e educadores é que possibilitarão a criança o reconhecimento do Eu.
ESTIMULAÇÃO MUSICAL.
• Atividades de expressão e percussão corporal,
• Percepção visual e auditiva,
• Conhecimento e exploração de instrumentos interessantes, tais como chocalhos, tambores,
• Percussão em conjunto, onde as crianças manipulam instrumentos sonoro-musicais com maior intensidade.
• Expressão corporal
• Desenvolvimento da percepção do som e do silêncio,
• Diversos tipos de sonoridades: barulho do amassar papel; estalo dos dedos, apitos, imitar a gargalhada, o bocejo, etc;
• Exploração e manuseio de objetos e instrumentos sonoro-musicais leves e adequados para a faixa etária.
ESTIMULAÇÃO PSICOMOTORA.
• Brincadeiras com rolos, rampas, tubos, bambolês, bolas de diferentes tamanhos e texturas, materiais de encaixe, entre outros;
• Todas da experiência é fundamental para a criação de uma base psicomotora, através da qual o bebê desenvolve sua independência, autonomia
e maturidade sócio-emocional.
ESTIMULAÇÃO AUDITIVA.
• Diferentes sons; explorar diferentes sons produzidos por instrumentos feitos de sucata e pela manipulação de objetos de convívio diário; imitar
sons de animais, avião, chuva, etc;
• Estímulos sonoros com auxílio de músicas, brinquedos que produzam sons como (latinhas, guizos, toquinhos de madeira, chocalho de garrafa
plástica, folhas, etc.).
ESTIMULAÇÃO VISO-MOTORA.
• Coordenação motora grossa e fina através da manipulação de diferentes objetos; fortalecer membros superiores;
• Bolas de diferentes tamanhos, brinquedos, potes com tampas, saquinhos de grãos, bambolês, etc.
ESTIMULAÇÃO MOTORA.
• Rolar / Rastejar / Engatinhar
• Exploração do espaço a sua volta;
• Aprimorar o engatinhar utilizando o andador;
• Estímulos com auxílio de bola grande, banquinhos, cama elástica, colchonete, rolo grande, materiais de espuma (rampa, escada, túnel)
ESTIMULAÇÃO SENSÓRIA – MOTORA.
• Estímulos com auxílio de saquinhos coloridos com diferentes materiais dentro,
• Tapete das sensações,
• Objetos de encaixe,
• Brinquedos de montar e desmontar, etc.
• Brincar no colo de serra, serra, serrador, a partir da posição quase sentada, frente a frente com a educadora;
• Segurar o chocalho com a mão, para balançar e produzir barulho.
• Dar mordedor e brinquedos para que a criança possa levar até a boca.
• Facilitar brincadeiras para usar os dedos das mãos e manipular os objetos;
• Conversar com o bebê frente a frente, dar um tempo para ele retribuir; esta conversa com sorriso.
• Utilizando um lenço colorido ou uma bolinha colorida e colocá-los debaixo de uma almofada;
OBS: Neste primeiro bimestre é muito importante estarmos atentas à adaptação das crianças. Algumas dicas poderão ajudar na prática diária.
1. O primeiro passo é conhecer bem a criança;
2. Fazer as crianças se sentirem bem, deixam-nas mais calmas;
3. Esclarecer com os pais, dúvidas sobre os hábitos e a saúde do bebê só ajudará você a entender a criança.
4. É um momento de ajuste de expectativas.
5. É essencial escutar o que os familiares esperam e explicar os objetivos da instituição
6. Mostrar interesse pela criança é uma forma de tranquilizar os pais
