SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
PROFESSOR: Magno Cavalheiro Faria




   PORQUE IMAGEM É TUDO!
BONTRAGER

AP
AP do encaixe rotação medial (interna) de 15º a 20º
Oblíqua de 45º
Lateral (médio-lateral)
Fraturas
Fratura de Jones
Fratura de Jones verdadeira
Luxações Peritalar com fraturas de navicular e cubóide
Fratura da fíbula distal. Na articulação sindesmose
Placa epifisária ou núcleo do crescimento
Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal
DFoFi: 1m




RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar
Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo
alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi.
Certificar-se de que não haja rotação da perna. Os maléolos não devem estar paralelos ao
RI, pois o maléolo lateral é ligeiramente 2,50cm posterior ao maléolo medial.
Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal
DFoFi: 1m




RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar
Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo
alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi.
Rodar a perna medialmente de 15º a 20º. Os maléolos devem estar // ao RI
Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal
DFoFi: 1m




RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar
Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo
alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi.
Se o paciente conseguir, faça uma flexão dorsal do pé para que fique próximo dos 80º com o RI
Rodar o pé internamente a 45º medial.
A articulação tíbiofibular deve aparecer aberta.
Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal
DFoFi: 1m




RC: _I_ ao RI > maléolo medial
Paciente em Decúbito lateral, com a região de interesse tocando o RI. Girar externamente até
que o maléolo lateral esteja _I_ ao RI.
Fazer flexão com a perna e uma flexão dorsal com o pé para que o pé forme um ângulo de 90º
com a perna. Alinhar o eixo da articulação tíbio-tarsíca ao centro do RC e o eixo longitudinal a
linha homônima do chassi.
OBS.: Uma incidência alternativa látero-medial poderá ser realizada.
John Kennedy




PROFESSOR: Magno Cavalheiro Faria




   PORQUE IMAGEM É TUDO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores 2013...
Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores   2013...Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores   2013...
Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores 2013...Robson Rocha
 
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularAula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularRobson Rocha
 
Anatomia radiológica da coluna vertebral
Anatomia radiológica da coluna vertebral Anatomia radiológica da coluna vertebral
Anatomia radiológica da coluna vertebral Tony Parente
 
Apostila de radiologia
Apostila de radiologiaApostila de radiologia
Apostila de radiologiaBruna Silva
 
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRobson Rocha
 
Avaliação Radiologica do Quadril Doloroso
Avaliação Radiologica do Quadril DolorosoAvaliação Radiologica do Quadril Doloroso
Avaliação Radiologica do Quadril DolorosoKleber Rangel
 
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombroApostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombroRobson Rocha
 
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseAula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseRobson Rocha
 
Técnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioTécnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioSandro Molter
 
Posicionamentodomembrossuperiores1
Posicionamentodomembrossuperiores1Posicionamentodomembrossuperiores1
Posicionamentodomembrossuperiores1Micherlles Coutinho
 
Seminário Ap e Perfil de Escápula
Seminário Ap e Perfil de EscápulaSeminário Ap e Perfil de Escápula
Seminário Ap e Perfil de EscápulaCristiane Dias
 
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.Crânio e Face Posicionamento radiográfico.
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.MiguelArcangeo
 
Aula 8 incidencias
Aula 8  incidenciasAula 8  incidencias
Aula 8 incidenciasrsmbarros
 

Mais procurados (20)

Lequesne e ducroquet
Lequesne e ducroquetLequesne e ducroquet
Lequesne e ducroquet
 
Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores 2013...
Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores   2013...Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores   2013...
Aula científica sobre seios paranasais, cavum e vias aéreas superiores 2013...
 
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabularAula sobre  quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
Aula sobre quadril, série para sindrome do impacto femoro acetabular
 
Posicionamento radiológico calcâneo
Posicionamento radiológico   calcâneoPosicionamento radiológico   calcâneo
Posicionamento radiológico calcâneo
 
Anatomia radiológica da coluna vertebral
Anatomia radiológica da coluna vertebral Anatomia radiológica da coluna vertebral
Anatomia radiológica da coluna vertebral
 
Apostila de radiologia
Apostila de radiologiaApostila de radiologia
Apostila de radiologia
 
Imaginologia do ombro e cotovelo 2015
Imaginologia do ombro e cotovelo 2015Imaginologia do ombro e cotovelo 2015
Imaginologia do ombro e cotovelo 2015
 
