Soneto “ Príncipe negro”
Passeava no bosque quando vi Aquela rosa rubra muito escura;
Aproximei-me dela e então sorri Ao seu perfume intenso de ternura…
Nesse momento exacto apareceste E a rosa brilhou mais intensamente
E o sombrio bosque amanheceste E os pássaros trinaram docemente…
O tempo foi passando, a luz fugia E a rosa transformou-se no sol- pôr Trazendo a noite com melancolia…
Olhei e não te vi; ao meu redor A saudade da rosa em mim crescia… Rosa… Príncipe negro… meu amor!
 
 
 
André Rieu “ The last rose of summer”
Soneto e Formatação de  Maria de Aguiar Marçalo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

\"Príncipe negro\"

2.225 visualizações

Publicada em

Soneto.

\"Príncipe negro\"

  1. 1. Soneto “ Príncipe negro”
  2. 2. Passeava no bosque quando vi Aquela rosa rubra muito escura;
  3. 3. Aproximei-me dela e então sorri Ao seu perfume intenso de ternura…
  4. 4. Nesse momento exacto apareceste E a rosa brilhou mais intensamente
  5. 5. E o sombrio bosque amanheceste E os pássaros trinaram docemente…
  6. 6. O tempo foi passando, a luz fugia E a rosa transformou-se no sol- pôr Trazendo a noite com melancolia…
  7. 7. Olhei e não te vi; ao meu redor A saudade da rosa em mim crescia… Rosa… Príncipe negro… meu amor!
  8. 11. André Rieu “ The last rose of summer”
  9. 12. Soneto e Formatação de Maria de Aguiar Marçalo

×