7. Vale perguntar como é a rotina em casa
8. O que a criança gosta de brincar e de comer e se possui objetos de apego.
9. Bebês de até 10 meses estranham a escola, o modo como são colocados para dormir e a comida oferecida.
10. É necessário prestar atenção nos aspectos sensoriais;
11. Deixar objetos pessoais, como mantinhas, chupeta e fronhas, junto ao berço ajuda na adaptação.
12. A ausência dos pais não incomoda;
13. O que incomoda: a textura diferente do lençol do berço, a forma como são colocados para dormir, a temperatura da água do banho.
14. Bebês com 1 ano, a adaptação muda um pouco.
15. O foco principal agora é fazer com que o bebê se acostume à ausência dos responsáveis
16. Nessa idade, ela já começa a estranhar quem não conhece e estabelece vínculos com alguns adultos.
17. Faz parte do processo, então, manter os rostos conhecidos ao alcance da visão do pequeno;
18. A separação é feita aos poucos, intercalando momentos de aproximação e de ausência, até o bebê se acostumar.
19. O choro nos momentos iniciais da separação é normal e deve passar logo, à medida que a criança percebe que é acolhida e compreendida.
20. Caso o berreiro persista, isso pode ser sinal de insegurança
21. Outras manifestações de desconforto são o sono constante, a apatia e a recusa em comer
22. A insegurança dos responsáveis influencia ansiedade dos pequenos.
23. Cabe ao educador acolher os bebês, reconhecer seus sentimentos e fortalecê-los emocionalmente.
24. As ações devem estar voltadas para a apresentação do novo ambiente de uma forma delicada;
25. O que está em jogo é o compromisso em transformar os sentimentos de angústia presentes neste momento em segurança e afeto.
2º BIMESTRE: MAIO/JUNHO/JULHO DE 2015.
LINGUAGEM ORAL:
• Ao contar histórias para bebês, é importante tomar algumas medidas para que eles não se assustem e chorem, tais como:
• Usar tom de voz suave, evitando gritos ou alterações bruscas de voz;
• Não fazer movimentos bruscos com o corpo;
• Utilizar canções suaves, como os acalantos;
• Se inserir, na contação de história, optar por elementos simples e coloridos (lenços, bolas etc.);
• Evitar narrativas longas. Em vez disso, optar por cantigas, parlendas e contos mínimos;
• Associar a contação com a hora do sono, pois histórias acalmam os bebês e os ajudam a dormir;
• Ao usar livros, opte por obras com figuras grandes e coloridas, que estimulam a percepção visual;
• Toque na criança com carinho e cuidado.
OBS: CONTOS MÍNIMOS
Algumas sugestões para declamar para as crianças, com dicas de como brincar:
1. Rei e rainha. Essa é a história do rei e da rainha. Ela queria fazer um bolo, mas não tinha farinha.
Ao contar este conto mínimo, faça os gestos da rainha batendo a massa de um bolo.
2. Serra, serra
Serra, serra, serrador
serra o papo do vovô.
Serra, serra, serrador
serra o papo do vovô
Dica!
Coloque a criança no colo e segure em seus bracinhos fazendo o movimento de vaivém da serra enquanto cantarola a parlenda.
3. Janela, janelinha
Janela, janelinha
Janela, janelinha
porta, campainha
pééé...
Dica!
Ao falar "janela, janelinha", apoie (levemente) os dedos em cada uma das pálpebras da criança. Quando falar "porta", aponte a boca. O nariz é a campainha
