BARUERI – SÃO PAULO – SÃO BERNARDO <br />
Saí de casa, na rua Avanhandava para encontrar Jéssica  em São Bernardo do Campo.  Ela sairia de Barueri. <br />Objetivo: ...
Meu planejamento.<br />Bike até o metrô<br />Metrô até o Parque Dom Pedro<br />Fura Fila até Sacoman<br />Ônibus até S. Be...
Roteiro da Jéssica<br />Ônibus até o trem<br />Metrô até o Brás<br />Trem até Barra Funda<br />Trem até S. André<br />Trem...
13:39<br />Começa a aventura!<br />
Clima ótimo! <br />Para ficar em casa, ver um filme com cobertores.<br />
Suave: só deixar a bike no bicicletário<br />e tchuns.<br />
Sem chance. O bicicletário fecha às 17:00hs. <br />Solução: na Sé a bicicleta pode ser retirara até 22:00hs.<br />
No metrô Anhangabaú, além do bicicletário coberto, há um bicicletário comum, ao ar livre. Mais uma opção para a população ...
Escultura do professor Caciporé Torres<br />
No meio do caminho havia uma escada. Havia uma escada no meio do caminho...<br />
Há uma “feira do rolo” na Sé e com a chuva, os “feirantes” ocupam o saguão para fazer seus negócios.<br />
Fila, todo mundo gosta!<br />Missão revalidar o bilhete único e <br />carregar R$ 10,00 de crédito.<br />14:10<br />
Esquisito: a única opção de pagamento por cartão de crédito ou débito, é via Banco Panamericano. <br />Será que este contr...
“Não revalidamos o cartão do bilhete único aqui, senhor. <br />O senhor precisa ir até um posto da SPTrans.”<br />14:23<br />
Posto de atendimento ao público fechado sábado à tarde. Ou seja, o usuário que espere até segunda-feira...<br />Solução: d...
Expresso Sacoman<br />(Fura-Fila)<br />Terminal Dom Pedro<br />(só busão)<br />
A entrada é livre. As catracas giram à toa, para um lado ou para o outro. Ficaram após adoção do Bilhete Único. Para quê?<...
Mais uma filazinha básica!<br />Missão revalidar o bilhete único e <br />carregar R$ 10,00 de crédito.<br />Eu perguntei a...
Pediram meu RG, meu cartão da faculdade e revalidei o bihete, recebendo um formulário preenchido à mão, comprovando a oper...
“O senhor não pode carregar o cartão neste guichê. Agora deve se dirigir à fila da direita.”<br />
Adoro filas! Por isso sou feliz no Brasil!<br />
Consegui!<br />14:47<br />
Rumo ao Sacoman.<br />
Terminal D. Pedro – só ônibus.<br />Fura Fila, ao fundo, projeto de Ruy Ohtake. Um belo projeto, como verão.<br />
Lotadão. Eu podia ter esperado mais um pouco e pegar um com lugar sentado, mas fui neste mesmo. Afinal, já era tarde para ...
Terminal Sacoman. Muito amplo, iluminado e limpo<br />
15:08<br />
- “O senhor não pode tirar fotos dentro do terminal, cavalheiro.”<br />- “Tá bom, tá bom!”<br />
Foto clandestina: no térreo, aviso sobre linhas de ônibus em folha A4. Será que o usuário não merece algo mais claro e de ...
Foto clandestina: mobiliário no terminal Sacomã.<br />
Foto clandestina:<br />Preço é maior pois usaremos o intermunicipal – dentro do ônibus paga-se a diferença, pois entrando ...
Situação curiosa: os ônibus para o ABC não possuem um espaço para cada linha. Assim placas em cavaletes de madeira são usa...
São Bernado, aí vou eu!<br />
Propaganda do sistema BOM para atendimento a funcionários de empresas. Veja que empregados temporários também podem usá-lo...
Cheguei!<br />15:52<br />
Há um gigantesco corredor de ônibus ligando São Mateus (bairro do extremo leste de São Paulo, ao Jabaquara, bairro no extr...
O corredor é operado por uma empresa (Metra) e usa a parte central das avenidas principais. Não para em pontos municipais ...
A pista é boa e bem protegida, mas como os ônibus vem das duas direções, o pedestre que atravessa aqui não pode ser um vac...
O corredor Metra divide fortemente a cidade em duas bandas. Nota-se que o lado direito (sentido S. Mateus) é  mais forte c...