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do PunhoRotinas Específicas nas Incidências do Punho
Rotinas Específicas nas Incidências do Punho
 
Avaliação Radiologica do Quadril Doloroso
Avaliação Radiologica do Quadril DolorosoAvaliação Radiologica do Quadril Doloroso
Avaliação Radiologica do Quadril Doloroso
 
Posicionamento do membros superiores
Posicionamento do membros superioresPosicionamento do membros superiores
Posicionamento do membros superiores
 
Posicionamento radiologico
Posicionamento radiologicoPosicionamento radiologico
Posicionamento radiologico
 
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombroApostila sobre a aula de incidências do ombro
Apostila sobre a aula de incidências do ombro
 
Aula de coluna cervical
Aula de coluna cervicalAula de coluna cervical
Aula de coluna cervical
 
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de RizartroseAula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
Aula Científica Sobre Posicionamento para Série de Rizartrose
 
Técnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânioTécnicas de posicionamento para crânio
Técnicas de posicionamento para crânio
 
Posicionamentodomembrossuperiores1
Posicionamentodomembrossuperiores1Posicionamentodomembrossuperiores1
Posicionamentodomembrossuperiores1
 
Estudo cranio
Estudo cranioEstudo cranio
Estudo cranio
 
Seminário Ap e Perfil de Escápula
Seminário Ap e Perfil de EscápulaSeminário Ap e Perfil de Escápula
Seminário Ap e Perfil de Escápula
 
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.Crânio e Face Posicionamento radiográfico.
Crânio e Face Posicionamento radiográfico.
 
Aula 8 incidencias
Aula 8  incidenciasAula 8  incidencias
Aula 8 incidencias
 

Destaque

Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Cristiane Dias
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementaresMagno Cavalheiro
 
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃO
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃOEXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃO
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃOMagno Cavalheiro
 
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010Fratura de tornozelo revisão residentes 2010
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010Carlos Andrade
 
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILME
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILMEETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILME
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILMEMagno Cavalheiro
 
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)Magno Cavalheiro
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosradiomed
 
Fraturas (SONAFE GO)
Fraturas (SONAFE GO)Fraturas (SONAFE GO)
Fraturas (SONAFE GO)Felipe Campos
 
Como se preparar para concurso de radiologia
Como se preparar para concurso de radiologiaComo se preparar para concurso de radiologia
Como se preparar para concurso de radiologiaMagno Cavalheiro
 
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕES
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕESAULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕES
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕESMagno Cavalheiro
 
O complexo articular do tornozelo
O complexo articular do tornozeloO complexo articular do tornozelo
O complexo articular do tornozeloMauro Eduardo
 

Destaque (16)

Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)Apostila posicionamento (completa)
Apostila posicionamento (completa)
 
Posicionamento radiológico abdome
Posicionamento radiológico   abdomePosicionamento radiológico   abdome
Posicionamento radiológico abdome
 
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico   tórax rotina e complementaresPosicionamento radiológico   tórax rotina e complementares
Posicionamento radiológico tórax rotina e complementares
 
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃO
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃOEXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃO
EXAMES CONTRASTADOS - INTRODUÇÃO
 
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010Fratura de tornozelo revisão residentes 2010
Fratura de tornozelo revisão residentes 2010
 
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILME
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILMEETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILME
ETAPAS DE SENSIBILIZAÇÃO DO FILME
 
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)
AULA DE SENSIBILIZAÇÃO DE FILMES RADIOGRÁFICOS - PROF DOUGLAS PRIMA (In Memoria)
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicos
 
Tecnica radiografica
Tecnica radiograficaTecnica radiografica
Tecnica radiografica
 
Fraturas (SONAFE GO)
Fraturas (SONAFE GO)Fraturas (SONAFE GO)
Fraturas (SONAFE GO)
 
Rm do tornozelo
Rm do tornozelo Rm do tornozelo
Rm do tornozelo
 
Como se preparar para concurso de radiologia
Como se preparar para concurso de radiologiaComo se preparar para concurso de radiologia
Como se preparar para concurso de radiologia
 
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕES
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕESAULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕES
AULA DE FÍSICA DAS RADIAÇÕES
 
Traumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros InferioresTraumas dos Membros Inferiores
Traumas dos Membros Inferiores
 
Tórax Infantil - Radiologia
Tórax Infantil - Radiologia Tórax Infantil - Radiologia
Tórax Infantil - Radiologia
 
O complexo articular do tornozelo
O complexo articular do tornozeloO complexo articular do tornozelo
O complexo articular do tornozelo
 

Semelhante a Radiografia de tornozelo e pé

Posicionamentos prova
Posicionamentos   provaPosicionamentos   prova
Posicionamentos provaDai Novaes
 
01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelasErica Inacio
 
Estudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceEstudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceThiago Cancio
 
Estudo radiológico do punho rotina
Estudo radiológico do punho rotinaEstudo radiológico do punho rotina
Estudo radiológico do punho rotinaMagno Cavalheiro
 
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicas
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicasTc3a9cnicas radiolc3b3gicas
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicasrafael severin
 

Semelhante a Radiografia de tornozelo e pé (6)

Posicionamento.pdf
Posicionamento.pdfPosicionamento.pdf
Posicionamento.pdf
 
Posicionamentos prova
Posicionamentos   provaPosicionamentos   prova
Posicionamentos prova
 
01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas01 posicionamento de esterno e costelas
01 posicionamento de esterno e costelas
 
Estudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da faceEstudo radiologico dos ossos da face
Estudo radiologico dos ossos da face
 
Estudo radiológico do punho rotina
Estudo radiológico do punho rotinaEstudo radiológico do punho rotina
Estudo radiológico do punho rotina
 
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicas
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicasTc3a9cnicas radiolc3b3gicas
Tc3a9cnicas radiolc3b3gicas
 

Mais de Magno Cavalheiro

Aula 1 aparelhos de radiodiagnósticos
Aula 1  aparelhos de radiodiagnósticosAula 1  aparelhos de radiodiagnósticos
Aula 1 aparelhos de radiodiagnósticosMagno Cavalheiro
 
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção Magno Cavalheiro
 
Acidentes Nucleares e Radiológicos
Acidentes Nucleares e RadiológicosAcidentes Nucleares e Radiológicos
Acidentes Nucleares e RadiológicosMagno Cavalheiro
 
Aula 1. radioproteção acidentes nucleares
Aula 1. radioproteção   acidentes nuclearesAula 1. radioproteção   acidentes nucleares
Aula 1. radioproteção acidentes nuclearesMagno Cavalheiro
 
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2Magno Cavalheiro
 
Filmes e processamento aula 2
Filmes e processamento   aula 2Filmes e processamento   aula 2
Filmes e processamento aula 2Magno Cavalheiro
 
Aplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteAplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteMagno Cavalheiro
 
Filmes e processamento aula 1
Filmes e processamento   aula 1Filmes e processamento   aula 1
Filmes e processamento aula 1Magno Cavalheiro
 
História da radiologia no mundo aula 1
História da radiologia no mundo   aula 1História da radiologia no mundo   aula 1
História da radiologia no mundo aula 1Magno Cavalheiro
 
História da radiologia no brasil aula 2
História da radiologia no brasil aula 2História da radiologia no brasil aula 2
História da radiologia no brasil aula 2Magno Cavalheiro
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividadeMagno Cavalheiro
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividadeMagno Cavalheiro
 
Exames contrastados esofagografia
Exames contrastados   esofagografiaExames contrastados   esofagografia
Exames contrastados esofagografiaMagno Cavalheiro
 
Etapas de sensibilização do filme
Etapas de sensibilização do filmeEtapas de sensibilização do filme
Etapas de sensibilização do filmeMagno Cavalheiro
 
Física radiológica átomo tipos de radiação
Física radiológica   átomo tipos de radiaçãoFísica radiológica   átomo tipos de radiação
Física radiológica átomo tipos de radiaçãoMagno Cavalheiro
 
Anatomia óssea coluna vertebral introdução
Anatomia óssea coluna vertebral   introduçãoAnatomia óssea coluna vertebral   introdução
Anatomia óssea coluna vertebral introduçãoMagno Cavalheiro
 

Mais de Magno Cavalheiro (18)

Aula 1 aparelhos de radiodiagnósticos
Aula 1  aparelhos de radiodiagnósticosAula 1  aparelhos de radiodiagnósticos
Aula 1 aparelhos de radiodiagnósticos
 
