SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
O que é?
Trata-se de uma abordagem metodológica que surgiu

da necessidade de responder a limitações encontradas

nos métodos qualitativos e quantitativos usados na

investigação em educação e em particular no domínio

da   tecnologia   educativa.   A   designação   desta

metodologia não é consensual, embora o termo mais

usado seja o de Design-Based Research.
Como referem Coutinho e Chaves (2001), existem

vários termos que podem ser incluídos nesta

abordagem,     porque     partilham    determinados

pressupostos   e   pretendem    alcançar   objectivos

similares. Entre eles: Educational Design Research;

Design Studies; Design Experiments; Development

Research, Formative Research.
Nunes (2012) sintetiza de modo muito claro os

propósitos   que   estiveram   na   génese    desta

abordagem: “Estas modalidades de investigação

têm como filosofia de base a articulação entre a

teoria e a prática. É adequado utilizá-las quando se

estudam problemas complexos observados na

prática educativa, e para os quais ainda não
orientações claras” (p.152). Ou seja, permitir uma

mais efetiva conexão entre os temas e problemas a

estudar no ambiente escolar, nomeadamente os

associados à tecnologia educativa, e a realidade

atual dos contextos de aprendizagem.
Segundo Coutinho (2006, citada por Nunes, 2012)

“...este tipo de estudos enquadra-se na modalidade

de estudos mistos, quer dizer que, em fases

paralelas ou sequenciais da investigação, utilizam

técnicas qualitativas e quantitativas na recolha e/ou

análise de dados” (p.154).
O que distingue esta metodologia das que usam

uma abordagem qualitativa ou quantitativa, é que a

Metodologia de Desenvolvimento privilegia a

adoção de uma atitude de iteração entre a

componente teórica e prática da investigação e

uma adaptabilidade constante aos contextos sociais

e   humanos   que investiga    e   que   pretende
tendo em vista produzir uma realidade melhor do

que a anterior à investigação.

Segundo Van Der Akker (1999, citado por Coutinho

e Chaves, 2001), os métodos da investigação de

desenvolvimento      não    são    necessariamente

diferentes de outras abordagens à investigação

educativa. As diferenças situam-se mais ao nível das
finalidades da investigação, no modo como são

abordados os problemas e como se concebe o

projeto de investigação.
Quadro1.
   principais diferenças entre a investigação empírica e a
metodologia do desenvolvimento:

                      Investigação
                        empírica




      Especificação de novas hipóteses
Metodologia de
                      desenvolvimento




    Refinamento dos problemas, soluções e métodos


Fonte: Coutinho e Chaves, 2001, p.900.
Referências


Coutinho, C. P. (2006). Aspectos metodológicos na investigação em

    tecnologia educativa em Portugal (1985-2000). Colóquio da secção

    portuguesa da Association Francophone Internationale de Recherche

    Scientifique en Education, 14: “Para um balanço da investigação em

    educação de 1960 a 2005: teorias e práticas”. Actas do Colóquio da

    AFIRSE. Lisboa: Universidade de Lisboa. Retirado de

    https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/6497/1/Clara

    %20Coutinho%20AFIRSE%202006.pdf
Coutinho, C. M., & Chaves, J. H. (2001). Desafios à investigação em TIC na

    educação: As metodologias de desenvolvimento. In P. M. B. S. Dias &

    C. V. Freitas (Org). Desafios 2001: Actas da Conferência Internacional

    de Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação (pp. 895-

    903). Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da

    Universidade do Minho. Retirado de

    http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/4277/3/Clara

    %20Coutinho.pdf
Nunes, C. (2012). Apoio a pais e docentes de alunos com multideficiência:

    Conceção e desenvolvimento de um ambiente virtual de

    aprendizagem. Manuscrito não publicado, Tese de doutoramento.

    Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Disponível em:

    http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/7702/1/ulsd064599_td_tes

    e.pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLARTENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
Andrea Maria de Jesus
 
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS  NA PRÁTICA ESCOLARTENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS  NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
Andrea Maria de Jesus
 
Ficha avaliativa micro aula
Ficha avaliativa micro aulaFicha avaliativa micro aula
Ficha avaliativa micro aula
Libe Teodoro
 
Estágio e docência
Estágio e docênciaEstágio e docência
Estágio e docência
Nadia Biavati
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
Antonio Futuro
 

Mais procurados (20)

Apresentação formação de professores
Apresentação formação de professoresApresentação formação de professores
Apresentação formação de professores
 
Trajetória histórica da didática
Trajetória histórica da didáticaTrajetória histórica da didática
Trajetória histórica da didática
 
APOSTILA TIANGUÁ/CE - PROFESSORES - DIDÁTICA E LEGISLAÇÃO
APOSTILA TIANGUÁ/CE - PROFESSORES - DIDÁTICA E LEGISLAÇÃOAPOSTILA TIANGUÁ/CE - PROFESSORES - DIDÁTICA E LEGISLAÇÃO
APOSTILA TIANGUÁ/CE - PROFESSORES - DIDÁTICA E LEGISLAÇÃO
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
 
FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx
FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptxFORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx
FORMAÇÃO TUTORIA PARA ENSINO INTEGRAL.pptx
 
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORATENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
TENDENCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA
 
TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLARTENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGOGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
 
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
Slides Tendência Pedagógica Renovada Progressivista
 
Paulo freire
Paulo freire Paulo freire
Paulo freire
 
Pedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadoraPedagogia progressista libertadora
Pedagogia progressista libertadora
 
Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções Estágio: diferentes concepções
Estágio: diferentes concepções
 
Pedagogia Nova
Pedagogia NovaPedagogia Nova
Pedagogia Nova
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
 
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS  NA PRÁTICA ESCOLARTENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS  NA PRÁTICA ESCOLAR
TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS NA PRÁTICA ESCOLAR
 
Método Paulo Freire com Imagens
Método Paulo Freire com ImagensMétodo Paulo Freire com Imagens
Método Paulo Freire com Imagens
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola
 
Ficha avaliativa micro aula
Ficha avaliativa micro aulaFicha avaliativa micro aula
Ficha avaliativa micro aula
 
Estágio e docência
Estágio e docênciaEstágio e docência
Estágio e docência
 
Tendências pedagógicas
Tendências pedagógicasTendências pedagógicas
Tendências pedagógicas
 
sala de aula invertida
sala de aula invertidasala de aula invertida
sala de aula invertida
 

Semelhante a Metodologia de desenvolvimento o que é

Metodologiade desenvolvimento
Metodologiade desenvolvimentoMetodologiade desenvolvimento
Metodologiade desenvolvimento
Paulo Carvalho
 
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
Carlos Fernando Jung
 
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
Renata Aquino
 
Como caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologiaComo caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologia
metodesenvolvimento
 
Poster empreenderciencia2011
Poster empreenderciencia2011Poster empreenderciencia2011
Poster empreenderciencia2011
ROSANI BORGES
 

Semelhante a Metodologia de desenvolvimento o que é (20)

3 metodologia de desenvolvimento
3 metodologia de desenvolvimento3 metodologia de desenvolvimento
3 metodologia de desenvolvimento
 
Metodologiade desenvolvimento
Metodologiade desenvolvimentoMetodologiade desenvolvimento
Metodologiade desenvolvimento
 
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
Percepção de Alunos de Engenharia de Produção Acerca da Utilização da Metodol...
 
Inserção Das Tecnologias Na Educação A Partir De Um Paradigma Inovador
Inserção Das Tecnologias Na Educação A Partir De Um Paradigma InovadorInserção Das Tecnologias Na Educação A Partir De Um Paradigma Inovador
Inserção Das Tecnologias Na Educação A Partir De Um Paradigma Inovador
 
Trends and innovations
Trends and innovationsTrends and innovations
Trends and innovations
 
Teorias_de_Aprendizagem_e_Arquiteturas_Pedagogicas.pdf
Teorias_de_Aprendizagem_e_Arquiteturas_Pedagogicas.pdfTeorias_de_Aprendizagem_e_Arquiteturas_Pedagogicas.pdf
Teorias_de_Aprendizagem_e_Arquiteturas_Pedagogicas.pdf
 
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
Apresentacao lo mejor de nosotros web curriculo congresso online 23h Colombia...
 
Como caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologiaComo caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologia
 
Como caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologiaComo caracterizar esta metodologia
Como caracterizar esta metodologia
 
Trabalho aprendizagem por projetos
Trabalho aprendizagem por projetosTrabalho aprendizagem por projetos
Trabalho aprendizagem por projetos
 
Poster empreenderciencia2011
Poster empreenderciencia2011Poster empreenderciencia2011
Poster empreenderciencia2011
 
Quando e como utilizar?
Quando e como utilizar?Quando e como utilizar?
Quando e como utilizar?
 
Quando e como utilizar
Quando e como utilizarQuando e como utilizar
Quando e como utilizar
 
PERCURSOS FORMATIVOS DE ESTUDANTES PARTICIPANTES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE...
PERCURSOS FORMATIVOS DE ESTUDANTES PARTICIPANTES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE...PERCURSOS FORMATIVOS DE ESTUDANTES PARTICIPANTES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE...
PERCURSOS FORMATIVOS DE ESTUDANTES PARTICIPANTES DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE...
 
EaDeL_#015.pdf
EaDeL_#015.pdfEaDeL_#015.pdf
EaDeL_#015.pdf
 
Especialização em ead
Especialização em eadEspecialização em ead
Especialização em ead
 
Engenharia ciencia tecnologia
Engenharia ciencia tecnologiaEngenharia ciencia tecnologia
Engenharia ciencia tecnologia
 
Andrea filatro apostila
Andrea filatro apostilaAndrea filatro apostila
Andrea filatro apostila
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 
Inovação e Tecnologia no Ensino Superior: Motivos e Expectativas dos Estudant...
Inovação e Tecnologia no Ensino Superior: Motivos e Expectativas dos Estudant...Inovação e Tecnologia no Ensino Superior: Motivos e Expectativas dos Estudant...
Inovação e Tecnologia no Ensino Superior: Motivos e Expectativas dos Estudant...
 