Jéssica observou bem: este corredor de ônibus situa-se num vale. Veja ao fundo novos prédios comerciais e a torre da igrej...
Belíssima lixeira em aço polido.   <br />
A outra face do Shopping Coração.   <br />
Cones protetores. Soluçao barata e feia.<br />
Semáforo com contagem regressiva. Bom!<br />
A gente se acostumou com a lei Cidade Limpa e acha estranho esse excesso de anúncios<br />
Uma placa de anúncio comercial faz a função de guarda-corpo. Imaginemo-la se fosse um gradil bonito de ferro, sem anúncios...
Calçadas com muitos buracos retendo água. <br />
O anúncio revela a segurança do camelô: parece haver a certeza de que não será incomodado. Será que a prefeitura regulariz...
Duas preciosidades: o prédio mais antigo da cidade (1814) e Jéssica, a aluna loquaz da turma A na faumack.<br />
Sim, vc pode pôr seu donativo mesmo com a capela fechada!<br />
Nem o Iphan nem o Condephat tombaram-na. Por quê?<br />
Atrás da capela uma grande praça com uma enorme igreja.<br />
Novos prédios de escritório.<br />
De costas para a igreja, vemos a Rua Mal Deodoro.<br />
Meu, olha o tamanho dessa igreja! Compare com a escala humana.<br />
Um prédio pioneiro na cidade.<br />
Perto do corredor de tróleibus. Este portão revela que ocorrem enchentes aqui.<br />
Estamos num vale, próximo de um córrego escondido sob a avenida principal.<br />
Outro portão anti-enchente, na mesma rua.<br />
Caçamba de lixo – uma opção que evita sacos de plástico espalhados pela calçada – mas ocupam muito espaço. Será a melhor s...
Por que o anúncio de caráter ambiental em um perfil autoritário, normalmente imputando ao cidadão a responsabilidade? Não ...
O lado oposto da avenida tem menor atividade comercial. Nota-se por trás a zona residencial.<br />
Terminal Ferrazópolis. <br />
Mal iluminado e mal sinalizado em sua parte externa. <br />O acesso se dá por uma rampa, e não no piso térreo. Confunde o ...
Escadas são boas. Guarda-corpo muito seguro e bonito.<br />
Outro sistema de pagamento. <br />É o samba do crioulo doido.<br />A metra deveria aceitar o BOM e o Bilhete Único.  <br />
Manja bilhetinho de papel? É isso aí.<br />Frágil, fácil de perder, molhar e danificar.<br />Ficou antigo!<br />
O anúncio é modernoso.<br />O sistema não.<br />
Sem hierarquia nas informações, o cliente tem dificuldade em visualizar rapidamente o telefone para reclamações. <br />
Os veículos são bons, novos e limpos.<br />
Terminal de São Bernardo, centro.<br />
18:47<br />
Terminal de S. André.<br />A ligação com CPTM se dá no subterrâneo, onde há um verdadeiro centro comercial.<br />
O centro comercial é agradável tornando menos clautrófibo e tedioso o longo percurso no sub-solo.<br />
Aqui o longo corredor com pé-direito baixo. Poderia ser um bom lugar para exposição de arte nas paredes, criando vida no e...
Estação de trem da CPTM em S. André.<br />Arejada, limpa e agradável.<br />
Este jardim, certamente, não estava no projeto original. O partido é de muro medieval.<br />Mas ficou agradável. <br />
Trem agradável: limpo, iluminado.<br />
Como diz a canção do Legião Urbana: <br />“... Estamos indo, de volta prá casa...”<br />
Mais uma baldeação. Para mim a última. Para Jéssica ainda terá de descer na Barra Funda e pegar trem para Barueri. Chegand...
Cheguei na estação Sé do metrô!<br />
Um piano. Pessoas felizes, cantando ao som dos acordes que enchem o ar.<br />
É pegar e sair! Basta assinar um papelzinho.<br />
A saída com rampa estava fechada. Tive de subir 37 degraus com a magrela. Fazer o quê?<br />
BARUERI – SÃO PAULO – SÃO BERNARDO <br />
Planurb 5 – Mackenzie – Fau<br />Jéssica Rodrigues <br />Carlos Elson L Cunha<br />Inverno no hemisfério meridional<br />2...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ir&vir

581 visualizações

Publicada em

Planurb 5 - visita a São Bernardo do Campo para levantamento da cidade, suas centralidades e características. Dia de chuva, dois alunos bolsistas, durangos, visitam a capela de Nossa Senhora da Boa Viagem, a Casa de Câmara e Cultura e 2 terminais da cidade. Acompanhe-os nessa aventura acadêmica e veja se eles não merecem nota 10 com louvor!
