Interiores 1 Apartamento do artista

292 visualizações

Publicada em

Missão: propor alterações para um artista que passa a morar só. Escultor, pintor e que gosta de receber amigos. Alberto Thiele foi o parceiro dessa missão. Simples, se vc souber desenhar no Sketchup, mas se num souber...

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Interiores 1 Apartamento do artista

  1. 1. Artista & Escultor Apartamento / LoftAlberto Thiele 4 11 2530 4Carlos Elson Cunha 408 8273 1Interiores 1 – Professora LucianaFaculdade de Arquitetura & UrbanismoUniversidade Presbiteriana Mackenzie22 março 2013 a. D.
  2. 2. Pavimento inferior
  3. 3. Pavimento superior
  4. 4. O clienteAlberto Carlos Filgueiras LimaEscultor, pintor, divorciado, 53 anos.Tem prazer em receber os amigos em casaTrabalha no seu loftUsa o espaço como exposição de peçasValoriza o espaço aberto, sem portas e solicitougenerosidade na luz natural e ventilação
  5. 5. Piso inferiorO projeto elimina a porta da cozinha, criando com a sala, umespaço visual único, tendo somente a bancada de refeiçõescomo limite.A porta de serviço também pode ser vista da sala, aumentandoa iluminação natural interna e favorecendo a comunicaçãoentre quem prepara o alimento e quem está na sala.A área de serviço não possui porta, facilitando o cotidiano doserviço doméstico.Junto à porta de serviço, armários servem como despensa semocluir a visão.
  6. 6. Piso inferiorUm lavabo é cedido próximo à escada.Ao se entrar no estúdio, há um rebaixo de 3 centímetros em relação à sala. O motivo disso éque o cliente trabalha frequentemente em casa, lidando com peças de argila, gesso, metais,pintura, texturas em massa, de modo que é normal o uso de lixadeira, esmirilhadeira etc.Desta maneira foi coerente instalar um ralo para facilitara a limpeza do piso.Também se propõem uma bancada de trabalho no estúdio, além de uma pia com cubagrande, para se lavar ou dar tratamento de superfície à algumas obras.O estúdio se divide em dois setores: o primeiro, esta área próxima à pia, que poderíamoschamar de área de trabalho pesado. O segundo, contíguo à sala, onde pode ocorrertrabalhos pesados também, uma vez que o piso branco é do tipo industrial, sem juntas,porém neste setor há exposição de várias esculturas e poltronas para permitir o encontroagradável e conversa do artista com seus clientes e amigos.Ao se eliminar a parede que separava a escada dos antigos quartos, o estúdio ganhaamplidão em espaço e luz. Também se permite contato visual e auditivo entre a sala e o setorde trabalho.
  7. 7. Planejamento cromáticoO cliente solicitou um tratamento contemporâneo nas cores, mas semagressividade. Assim propomos algo fora do tom pastel degradé, tãobanal e monótono. O branco, o preto e o vermelho são as coresdominantes, apresentando-se alternadamente.Evitou-se grandes seções com preto, exceto no banheiro do pavimentosuperior, de modo que branco domina, mas sempre com a cor negraatuando em contraponto ou moldura. O vermelho surge em menoslocais, pois devido à sua força, bastam essas intervenções para seobter um ambiente descontraído e estimulante.
  8. 8. Liberalidade visual na área íntimaGuarda-corpos de vidro e ausência de portas no quarto e banheiro fazem parte doconceito de fluidez espacial e de isonomia nos usos. Ao invés de duas cubas,criou-se uma pia de grandes dimensões que permite uso simultâneo do cliente esua parceira ou hóspedes: nos extremos desta bancada há uma área que permitecada um dos usuários colocar seus itens de higiene e cosméticos.Esta mesma pia, de mármore, também é a banheira, e não há paredes entreambas, sendo que o espelho pendurado no teto, que não toca a bancada, é olimite sutil entre os dois setores: lavatório e banho.Dois chuveiros devem permitir o controle pessoal de temperatura e tempo de usosem conflitos, com um vaso ao alcance de qualquer um dos usuários.O closet acha-se no corredor do mezanino, assim permitindo que se tenha otempo todo visão da parte baixa do apartamento.A piscina triangular possui uma das paredes rente ao dormitório, de tal modo quemesmo deitado, se possa ver a água e o clima exterior. Naturalmente, umapersiana vertical dará ao morador a opção de, quando entender necessário, ocluirinteiramente o interior do quarto em relação ao meio externo.

×