que, quando tocada, deve fazer o seu som (pééé).
IDENTIDADE E AUTONOMIA PARA BEBÊS.
• Olhar-se no espelho
• Reconhecer a si mesmo
• Observar fotos suas e reconhecê-la.
• Conversar com a criança chamando-a pelo nome.
• Cantar músicas que envolvam o nome da criança.
ESTIMULAÇÃO MUSICAL:
• Cantar para a criança músicas que envolvam o conhecimento da boca, olhos, ouvidos,boca, língua,nariz,etc.
• Desenvolvimento do pulso ( bater palmas contando 1, 2, 1 2
• Percepção do som e silêncio,
• Diferentes alturas do som ( baixo, médio, alto, gritado, baixinho, sussurrado, silencioso)
• Exploração e manuseio de objetos e instrumentos sonoro-musicais ( chocalhos, caixa de sapatos, garrafas com objetos diversos) leves e adequados
para a faixa etária.
• Historinhas cantadas.
• Imitação de sons de animais, avião, chuva, etc;
ESTIMULAÇÃO VISO-MOTORA.
• Com o balão preso no teto da sala. Colocar o cesto na altura das crianças e amarrar um balão, depois é convidar as crianças para colocar o balão no
cesto.
• Jogar bolas de papel amassado dentro de uma bacia a uma distância pequena;
• Confecção de móbiles que possam estar na altura em que a criança possa com os braços esticados tocá-los;
• Chutar a bola com os pés para dentro e uma caixa grande imitando o jogador de futebol;
• Brincando com pneus velhos ( orientado pelo educador) - passar dentro, sentar, caminhar ao redor.
• Brincadeiras com sacolas de plástico. Deixar que a criança explore. Abra e depois coloque objetos dentro.
ESTIMULAÇÃO MOTORA.
• Rolar / Rastejar / Engatinhar / Andar / Correr / Saltar;
• Exploração do espaço a sua volta;
• Aprimorar o andar;
• Estímulos com auxílio de bola grande, banquinhos, cama elástica, colchonete, rolo grande, materiais de espuma (rampa, escada, túnel)
• Amassar papel e fazer depois com ajuda da professora uma bola grande.
• Deitar a criança e pedir que levante uma perna, depois a outra, alternadamente. Depois pedir que levante os braços.Que mexa a cabeça...
ESTIMULAÇÃO SENSÓRIA – MOTORA.
• Estímulos com auxílio de Tiras de TNT para as crianças explorarem,
• Tapete das sensações,
• Objetos de encaixe,
• Brinquedos de montar e desmontar, etc.
• Brincando com caixas. Desenvolver a motricidade ampla, equilíbrio, confiança em si.Segurar em uma das mãos da criança e estimulá-la a caminhar
colocando os pés dentro das caixas enfileiradas.
• Brincar no colo de serra, serra, serrador, a partir da posição quase sentada, frente a frente com a educadora.
• Segurar o chocalho com a mão, para balançar e produzir barulho.
• Subir e descer escadas (a escada utilizada é pequena, mas serve para estimular os pequenos).
• Dar mordedor e brinquedos para que a criança possa levar até a boca.
• Facilitar brincadeiras para usar os dedos das mãos e manipular os objetos;
• Conversar com o bebê frente a frente, dar um tempo para ele retribuir; esta conversa com sorriso.
• Brincar de esconde- esconde;
Berçário 1 e 2º bim. 2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de aula livro de texturas
Plano de aula   livro de texturasPlano de aula   livro de texturas
Plano de aula livro de texturasivanetesantos
 