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção
Aula 2. Citologia. Fundamentos e Princípios de Radioproteção
 
Acidentes Nucleares e Radiológicos
Acidentes Nucleares e RadiológicosAcidentes Nucleares e Radiológicos
Acidentes Nucleares e Radiológicos
 
Aula 1. radioproteção acidentes nucleares
Aula 1. radioproteção   acidentes nuclearesAula 1. radioproteção   acidentes nucleares
Aula 1. radioproteção acidentes nucleares
 
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2
FILMES E PROCESSAMENTOS AULA 2
 
Filmes e processamento aula 2
Filmes e processamento   aula 2Filmes e processamento   aula 2
Filmes e processamento aula 2
 
Aplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizanteAplicações da radiação ionizante
Aplicações da radiação ionizante
 
Filmes e processamento aula 1
Filmes e processamento   aula 1Filmes e processamento   aula 1
Filmes e processamento aula 1
 
História da radiologia no mundo aula 1
História da radiologia no mundo   aula 1História da radiologia no mundo   aula 1
História da radiologia no mundo aula 1
 
História da radiologia no brasil aula 2
História da radiologia no brasil aula 2História da radiologia no brasil aula 2
História da radiologia no brasil aula 2
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividade
 
História da radioatividade
História da radioatividadeHistória da radioatividade
História da radioatividade
 
Exames contrastados esofagografia
Exames contrastados   esofagografiaExames contrastados   esofagografia
Exames contrastados esofagografia
 
Etapas de sensibilização do filme
Etapas de sensibilização do filmeEtapas de sensibilização do filme
Etapas de sensibilização do filme
 
FÍSICA DAS RADIAÇÕES
FÍSICA DAS RADIAÇÕESFÍSICA DAS RADIAÇÕES
FÍSICA DAS RADIAÇÕES
 
Física radiológica átomo tipos de radiação
Física radiológica   átomo tipos de radiaçãoFísica radiológica   átomo tipos de radiação
Física radiológica átomo tipos de radiação
 
Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 
Anatomia óssea coluna vertebral introdução
Anatomia óssea coluna vertebral   introduçãoAnatomia óssea coluna vertebral   introdução
Anatomia óssea coluna vertebral introdução
 

Radiografia de tornozelo e pé

  • 1. PROFESSOR: Magno Cavalheiro Faria PORQUE IMAGEM É TUDO!
  • 2. BONTRAGER AP AP do encaixe rotação medial (interna) de 15º a 20º Oblíqua de 45º Lateral (médio-lateral)
  • 5. Fratura de Jones verdadeira
  • 6. Luxações Peritalar com fraturas de navicular e cubóide
  • 7. Fratura da fíbula distal. Na articulação sindesmose
  • 8. Placa epifisária ou núcleo do crescimento
  • 9. Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal DFoFi: 1m RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi. Certificar-se de que não haja rotação da perna. Os maléolos não devem estar paralelos ao RI, pois o maléolo lateral é ligeiramente 2,50cm posterior ao maléolo medial.
  • 10. Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal DFoFi: 1m RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi. Rodar a perna medialmente de 15º a 20º. Os maléolos devem estar // ao RI
  • 11. Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal DFoFi: 1m RC: _I_ ao RI > na linha intermaléolar Paciente em DD com a perna estendida descansando o pé de interesse sobre o RI. Tornozelo alinhado a linha homônima do RI e centralizado no RC e com o chassi. Se o paciente conseguir, faça uma flexão dorsal do pé para que fique próximo dos 80º com o RI Rodar o pé internamente a 45º medial. A articulação tíbiofibular deve aparecer aberta.
  • 12. Chassi: 18x24 ou 24x30 na horizontal DFoFi: 1m RC: _I_ ao RI > maléolo medial Paciente em Decúbito lateral, com a região de interesse tocando o RI. Girar externamente até que o maléolo lateral esteja _I_ ao RI. Fazer flexão com a perna e uma flexão dorsal com o pé para que o pé forme um ângulo de 90º com a perna. Alinhar o eixo da articulação tíbio-tarsíca ao centro do RC e o eixo longitudinal a linha homônima do chassi. OBS.: Uma incidência alternativa látero-medial poderá ser realizada.
  • 13. John Kennedy PROFESSOR: Magno Cavalheiro Faria PORQUE IMAGEM É TUDO!