SlideShare uma empresa Scribd logo
RELAÇÕES  ECOLÓGICAS PROF. MARIA JOSÉ ALESSIO DOS SANTOS AVILA ANGRA DOS REIS
RELACIONAMENTO HARMÔNICO É O RELACIONAMENTO EM QUE NENHUM DOS SERES ENVOLVIDOS É PREJUDICADO, PODENDO TODOS SE BENEFICIAR. OU PELO MENOS UM DELES SE BENEFICIA E O OUTRO NEM SE BENEFICIA, NEM É PREJUDICADO.
OS SERES VIVOS SE RELACIONAM COM SERES DA MESMA ESPÉCIE E DE OUTRAS DIFERENTES, AO LONGO DE SUAS VIDAS. ESTE RELACIONAMENTO PODE SER HARMÔNICO OU DESARMÔNICO, PODEM SER AINDA INTRA-ESPECÍFICO  OU INTERESPECÍFICO.
RELACIONAMENTO HARMÔNICO INTRA-ESPECÍFICO (MESMA ESPÉCIE)
COLÔNIA ISOMORFA   CORAL CÉREBRO
COLÔNIA HETEROMORFA FALSO-CORAL (GORGÔNIA)
COLÔNIA HETEROMORFA Physalia  - conhecida como Caravela
SOCIEDADE   DE ABELHAS
SOCIEDADE  DE FORMIGAS
SOCIEDADE  FORMIGUEIRO
SOCIEDADE DE CUPINS
SOCIEDADE DE SERES HUMANOS
RELACIONAMENTO HARMÔNICO INTERESPECÍFICO (ENTRE ESPÉCIES DIFERENTES)
MUTUALISMO LÍQUEM
MUTUALISMO LÍQUEM
PROTOCOOPERAÇÃO GADO E GARCINHA BOIADEIRA
PROTOCOOPERAÇÃO BÚFALO E AVE CARRAPATEIRA
PROTOCOOPERAÇÃO
PROTOCOOPERAÇÃO PAGURO E ANÊMONA-DO-MAR
COMENSALISMO (EM RELAÇÃO À ALIMENTAÇÃO) TUBARÃO E PEIXE-PILOTO
INQUILINISMO   (EM RELAÇÃO À PROTEÇÃO) ANÊMONA E CAMARÃO-PALHAÇO
INQUILINISMO ANÊMONA E PEIXE-PALHAÇO
INQUILINISMO ORQUÍDEAS
INQUILINISMO BROMÉLIA
RELACIONAMENTO DESARMÔNICO É O RELACIONAMENTO EM QUE UM DOS SERES ENVOLVIDOS É PREJUDICADO, E O OUTRO SE BENEFICIA. OU TODOS ENVOLVIDOS SAEM PREJUDICADOS.
RELACIONAMENTO DESARMÔNICO INTRA-ESPECÍFICO (MESMA ESPÉCIE)
COMPETIÇÃO ENTRE TIGRES
COMPETIÇÃO ENTRE BEIJA-FLORES
CANIBALISMO VIÚVA-NEGRA
CANIBALISMO LOUVA-A-DEUS
RELACIONAMENTO DESARMÔNICO INTERESPECÍFICO ENTRE ESPÉCIES DIFERENTES
COMPETIÇÃO ENTRE ÁRVORES DE ESPÉCIES DIFERENTES
COMPETIÇÃO ENTRE ANIMAIS DE ESPÉCIES DIFERENTES
PARASITISMO CIPÓ-CHUMBO - ECTOPARASITA
PARASITISMO CARRAPATO ÁCARO CRAVO PIOLHO ECTOPARASITAS
PARASITISMO DEMODEX – CRAVO DA PELE HUMANA
PARASITISMO ENDOPARASITA –  Ascaris lumbricoide
PARASITISMO
PREDATISMO JOANINHA COME PULGÕES
PREDATISMO ARANHA COMENDO UMA ABELHA
PREDATISMO GORILA COMENDO VEGETAIS - HERBIVORIA
PREDATISMO CORUJA COMENDO UM CAMUNDONGO
PREDATISMO CROCODILO ATACANDO SER HUMANO
PREDATISMO Perereca comendo aranha
AMENSALISMO RAIZ DE EUCALÍPITO LIBERA SUBST. TÓXICA
AMENSALISMO MARÉ VERMELHA - DINOFLAGELADOS
AMENSALISMO DINOFLAGELADOS, CAUSADORES DA MARÉ VERMELHA
AMENSALISMO FUNGO  –  Penicillium notatum   (Penicilina)
AMENSALISMO FUNGOS PRODUZEM SUBSTÂNCIAS INIBIDORAS
AS RELAÇÕES ECOLÓGICAS O RESULTADO FINAL DE TODAS ESSAS RELAÇÕES É UM EQUILÍBRIO QUE GARANTE A PRESERVAÇÃO DO ECOSSISTEMA.  NÃO DEVEMOS INTERFERIR INTRODUZINDO ESPÉCIES QUE NÃO PERTENCEM AO ECOSSISTEMA, POIS CAUSAREMOS UM DESEQUILÍBRIO ECOLÓGICO.
"A natureza pode suprir todas as necessidades do homem, menos a sua ganância" Professora: Maria José Alessio dos Santos Avila