Planejamento Educação Infantil fase I
 Planejamento Educação Infantil fase I Planejamento Educação Infantil fase I
Planejamento Educação Infantil fase Ilucianoproenca21
 
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades  crianças 1 a 2 anosApostila de atividades  crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anosMara Rocha
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaPri Domingos
 
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLY
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLYPORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLY
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLYcmeirosalina
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilSimoneHelenDrumond
 
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensaçõesVamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensaçõesVila Salete
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantiljanainasantosborba
 
Proposta do berçário educação infantil
Proposta do berçário   educação infantilProposta do berçário   educação infantil
Proposta do berçário educação infantilRosemary Batista
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosSimoneHelenDrumond
 
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanian
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanianFicha para planejamento simone helen drumond ischkanian
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanianSimoneHelenDrumond
 
Parte 3 projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagens
Parte 3   projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagensParte 3   projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagens
Parte 3 projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagensClaudia Ortolan Ortolan
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaMaria Vanderlan Rahal
 
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anosAtividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anosArlete Laenzlinger
 
Projeto brinquedos e brincadeiras
Projeto brinquedos e brincadeirasProjeto brinquedos e brincadeiras
Projeto brinquedos e brincadeirasDaila Riva Brocker
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
LudicidadeGislaine
 

Mais procurados (20)

Brinquedos antigos
Brinquedos antigosBrinquedos antigos
Brinquedos antigos
 
Berçario i
Berçario i Berçario i
Berçario i
 
Plano de aula livro de texturas
Plano de aula   livro de texturasPlano de aula   livro de texturas
Plano de aula livro de texturas
 
Planejamento Educação Infantil fase I
 Planejamento Educação Infantil fase I Planejamento Educação Infantil fase I
Planejamento Educação Infantil fase I
 
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades  crianças 1 a 2 anosApostila de atividades  crianças 1 a 2 anos
Apostila de atividades crianças 1 a 2 anos
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para Autista
 
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLY
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLYPORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLY
PORTIFÓLIO BERÇÁRIO II - AUXILIARES JULIANA E MARLY
 
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantilBrinquedos e brincadeiras na educação infantil
Brinquedos e brincadeiras na educação infantil
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensaçõesVamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Proposta do berçário educação infantil
Proposta do berçário   educação infantilProposta do berçário   educação infantil
Proposta do berçário educação infantil
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
 
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanian
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanianFicha para planejamento simone helen drumond ischkanian
Ficha para planejamento simone helen drumond ischkanian
 
Parte 3 projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagens
Parte 3   projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagensParte 3   projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagens
Parte 3 projeto brincadeiras tradicionai sv preliminar 20032013sem imagens
 
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escolaResgatando Jogos e Brincadeiras na escola
Resgatando Jogos e Brincadeiras na escola
 
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anosAtividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
Atividades lúdicas com crianças de 2 a 4 anos
 
Projeto brinquedos e brincadeiras
Projeto brinquedos e brincadeirasProjeto brinquedos e brincadeiras
Projeto brinquedos e brincadeiras
 
Alunas unip projeto música
Alunas unip projeto músicaAlunas unip projeto música
Alunas unip projeto música
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 

Destaque

Matriz habilidades infantil
Matriz habilidades infantilMatriz habilidades infantil
Matriz habilidades infantilDudds Borges
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesSimoneHelenDrumond
 
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen  drumondAtividades para o berçario e maternal por simone helen  drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Bloco de conteúdo anual maternal 2012
Bloco de conteúdo anual maternal 2012Bloco de conteúdo anual maternal 2012
Bloco de conteúdo anual maternal 2012josivaldopassos
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilkeillacr
 
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012josivaldopassos
 
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumondBerçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Proposta do maternal l e ll educação infantil
Proposta do maternal l e ll   educação infantilProposta do maternal l e ll   educação infantil
Proposta do maternal l e ll educação infantilRosemary Batista
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidadeGraça Sousa
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantilClaudia Ramos
 
Ementa 30 Abril a 4 Maio Berçario
Ementa 30 Abril a 4 Maio BerçarioEmenta 30 Abril a 4 Maio Berçario
Ementa 30 Abril a 4 Maio Berçariosalabrancadeneve
 
Projeto espiadinha 08 08
Projeto espiadinha 08 08Projeto espiadinha 08 08
Projeto espiadinha 08 08escolagb
 
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abrilProjeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abrilMaria de lurdes valentim gerardo
 
Sequencia didática minha identidade maternal
Sequencia didática minha identidade    maternalSequencia didática minha identidade    maternal
Sequencia didática minha identidade maternaljosivaldopassos
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 

Destaque (20)

Matriz habilidades infantil
Matriz habilidades infantilMatriz habilidades infantil
Matriz habilidades infantil
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen  drumondAtividades para o berçario e maternal por simone helen  drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
 