Carlos Elson L da Cunha

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
581
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ir&vir

  1. 1. BARUERI – SÃO PAULO – SÃO BERNARDO <br />
  2. 2. Saí de casa, na rua Avanhandava para encontrar Jéssica em São Bernardo do Campo. Ela sairia de Barueri. <br />Objetivo: ver o mais antigo prédio da cidade: a capela de Sta. Filomena, feita em 1814.<br />
  3. 3. Meu planejamento.<br />Bike até o metrô<br />Metrô até o Parque Dom Pedro<br />Fura Fila até Sacoman<br />Ônibus até S. Bernardo<br />
  4. 4. Roteiro da Jéssica<br />Ônibus até o trem<br />Metrô até o Brás<br />Trem até Barra Funda<br />Trem até S. André<br />Trem até S. Bernardo<br />
  5. 5. 13:39<br />Começa a aventura!<br />
  6. 6. Clima ótimo! <br />Para ficar em casa, ver um filme com cobertores.<br />
  7. 7.
  8. 8. Suave: só deixar a bike no bicicletário<br />e tchuns.<br />
  9. 9. Sem chance. O bicicletário fecha às 17:00hs. <br />Solução: na Sé a bicicleta pode ser retirara até 22:00hs.<br />
  10. 10. No metrô Anhangabaú, além do bicicletário coberto, há um bicicletário comum, ao ar livre. Mais uma opção para a população que usa bike.<br />Bem, tenho de ir ao metrô na Sé. <br />O jeito é subir a escada para evitar o vale do Anhangabaú.<br />
  11. 11. Escultura do professor Caciporé Torres<br />
  12. 12. No meio do caminho havia uma escada. Havia uma escada no meio do caminho...<br />
  13. 13. Há uma “feira do rolo” na Sé e com a chuva, os “feirantes” ocupam o saguão para fazer seus negócios.<br />
  14. 14. Fila, todo mundo gosta!<br />Missão revalidar o bilhete único e <br />carregar R$ 10,00 de crédito.<br />14:10<br />
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18. Esquisito: a única opção de pagamento por cartão de crédito ou débito, é via Banco Panamericano. <br />Será que este contrato foi pensado a favor do usuário ou só para obrigar o cliente a adquirir mais um cartão de crédito?<br />
  19. 19. “Não revalidamos o cartão do bilhete único aqui, senhor. <br />O senhor precisa ir até um posto da SPTrans.”<br />14:23<br />
  20. 20. Posto de atendimento ao público fechado sábado à tarde. Ou seja, o usuário que espere até segunda-feira...<br />Solução: deixar a bike na Sé e ir a pé até o terminal D. Pedro.<br />Não é tão longe.<br />
  21. 21.
  22. 22. Expresso Sacoman<br />(Fura-Fila)<br />Terminal Dom Pedro<br />(só busão)<br />
  23. 23. A entrada é livre. As catracas giram à toa, para um lado ou para o outro. Ficaram após adoção do Bilhete Único. Para quê?<br />
  24. 24.
  25. 25. Mais uma filazinha básica!<br />Missão revalidar o bilhete único e <br />carregar R$ 10,00 de crédito.<br />Eu perguntei antes e só pode ser nesta fila da esquerda. Na direita não revalida o bilhete.<br />14:42<br />
  26. 26. Pediram meu RG, meu cartão da faculdade e revalidei o bihete, recebendo um formulário preenchido à mão, comprovando a operação.<br />
  27. 27. “O senhor não pode carregar o cartão neste guichê. Agora deve se dirigir à fila da direita.”<br />
  28. 28. Adoro filas! Por isso sou feliz no Brasil!<br />
  29. 29. Consegui!<br />14:47<br />
  30. 30. Rumo ao Sacoman.<br />
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38. Terminal D. Pedro – só ônibus.<br />Fura Fila, ao fundo, projeto de Ruy Ohtake. Um belo projeto, como verão.<br />
  39. 39.
  40. 40. Lotadão. Eu podia ter esperado mais um pouco e pegar um com lugar sentado, mas fui neste mesmo. Afinal, já era tarde para fazer este trabalho em S. Bernardo.<br />
  41. 41. Terminal Sacoman. Muito amplo, iluminado e limpo<br />
  42. 42.