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
wenea
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
GMarques99
 
Interações ecologicas completa
Interações ecologicas completaInterações ecologicas completa
Interações ecologicas completa
Vjezhtitza
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Med. Veterinária 2011
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
KATIA CAVALCANTI
 
Factores bióticos
Factores bióticosFactores bióticos
Factores bióticos
Isabel Lopes
 
As relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivosAs relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivos
acristinasousasilva
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
marisaoliv
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivosRelações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
Silvana Sanches
 
RelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
RelaçõEs EcolóGicas DesarmonicasRelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
RelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
guest787ebb4
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Ana Paula Garcia
 
Interações ecológicas
Interações ecológicasInterações ecológicas
Interações ecológicas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
maniebittencourt
 
Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas
Antonio Fernandes
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
crisbassanimedeiros
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
Deolinda Silva
 
6º ano cap 5 relações ecológicas
6º ano cap 5   relações ecológicas6º ano cap 5   relações ecológicas
6º ano cap 5 relações ecológicas
ISJ
 
Interaçoes ecológicas
Interaçoes ecológicasInteraçoes ecológicas
Interaçoes ecológicas
João Marcos
 
IV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOSIV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOS
sandranascimento
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
Adrianne Mendonça
 

Mais procurados (20)

Interação entre os seres vivos
Interação entre os seres vivosInteração entre os seres vivos
Interação entre os seres vivos
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Interações ecologicas completa
Interações ecologicas completaInterações ecologicas completa
Interações ecologicas completa
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICASRELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
RELAÇÕES ECOLÓGICAS DESARMÔNICAS
 
Factores bióticos
Factores bióticosFactores bióticos
Factores bióticos
 
As relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivosAs relações entre os seres vivos
As relações entre os seres vivos
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
 
Relações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivosRelações ecológicas entre seres vivos
Relações ecológicas entre seres vivos
 
RelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
RelaçõEs EcolóGicas DesarmonicasRelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
RelaçõEs EcolóGicas Desarmonicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Interações ecológicas
Interações ecológicasInterações ecológicas
Interações ecológicas
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 
Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas Ecologia-Relações Ecológicas
Ecologia-Relações Ecológicas
 
3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas3 ano relações ecológicas
3 ano relações ecológicas
 
Relações bióticas
Relações bióticasRelações bióticas
Relações bióticas
 
6º ano cap 5 relações ecológicas
6º ano cap 5   relações ecológicas6º ano cap 5   relações ecológicas
6º ano cap 5 relações ecológicas
 
Interaçoes ecológicas
Interaçoes ecológicasInteraçoes ecológicas
Interaçoes ecológicas
 
IV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOSIV - FATORES BIÓTICOS
IV - FATORES BIÓTICOS
 
Relações ecológicas
Relações ecológicasRelações ecológicas
Relações ecológicas
 

Destaque

Caracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivosCaracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivos
César Milani
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
Rebeca Vale
 
Aula de relações ecológicas
Aula de relações ecológicasAula de relações ecológicas
Aula de relações ecológicas
Ilsoflavio
 