Bloco de conteúdo anual maternal 2012
Bloco de conteúdo anual maternal 2012Bloco de conteúdo anual maternal 2012
Bloco de conteúdo anual maternal 2012
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantil
 
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012
DIRETRIZES CURRICULARES PARA O NÍVEL II 2012
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
 
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumondBerçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
 
Proposta do maternal l e ll educação infantil
Proposta do maternal l e ll   educação infantilProposta do maternal l e ll   educação infantil
Proposta do maternal l e ll educação infantil
 
Maternal plano anual
Maternal plano anualMaternal plano anual
Maternal plano anual
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 
Ementa 30 Abril a 4 Maio Berçario
Ementa 30 Abril a 4 Maio BerçarioEmenta 30 Abril a 4 Maio Berçario
Ementa 30 Abril a 4 Maio Berçario
 
Projeto espiadinha 08 08
Projeto espiadinha 08 08Projeto espiadinha 08 08
Projeto espiadinha 08 08
 
Planejamento setembro
Planejamento setembroPlanejamento setembro
Planejamento setembro
 
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abrilProjeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos   ultimos 15 de abril
Projeto pedagogico berçário sala intermedia os pirilampos ultimos 15 de abril
 
Berçario
BerçarioBerçario
Berçario
 
Sequencia didática minha identidade maternal
Sequencia didática minha identidade    maternalSequencia didática minha identidade    maternal
Sequencia didática minha identidade maternal
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
 

Semelhante a Berçário 1 e 2º bim. 2015

Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)
Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)
Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)Joares Miranda
 
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdf
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdfCardapiodebrincadeiras web 20161212.pdf
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdfNatelson Nascimento
 
Cardápio de Brinquedos e Brincadeiras
Cardápio de Brinquedos e BrincadeirasCardápio de Brinquedos e Brincadeiras
Cardápio de Brinquedos e BrincadeirasMaria Adalgiza Pinto
 
Desenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorDesenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorbecresforte
 
Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1saletebia
 
Estimulação de 0 a 3 anos
Estimulação de 0 a 3 anosEstimulação de 0 a 3 anos
Estimulação de 0 a 3 anosDebora Estery
 
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdfAutismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdfLucyFujisawa
 
Kit de desenvolvimento da primeira infância
Kit de desenvolvimento da primeira infânciaKit de desenvolvimento da primeira infância
Kit de desenvolvimento da primeira infânciaJuliano Camargo
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderTania Garrido
 

Semelhante a Berçário 1 e 2º bim. 2015 (20)

Cardápio de brincadeiras
Cardápio de brincadeirasCardápio de brincadeiras
Cardápio de brincadeiras
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
 
Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)
Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)
Clube das Mamys - Desenvolvimento Infantil (por Adryana Trummer)
 
Spps2
Spps2Spps2
Spps2
 
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdf
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdfCardapiodebrincadeiras web 20161212.pdf
Cardapiodebrincadeiras web 20161212.pdf
 
Cardápio de Brinquedos e Brincadeiras
Cardápio de Brinquedos e BrincadeirasCardápio de Brinquedos e Brincadeiras
Cardápio de Brinquedos e Brincadeiras
 
Eixo movimento
Eixo movimentoEixo movimento
Eixo movimento
 
Apresentação4
Apresentação4Apresentação4
Apresentação4
 
Desenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motorDesenvolvimento psico motor
Desenvolvimento psico motor
 
Brincar deler download
Brincar deler downloadBrincar deler download
Brincar deler download
 
Manual para os pais
Manual para os pais Manual para os pais
Manual para os pais
 
Mg manha
Mg manhaMg manha
Mg manha
 
Portfolio mg manhã
Portfolio mg manhãPortfolio mg manhã
Portfolio mg manhã
 
Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1
 
Estimulação de 0 a 3 anos
Estimulação de 0 a 3 anosEstimulação de 0 a 3 anos
Estimulação de 0 a 3 anos
 
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdfAutismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
 
