A NAÇÃO DAS ÁGUAS IMENSAS<br />A. NUNES – 2º barco da volta<br />AMAZÔNIA<br />Tefé – Manaus<br />
Retorno: saindo de Maraã cheguei à Tefé.<br />
A. Nunes, o mais confortável barco do nosso trajeto. <br />Por R$ 70,00 descemos o Solimões.<br />(A ida no Rei Davi, <br ...
Além do corrimão em madeira nobre, o próprio vão da escada é maior, comparando com as outras naus.<br />
Curiosidade: veja como o degrau sai além do perfil de suporte, indicando um cuidado em oferecer ao usuário maior área para...
Abertura no vão da copa se comunica com a dispensa embaixo.<br />
Abertura <br />
Área de lazer: TV, mesa, cadeiras etc e tal, mas os besouros são atraídos de montão!<br />
Banheiros masculinos.<br />
WCs melhores, sem dúvida, comparando com os demais barcos. <br />Mas super quentes. São feitos de metal.<br />
O governo proibiu a construção de barcos de madeira. <br />
Há verba e programas de incentivo para o novo tipo de fabricação.<br />
Motivo: os barcos de madeira sofriam muitos acidentes, especialmente a colidirem com<br />troncos de árvores no leito do r...
Codajás. Parada rápida.<br />
Neste mundo intempestivo, alguém precia pensar.  <br />
A NAÇÃO DAS ÁGUAS IMENSAS<br />A. NUNES – 2º barco da volta<br />AMAZÔNIA<br />Tefé – Manaus<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Barco A. Nunes

2.054 visualizações

Publicada em

Retornando de Maraã cheguei a Tefé, onde tomei o A. Nunes, um grande barco que me levaria a Manaus em 2 dias de viagem. Como é viajar dormindo em rede? Como se organiza o refeitório para almoço e café da manhã? Como são os banheiros à bordo? Suba no A. Nunes, onde consegui, no convés superior, ligar meu notebook e adiantar a compilação deste levantamento fotográfico destes 7 dias na nação das águas imensas. Carlos Elson L. da Cunha - elsonbrasil@hotmail.com

Publicada em: Educação, Negócios, Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.054
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Barco A. Nunes

  1. 1. A NAÇÃO DAS ÁGUAS IMENSAS<br />A. NUNES – 2º barco da volta<br />AMAZÔNIA<br />Tefé – Manaus<br />
  2. 2. Retorno: saindo de Maraã cheguei à Tefé.<br />
  3. 3. A. Nunes, o mais confortável barco do nosso trajeto. <br />Por R$ 70,00 descemos o Solimões.<br />(A ida no Rei Davi, <br />custou-nos R$ 110,00). <br />Aqui os WCs femininos.<br />Veja como o acabamento é mais cuidadoso.<br />
  4. 4.
  5. 5.
  6. 6. Além do corrimão em madeira nobre, o próprio vão da escada é maior, comparando com as outras naus.<br />
  7. 7. Curiosidade: veja como o degrau sai além do perfil de suporte, indicando um cuidado em oferecer ao usuário maior área para a planta do pé, ou seja: <br />Mais segurança.<br />
  8. 8.
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16. Abertura no vão da copa se comunica com a dispensa embaixo.<br />
  17. 17. Abertura <br />
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27. Área de lazer: TV, mesa, cadeiras etc e tal, mas os besouros são atraídos de montão!<br />
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31. Banheiros masculinos.<br />
  32. 32. WCs melhores, sem dúvida, comparando com os demais barcos. <br />Mas super quentes. São feitos de metal.<br />
  33. 33. O governo proibiu a construção de barcos de madeira. <br />
  34. 34. Há verba e programas de incentivo para o novo tipo de fabricação.<br />
  35. 35. Motivo: os barcos de madeira sofriam muitos acidentes, especialmente a colidirem com<br />troncos de árvores no leito do rio.<br />
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40.
  41. 41.
  42. 42.
  43. 43.
  44. 44. Codajás. Parada rápida.<br />
  45. 45.
  46. 46.
  47. 47.
  48. 48.
  49. 49.
  50. 50.
  51. 51.
  52. 52.
  53. 53.
  54. 54.
  55. 55.
  56. 56.
  57. 57.
  58. 58.
  59. 59.
  60. 60.
  61. 61.
  62. 62.
  63. 63. Neste mundo intempestivo, alguém precia pensar. <br />
  64. 64. A NAÇÃO DAS ÁGUAS IMENSAS<br />A. NUNES – 2º barco da volta<br />AMAZÔNIA<br />Tefé – Manaus<br />

×