PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE         SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOSUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCAC...
O ato de avaliar é complexo e não pode ser       o fim e sim, o ponto de partida para novas      ações objetivando ampliar...
AVALIAÇÃO                     Há que se ter   Ação que                    muita intenção  investiga a                    e...
O ato de avaliar é um ato de investigar [...] A avaliação como     forma de conhecimento é apresentada, então, como a ques...
Ao desvendar a qualidade darealidade, a avaliação ofereceráao gestor de uma ação ou de umainstituição bases consistentespa...
Envolve e diz respeito   diretamente...      (Hoffmann, 2005)                  PROFESSOR - MEDIAÇÃO        ALUNO – VÍNCULO...
Ao avaliar efetiva-se um conjunto de procedimentos didáticos que   se estendem sempre por um longo tempo e se dão em vário...
São dados que não se detectam em uma simplesprova mas em um longo processo de observação.        AÇÃO                  OBS...
http://www.tecmundo.com.br/office/1195-como-inserir-links-em-apresentacoes-do-powerhttp://carlosfrederico.wordpress.com/20...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação da aprendizagem

570 visualizações

Publicada em

A avaliação da aprendizagem é uma ação que deve ser embasada na observação e reflexão. Deve ser a base também para as futuras ações do professor.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação da aprendizagem

  1. 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃOSUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO E POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL Cursista: Magna Queti Nunes de Souza Mediador pedagógico: Heloisa
  2. 2. O ato de avaliar é complexo e não pode ser o fim e sim, o ponto de partida para novas ações objetivando ampliar a capacidade de aprendizagem do aluno Magna Queti A avaliação escolar deveria ser isso. Uma forma de professores e alunos identificarempontos positivos e fracos no aprendizado de cada estudante e, assim, planejar intervenções e acompanhar o desenvolvimento. http://ombudsmae.blogspot.com http://ombudsmae.blogspot.com.br/
  3. 3. AVALIAÇÃO Há que se ter Ação que muita intenção investiga a e bagagem qualidade da teórica paraaprendizagem esta ação. Por mais que o conhecimento não esclareça cem por cento da realidade, sem ele não existe possibilidade de uma ação eficiente.
  4. 4. O ato de avaliar é um ato de investigar [...] A avaliação como forma de conhecimento é apresentada, então, como a quesubsidia a obtenção de resultadossatisfatórios de determinada ação, que aqui no caso, é a aprendizagem do educando. (LUCKESI, 2011)
  5. 5. Ao desvendar a qualidade darealidade, a avaliação ofereceráao gestor de uma ação ou de umainstituição bases consistentespara suas decisões e o seu agir.(LUCKESI, 2011)
  6. 6. Envolve e diz respeito diretamente... (Hoffmann, 2005) PROFESSOR - MEDIAÇÃO ALUNO – VÍNCULOS AFETIVOS E INTELECTUAIS
  7. 7. Ao avaliar efetiva-se um conjunto de procedimentos didáticos que se estendem sempre por um longo tempo e se dão em vários espaços escolares, procedimentos de carátermúltiplo e complexo tal como se http://majucoisasqueseifazer.delineia um processo. (Hoffmann, 2005)
  8. 8. São dados que não se detectam em uma simplesprova mas em um longo processo de observação. AÇÃO OBSERVAÇÃO REFLEXÃO
  9. 9. http://www.tecmundo.com.br/office/1195-como-inserir-links-em-apresentacoes-do-powerhttp://carlosfrederico.wordpress.com/2008/10/14/20-dicas-para-apresentacoes-em-poweHOFFMANN, Jussara. O jogo do contrário em avaliação. Porto Alegre: Mediação,2005.SILVA, Janssen Felipe. Avaliação do Ensino e da aprendizagem numa perspectivaformativa reguladora. Porto Alegre: Mediação, 2003.LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da Aprendizagem componente do atopedagógico. 1. Ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

×