Kit de desenvolvimento da primeira infância
Kit de desenvolvimento da primeira infânciaKit de desenvolvimento da primeira infância
Kit de desenvolvimento da primeira infância
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
 

Último

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Berçário 1 e 2º bim. 2015

  • 1. SECRETARIA EDUCAÇÃO DE TRAJANO DE MORAIS-RJ PLANEJAMENTO 1º E 2º BIMESTRES DE 2015 BERÇÁRIO e Maternal I – CRECHE MUNICIPAL VOVÓ ROSA PECLY. 1º BIMESTRE: FEVEREIRO/MARÇO/ABRIL. IDENTIDADE E AUTONOMIA PARA BEBÊS. • Olhar-se no espelho • Reconhecer a si mesmo • Observar fotos suas e reconhecê-la. • Conversar com a criança chamando-a pelo nome. • Cantar músicas que envolvam o nome da criança. • Conversar com a criança de maneira correta, ou seja, pronunciando bem as palavras para que a criança ao ouvi-la aprenda a pronunciá-la de forma correta. • Permitir que a criança ouça a sua própria voz estimulando o balbucio. • A criança usa balbucio para representar as palavras. • Estabelecer o contato físico quando necessário. Dar colo quando a criança ficar cansada, machucada, triste,com sono para que a criança se sinta bem e esqueça o que lhe está incomodando. OBS: Os primeiros de vida através do contato social com os pais e educadores é que possibilitarão a criança o reconhecimento do Eu.
  • 2. ESTIMULAÇÃO MUSICAL. • Atividades de expressão e percussão corporal, • Percepção visual e auditiva, • Conhecimento e exploração de instrumentos interessantes, tais como chocalhos, tambores, • Percussão em conjunto, onde as crianças manipulam instrumentos sonoro-musicais com maior intensidade. • Expressão corporal • Desenvolvimento da percepção do som e do silêncio, • Diversos tipos de sonoridades: barulho do amassar papel; estalo dos dedos, apitos, imitar a gargalhada, o bocejo, etc; • Exploração e manuseio de objetos e instrumentos sonoro-musicais leves e adequados para a faixa etária. ESTIMULAÇÃO PSICOMOTORA. • Brincadeiras com rolos, rampas, tubos, bambolês, bolas de diferentes tamanhos e texturas, materiais de encaixe, entre outros; • Todas da experiência é fundamental para a criação de uma base psicomotora, através da qual o bebê desenvolve sua independência, autonomia e maturidade sócio-emocional. ESTIMULAÇÃO AUDITIVA. • Diferentes sons; explorar diferentes sons produzidos por instrumentos feitos de sucata e pela manipulação de objetos de convívio diário; imitar sons de animais, avião, chuva, etc; • Estímulos sonoros com auxílio de músicas, brinquedos que produzam sons como (latinhas, guizos, toquinhos de madeira, chocalho de garrafa plástica, folhas, etc.).
  • 3. ESTIMULAÇÃO VISO-MOTORA. • Coordenação motora grossa e fina através da manipulação de diferentes objetos; fortalecer membros superiores; • Bolas de diferentes tamanhos, brinquedos, potes com tampas, saquinhos de grãos, bambolês, etc. ESTIMULAÇÃO MOTORA. • Rolar / Rastejar / Engatinhar • Exploração do espaço a sua volta; • Aprimorar o engatinhar utilizando o andador; • Estímulos com auxílio de bola grande, banquinhos, cama elástica, colchonete, rolo grande, materiais de espuma (rampa, escada, túnel) ESTIMULAÇÃO SENSÓRIA – MOTORA. • Estímulos com auxílio de saquinhos coloridos com diferentes materiais dentro, • Tapete das sensações, • Objetos de encaixe, • Brinquedos de montar e desmontar, etc. • Brincar no colo de serra, serra, serrador, a partir da posição quase sentada, frente a frente com a educadora; • Segurar o chocalho com a mão, para balançar e produzir barulho. • Dar mordedor e brinquedos para que a criança possa levar até a boca. • Facilitar brincadeiras para usar os dedos das mãos e manipular os objetos;
