Comércio móvel - UFAL 2013 - Capítulo 8

456 visualizações

Publicada em

Trabalho para disciplina de Comércio Eletrônico da UFAL, sobre o capitulo 8 intitulado como "Comércio Móvel"

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Comércio móvel - UFAL 2013 - Capítulo 8

  1. 1. Comércio Móvel Bianca Gessica Karen Luiza Maíra Raíssa
  2. 2. Conceito O comércio móvel, também conhecido como m-commerce e m-business, é a habilidade de conduzir um e-commerce através de um ambiente sem fio, principalmente pela Internet. A tecnologia wireless permite o acesso a em qualquer lugar e a qualquer momento.
  3. 3. Vídeo MCommerce
  4. 4. Tipos de m-Commerce  B2B (Business to Business) – é o tipo de comércio entre pessoas jurídicas, como revendas. (Atacado)  B2C (Business to Consumer) – é o tipo que predomina entre as vendas on-line, quando um consumidores adquire um serviço através da internet.  C2C (Consumer to Consumer) – é o tipo de comércio que envolve dois indivíduos ou mais. Ex: Mercado Livre.  C2B (Consumer to Business) - é o tipo de comércio onde a venda se serviços de indivíduos pela internet. É a relação entre empresa e consumidores, onde as empresas se adequam ao consumidor, oferecendo a melhor proposta. Ex: Envios de currículos
  5. 5. Hardware do m-Commerce 1.Telefones celulares (móveis); 2.Teclado acoplável; 3.PDAs; 4.Pagers interativos; 5.Telefones screenphones; 6.Smarthphones; 7.Notebooks; 8.Tablet.
  6. 6. Redes Wireless Microondas – possuem grande capacidade e são usadas antenas; Satélites – podem estar posicionadas em órbitas baixas, médias ou alta e são usados em GPS; Rádio – Utilizada para curto alcance; Tecnologia de rádio celular – Todas as células estão conectadas a uma central de comutação de telefonia móvel que estabelece conexões e transfere chamadas entre células.
  7. 7. Aplicações do m-Commerce  Serviços bancários, corretagem e pagamentos móveis;  Envio de anúncios específicos e sensíveis a localização;  Localização de encomendas;  Serviço de venda e compra;  Possibilidade de assistir uma aula em tempo real;  Baixar e tocar música;  Possibilidade de trabalhar em qualquer lugar e hora;
  8. 8. Caso Adidas Adidas Case Study: The Full Value of Mobile
  9. 9. Aplicações
  10. 10. Aplicações
  11. 11. Aplicações Operações bancárias com celular e tablet crescem 335%, aponta BC. Canal de atendimento de bancos que mais cresceu nos últimos dois anos foram os aplicativos das instituições Aplicativo para celular facilita reserva de hotéis DE SÃO PAULO 5 formas de fisgar o cliente pelo celular SMS, torpedo de voz, Bluetooth, sites especiais e aplicativos: tudo para os consumidores caírem na sua rede Por Wilson Gotardello Filho
  12. 12. Atributos do m-Commerce       Mobilidade; Alcance amplo; Ubiquidade; Conveniência; Personalização; Localização de produtos e serviços;
  13. 13. Benefícios do m-Commerce • Mobilidade e Praticidade; • Poupa tempo; • Pode ser acessado em todo e qualquer lugar que possua internet; • Agrega valor para a empresa; • Diferencial; • Flexibilidade;
  14. 14. Impulsionadores do M-commerce . • Ampla disponibilidade de dispositivos . • Não é necessário PC . • Disseminação e queda dos preços de telefones celulares . • Tecnologia de transmissão (3G) • Crescimento do comércio eletrônico
  15. 15. Problemas de Segurança A segurança do sistema está mais ligada: • Ao tráfego da informação; • As possibilidades de desvio; • Mau uso das informações previamente concedidas ; • Por se tratar de um sistema eletromagnético, questões relacionadas à saúde dos usuários.
  16. 16. Limitações do m-Commerce  Problema da usabilidade (telas, teclados e capacidade de armazenamento);  Falta de um protocolo de segurança padronizado;  3G limitado;  Interferência do sinal de transmissão;  Insegurança do consumidor.
  17. 17. Previsão de Crescimento As estimativas de crescimento do m-Commerce ainda são muito variáveis e conflitantes, onde os mais importantes eventos do setor de comércio eletrônico preveem movimentações em mobile commerce para o ano de 2015 que vão de US$ 119 bilhões a US$ 670 bilhões a US$ 1,4 trilhão. Acredita-se que os consumidores móveis devem totalizar 2,5 bilhões em 2015 em todo o mundo. Para 2020, estima-se que já sejam 50 bilhões de devices conectados. Fonte: Ecommerce News

×