V. 2 Relações entre seres vivos
V. 2  Relações entre seres vivosV. 2  Relações entre seres vivos
V. 2 Relações entre seres vivos
Rebeca Vale
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
Gabriela de Lima
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
Rebeca Vale
 

Destaque (6)

Caracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivosCaracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivos
 
I.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivosI.3 classificação seres vivos
I.3 classificação seres vivos
 
Aula de relações ecológicas
Aula de relações ecológicasAula de relações ecológicas
Aula de relações ecológicas
 
V. 2 Relações entre seres vivos
V. 2  Relações entre seres vivosV. 2  Relações entre seres vivos
V. 2 Relações entre seres vivos
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
I.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambienteI.1 Os seres vivos e o ambiente
I.1 Os seres vivos e o ambiente
 

Semelhante a Relacoes ecologicas

Relaes ecolgicas-1
Relaes ecolgicas-1Relaes ecolgicas-1
Relaes ecolgicas-1
Marta Alves
 
Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2
CIN
 
129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas
Viviane Godoi
 
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
ABRAPAHP _ Associação Brasileira do Programa de Ajuda Humanitária Psicológica
 
Rela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunosRela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunos
Érika Cardozo
 
Psiquiatria distúrbios sexuais
Psiquiatria distúrbios sexuaisPsiquiatria distúrbios sexuais
Psiquiatria distúrbios sexuais
Silvânia Galdino
 
Relações ecológicas 2
Relações ecológicas 2Relações ecológicas 2
Relações ecológicas 2
hugocampos2
 
Relações ecológicas
Relações ecológicas Relações ecológicas
Relações ecológicas
3a-manha
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
EwerthonGomes1
 
Rel ec
Rel ecRel ec
8ºano relações interespecíficas
8ºano relações interespecíficas8ºano relações interespecíficas
8ºano relações interespecíficas
Maria Rocha R
 
Relaçaoeco
RelaçaoecoRelaçaoeco
Relaçaoeco
Magali Feldmann
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
Catir
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
guest2d00a0
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
Neila
 
Filosofia 1
Filosofia 1Filosofia 1
Filosofia 1
Caíque Santos
 
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidadeDinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Ana Castro
 
Interações entre os seres vivos
Interações  entre os seres vivosInterações  entre os seres vivos
Interações entre os seres vivos
Cláudia Padao Rovani
 
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
Adriane Oliveira
 

Semelhante a Relacoes ecologicas (20)

Relaes ecolgicas-1
Relaes ecolgicas-1Relaes ecolgicas-1
Relaes ecolgicas-1
 
Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2Aula de ecologia nº2
Aula de ecologia nº2
 
129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas129876887788470 relacoes ecologicas
129876887788470 relacoes ecologicas
 
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
Intervenção Terapêutica de Crise com famílias danificadas por catástrofes nat...
 
Rela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunosRela es ecol_gicas_alunos
Rela es ecol_gicas_alunos
 
Psiquiatria distúrbios sexuais
Psiquiatria distúrbios sexuaisPsiquiatria distúrbios sexuais
Psiquiatria distúrbios sexuais
 
Relações ecológicas 2
Relações ecológicas 2Relações ecológicas 2
Relações ecológicas 2
 
Relações ecológicas
Relações ecológicas Relações ecológicas
Relações ecológicas
 
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.pptAula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
Aula Relações Ecológicas - Curso Preparatório - Prof. Ewerthon Gomes.ppt
 
Rel ec
Rel ecRel ec
Rel ec
 
8ºano relações interespecíficas
8ºano relações interespecíficas8ºano relações interespecíficas
8ºano relações interespecíficas
 
Relaçaoeco
RelaçaoecoRelaçaoeco
Relaçaoeco
 
Factores Bióticos
Factores BióticosFactores Bióticos
Factores Bióticos
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Relações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodleRelações ecológicasmoodle
Relações ecológicasmoodle
 
Filosofia 1
Filosofia 1Filosofia 1
Filosofia 1
 
Dinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidadeDinâmica das populações e sustentabilidade
Dinâmica das populações e sustentabilidade
 
Interações entre os seres vivos
Interações  entre os seres vivosInterações  entre os seres vivos
Interações entre os seres vivos
 
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
Conceitosdeecologiareviso 110513182309-phpapp01
 

Último

Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 

Último (20)

RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 

Relacoes ecologicas