  43. 43.
  44. 44.
  45. 45. 15:08<br />
  46. 46.
  47. 47.
  48. 48. - “O senhor não pode tirar fotos dentro do terminal, cavalheiro.”<br />- “Tá bom, tá bom!”<br />
  49. 49. Foto clandestina: no térreo, aviso sobre linhas de ônibus em folha A4. Será que o usuário não merece algo mais claro e de fácil leitura?<br />
  50. 50. Foto clandestina: mobiliário no terminal Sacomã.<br />
  51. 51. Foto clandestina:<br />Preço é maior pois usaremos o intermunicipal – dentro do ônibus paga-se a diferença, pois entrando neste piso térreo já se pagou a passagem municipal. O bilhete único garante transbordo a 4 viagens no prazo de duas horas, então, ainda vale meu débito lá na saída do Fura Fila, perto do terminal Dom Pedro.<br />
  52. 52. Situação curiosa: os ônibus para o ABC não possuem um espaço para cada linha. Assim placas em cavaletes de madeira são usadas para sinalizar até 3 filas diferentes num mesmo ponto. Solução precária, tendo vista de há poucos bancos e algumas linhas demoram bastante. <br />
  53. 53. São Bernado, aí vou eu!<br />
  54. 54. Propaganda do sistema BOM para atendimento a funcionários de empresas. Veja que empregados temporários também podem usá-lo. Isso demonstra a flexibilidade do sistema e um empenho em facilitar a vida das pessoas.<br />
  55. 55. Cheguei!<br />15:52<br />
  56. 56. Há um gigantesco corredor de ônibus ligando São Mateus (bairro do extremo leste de São Paulo, ao Jabaquara, bairro no extremo sul de São Paulo também). <br />Este corredor passa por Mauá, Santo André, São Bernardo e Diadema. Assim permite uma circulação mais rápida na região do Grande ABC.<br />
  57. 57. O corredor é operado por uma empresa (Metra) e usa a parte central das avenidas principais. Não para em pontos municipais normais de cada cidade, apenas nos seus exclusivos. Veja a mureta, a grade e a sinalização. <br />O pedestre precisa ficar ligado, pois ao passar por ele com farol fechado corre sério risco: os ônibus são muito rápidos e silenciosos.<br />
  58. 58. A pista é boa e bem protegida, mas como os ônibus vem das duas direções, o pedestre que atravessa aqui não pode ser um vacilão.<br />Problema do Metra: é umsistema independente e não aceita o BOM, nem bilhete único (exceto em S. Mateus no transbordo).<br />
  59. 59. O corredor Metra divide fortemente a cidade em duas bandas. Nota-se que o lado direito (sentido S. Mateus) é mais forte comercialmente, ao menos neste trecho central de S. Bernardo do Campo.<br />
  60. 60. Jéssica observou bem: este corredor de ônibus situa-se num vale. Veja ao fundo novos prédios comerciais e a torre da igreja matriz. O Shopping Coração é um amor! Vamos visitá-lo. Ele tem dois acessos: pela avenida principal e pela Marechal Deodoro. <br />
  61. 61.
  62. 62.
  63. 63.
  64. 64.
  65. 65.
  66. 66. Belíssima lixeira em aço polido. <br />
  67. 67. A outra face do Shopping Coração. <br />
  68. 68. Cones protetores. Soluçao barata e feia.<br />
  69. 69. Semáforo com contagem regressiva. Bom!<br />
  70. 70. A gente se acostumou com a lei Cidade Limpa e acha estranho esse excesso de anúncios<br />
  71. 71. Uma placa de anúncio comercial faz a função de guarda-corpo. Imaginemo-la se fosse um gradil bonito de ferro, sem anúncios. Não ficaria melhor e daria mais transparência à peça?<br />
  72. 72. Calçadas com muitos buracos retendo água. <br />
  73. 73. O anúncio revela a segurança do camelô: parece haver a certeza de que não será incomodado. Será que a prefeitura regularizou o serviço?<br />
  74. 74. Duas preciosidades: o prédio mais antigo da cidade (1814) e Jéssica, a aluna loquaz da turma A na faumack.<br />
  75. 75. Sim, vc pode pôr seu donativo mesmo com a capela fechada!<br />
  76. 76. Nem o Iphan nem o Condephat tombaram-na. Por quê?<br />
  77. 77.
  78. 78. Atrás da capela uma grande praça com uma enorme igreja.<br />
  79. 79.
  80. 80.
