soneto "Libertação" Avanço automático
Sai para a rua e apanha a luz do dia E sente a brisa, o sonho que esvoaça… Sai para a rua só, com a alegria De seres Tu me...
Sai para a rua hoje e de repente; Caminha até ao mar e olha em frente: És tu, o Universo e mais ninguém… Só nesse dia tu s...
Despe o teu traje de bolor e rendas E o sorriso sóbrio e emprestado E põe a tua roupa de poeta…
Atiça as tuas cinzas, não te rendas! De ti, de tuas mãos e a teu lado, Nascerás, outra vez, enfim, liberta!
Soneto e formatação de  Maria de Aguiar Marçalo.
Música: "Sailing"
 
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

\"Libertação\"

491 visualizações

Publicada em

Soneto

Publicada em: Educação, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
491
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

\"Libertação\"

  1. 1. soneto "Libertação" Avanço automático
  2. 2. Sai para a rua e apanha a luz do dia E sente a brisa, o sonho que esvoaça… Sai para a rua só, com a alegria De seres Tu mesma e não quem por ti passa…
  3. 3. Sai para a rua hoje e de repente; Caminha até ao mar e olha em frente: És tu, o Universo e mais ninguém… Só nesse dia tu serás alguém!
  4. 4. Despe o teu traje de bolor e rendas E o sorriso sóbrio e emprestado E põe a tua roupa de poeta…
  5. 5. Atiça as tuas cinzas, não te rendas! De ti, de tuas mãos e a teu lado, Nascerás, outra vez, enfim, liberta!
  6. 6. Soneto e formatação de Maria de Aguiar Marçalo.
  7. 7. Música: "Sailing"

×