  • 4. • Conversar com o bebê frente a frente, dar um tempo para ele retribuir; esta conversa com sorriso. • Utilizando um lenço colorido ou uma bolinha colorida e colocá-los debaixo de uma almofada; OBS: Neste primeiro bimestre é muito importante estarmos atentas à adaptação das crianças. Algumas dicas poderão ajudar na prática diária. 1. O primeiro passo é conhecer bem a criança; 2. Fazer as crianças se sentirem bem, deixam-nas mais calmas; 3. Esclarecer com os pais, dúvidas sobre os hábitos e a saúde do bebê só ajudará você a entender a criança. 4. É um momento de ajuste de expectativas. 5. É essencial escutar o que os familiares esperam e explicar os objetivos da instituição 6. Mostrar interesse pela criança é uma forma de tranquilizar os pais 7. Vale perguntar como é a rotina em casa 8. O que a criança gosta de brincar e de comer e se possui objetos de apego. 9. Bebês de até 10 meses estranham a escola, o modo como são colocados para dormir e a comida oferecida. 10. É necessário prestar atenção nos aspectos sensoriais; 11. Deixar objetos pessoais, como mantinhas, chupeta e fronhas, junto ao berço ajuda na adaptação. 12. A ausência dos pais não incomoda; 13. O que incomoda: a textura diferente do lençol do berço, a forma como são colocados para dormir, a temperatura da água do banho. 14. Bebês com 1 ano, a adaptação muda um pouco. 15. O foco principal agora é fazer com que o bebê se acostume à ausência dos responsáveis 16. Nessa idade, ela já começa a estranhar quem não conhece e estabelece vínculos com alguns adultos.
  • 5. 17. Faz parte do processo, então, manter os rostos conhecidos ao alcance da visão do pequeno; 18. A separação é feita aos poucos, intercalando momentos de aproximação e de ausência, até o bebê se acostumar. 19. O choro nos momentos iniciais da separação é normal e deve passar logo, à medida que a criança percebe que é acolhida e compreendida. 20. Caso o berreiro persista, isso pode ser sinal de insegurança 21. Outras manifestações de desconforto são o sono constante, a apatia e a recusa em comer 22. A insegurança dos responsáveis influencia ansiedade dos pequenos. 23. Cabe ao educador acolher os bebês, reconhecer seus sentimentos e fortalecê-los emocionalmente. 24. As ações devem estar voltadas para a apresentação do novo ambiente de uma forma delicada; 25. O que está em jogo é o compromisso em transformar os sentimentos de angústia presentes neste momento em segurança e afeto. 2º BIMESTRE: MAIO/JUNHO/JULHO DE 2015. LINGUAGEM ORAL:
  • 6. • Ao contar histórias para bebês, é importante tomar algumas medidas para que eles não se assustem e chorem, tais como: • Usar tom de voz suave, evitando gritos ou alterações bruscas de voz; • Não fazer movimentos bruscos com o corpo; • Utilizar canções suaves, como os acalantos; • Se inserir, na contação de história, optar por elementos simples e coloridos (lenços, bolas etc.); • Evitar narrativas longas. Em vez disso, optar por cantigas, parlendas e contos mínimos; • Associar a contação com a hora do sono, pois histórias acalmam os bebês e os ajudam a dormir; • Ao usar livros, opte por obras com figuras grandes e coloridas, que estimulam a percepção visual; • Toque na criança com carinho e cuidado. OBS: CONTOS MÍNIMOS Algumas sugestões para declamar para as crianças, com dicas de como brincar: 1. Rei e rainha. Essa é a história do rei e da rainha. Ela queria fazer um bolo, mas não tinha farinha. Ao contar este conto mínimo, faça os gestos da rainha batendo a massa de um bolo. 2. Serra, serra Serra, serra, serrador serra o papo do vovô. Serra, serra, serrador serra o papo do vovô Dica! Coloque a criança no colo e segure em seus bracinhos fazendo o movimento de vaivém da serra enquanto cantarola a parlenda. 3. Janela, janelinha Janela, janelinha Janela, janelinha porta, campainha pééé...