Mais de madalena Madalena Moura (13)

Matematicando
MatematicandoMatematicando
Matematicando
 
Composição1
Composição1Composição1
Composição1
 
Composição1
Composição1Composição1
Composição1
 
Perspetiva cónica
Perspetiva cónicaPerspetiva cónica
Perspetiva cónica
 
Critérios de validade
Critérios de validadeCritérios de validade
Critérios de validade
 
Critérios de validade
Critérios de validadeCritérios de validade
Critérios de validade
 
Critérios de validade
Critérios de validadeCritérios de validade
Critérios de validade
 
Barab design based research
Barab design based researchBarab design based research
Barab design based research
 
Design based research
Design based researchDesign based research
Design based research
 
Db research clarisse_nunes
Db research clarisse_nunes Db research clarisse_nunes
Db research clarisse_nunes
 
Ambientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagemAmbientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagem
 
Ambientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagem Ambientes de aprendizagem
Ambientes de aprendizagem
 
Fases de investigação
Fases de investigaçãoFases de investigação
Fases de investigação
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 

Metodologia de desenvolvimento o que é

  • 2. Trata-se de uma abordagem metodológica que surgiu da necessidade de responder a limitações encontradas nos métodos qualitativos e quantitativos usados na investigação em educação e em particular no domínio da tecnologia educativa. A designação desta metodologia não é consensual, embora o termo mais usado seja o de Design-Based Research.
  • 3. Como referem Coutinho e Chaves (2001), existem vários termos que podem ser incluídos nesta abordagem, porque partilham determinados pressupostos e pretendem alcançar objectivos similares. Entre eles: Educational Design Research; Design Studies; Design Experiments; Development Research, Formative Research.
  • 4. Nunes (2012) sintetiza de modo muito claro os propósitos que estiveram na génese desta abordagem: “Estas modalidades de investigação têm como filosofia de base a articulação entre a teoria e a prática. É adequado utilizá-las quando se estudam problemas complexos observados na prática educativa, e para os quais ainda não
  • 5. orientações claras” (p.152). Ou seja, permitir uma mais efetiva conexão entre os temas e problemas a estudar no ambiente escolar, nomeadamente os associados à tecnologia educativa, e a realidade atual dos contextos de aprendizagem.
  • 6. Segundo Coutinho (2006, citada por Nunes, 2012) “...este tipo de estudos enquadra-se na modalidade de estudos mistos, quer dizer que, em fases paralelas ou sequenciais da investigação, utilizam técnicas qualitativas e quantitativas na recolha e/ou análise de dados” (p.154).
  • 7. O que distingue esta metodologia das que usam uma abordagem qualitativa ou quantitativa, é que a Metodologia de Desenvolvimento privilegia a adoção de uma atitude de iteração entre a componente teórica e prática da investigação e uma adaptabilidade constante aos contextos sociais e humanos que investiga e que pretende
  • 8. tendo em vista produzir uma realidade melhor do que a anterior à investigação. Segundo Van Der Akker (1999, citado por Coutinho e Chaves, 2001), os métodos da investigação de desenvolvimento não são necessariamente diferentes de outras abordagens à investigação educativa. As diferenças situam-se mais ao nível das
  • 9. finalidades da investigação, no modo como são abordados os problemas e como se concebe o projeto de investigação.
  • 10. Quadro1. principais diferenças entre a investigação empírica e a metodologia do desenvolvimento: Investigação empírica Especificação de novas hipóteses
  • 11. Metodologia de desenvolvimento Refinamento dos problemas, soluções e métodos Fonte: Coutinho e Chaves, 2001, p.900.
  • 12. Referências Coutinho, C. P. (2006). Aspectos metodológicos na investigação em tecnologia educativa em Portugal (1985-2000). Colóquio da secção portuguesa da Association Francophone Internationale de Recherche Scientifique en Education, 14: “Para um balanço da investigação em educação de 1960 a 2005: teorias e práticas”. Actas do Colóquio da AFIRSE. Lisboa: Universidade de Lisboa. Retirado de https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/6497/1/Clara %20Coutinho%20AFIRSE%202006.pdf
  • 13. Coutinho, C. M., & Chaves, J. H. (2001). Desafios à investigação em TIC na educação: As metodologias de desenvolvimento. In P. M. B. S. Dias & C. V. Freitas (Org). Desafios 2001: Actas da Conferência Internacional de Tecnologias da Informação e Comunicação na Educação (pp. 895- 903). Braga: Centro de Competência Nónio Século XXI da Universidade do Minho. Retirado de http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/4277/3/Clara %20Coutinho.pdf
  • 14. Nunes, C. (2012). Apoio a pais e docentes de alunos com multideficiência: Conceção e desenvolvimento de um ambiente virtual de aprendizagem. Manuscrito não publicado, Tese de doutoramento. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Disponível em: http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/7702/1/ulsd064599_td_tes e.pdf