  81. 81. Novos prédios de escritório.<br />
  82. 82. De costas para a igreja, vemos a Rua Mal Deodoro.<br />
  83. 83.
  84. 84. Meu, olha o tamanho dessa igreja! Compare com a escala humana.<br />
  85. 85.
  86. 86.
  87. 87. Um prédio pioneiro na cidade.<br />
  88. 88.
  89. 89.
  90. 90.
  91. 91. Perto do corredor de tróleibus. Este portão revela que ocorrem enchentes aqui.<br />
  92. 92. Estamos num vale, próximo de um córrego escondido sob a avenida principal.<br />
  93. 93. Outro portão anti-enchente, na mesma rua.<br />
  94. 94.
  95. 95.
  96. 96. Caçamba de lixo – uma opção que evita sacos de plástico espalhados pela calçada – mas ocupam muito espaço. Será a melhor solução? Que tal coleta com hora marcada?<br />
  97. 97. Por que o anúncio de caráter ambiental em um perfil autoritário, normalmente imputando ao cidadão a responsabilidade? Não é melhor educar a nova geração nas escolas?<br />
  98. 98. O lado oposto da avenida tem menor atividade comercial. Nota-se por trás a zona residencial.<br />
  99. 99.
  100. 100.
  101. 101.
  102. 102. Terminal Ferrazópolis. <br />
  103. 103. Mal iluminado e mal sinalizado em sua parte externa. <br />O acesso se dá por uma rampa, e não no piso térreo. Confunde o usuário.<br />
  104. 104.
  105. 105.
  106. 106.
  107. 107. Escadas são boas. Guarda-corpo muito seguro e bonito.<br />
  108. 108.
  109. 109.
  110. 110.
  111. 111. Outro sistema de pagamento. <br />É o samba do crioulo doido.<br />A metra deveria aceitar o BOM e o Bilhete Único. <br />
  112. 112. Manja bilhetinho de papel? É isso aí.<br />Frágil, fácil de perder, molhar e danificar.<br />Ficou antigo!<br />
  113. 113.
  114. 114.
  115. 115. O anúncio é modernoso.<br />O sistema não.<br />
  116. 116.
  117. 117. Sem hierarquia nas informações, o cliente tem dificuldade em visualizar rapidamente o telefone para reclamações. <br />
  118. 118. Os veículos são bons, novos e limpos.<br />
  119. 119. Terminal de São Bernardo, centro.<br />
  120. 120.
  121. 121.
  122. 122. 18:47<br />
  123. 123. Terminal de S. André.<br />A ligação com CPTM se dá no subterrâneo, onde há um verdadeiro centro comercial.<br />
  124. 124. O centro comercial é agradável tornando menos clautrófibo e tedioso o longo percurso no sub-solo.<br />
  125. 125.
  126. 126. Aqui o longo corredor com pé-direito baixo. Poderia ser um bom lugar para exposição de arte nas paredes, criando vida no espaço.<br />
  127. 127. Estação de trem da CPTM em S. André.<br />Arejada, limpa e agradável.<br />
  128. 128.
  129. 129.
  130. 130.
  131. 131.
  132. 132.
  133. 133.
  134. 134.
  135. 135. Este jardim, certamente, não estava no projeto original. O partido é de muro medieval.<br />Mas ficou agradável. <br />
  136. 136.
  137. 137. Trem agradável: limpo, iluminado.<br />
  138. 138. Como diz a canção do Legião Urbana: <br />“... Estamos indo, de volta prá casa...”<br />
  139. 139. Mais uma baldeação. Para mim a última. Para Jéssica ainda terá de descer na Barra Funda e pegar trem para Barueri. Chegando lá, pegar o busãoprá casa. Ô vida, essa de estudante de planurb!<br />
  140. 140.
  141. 141. Cheguei na estação Sé do metrô!<br />
  142. 142. Um piano. Pessoas felizes, cantando ao som dos acordes que enchem o ar.<br />
  143. 143.
  144. 144.
  145. 145. É pegar e sair! Basta assinar um papelzinho.<br />
  146. 146. A saída com rampa estava fechada. Tive de subir 37 degraus com a magrela. Fazer o quê?<br />
  147. 147. BARUERI – SÃO PAULO – SÃO BERNARDO <br />
  148. 148. Planurb 5 – Mackenzie – Fau<br />Jéssica Rodrigues <br />Carlos Elson L Cunha<br />Inverno no hemisfério meridional<br />2011 a D<br />

×