  • 7. Dica! Ao falar "janela, janelinha", apoie (levemente) os dedos em cada uma das pálpebras da criança. Quando falar "porta", aponte a boca. O nariz é a campainha que, quando tocada, deve fazer o seu som (pééé). IDENTIDADE E AUTONOMIA PARA BEBÊS. • Olhar-se no espelho • Reconhecer a si mesmo • Observar fotos suas e reconhecê-la. • Conversar com a criança chamando-a pelo nome. • Cantar músicas que envolvam o nome da criança. ESTIMULAÇÃO MUSICAL: • Cantar para a criança músicas que envolvam o conhecimento da boca, olhos, ouvidos,boca, língua,nariz,etc. • Desenvolvimento do pulso ( bater palmas contando 1, 2, 1 2 • Percepção do som e silêncio, • Diferentes alturas do som ( baixo, médio, alto, gritado, baixinho, sussurrado, silencioso) • Exploração e manuseio de objetos e instrumentos sonoro-musicais ( chocalhos, caixa de sapatos, garrafas com objetos diversos) leves e adequados para a faixa etária. • Historinhas cantadas. • Imitação de sons de animais, avião, chuva, etc;
  • 8. ESTIMULAÇÃO VISO-MOTORA. • Com o balão preso no teto da sala. Colocar o cesto na altura das crianças e amarrar um balão, depois é convidar as crianças para colocar o balão no cesto. • Jogar bolas de papel amassado dentro de uma bacia a uma distância pequena; • Confecção de móbiles que possam estar na altura em que a criança possa com os braços esticados tocá-los; • Chutar a bola com os pés para dentro e uma caixa grande imitando o jogador de futebol; • Brincando com pneus velhos ( orientado pelo educador) - passar dentro, sentar, caminhar ao redor. • Brincadeiras com sacolas de plástico. Deixar que a criança explore. Abra e depois coloque objetos dentro. ESTIMULAÇÃO MOTORA. • Rolar / Rastejar / Engatinhar / Andar / Correr / Saltar; • Exploração do espaço a sua volta; • Aprimorar o andar; • Estímulos com auxílio de bola grande, banquinhos, cama elástica, colchonete, rolo grande, materiais de espuma (rampa, escada, túnel) • Amassar papel e fazer depois com ajuda da professora uma bola grande. • Deitar a criança e pedir que levante uma perna, depois a outra, alternadamente. Depois pedir que levante os braços.Que mexa a cabeça...
  • 9. ESTIMULAÇÃO SENSÓRIA – MOTORA. • Estímulos com auxílio de Tiras de TNT para as crianças explorarem, • Tapete das sensações, • Objetos de encaixe, • Brinquedos de montar e desmontar, etc. • Brincando com caixas. Desenvolver a motricidade ampla, equilíbrio, confiança em si.Segurar em uma das mãos da criança e estimulá-la a caminhar colocando os pés dentro das caixas enfileiradas. • Brincar no colo de serra, serra, serrador, a partir da posição quase sentada, frente a frente com a educadora. • Segurar o chocalho com a mão, para balançar e produzir barulho. • Subir e descer escadas (a escada utilizada é pequena, mas serve para estimular os pequenos). • Dar mordedor e brinquedos para que a criança possa levar até a boca. • Facilitar brincadeiras para usar os dedos das mãos e manipular os objetos; • Conversar com o bebê frente a frente, dar um tempo para ele retribuir; esta conversa com sorriso. • Brincar de esconde- esconde;