JustiçA da Reencarnação

2.896 visualizações

Publicada em

Bibliografia - Livro dos Espíritos - Allan Kardec

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JustiçA da Reencarnação

  1. 1. JUSTIÇA DA REENCARNAÇÃO<br />12ª Aula - Curso Básico de Espiritismo I – Parte B<br />1<br />
  2. 2. Justiça da Reencarnação<br />PRINCÍPIO DA PLURARIDADE DAS EXISTÊNCIAS – Satisfaz a razão, mostrando a Justiça de Deus em : <br />- enfermidades,<br />- posições sociais,<br />- poder, etc. <br />PRINCÍPIO DA REENCARNAÇÃO – explica as aflições do presente e renova as esperanças para o futuro; além de fazer compreender a bondade infinita do Criador. <br />2<br />
  3. 3. Justiça da Reencarnação<br />LE 168 – O nº das existências é limitado, ou o Espírito se reencarna perpetuamente?<br /> – A cada nova existência, o Espírito dá um passo na senda do progresso; qdo se despojou de todas suas impurezas, não precisa mais das provas da vida corpórea.<br />Reencarnação – fornece inúmeras chances de renascer; repara as faltas cometidas; novas provas até se tornar Espírito puro.<br />3<br />
  4. 4. Justiça da Reencarnação<br />O nº de reencarnações possíveis é infinitamente variado, e depende do esforço individual de cada um, visando o seu aprimoramento intelectual e moral.<br />Cada nova existência o Espírito caminha, dando passos adiante na senda do progresso; qdo atingir a perfeição não terá mais necessidades de novas vidas corporais.<br />4<br />
  5. 5. Justiça da Reencarnação<br />Reencarnação xunicidade das existências<br />Unicidades das existências – o Espírito vive uma só vez, na forma física, após o seu desencarne tem-se o julgamento: ou bem aventurança ou eterna condenação.<br />Reencarnação – o Espírito tem o objetivo de atingir a perfeição relativa (razão) – novas chances de outras vidas físicas.<br />5<br />
  6. 6. Justiça da Reencarnação<br />LE 171 – Sobre o que se funda o dogma da reencarnação? <br />– Sobre a justiça de Deus e a revelação, pois não nos cansamos de repetir; um bom pai deixa sempre aos filhos uma porta aberta ao arrependimento. A razão não diz que seria injusto privar para sempre da felicidade eterna aqueles cujo melhoramento não dependeu deles mesmos? Todos os homens não são filhos de Deus? Somente entre os homens egoístas é q se encontram a iniquidade, o ódio implacável e os castigos sem perdão. <br />6<br />
  7. 7. Justiça da Reencarnação<br />Deus – infinitamente bom e justo, é amor e bondade ...<br />Deus não pode relegar Seus filhos a uma condenação imposta por toda eternidade àqueles que não venceram suas provações, por quaisquer motivos adversos.<br />Seria injusto se Deus tivesse 2 maneiras diferentes de julgar uns e outros.<br />LE – 166 a 171<br />7<br />
  8. 8. Justiça da Reencarnação<br />. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida.” - Jesus<br />8<br />

×